22 fevereiro, 2017

TUDO MALTA BEM COMPORTADA!


Ao longo das últimas semanas, coincidindo com a nossa aproximação ao topo de tabela, temos vindo a assistir a uma sucessiva criação de factos relativos ao nosso clube, todos eles com um só propósito: criar ruído e perturbação!

Um desses factos, foi a possibilidade de interdição do estádio do Dragão por um jogo ou eventual realização de jogo à porta fechada, em virtude do pseudo mau comportamento dos nossos adeptos. De repente, foram recuperar ao fundo do baú aquela velha tese de que no Norte são todos uns arruaceiros e malcriados, tudo gente sem carácter e de má índole, uns verdadeiros criminosos que vivem à margem da lei. Nesta guerra, tudo serve para atingir o FC Porto!

Os doutos especialistas na matéria, jornalistas e/ou comentadores com muitos anos de bancada e kms nas pernas a apoiar o seu clube, caem mais uma vez no ridículo, pois esquecem-se que, historicamente, todos os casos mais graves associados a violência ou crime no nosso país, tiveram sempre um fio condutor: os adeptos do benfica!

Comecemos por fazer uma breve resenha das ocorrências mais marcantes:
  • Na final da taça de Portugal de 1996, um adepto do Sporting é morto depois do lançamento de um very-light por parte de um lampião. O que aconteceu ao slb? Nada!
  • Na época seguinte, o autocarro que transportava a nossa equipa de hóquei em patins, é alvo de uma emboscada na saída da luz, com toda a comitiva a ser agredida e Filipe Santos a ter corrido risco de vida. Dadas as irrelevantes punições, o FC Porto abdica do resto do campeonato, portanto, o que aconteceu ao slb? Nada!
  • Saltamos até 2008, onde um autocarro da claque Super Dragões é incendiado às portas da luz enquanto decorria um slb-FC Porto de hóquei em patins. O que aconteceu ao slb? Nada!
  • Ainda em 2008, rebenta o único processo em massa relativo a violência no desporto. Protagonistas? A ilegal claque do slb, no name boys. Várias dezenas de elementos são detidos sob a acusação, entre outros, de associação criminosa e posse de armas proibidas. Esses crimes aconteciam e eram programados, na sua maioria, nas instalações do slb, onde o seu presidente mantinha (e mantém!) o apoio a uma claque ilegal, o que viola a legislação em vigor (* ver vídeo abaixo). O que aconteceu ao slb? Nada!
Após estes 4 casos que fazem parte daquilo que de mais negro alguma vez ocorreu, vamos viajar até factos mais recentes. Obviamente que todos nos recordamos do sporting-slb de 2015, onde adeptos lampiões lançaram diversas tochas e petardos na direção da lagartada, isto, após no dia anterior num jogo de futsal, terem aberto uma tarja a comemorar o “Very Light 96” ao som dos cânticos “Amanhã há mais”. Ou seja, há aqui uma clara relação causa/efeito. O que aconteceu ao slb? Nada!

Até a nível europeu, todos se recordam de factos idênticos que ocorreram num célebre Atlético Madrid vs slb, onde foram lançadas diversas tochas para a bancada dos adeptos colchoneros, tendo uma delas caído precisamente junto de uma criança.

Julgo eu que estamos conversados sobre o histórico e percurso dos adeptos lampiões... tudo malta bem comportada!

Mas falemos daquilo que está a ocorrer precisamente neste campeonato.

Quem não está a dormir, vê e ouve bem, e está atento a estas coisas, percebe que a lampionagem já é a grande vencedora do campeonato da pirotecnia dos estádios portugueses, a tal pirotecnia proibida, e que de repente alguns se lembraram de, por factos isolados, quererem atingir os adeptos do FC Porto e inerentemente o clube.

Para não apelarmos à memória fotográfica de cada uma das pessoas (é óbvio que todos se lembrariam de muitas mais tochas e petardos nos jogos do slb do que nos do FCP), vamos a factos concretos que são avaliados, semana após semana, pela entidade que organiza os campeonatos: a Liga Portuguesa de Futebol Profissional!

Semana após semana, às terças feiras, a LPFP publica o mapa de castigos a aplicar a cada um dos clubes. Neste particular, o slb é o campeão incontestável. E para não se pensar que estamos perante uma situação pontual:
Ora, o acabado de retratar, são os factos objetivos que resultam da análise de quem regula o futebol. Não são campanhas de paineleiros, programas da CM TV, notícias ou editoriais encomendados. Não... são factos! Perante isto, é preciso ter muita lata para ainda se falar que o FC Porto pode ser alvo de penalizações adicionais por mau comportamento dos adeptos. Quando isso acontecer, seguramente que nessa altura o slb já jogou 3 jogos em Marte e outros 3 em Júpiter!

Até logo, no sítio do costume!

(*) Recomenda-se o visionamento deste VÍDEO, em particular do minuto 2:25 em diante. A legislação proíbe os clubes de apoiarem grupos organizados de adeptos que não estejam legalizados. Na luz, nenhum grupo é legalizado, logo o slb não poderia conceder apoio a ninguém. Que o fazem e violam a lei, todos ia-mos sabendo pelo que se dizia. Aliás, há escutas em que Luís Filipe Vieira é apanhado a dizer que teve reuniões com elementos dos no name boys a prometer a devolução da “casinha”. Mas aquilo que se dizia, agora tem provas! O vídeo é esclarecedor e prova que mais uma vez estes senhores vivem à margem da lei.

0 comentários:

Publicar um comentário