06 abril, 2016

“BÊS” PERDEM EM MAFRA MAS MANTÊM LIDERANÇA.

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

MAFRA-FC PORTO B, 2-1

Segunda Liga, 39.ª jornada
6 de abril de 2016
Estádio do Parque Desportivo Municipal de Mafra


Árbitro: Hélder Lamas (Braga).
Assistentes: Nelson Cunha e Pedro Costa.
Quarto árbitro: Fábio Piló.

MAFRA: Leão; André Teixeira, Rafael Goiano, Diouf e Joel Ferreira; Kiki, Kaká, Alisson e Vasco Varão (cap.); Luís Carlos e Mailó
Substituições: Luís Carlos por Leo Tomé (69m), Vasco Varão por Abou (69m) e Mailó por Ivan Fidalgo (73m).
Não utilizados: Mory Diaw, Caipiro, Sandro e Adelaja.
Treinador: Jorge Paixão.

FC PORTO B: José Sá; Víctor García, Palmer-Brown, Verdasca e Rodrigo; Tomás Podstawski, Francisco Ramos (cap.) e Graça; Cláudio, André Silva e Ruben Macedo.
Substituições: Palmer-Brown por Rui Moreira (intervalo), Ruben Macedo por Gleison (intervalo) e Graça por Fede Varela (65m).
Não utilizados: Caio, Zitouni, Leonardo e Sérgio Ribeiro.
Treinador: Luís Castro.

Ao intervalo: 1-0.
Marcadores: Diouf (23m), Francisco Ramos (pen., 52m) e Kiki (73m).
Disciplina: cartão amarelo a Joel Ferreira (51m), Graça (53m), Kaká (80m), Víctor García (82m), Kiki (90m) e Francisco Ramos (90m+2).

O FC Porto B perdeu esta quarta-feira no terreno do Mafra, por 2-1, em encontro da 39.ª jornada da Ledman LigaPro. A equipa local abriu o marcador aos 23 minutos, por intermédio de Diouf, Francisco Ramos empatou o encontro de penálti, aos 52, e Kiki estabeleceu o resultado final, aos 73. No entanto, os Dragões continuam líderes da Segunda Liga, com 70 pontos, mais um do que o Chaves, segundo, e três do que o Famalicão, terceiro, sendo que os dois rivais também perderam nesta ronda.

Os azuis e brancos entraram melhor no encontro, com Ruben Macedo a protagonizar o lance de maior perigo, com um remate por cima da barra, mas o Mafra chegou à vantagem graças a um golo de Diouf, na sequência de um livre. Luís Castro fez duas substituições ao intervalo, fazendo entrar Rui Moreira e Gleison para os lugares de Palmer-Brown e Ruben Macedo. E seria precisamente Gleison a sofrer uma falta para grande penalidade de Joel Ferreira, após lance individual; Francisco Ramos converteu o castigo máximo.

Porém, a equipa local acabou por conquistar os três pontos com um golo de Kiki, aos 73 minutos, pouco depois de André Silva, isolado, ter falhado o toque final. Na sequência de um canto, Diouf apareceu ao segundo poste e, de cabeça, assistiu o cabo-verdiano, que, à boca da baliza, fez o 2-1.

fonte: fcporto.pt



RESUMO DO JOGO

---

0 comentários:

Publicar um comentário