30 junho, 2007

Os cavaleiros da Távola Redonda

É um momento de alguma responsabilidade. Confesso que, durante a semana, me senti como um adolescente antes do primeiro acto sexual. Sobre o que é que eu iria escrever no blog do Blue Boy? Sobretudo, numa época de férias, com a silly season a não ter grandes motivos de interesse. Só podia falar sobre a actualidade portista e essa é marcada, indelevelmente, pelo tema do “Apito Dourado”. Algo já debatido amiudadas vezes, mas que continua a marcar a agenda bloguista.

Agrada-me, de sobremaneira, um empunhar da espada, como numa cruzada. Empunhá-la, depois de proferir o código de honra, comprometendo-nos a lutar bravamente pela honra da nossa amada. Uma amada que neste caso não tem rosto. Tem um símbolo venerado, um Dragão iluminado e poderoso, e as cores. Aquelas que nos provocam arrepios. O Azul e Branco, que orgulhosamente flamejam na mais alta Torre do Dragão. Sim, sinto-me como um dos Cavaleiros da Távola Redonda, disposto a morrer em combate na defesa de ideais que nos marcam a alma e o coração, como um ferro em brasa. Um guerreiro, que em vez da espada, usa a caneta, procurando oferecer o peito às balas, num amor incondicional. O nome da dama sem rosto: FC Porto!

Exagero ao fazer esta analogia?
Não me parece. Portugal transformou-se num País de gente mesquinha, capaz de baixezas vis, torpes, orquestrando campanhas, minando de forma camuflada os êxitos de um clube poderoso. Tudo com um intuito, procurando denegrir um clube que é culpado. Sim, culpado. De vencer. De desejar cada vez mais. De almejar o sucesso. E isso eles não suportam. Essa gente sem rosto que, diariamente, vai fazendo o seu trabalho de sapa. Minando, criando a ideia de que vencemos por outros “méritos” que não os desportivos, conspurcando o nome de um clube secular. Televisões sem isenção, jornais sem ética, num espírito corporativo que tem que ser combatido. Ferozmente. Porque não exagero ao dizer que os tempos mais próximos vão ser tempestuosos.

Agora, com as investigações do “Apito Dourado”, as forças dos nossos inimigos redobram-se. Os ataques tornam-se mais intensos. Se já não bastava uma Justiça zarolha, incapaz de mostrar que é cega a interesses, surda a lobbys e imune a pressões, avolumam-se outros indícios de que o pior ainda está para vir. As pressões nos jornais aumentam. Pedem-se penas desportivas, numa onda de euforia que dá como certa a condenação do nosso presidente. Dá-se vazão a um ódio enraizado durante anos e anos. Os até agora fleumáticos perderam de vez a compostura, saltitando de alegria, em declarações ridículas. Os pasquins falam em “campeões com alternadeiras” ou de “polvo cercado”, fazendo conjecturas sobre qual a divisão em que o Porto jogará, após a conclusão do julgamento: Honra ou 2ª B.

Outros ainda, impacientes, preferem saltar etapas, encomendando e realizando filmes que abordam o tema. Dissecam a vida de um homem, condenando-o de antemão nas telas, indiferentes a tudo. E, se nos lembrarmos que o cinema raramente é a reprodução da realidade, existindo sempre um exagero, percebe-se facilmente que no filme de João Botelho as coisas vão ser à maneira americana: excessivas, abstractas e em grande, mas cumprindo aquilo a que se propõe. A degola de um inocente, na praça pública.

É contra isto que temos que lutar. Em vez da espada, como nas cruzadas, empunhando a caneta. Porquê é necessário continuarmos a escrever. Mais do que necessário. Imperioso. Desmontando esta teia que teima em ser entrelaçada. Dando voz ao Porto, glorificando os seus feitos, contra-argumentando contra aqueles que tentam destruir-nos. O futebol em Portugal, desde a hegemonia detida pelo Porto, deixou de ser um mero desporto. Passou a ser um campo minado. Literalmente. Armadilhado por invejas, ódios mesquinhos, egos desmesurados. E, todos unidos, tentam o maior ataque de sempre contra o nosso clube. Como se vivêssemos numa realidade alternativa, à boa maneira dos seriados televisivos de ficção científica, existe uma conjugação cósmica que me vem preocupando, tal a disparidade de meios nesta “batalha”: de um lado da barricada, “impolutos” funcionários da Procuradoria, “isentos” jornalistas ,“éticos” repórteres, que tentam uma onda de revivalismo. Voltar a um passado à muito enterrado, um tempo tenebroso em que venciam sempre os mesmos, ao arrepio das mais elementares regras desportivas. Do outro, e utilizando uma expressão feliz de um grande bloguista do Porto, o Lucho, "na fantástica cidade do Porto vive um povo que não verga, um clube que não desiste e um orgulho que pode ser combatido... MAS NUNCA DERRUBADO!"

É esse o espírito de missão que teremos que ter. Mangas arregaçadas, penas afiadas, prontos a defender o nosso clube. Porque ele merece. E é isso que podem esperar dos cavaleiros da Távola Redonda.

ps1 - Não chegando aos calcanhares do Estilhaço e a sua verve poética joanina, aqui fica o juramento dos Cavaleiros da Távola Redonda, em forma de verso:
“Eles bem sabem que no Porto
Há raça, há querer, há crença, há esta certeza imensa
De vencer; mas sobretudo
Mora cá o enorme orgulho
De não termos quem nos vença”

ps2 - continua em construção o nosso [CoNtRa dOSsiEr] "o apito Bermelho"... se têm informações, elementos ou documentos que possam ser adicionados a este trabalho de fundo que estamos a realizar, e onde claramente identifiquem quem são os verdadeiros Jagunços & Gangsters desde nosso PORTOgal, não hesitem. Enviem-nos todo esse material para o email: blogdoblueboy@gmail.com, devidamente catalogado com a ORIGEM e DATA respectiva, para que depois de trabalhado, possa ser adicionado ao [CoNtRa dOSsiEr]. Porque pretendemos fazer a apresentação do mesmo por aqui muito em breve, também dependemos e muito da vossa colaboração, portanto, AJUDEM-NOS carago! No final, quem sabe, não possamos gratuitamente facultar toda esta documentação a uma (outra) VACA qualquer, e quiçá, até descubrir uma nova escritora literária com algum (outro) talento escondido que possa vir a causar espanto nuns tais 6 milhões de rídiculos?"

24 comentários:

  1. Amigo Paulo, com que então, um grito bem sonoro d'um "en garde", carago?
    Parabéns por este magnifico texto pleno de sentimento e paixão!
    São Portistas como tu, com esta alma imensa, que nos tornam diferentes dos demais adeptos dos outros clubes... esta é a nossa voz, esta é a nossa força!!
    Que seja a tua 1ª participação... de muitas mais que se esperam daqui em diante.
    Como um aparte, já reparaste bem a que nível colocaste a fasquia dos teus próximos textos? Não sei como vais resolver o problema, mas se foste tu a criá-lo, agora, vais ter de «dar corda na sapatilha» para as tuas próximas crónicas. Portanto, «trata lá disso»!
    Mais uma vez... parabéns por tão fantástico texto!
    aKeLe aBrAçO,
    http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

    ps - ahhhh, e quanto à tua verbe poética, não sei não... o amigo Estilhaço que não facilite, senão, não sei como vai ser ;-P

    ResponderEliminar
  2. Vamos continuar a votar para fazer subir ainda mais o nosso grande FCP.
    Orgulho em ser Dragão.

    http://www.voteyourteam.com/

    Votem e 1 hora depois podem votar outra vez.

    Força FCPorto

    ResponderEliminar
  3. Flores???????
    num percebo nada de flores.....só por "C".........

    ResponderEliminar
  4. Malta depois de ontem aqui a Equipa dos "Tuaregs Dragons" terem conquistado a Taça frente ao campeão em titulo(ganhamos 7-4)Hoje é a vez da final four do campeonato vamos lá a conquistar a Dobradinha........
    lol


    abraço

    ResponderEliminar
  5. Paixão e sentimento! Grande texto, destilando aquela raiva k também sinto contra as acusações k nos fazem. Puseste o dedo na ferida. Espero k os cavaleiros da távola redonda dêem cabo deles:)

    Participem no forum do FCP, em www.fcporto.ws. Sugestões, ideias, polémicas. Lá fala-se de tudo, sempre em defesa do nosso grande clube!

    ResponderEliminar
  6. Excelente texto, de facto. Mas mais do que palavras são preciso actos. É fundamental que os portistas se unam contra esta vergonha de justiça que só vê o que lhe interessa e se baseia num livro de uma alternadeira, alimentado por uma jornalista paga pelo SLB, para formular acusações. Já percebemos o que querem, compete-nos não deixar que o consigam.

    ResponderEliminar
  7. 'finalmente o nosso grande presidente decidiu partir para a guerra e não aceitar mais as atitudes difamatórias e o alvo de chacota constante que alguns programas e jornais insistem em 'colar' à sua imagem e à imagem do nosso FUTEBOL CLUBE DO PORTO...

    na minha opinião isto é apenas o início, o show vai começar agora..

    http://www.portugaldiario.iol.pt/noticia.php?id=827054&div_id=291

    ResponderEliminar
  8. ola amigos blues;

    OLA PAULO, muitos parabens, começas-te bem no primeiro post, apresentaçao ao bloguistas, muito bom, estou como o amigo BLUE BOY diz, calças-te a bota desta maneira nao sei como vais a manter, mas isso e problema teu!!!!eheheheheh....
    TAS ACEITE COMO CAVALEIRO DA TAVOLA REDONDA....GOSTEI DO JURAMENTO!!!!

    AQUELE ABRAÇO

    ResponderEliminar
  9. O texto está muito bom!Tocando nalguns aspectos essenciais do "Apito",faz-nos reflectir sobre muitas das coisas que se têm passado...
    É com um grande sentido de humor que vejo os adpetos dos nossos adversários,com um nível de desespero tão grande quanto o desespero desencadeado pelas constantes vitórias do nosso FC Porto,a tentar adivinhar a divisão em que o FCP vai cair...para esses desesperados, já tudo resolvido, só falta um pormenor:saber se o FCPorto vai para a liga de honra ou para a 2ª divisão "b"...quando o desepero é grande...

    ResponderEliminar
  10. Malta estamos na final....depois de vencer a taça,venha o campeonato........

    ResponderEliminar
  11. Paulo Pereira, os meus sinceros parabéns, sempre senti que por esse lados há um portista com o dom da escrita, que sabe extravasar sentimentos como ninguém, numa palavra: FABULOOOOOOSO!! Fiquei impressionado como colocaste de forma tão metafórica um sentimento comum a todos nós... Keep the good work!!

    ResponderEliminar
  12. Paulo, altamente, fico sem palavras.
    A távola era redonda e assim sem cabeceira para que todos se sentissem no mesmo pé de igualdade.
    Bem vindo e toma o teu lugar.

    ResponderEliminar
  13. Bento Barbosa30 junho, 2007

    Paulo: apenas uma pequena correcção no seu texto e faça-a não venham aves agoirentas destruir um texto tão bem conseguido só por uma gralha.
    Onde escreve " ódio erradicado durante anos e anos" deve escrever " ódio enraizado durante anos e anos" se quiser escrever erradicado então seria " ódio que já deveria estar erradicado ". Erradicar - arrancar e enraizado - radicado.
    E já agora o seu a seu dono e aqui luto por mim. Os versos que diz serem o Juramento da Távola Redonda são meus e repito-os, pois já estão publicados neste blog na posta " O nosso vício é ganhar " do Lucho, aqui mais abaixo.
    Parafraseando António Gedeão:

    Porto Maravilhoso

    Eles bem sabem que no Porto
    Há constância na vitória,
    Tão certa tão peremptória
    Como outro qualquer conforto;
    Como um shot, uma bebida
    Que nos inebria, nos exalta
    Que faz com que a sua malta,
    Sempre em comemorações
    Grite: SOMOS CAMPEÕES...
    Os Verdes pinhos se agitam
    As Aves penadas gritam
    Alto fica o céu azul.

    Eles bem sabem que no Porto
    Há raça, há querer, há crença
    Há esta certeza imensa
    De vencer; mas sobretudo
    Mora cá o enorme orgulho
    De não termos quem nos vença.

    Eles bem sabem que no Porto
    Há boa organização
    Há uma forte direcção
    Sempre os melhores treinadores
    São da elite os jogadores
    Uma massa associativa
    Aguerrida e força viva
    Duma cidade altaneira
    Livre, invicta, com renome
    Nos abrasa, nos consome
    E nos enche a alma inteira.
    Que no Estádio do Dragão
    Quem lá vai vê maravilhas
    Pingas, Hernânis, Cubillas
    E tantos outros que não
    Posso deixar de lembrar:
    Madjer e seu calcanhar
    Gomes e sua bibota,
    Baía o mais medalhado,
    Deco o mágico à solta,
    Mourinho o sempre lembrado,
    Jorge Costa, o Capitão
    Também o Pinto João
    Tantos mais que deram brado.

    Eles bem sabem, mas não querem
    Que o Porto seja o melhor
    E conspiram, mentem, ferem;
    Mas o Porto se agiganta
    Cada dia está maior
    Cada dia mais nos espanta.

    ResponderEliminar
  14. Paulo :


    Aqui está a força e a alma brilhante de dragão !

    ResponderEliminar
  15. jorge almeida santos30 junho, 2007

    Faço minhas as palavras dos outros. Excelente e contundente. A colocar o dedo na ferida, a desmascarar as hipocrisias de um país da treta, mais preocupado em punir o Porto, k se tornou um estorvo pelas vitórias e pelo roubo do protagonismo e hegemonia os clubes de lisboa, do k em procurar a verdade. Se eles tentassem, a verdade iria trazer muitas surpresas à tona. Ainda iríamos ter uns derbys na 2ª divisão, entre o SLB e o SCP, ou outro clubezinho da treta daqueles sitios. Assim, continuam a fazer tábua rasa das mais elementares regras de justiça.

    Só acho k deviam morrer todos, esses cabrões k nos desejam tanto mal...

    ResponderEliminar
  16. manuel antonio01 julho, 2007

    É uma boa analogia, pois os adeptos do Porto terão que ter um espirito indomável, como os cavaleiros comandados pelo Rei Artur, para lutarem pelo seu clube. E o termo é mesmo lutarem! O silêncio do clube e do nosso presidente dá azo a ataques ainda mais ferozes. Já é altura de a voz do Porto ser ouvida e temida novamente. Pelo menos, os blogues têm tido essa responsabilidade. Daí a excelente ideia de se fazer um contra dossier. Parece-me excelente, mas terá que ter visibilidade. É importante que um grande nome do clube, um adepto de peso, se associe à iniciativa, para esta ter coertura mediática. Força Porto, não nos abatem!

    ResponderEliminar
  17. Bem grande texto, sim senhor..

    o nivel do blog, esta cada vez mais alto..
    Estou a ficar nervosa para a minha estreia...

    ResponderEliminar
  18. Fokinha,não fiques nervosa que a malta está aqui para te apoiar,portanto só tens que fazer o que sabes e não tentes ser ou fazer melhor que os outros se não sai me###.....

    ps: tens razão fokinha o nivel do blog está mesmo no topo

    abraço

    ResponderEliminar
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  20. Será que a montanha pariu mais um rato ?

    http://jn.sapo.pt/2007/07/01/policia_e_tribunais/escritora_livro_eu_carolina_oferece_.html

    http://jn.sapo.pt/2007/07/01/policia_e_tribunais/agressao_a_bexiga_alvo_desabafo.html

    O mais estranho (será mesmo estranho ?) é que apenas o JN a mencionar a info.
    Entre eleições à Camara de Lisboa a refeiçoes para deputados a 5€uros nenhum outro pasquim defensor da verdade desportiva absoluta faz qualquer tipo de menção ao caso nas suas edições.
    Ou se o fazem será em letras tão pequenas e links tão escondidos que é difícil de se descobrir algo.

    Estas já estão no contra dossier.
    Aguardamos mais.

    ResponderEliminar
  21. VOLTEI AO blog após ausencia prolongada!
    passa por lá e passa a palavras!

    Obrigada
    ________________________
    fcportista.blogspot.com

    TUDO PELO ♥ AZUL E BRANCO

    ResponderEliminar
  22. Não sou do FCP mas á coisas que não enganam: ´lembrem-se do velho ditado...o ladrão safa-se sempre quando grita "agarra Que é Ladrão"assim pare-se o sr. LFV quando fala do sr. P.da C.

    ResponderEliminar
  23. Este novo desenvolvimento s� vem provar a tese da conspira�o e o envolvimento das pessoas ligadas ao benfas, do orelhas � Pinh�o.
    E um importante contributo para descredibilizar a sal(gado) e arrasar com o caso.
    Quanto ao Ricardo Costa,que agora saiu, que tenha o sucesso que aqui poderia ter tido, acho que foi uma vítima da polival�ncia.� mais um portugu�s que vai,estamos cada vez mais estrangeiros - sem xenofobia - um portista que se despediu com dignidade e grande cortesia.

    ResponderEliminar
  24. Bem, Paulo, este teu texto está fantástico. Também me sinto um Cavaleiro na defesa do clube q amo. É uma honra ter um colega de blog, de clube como tu. Um abraço.

    ResponderEliminar