CLICK AQUI  CLICK AQUI  CLICK AQUI  CLICK AQUI

terça-feira, 7 de julho de 2015

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/


Quando há um ano me foi lançado o desafio de colaborar com este espaço de referência, um dos primeiros assuntos que trouxe à escrita, foi a estratégia para um sucesso persistente do nosso clube. Passado um ano, encontro-me um pouco mais cético quanto à possibilidade de sermos cada vez mais dominadores no panorama desportivo nacional. Não é o facto de termos perdido 2 campeonatos (o último por grande influência do manto protetor) que leva a este ceticismo. Não é a política desportiva que está completamente errada, até porque não é essa a minha área de “especialização” mas sim, devido a algumas decisões que parecem mais do foro financeiro que do desportivo, mas que têm grande influência sobre a capacidade desportiva.

No último ano, vimos não uma aposta em jovens valores com boa perspetiva de futuro com custos de aquisição “relativamente baratos” capazes de gerarem mais-valias, mas sim uma aposta em jovens vindos de clubes com orçamentos e folhas salariais bem maiores que os nossos, ou seja, uma mudança da estratégia que tão bons resultados deu ao longo dos anos. Esta nova aposta levou a um aumento dos custos com pessoal superior a 20% do 3ª trimestre de 2014 para o de 2015. Aumentamos os custos com o pessoal, sem que isso se tenha traduzido em ganhos desportivos, ou seja, a mudança de rumo não trouxe sucesso imediato e mesmo que esta nova época seja de sucesso, como espero e desejo, não poderá ser pela mudança de rumo estratégico em 2014/2015, uma vez que dos rostos da nova política, aparentemente, apenas Tello se mantém neste plantel 2015/2016. Mas, parece que quem lidera o nosso clube também não ficou satisfeito com a mudança estratégica e este ano volta a mudar o rumo. Daí que, este ano, parece que vamos colocar uma grande parte das fichas em 2 jogadores que já passaram os 30 anos e que custarão aos nossos cofres largos milhões de euros durante os 3 e 4 anos de contrato que se fala. Falo claramente de Iker Casillas e do gémeo do Fernando Santos.

Se Iker Casillas, não me enchendo as medidas, até porque mostra uma mudança de paradigma nos guarda-redes do Futebol Clube do Porto, pode ser uma alavanca ao nível do marketing e trazer novos patrocínios ou novos adeptos às bancadas do Dragão, já o outro indivíduo representa tudo o que criticamos nos “amigos” de carnide (prepotência, falta de fair-play, etc) e sem o manto protetor, vai passar largos jogos na bancada ao longo da época, já que estas abordagens aos lances vão ter avaliações diferentes das que tiveram ao longo dos últimos 8 anos.


Caso esta contratação seja mesmo realizada, vamos alimentar a pré-reforma de um gajo que será sempre visto como um deles. Esta mudança estratégica nos últimos dois anos, levam-me a repensar se devia ter escrito que uma das opções para a continuidade do sucesso era a racionalização dos custos já que parece que me querem mostrar o oposto, mas acredito que se trata apenas de coincidências, já que espero que nenhuma opinião da bluegosfera seja capaz de influenciar minimamente quem tem que tomar decisões no clube.

Outro ponto que me deixa mais cético, é o continuar do silêncio ensurdecedor sobre tudo o que rodeia o mundo do futebol como sejam os contínuos prejuízos à nossa equipa de futebol ou os factos ontem apresentados pelo árbitro Marco Ferreira que denunciou clara pressão do presidente da arbitragem nacional para que os do manto protetor não perdessem o colinho.


Este silêncio ensurdecedor levou a que nos últimos anos os de carnide tenham sido os mais beneficiados no panorama desportivo nacional e com a ajuda dos de negro e tenham perdido toda a vergonha no que à isenção diz respeito.

Até quando vamos permanecer calados?
Até quando vamos permitir que eles sejam beneficiados sem vergonha?
Quo vadis FC Porto?

Acorda FC Porto!!!

Continuar a ler “QUO VADIS FC PORTO?”...

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Pouco depois de orientar o primeiro treino da pré-temporada 2015/16, no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival, Julen Lopetegui falou em exclusivo ao Porto Canal e ao www.fcporto.pt sobre o presente e o futuro dos Dragões. Satisfeito com o arranque dos trabalhos, o treinador basco garantiu que os novos reforços “têm todas as condições” para ajudar à construção de uma equipa que vai entrar em cada jogo com “a responsabilidade de vencer”.

“Temos muita vontade de começar uma nova época e estamos muito felizes com aquilo que foi o primeiro dia de um trabalho que pretende assentar as bases da temporada que se avizinha. Todas as épocas são duras e exigentes, pois o FC Porto entra em todas as competições para vencer. Temos vontade e ilusão de estar à altura de todas estas ambições, sempre com a responsabilidade de vencer e, naturalmente, de sermos campeões”, declarou Julen Lopetegui, naquela que foi a primeira abordagem a 2015/16.

Contando já com quatro dos cinco reforços confirmados pelo FC Porto na primeira sessão de trabalho, Julen Lopetegui alerta para a necessidade de uma reconstrução da equipa, até porque “saíram jogadores importantes” neste defeso. “Os jogadores que chegaram vieram porque achamos que necessitamos deles. A realidade é que saíram jogadores importantes, que eram habituais titulares, e temos de procurar construir uma nova equipa. Acredito que os jogadores novos têm todas as condições para nos ajudar a construir essa equipa. Queremos transmitir o quanto antes aquilo que pretendemos aos novos jogadores e os que cá ficaram também serão importantes nesse processo”, explicou o treinador espanhol.

Julen Lopetegui revelou ainda um episódio curioso depois de ficar a conhecer o calendário do FC Porto no campeonato e não escondeu que o grande objectivo portista passa por conquistá-lo. “Em jeito de brincadeira, até dissemos que foram o André André e o Danilo Pereira a fazer o calendário para o início do campeonato, pois vamos defrontar as suas antigas equipas. Se queres ser campeão, e nós queremos sê-lo, tens de jogar contra todas as equipas e entrar sempre para vencer. Todos os jogos são difíceis e o início será exigente. Aliás, todo o campeonato será exigente. Temos de fazer o nosso trabalho e estar preparados, de forma a começarmos fortes e entrarmos a ganhar”.

O primeiro compromisso oficial está a mais de um mês de distância, mas Julen Lopetegui afasta qualquer cenário de ansiedade e promete concentração máxima no dia-a-dia do futuro mais próximo. “Ansioso é uma palavra da qual não gosto particularmente. Tenho, isso sim, muita ilusão e vontade de vencer e preparar a equipa da melhor maneira possível para o conseguir. Temos de estar focados no trabalho diário e preparar os estágios que vamos ter. Vamos defrontar equipas difíceis na pré-temporada e essa exigência vai ajudar-nos na nossa preparação para a época oficial”, concluiu.



André André promete “trabalhar bem para agarrar a oportunidade”

André André não esconde que o sonho que sempre acalentou está agora a ser cumprido. O médio que o FC Porto contratou ao Vitória de Guimarães neste defeso está de regresso pela porta grande a uma casa que bem conhece. Consciente da “exigência máxima” que o espera nesta nova realidade, o reforço que há oito épocas integrou o plantel da equipa Sub-19 portista promete muito trabalho para conquistar títulos com a camisola azul e branca.

“Trabalhei para isso, dediquei-me muito. Regressar era o meu objectivo e aqui estou, muito feliz. Nervoso? Não, apenas ansioso para que este dia chegasse. Agora vou dar o meu melhor pelo FC Porto e trabalhar bem para agarrar esta oportunidade”, afirmou André André, em declarações ao www.fcporto.pt e ao Porto Canal.

Agora no plantel principal dos Dragões, o internacional português reconhece que “a realidade é completamente diferente” da que conhecia nos juniores e que “a exigência é máxima”. “Quero melhorar enquanto jogador e sei que o FC Porto me vai dar essa oportunidade. E quero, claro, ganhar títulos”, acrescentou.

André André conhece bem a casa a que chegou, mas também alguns companheiros com quem trabalhou no primeiro dia da época​. Hernâni e Tiago Rodrigues, por exemplo, jogaram com ele no Vitória de Guimarães. Mas hoje o dia foi de trabalho, “não houve tempo para grandes conversas, lá para frente haverá tempo para isso”, garantiu.

fonte: fcporto.pt

Continuar a ler “LOPETEGUI: “TEMOS DE COMEÇAR FORTE E ENTRAR A GANHAR””...

capas da imprensa

Publicada por bLuE bOy Categoria:

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Continuar a ler “capas da imprensa”...
segunda-feira, 6 de julho de 2015

PARABÉNS COLECTIVO 95 - 20 ANOS DE TRADIÇÃO.

Publicada por bLuE bOy Categoria:

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

06 Julho 1995 - 06 Julho 2015

20 Anos
Parabéns!

Continuar a ler “PARABÉNS COLECTIVO 95 - 20 ANOS DE TRADIÇÃO.”...

capas da imprensa

Publicada por bLuE bOy Categoria:

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Continuar a ler “capas da imprensa”...
domingo, 5 de julho de 2015

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

04/07/2015

O FC Porto vai defrontar o Vitória de Guimarães, no Estádio do Dragão, na jornada inaugural da Liga 2015/16, marcada para o fim-de-semana de 15 e 16 de Agosto, ditou o sorteio realizado este sábado no ​Cineteatro Municipal de Loulé, no Algarve.

O primeiro clássico da temporada para os azuis e brancos, que também terá como palco o Estádio do Dragão, é frente ao Benfica, na quinta jornada. Para a 15.ª está marcada uma viagem até ao Estádio de Alvalade, onde o FC Porto defrontará o Sporting.

No que diz respeito à Segunda Liga 2015/16, o FC Porto B inicia a competição recebendo o Portimonense, em jogo marcado para o fim-de-semana de 8 e 9 de Agosto.

Calendário Liga NOS 2015/16

1.ª e 18.ª jornadas: FC Porto-Vitória de Guimarães
2.ª e 19.ª jornadas: Marítimo-FC Porto
3.ª e 20.ª jornadas: FC Porto-Estoril
4.ª e 21.ª jornadas: Arouca-FC Porto
5.ª e 22.ª jornadas: FC Porto-Benfica
6.ª e 23.ª jornadas: Moreirense-FC Porto
7.ª e 24.ª jornadas: FC Porto-Belenenses
8.ª e 25.ª jornadas: FC Porto-Sporting de Braga
9.ª e 26.ª jornadas: União da Madeira-FC Porto
10.ª e 27.ª jornadas: FC Porto-Vitória de Setúbal
11.ª e 28.ª jornadas: Tondela-FC Porto
12.ª e 29.ª jornadas: FC Porto-Paços de Ferreira
13.ª e 30.ª jornadas: Nacional-FC Porto
14.ª e 31.ª jornadas: FC Porto-Académica
15.ª e 32.ª jornadas: Sporting-FC Porto
16.ª e 33.ª jornadas: FC Porto-Rio Ave
17.ª e 34.ª jornadas: Boavista-FC Porto

Calendário Segunda Liga 2015/16

1.ª e 24.ª jornadas: FC Porto B - Portimonense
2.ª e 25.ª jornadas: Sta. Clara - FC Porto B
3.ª e 26.ª jornadas: FC Porto B - Oriental Lisboa
4.ª e 27.ª jornadas: Leixões SC - FC Porto B
5.ª e 28.ª jornadas: FC Porto B - SC Freamunde
6.ª e 29.ª jornadas: FC Famalicão - FC Porto B
7.ª e 30.ª jornadas: FC Porto B - FC Penafiel
8.ª e 31.ª jornadas: Atlético CP - FC Porto B
9.ª e 32.ª jornadas: FC Porto B - Varzim SC
10.ª e 33.ª jornadas: SC Olhanense - FC Porto B
11.ª e 34.ª jornadas: CD Aves - FC Porto B
12.ª e 35.ª jornadas: FC Porto B - UD Oliveirense
13.ª e 36.ª jornadas: GD Chaves - FC Porto B
14.ª e 37.ª jornadas: FC Porto B - Gil Vicente FC
15.ª e 38.ª jornadas: Ac. Viseu - FC Porto B
16.ª e 39.ª jornadas: FC Porto B - CD Mafra
17.ª e 40.ª jornadas: SC Covilhã - FC Porto B
18.ª e 41.ª jornadas: FC Porto B - SC Farense
19.ª e 42.ª jornadas: CD Feirense - FC Porto B
20.ª e 43.ª jornadas: SC Braga B - FC Porto B
21.ª e 44.ª jornadas: FC Porto B - Sporting CP B
22.ª e 45.ª jornadas: SL Benfica B - FC Porto B
23.ª e 46.ª jornadas: FC Porto B - Vitória SC B

fonte: fcporto.pt

Continuar a ler “DRAGÕES ABREM CAMPEONATO EM CASA COM O VITÓRIA DE GUIMARÃES.”...

capas da imprensa

Publicada por bLuE bOy Categoria:

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Continuar a ler “capas da imprensa”...
sábado, 4 de julho de 2015

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

#‎IVENCONTROBLUEGOSFERA‬
04/07/2015 biblioteca municipal espinho

@ o programa | ao longo da manhã
10:00 – 10:30: Recepção dos participantes
10:30 – 10:40: Abertura
10:40 – 12:30: O ADN Portista
Moderador: Paulo Santos | BiBó PoRtO, carago!!
▪ Fernando Machado | ex-atleta do FC Porto na secção de bilhar, basquetebol e pugilismo;
▪ Paulo Bizarro | blog Os Filhos do Dragão
▪ Elemento designado | Super Dragões
▪ Elemento da Direção | Colectivo 95

#‎IVENCONTROBLUEGOSFERA‬
04/07/2015 biblioteca municipal espinho

@ o programa | ao longo da tarde
15:00 – 17:30: FCP4ALL
“Provocador”: José Correia | Reflexão Portista
“Sem papas na língua”: Bernardino Barros | Porto Canal
Participantes:
▪ todos (ALL): o João, a Maria, o António, a Fernanda, o Miguel, o José, o Nuno, a Ana, o Paulo, … e TU também!

#‎IVENCONTROBLUEGOSFERA‬
04/07/2015 biblioteca municipal espinho

@ o local | localização e estacionamento gratuito
BIBLIOTECA MUNICIPAL JOSÉ MARMELO SILVA
Avenida 24, Parque João de Deus, ESPINHO
Tel: 227335869
GPS: 41º00'27.91"N / 8º38'17.65"O

#‎IVENCONTROBLUEGOSFERA‬
04/07/2015 biblioteca municipal espinho

@ o almoço | 12:45, em tons de azul e branco
RESTAURANTE TERRA & MAR
Avenida 8, nº 1140, ESPINHO
menu completo (misto de carnes grelhadas, lulas e peixes básicos grelhados): 7,50€/pessoa

#‎IVENCONTROBLUEGOSFERA‬
04/07/2015 biblioteca municipal espinho

@ stream do evento | segue-nos em directo
Caso não possas marcar presença em Espinho, entre as 10h00 e as 17h30, podes acompanhar-nos através do Stream do evento no nosso canal do YouTube.




#ENCONTROSDABLUEGOSFERA
endereço electrónico oficial: encontro.bluegosfera@gmail.com
página oficial no facebook: https://www.facebook.com/bluegosfera
página oficial no youtube: https://www.youtube.com/user/bluegosfera
página oficial no ustream: http://www.ustream.tv/channel/bluegosfera
informação completa do/s encontro/s AQUI

Continuar a ler “IV ENCONTRO BLUEGOSFERA – É HOJE.”...

capas da imprensa

Publicada por bLuE bOy Categoria:

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Continuar a ler “capas da imprensa”...
sexta-feira, 3 de julho de 2015

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

A época de banhos ainda nem verdadeiramente começou e o ambiente já vai quente, muito quente. O FC Porto já garantiu seis reforços. São eles Gudiño, Bueño, André André, Sérgio Oliveira, Imbula e Danilo. Três portugueses e três estrangeiros. De saída estão, nada mais nada menos, que 5 titulares: Fabiano, Danilo, Casemiro, Oliver e Jackson Martínez. É o que dá passar a ser um clube-plataforma, um clube estilo praça financeira, montra de valorização e de venda de produtos.

É difícil, para um portista como eu nascido em meados de 80, que cresceu com os grandes ídolos dos anos 90, ver no que se transformou o FC Porto. Não é que seja mau, não é que seja sequer o único a gerir assim os seus recursos humanos, mas estávamos habituados a outra coisa, a uma cultura diferente, a uma mística, a uma prata da casa.

Nem sequer se pode criticar verdadeiramente este estilo de negócio. Porque a verdade é que o FC Porto é o grande obreiro e o maior beneficiado com este futebol de empresários. É o clube europeu que mais vendas milionárias concretiza, que melhor coloca os seus jogadores, um claro tubo de ensaio para jogadores sul-americanos, a porta de entrada por excelência dos não comunitários. Aliás, se há clube europeu que se adaptou ao pós-Lei Bosman, esse clube só pode ser o FC Porto. Dezenas e dezenas de vendas milionárias, margens gigantescas, valorizações galopantes.

Então, o que está mal? É somente estar dois anos sem nada ganhar?

Também, claro. Não me parece apenas isso. O problema é, essencialmente, de critério. Nenhum portista percebe que se gaste milhares de euros em contratações e salários de guarda-redes. Desde Bracalli a Bolat, passando por Andrés, Kiesczek, Ricardo, Beto, Fabiano até ao provável Moya. Um ror de guarda-redes, quase todos sem a qualidade mínima para singrar na baliza do FC Porto.

Outras vezes, o que choca é a diferença de investimento de umas épocas para as outras. Sai Falcao e o clube substitui o colombiano com Kléber e Janko. Vende Guarín, Belluschi e Moutinho e contrata Josué, Licá e Carlos Eduardo.

Por outro lado, noutros anos, já se consegue trazer Tello e Brahimi, Oliver e Casemiro. E agora até se consegue fazer a vez de tubarão e ir a Marselha pescar a jovem promessa Imbula por 20 milhões. Recordar que, há poucos anos atrás, era o Marselha a vir pescar o capitão do FC Porto por 17 milhões: Lucho Gonzalez.

Mais estranho ainda é ver os jovens Ruben Neves (cobiçado por Liverpool), Ricardo, Sérgio Oliveira (cobiçado por Manchester City), Gonçalo Paciência e André Silva a darem cartas nos campeonatos da sua categoria, tendo poucas ou nenhumas perspectivas de oportunidades por cá. E ainda há Hernâni, não esquecer.

A falta de critério vê-se também na aposta nos próprios jogadores contratados. Tal como nas empresas nacionais, parece não haver um plano de carreira definido, ao contrário de anos passados. Evandro chega ao FC Porto, mas ninguém sabe se ficará mais que uma época. Carlos Eduardo chega numa época atribulada, é atirado para França, regressa, mas com as contratações de Imbula, Danilo e André André, é mais que provável que volte a ser dirigido para a porta de saída. Reyes e Quintero, culpa própria ou culpa do clube, não parecem ser vistos como opções de futuro, pese embora o dinheiro que custaram. Herrera, com tantas contratações, estará na porta de embarque. Maxi Pereira, ao invés, está na área das chegadas com um contrato milionário. O que fazer com Opare? E Rolando? E Victor Garcia? E Octávio? E Tózé? E Tiago Rodrigues? E Djalma? E Ghillas? E Caballero? E Adrian?

Há Aboubakar e Gonçalo. E há André Silva. Mas já se foi buscar Bueño (para que posição?) e pensa-se em Mitrovic e em outros mais.

A lista de assalariados e semi-assalariados é monstruosa, mas o clube parece não se importar com isso e continua na mesma senda de vendas e contratações, sem sequer parar para fazer uma limpeza geral e pôr a casa em ordem. A palavra de ordem para ser a fuga em frente, sabe-se lá para onde. Digam-me o que disserem, que há que confiar no Presidente e tudo o mais, mas isto é tudo menos uma gestão inteligente e zelosa.

A Doyen e outros empresários gravitam à volta do clube como abutres. O Presidente vai jogando o jogo que sempre jogou: contratar bem e vender caro. Mas o risco é cada vez maior, as margens cada vez mais curtas e os jogadores cada vez querem menos saber da camisola que vestem. Querem é chegar, jogar e partir, para onde o dinheiro for maior. Nada contra isso. Todos somos livres de ir para onde nos pagarem mais. Só não peçam é à malta para encher estádios e apoiar o clube, quando isto cada vez parece menos um clube do que uma plataforma giratória de jogadores e empresários.

Rodrigo de Almada Martins

Continuar a ler “UMA SEASON MUITO SILLY.”...

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Médio internacional português é reforço do FC Porto e fica com uma cláusula de rescisão no valor de 40 milhões de euros

​Danilo Pereira é o mais recente reforço do FC Porto para 2015/16, tendo rubricado com os Dragões um contrato válido para as próximas quatro temporadas, que contempla uma cláusula de rescisão no valor de 40 milhões de euros. O médio de 23 anos, que recentemente se tornou internacional pela principal selecção portuguesa, chega ao Dragão após uma temporada de grande nível ao serviço do Marítimo.

Nas primeiras declarações com a camisola do FC Porto vestida, Danilo Pereira não escondeu a felicidade por chegar ao clube que mais desejava, prometendo dar tudo dentro de campo. "Sinto um orgulho e uma emoção muito grande por vestir esta camisola, que ao mesmo tempo me transmite muita responsabilidade, que estou disposto a carregar. Vou lutar e dar o máximo de mim para ajudar a equipa a concretizar os seus objectivos, que passa também por voltar a ser campeã nacional", afirmou o novo Dragão.

O mais recente centrocampista dos azuis e brancos garantiu sentir-se "confortável" para actuar em qualquer zona do meio-campo e mostrou-se entusiasmado com a possibilidade de disputar a Liga dos Campeões, mas sem ansiedade. "Sinto-me confortável em qualquer posição no meio-campo, seja defensivo ou ofensivo, a "6" ou a "8". Qualquer jogador ambiciona jogar na Liga dos Campeões e eu não sou diferente, mas isso não me traz ansiedade e estarei tranquilo no momento em que isso acontecer", prosseguiu, antes de deixar uma promessa aos adeptos: "Podem esperar um Danilo lutador e a honrar a camisola do FC Porto".

Jorge Nuno Pinto da Costa, que até chegou a telefonar a Julen Lopetegui para este dar as boas-vindas a Danilo Pereira, elogiou a qualidade do novo reforço portista e a postura de Carlos Pereira, presidente do Marítimo, ao longo de todo o processo. "Além da grande qualidade que o Danilo Pereira tem como jogador, é importante salientar a grande vontade que ele sempre demonstrou em vir jogar para o FC Porto. Foi contactado por vários clubes, mas o senhor Carlos Pereira sempre deu toda a liberdade ao jogador para escolher o seu destino. E o Danilo Pereira sempre quis o FC Porto", sublinhou o líder portista.

O presidente dos Dragões enalteceu o facto de Danilo Pereira ter chegado à principal selecção portuguesa com uma idade ainda jovem e mesmo não jogando num "grande", confessando depositar grandes esperanças no médio. "O Danilo Pereira, além de uma qualidade inegável, demonstra uma grande garra dentro do campo. Como se isso não bastasse, fez muita força para vir para o FC Porto e isso tocou-me muito. Muito antes de assinar connosco, comunicou ao presidente do Marítimo que era aqui que queria jogar e até abdicou de propostas mais vantajosas para vir para o FC Porto. Por tudo isto, acredito que o Danilo Pereira vai ser um verdadeiro Dragão".

fonte: fcporto.pt

Continuar a ler “OFICIAL - DANILO PEREIRA POR 4 TEMPORADAS.”...

capas da imprensa

Publicada por bLuE bOy Categoria:

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Continuar a ler “capas da imprensa”...
quinta-feira, 2 de julho de 2015

ACORDÁMOS?!?

Publicada por Norte Categoria:

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Eu sei que a malta anda entretida a discutir quem gosta e não gosta do Maxi, bem como com a suposta loucura do Imbula, a beleza dos equipamentos, as declarações do “sequinho do cavaquinho” e outros fait-divers que tais, que vão enchendo as páginas dos pasquins deste jardim à beira mar plantado. Sim, são episódios com interesse, são episódios que eu também acompanho, mas são episódios que só constroem uma novela com final feliz se outros episódios forem devidamente tratados e nunca negligenciados por quem manda neste clube.

Quando no início da época 2003/2004, Jankauskas trocou o bairro da luz pelo Dragão, ficou célebre a frase do “dumbo de carnide”, dizendo que “Estou mais preocupado em lugares na liga do que em jogadores”. Pois bem, eu não estou mais preocupado com lugares na liga ou árbitros do que em jogadores, mas de nada me vale ter os melhores se depois for “comido” nos restantes temas, conforme ainda o ano passado se provou com o “colinho”.

Ora, neste sentido, surgem os meus sinais de muita preocupação pelo que se passa cá no burgo, sendo que a última reunião da Liga suou-me a uma espécie de “Alvorada!” do nosso clube.
A vergonhosa descida de divisão do árbitro Marco Ferreira contribuiu decisivamente para o meu transbordar de copo face à negligência com que o nosso clube trata alguns assuntos.

Que reação oficial tivemos sobre o tema? Zero!
Que solidariedade prestamos ao árbitro visado? Zero!
O que fizemos para que, à imagem de Paulo Baptista há um ano, a situação fosse revertida? Zero!
O que fizemos para antecipadamente denunciar o que iria acontecer? Zero!

É caso para dizer que das três uma: ou não sabíamos de nada, o que é grave, porque é sinal que andamos a ver os comboios a passar; ou sabíamos e achamos que não nos devíamos meter, o que seria escandaloso e negligente; ou tentamos e simplesmente não temos força para inverter uma escandaleira destas.

Os mais desprendidos do tema podem estar a questionar-se que simpatia especial deveríamos ter por Marco Ferreira ao ponto de termos que fazer algo. A questão extravasa em larga medida o árbitro tem si. Tem muito mais a ver com os sinais que são transmitidos aos outros árbitros, isto é, ficou evidente que quem está de um lado a empurrar a carroça para a frente e a dar colinho está protegido, já quem ousa não baixar as calças aos de vermelho desce de divisão. Digamos que, numa linguagem do Dr. Carlos Costa, presidente do Banco de Portugal, é o lado bom e o lado mau. O lado bom é constituído por aqueles que fazem o colinho e ficam nos primeiros 10 lugares. O lado mau é daqueles que ao não se vergarem, descem de divisão.

Não ter a capacidade de lutar e inverter isto, é de facto o pior de todos os sinais. E é por isto que, por muito que me interesse a construção no novo plantel, de nada valerá o mesmo se o terreno estiver todo minado.
A aprovação do sorteio dos árbitros vem dar um sinal contrário? Bem, vem essencialmente demonstrar que estamos a tentar fazer qualquer coisa, o que já não é mau... mas não chega!
O que vai acontecer aos observadores? Também vão ser sorteados?
E quais serão os condicionalismos do sorteio? A malta do colo vai poder ser sorteada para certos jogos?
E quem vai definir as classificações? Que motivações vai ter?

Ou seja, tivemos um sinal de que poderemos estar a acordar, mas ficamos tão para trás nos últimos tempos que, ou começamos a correr rapidamente para chegar à frente do comboio, ou estamos lixados com F maiúsculo!

Um abraço,

Continuar a ler “ACORDÁMOS?!?”...

capas da imprensa

Publicada por bLuE bOy Categoria:

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Continuar a ler “capas da imprensa”...
quarta-feira, 1 de julho de 2015

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Eu estou pelo Porto. Para o Porto. Com o Porto. Há muito quem esteja no Porto por eles, para eles e em prol deles. Não vou alongar-me sobre questões de “comissões”, nem quem manda em quem, nem tão pouco a razão pela qual vem o jogador X e não o Y.

Vou-me focar no público e notório.

Não é de agora, mas mais uma vez foi evidente. Não sabem do que estou a falar? Do fulano que apôs temos perdido o campeonato, estava preocupado em mostrar que estava em forma.

Que estava “aí, oh oh, prontinho”.

Do mesmo fulano que – méritos ou não enquanto jogador – tem mais anos de plantel do que muitos de futebol. Do mesmo fulano que devia ser o exemplo, o timoneiro, o apoio do treinador, mas prefere afinal ser o “magrinho” que não teve “nada a ver, porque o Helton só agora foi escalado”.

Péssima entrevista que deu. Demonstrou que não tem calibre para ser a nossa voz. Respostas evasivas sobre se Lopetegui teve ou não preponderância na sua recuperação, não querendo comentar a continuidade do treinador, escancarando a porta do balneário da forma que assume publicamente esta indiferença para quem comanda a tropa ,é de lamentar. Ainda por cima, de quem se julga um símbolo, uma referência.

Hoje abre o mercado de transferências. Antes de termos reforços. Precisamos de referências.

Continuar a ler “TODOS PARA O MESMO, É DIFERENTE DE TODOS PELO MESMO.”...

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Imbula: “Espero que possamos ganhar muitos títulos”
Médio chega ao Dragão proveniente do Marselha e assinou um contrato válido para as próximas cinco épocas

​Gianelli Imbula, médio de 22 anos ex-Marselha, vinculou-se ao FC Porto e rubricou um contrato válido até 2020, que contempla uma cláusula de rescisão no valor de 50 milhões de euros. O atleta franco-congolês transfere-se por 20 milhões de euros, ficando os azuis e brancos com 100 por cento do passe. Nas primeiras declarações como jogador dos Dragões, em exclusivo ao Porto Canal e www.fcporto.pt, Imbula confessou-se seduzido pelo projecto portista e não escondeu a satisfação pelo novo desafio que vai abraçar na carreira.

“Estou muito contente por ter assinado pelo FC Porto. O projecto desportivo seduziu-me. Trata-se de um clube que já conquistou muitos troféus europeus na sua história, que tem um grande equipa, bons jogadores e que espero que seja ainda melhor com o meu contributo. Falei com o treinador duas ou três vezes e ele convenceu-me a vir. Ele disse-me que o estilo de jogo da equipa vai ser conveniente às minhas qualidades. Estou muito contente por estar no FC Porto e espero que possamos ganhar muitos títulos”, afirmou o médio que, apesar de ter nascido na Bélgica, em Vilvoorde, possui as nacionalidades francesa e congolesa.

Sendo originalmente um médio defensivo, Imbula também pode actuar em zonas mais avançadas do meio-campo, destacando-se por uma forte presença física (1,86m) e por uma qualidade técnica assinalável. Canhoto, Imbula destacou-se no Guingamp e foi mesmo considerado o melhor jogador da Segunda Liga francesa em 2012/13, transferindo-se posteriormente para o Marselha, clube que representou nas duas últimas temporadas. Agora, o FC Porto é a etapa que se segue numa carreira que promete.

“O FC Porto não é um clube conhecido por dar muito dinheiro aos jovens, portanto não se pode dizer que tenha sido por uma questão de dinheiro que vim para cá. Foi, isso sim, pela confiança que depositaram em mim e pelo projecto desportivo que me apresentaram. Saindo do Marselha para aqui, sinto que subi um degrau na minha carreira e espero que possa confirmar todas as esperanças que o FC Porto deposita em mim”, acrescentou Imbula, que já teve oportunidade de visitar as instalações do clube e conhecer melhor a sua casa para os próximo cinco anos.

O comunicado enviado pela Futebol Clube do Porto – Futebol, SAD à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) está disponível AQUI.

fonte: fcporto.pt

Continuar a ler “OFICIAL - IMBULA ASSINA POR 5 ÉPOCAS.”...

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

​O Atlético de Madrid informou esta terça-feira a Futebol Clube do Porto – Futebol, SAD de que vai activar a cláusula de rescisão do jogador Jackson Martinez, no valor de 35 milhões de euros. O comunicado dos Dragões à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) está disponível AQUI.

O avançado colombiano leva três temporadas ao serviço do FC Porto, tendo disputado 136 jogos oficiais e marcado 92 golos. Foi o melhor marcador da Liga portuguesa nessas três épocas, com 26 golos apontados em 2012/13, 20 em 2013/14 e 21 em 2014/15.

fonte: fcporto.pt

Continuar a ler “OFICIAL - ATLÉTICO DE MADRID VAI EXERCER CLÁUSULA DE RESCISÃO DE JACKSON.”...

capas da imprensa

Publicada por bLuE bOy Categoria:

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Continuar a ler “capas da imprensa”...
terça-feira, 30 de junho de 2015

PREOCUPANTE...

Publicada por MM Categoria:

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/


Os sinais e o receio de que nem tudo vai bem no reino do Dragão não são de agora, nem mesmo um mero reflexo de 2 anos de pouco sucesso desportivo.

Se há algo que não aprecio é cavalgar a onda das vitórias/derrotas para dizer que tudo está bem/mal consoante a bola que entra ou não entra. Qualquer organização tem as suas imperfeições e mesmo nos maiores sucessos há sempre espaço para analisar e criticar construtivamente o que está mal, assim como nos momentos mais baixos devemos ter a capacidade de não querer uma política de terra queimada a qualquer preço.

Dito isto, duas situações deixaram-me realmente preocupado:

Todos sabemos quem as proferiu e a gravidade das mesmas, em diferentes tabuleiros, sendo que neste momento a bola está do lado do Clube e de quem o dirige. Porque são afirmações graves de mais para serem ignoradas.

Se acharmos que qualquer individuo deste calibre, mais um dos parasitas que vive à grande à conta de outros e que ajuda a contribuir para o lixo em que se transformou o futebol negócio, tem o direito de arrastar o nome do Futebol Clube do Porto pela lama sem uma reacção digna desse nome da parte de quem nos dirige a não ser outorgar mais um Dragão de Ouro ao seu cliente Jackson “ainda nem sai do Clube mas só falo do Simeone” Martinez, é sinal de que estamos mesmo num momento historicamente difícil. E já nem quero falar do que se ouve por ai, de que o sr. Pompeo possa ter alguma razão no que diz, de que não sabemos mesmo nem metade do que se faz “em nome” do FC Porto...

A segunda questão é tão grave quanto a primeira e verdadeiramente surpreendente... Ou talvez não, depois das tristes figuras na flash interview do Restelo. É inconcebível que alguém que está desde 2005 no FC Porto, que é visto como uma das últimas referências do balneário, possa dizer nas entrelinhas que não respeita o seu técnico principal, dando-o assim a entender publicamente. Sem uma devida explicação, sem um enquadramento seja ele qual for, é absolutamente impensável que Helton possa continuar no FC Porto. Se alguém como o Jorge Costa foi “atirado” para Inglaterra por casos internos e “apenas” uma pública desavença aquando de uma substituição, o que podemos defender neste caso?

Outras coisas poderiam também ser dissecadas, mas penso que estes 2 episódios e a sua gestão será elucidativa de que Clube temos neste momento e se estamos minimamente alinhados com a nossa herança dos tempos áureos ou se apenas nos transformamos numa sombra anárquica desse FC Porto forte, disciplinado, rigoroso, quase infalível na gestão dos seus recursos humanos e que não deixava que nenhum elemento externo pudesse sequer beliscar o seu nome sem levar o devido troco.

Temos uma época decisiva pela frente, o contexto pode favorecer-nos mas, como dizia há 2 semanas, temos de fazer bem o nosso trabalho. Aguardemos portanto que tal seja de facto a motivação nº1 de quem manda no FC Porto.

Boa semana.

Continuar a ler “PREOCUPANTE...”...

capas da imprensa

Publicada por bLuE bOy Categoria:

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Continuar a ler “capas da imprensa”...
segunda-feira, 29 de junho de 2015

NOVELAS.

Publicada por RCBC Categoria:

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Sinceramente, ainda não percebi o porquê de ainda não se ter resolvido a novela Jackson e não ter havido anúncio oficial da sua venda por 35 milhões de euros. Com a quantidade de pretendentes, com a imensa vontade do colombiano em sair, aliás, creio que desde o 1º dia em que assinou pelo FC Porto, o colombiano praticamente nunca escondeu o seu enorme desejo de sair para ir ganhar mais dinheiro (nem disfarçando um pouquinho que fosse!) noutro lado qualquer, e com uma cláusula claríssima para toda a gente, não percebo o porquê de tanta demora para se resolver esta situação.

Sendo a última vez que falo deste assunto, uma vez que nada mais há a acrescentar, reitero o que já disse em tempos. Jackson foi um bom profissional enquanto cá esteve, longe de ter sido o melhor ponta-de-lança que por cá passou (dói-me o coração ouvir isto), mas nunca deixarei de fazer uns reparos ao colombiano. A verdade, é que desde o 1º ano de Dragão ao peito, o colombiano não se fartou de abrir a boca, ora pelo empresário, ora pela mãe, ora pelo pai, ora pelo papagaio lá de casa, a dizer alto e bom som que queria sair para outro campeonato, um dia era o sonho de Itália, no outro o sonho de Inglaterra, etc, etc. Essa obsessão em sair para outro lado, fez com que em alguns momentos falhasse em jogos decisivos (principalmente nos jogos grandes) lances que normalmente não falharia se estivesse ao seu melhor nível de concentração. Na época 2013/2014, são vários os jogos em que me lembro do colombiano ter falhado bem mais que o admissível, não me esqueço do jogo da 1ª mão das meias-finais da taça de Portugal com as galinhas no Dragão em que ganhamos 1-0, mas poderíamos facilmente ter ganho 2 ou 3, com imensas ocasiões desperdiçadas pelo colombiano.

Para juntar a esta, outras novelas seguiram os seus desenvolvimentos na semana que passou. Como não podia deixar de ser, à semelhança do que praticamente acontece todos os anos, estamos interessados em mais um guarda-redes. A este propósito, o FC Porto tem de definir bem aquilo que quer de uma vez por todas. Definir se Fabiano é ou não guarda-redes para o clube, em caso negativo, tentar a sua venda e não empréstimos sucessivos sem qualquer retorno financeiro minimamente interessante (o caso de Rolando, por exemplo, é de levar as mãos à cabeça). Definir se Gudiño é ou não realmente uma aposta de futuro, e em caso afirmativo, integrá-lo no plantel principal para, quiçá, aprender com o que de bom tem Helton, e não é tão pouco assim. Não me parece que jogando mais um ano na equipa B, seja uma forma de desenvolver assim tanto o talento do jovem mexicano. Para mim, a questão é muito simples. Quando se tem qualidade, a idade não interessa rigorosamente nada e as apostas por parte dos treinadores tornam-se inevitáveis. São tantos os casos idênticos no nosso clube (Gomes e Baía por exemplo) de jogadores muito jovens que tiveram oportunidades na equipa A e não desiludiram. Com a quantidade de guarda-redes que temos neste momento, ainda há Andrés Fernandez e Ricardo por resolver. Avançar para a contratação de mais alguém, parece-me ser das coisas menos prioritárias que neste momento há a fazer. Dar a titularidade a Helton (daí ter-se renovado com ele) e ir integrando o jovem mexicano, seria, do meu ponto de vista, o mais lógico neste momento.

Finalmente, a novela Lucas Lima. Sobre isto, digo apenas uma coisa: fala-se em 4 milhões de € de salário anual para um lateral-direito de 31 anos, e mais não sei quantos milhões pelo passe do tal Lucas Lima. Se calhar, juntando todo este dinheiro e procurando obviamente uma alternativa mais barata para substituir Danilo (não é para isso que pagamos a um departamento de scouting?!), não sobraria algum para tentar renovar por mais um ano o empréstimo de um valor seguro como Oliver?!?!

Continuar a ler “NOVELAS.”...

estatisticas


Free Counters
online
artigos
comentários



dossiers EXCLUSIVOS


o apito Bermelho