08 fevereiro, 2007

Crise anunciada

'Nortada' do Miguel Sousa Tavares...

Esta é a primeira e a principal explicação para a actual crise do FC Porto: faltaram os jogadores que fazem a diferença e faltam outros que ao menos a disfarcem.

1 - O que aconteceu ao FC Porto com o Estrela da Amadora é daqueles pesadelos que acontecem uma vez por ano no futebol. Uma equipa que, embora sem jogar bem, faz o suficiente para ganhar o jogo, atacando, perdendo golos, metendo avançados, e quando, finalmente, consegue arrancar a vitória, numa jogada bem construída já nos descontos, vê o golo anulado e a vitória esfumar-se (se houve fora-de-jogo no momento do cruzamento, foi milimétrico; se houve antes, não conta); e depois, na jogada seguinte, vê não apenas a vitória mas o próprio empate esfumarem-se no último suspiro do jogo. Se o FC Porto tem ganho o jogo, como seria mais normal face ao que se passou, não estaríamos agora a falar de crise — e, todavia, ela está lá e por isso é que é importante reflectir no que vem acontecendo.

O jogo com o Estrela confirmou-me aquilo que há muito penso — esta equipa do FC Porto é desequilibrada: tem três jogadores fora-de-série (Pepe, Anderson e Quaresma), tem um bom jogador (Lucho) e todos os outros são apenas razoáveis ou nem sequer isso. Na primeira fase da época, a equipe viveu do talento e da dinâmica de jogo de Anderson. Quando ele foi cirurgicamente afastado dos campos, Quaresma pegou na equipa e, a golpes de génio, assegurou a qualidade de jogo suficiente para o FC Porto ultrapassar a fase de grupos da Liga dos Campeões e manter uma liderança destacada no campeonato. Quando, por sua vez, Quaresma foi também cirurgicamente afastado do jogo, o FC Porto ficou reduzido a uma equipa banal, à mercê de golpes como os sofridos contra o Estrela e o Leiria. Bastaria que Anderson ou Quaresma, ao menos um deles, estivesse em campo e o FC Porto não teria ficado em branco nos dois jogos e naturalmente tê-los-ia vencido; bastaria que ao menos Pepe não estivesse também castigado e o Estrela não teria marcado aquele golo.

Se uma equipa tem três jogadores de génio e quase todos os outros banais, é inevitável que, ficando aqueles três de fora, nem o jogo nem os resultados possam ser iguais. Essa é a primeira e a principal explicação para a actual crise: faltaram os jogadores que fazem a diferença e faltam outros que ao menos a disfarcem. Por exemplo: falta ainda muito ao Helton para justificar a categoria que lhe atribuem, em especial no seu inseguro jogo aéreo; falta quem, na ausência de Quaresma, saiba cruzar em condições (contra o Estrela, Bosingwa fez uma dúzia de cruzamentos e só um é que saiu bem); falta um terceiro defesa-central de categoria que, como já se viu tantas e tantas vezes, não será nunca o Ricardo Costa; falta mais um médio de ataque que, mesmo sem o génio de Anderson, empurre o jogo para a frente e seja capaz de, de vez em quando, marcar golos; faltam razões que possam explicar a inexplicável aposta de Jesualdo Ferreira num Raul Meireles totalmente abúlico e ineficiente; e falta ou não é experimentado devidamente (Bruno Moraes) quem saiba finalizar habitualmente — ultrapassada que parece estar a inesperada ressurreição de Hélder Postiga. A crise tem, portanto, também que ver com uma errática e por vezes lastimável politica de aquisições que, por cada grande jogador que consegue, acrescenta meia dúzia de banalidades.

2 - O FC Porto, nunca é de mais lembrá-lo, gasta o dobro do Benfica em aquisições e o triplo do Sporting. E, embora tendo já arrepiado algum caminho em relação a tempos de loucura e de irresponsabilidade recentes, os maus hábitos tendem a manter-se. Vejamos o que aconteceu apenas neste período intercalar de compras. O Sporting não fez nenhuma aquisição, nem sequer por empréstimo, porque decidiu que só faria se tivesse dinheiro para tal e encontrasse um jogador capaz de entrar de imediato no onze titular; o Benfica fez duas aquisições, mas ambas por empréstimo: no final da época verá se está ou não interessado em continuar com eles e adquirir os seus passes; já o FC Porto avançou para duas compras, com contratos a longo prazo, como é habitual na casa, ficando amarrado aos jogadores, quer eles provem quer não, por muitos e bons anos. Não espanta, pois, constatar que grande parte do movimento de jogadores neste período tenha correspondido a jogadores emprestados pelo FC Porto. Pelas minhas contas, os portistas devem ter actualmente duas equipas inteiras emprestadas a outros emblemas, incluindo clubes de Espanha, Alemanha e Brasil, sendo que, na maior parte dos casos, é o clube que paga a parte de leão ou mesmo a totalidade dos seus vencimentos. Dos jogadores contratados em Julho para esta época, todos com contratos a longo prazo, mais de metade já estão emprestados, decorridos seis meses e depois de se ter concluído que, afinal, não interessavam. Eis uma coisa que nunca percebi: porque é que quando quer jogadores, o FC Porto só os consegue comprar a bom preço e com excelentes salários e longos contratos e, quando se quer desfazer deles, não consegue vender nenhum? Nesta mini época de aquisições, o FC Porto lá foi às compras: aguentou-se nas exigências incomportáveis do Sp. Braga (que tem dois jogadores emprestados pelo FC Porto…) em relação a Diego e Madrid, mas já não resistiu em comprar mais um defesa-esquerdo (o sexto em três anos) e mais um ponta-de-lança (o sexto, contando com Hugo Almeida). Mas um defesa-central para substituir Pedro Emanuel, lesionado, não; e um médio ofensivo para substituir Anderson, lesionado, também não. Erros de gestão destes pagam-se depois em campo.

3 - O regresso do ninja ao nosso campeonato merece ser saudado. Derlei deixou um cartaz de jogador de fibra e de talento, um profissional de cima a baixo, para sempre ligado à incrível final de Sevilha. Ao assinar pelo Benfica, perguntaram-lhe e com toda a lógica, como é que ele, que tinha estado ligado a todos os grandes êxitos do FC Porto da época de Mourinho, via a acusação, desencadeada pelo seu novo clube, de que tais êxitos não eram fruto do esforço e do talento de jogadores como ele mas, sim, de batota. Obviamente, ele deu a única resposta que podia dar: que isso agora não interessava, era passado. A ele, não, claro. Mas interessa, sim, ao clube que ele representou com tanto mérito. É disso que trata o Apito Dourado: decidir se o FC Porto de então ganhava porque tinha jogadores como Derlei, Deco, Ricardo Carvalho, Jorge Costa, Vítor Baía, Maniche, Carlos Alberto ou McCarthy, ou porque supostamente subornava os árbitros. É uma questão de honra, de dignidade e de verdade desportiva, e isso nunca é passado. O que sentirá Derlei se lhe retirarem, por alegadas malfeitorias, os títulos de campeão de Portugal conquistados em 2002 e 2003?

Entretanto, bastaram a Derlei quinze minutos em campo na estreia pelo Benfica para ele perceber a diferença das camisolas. Na semana passada, um tal de Ricardo Quaresma que, por acaso, vinha sendo o melhor jogador do campeonato, deu uma palmada com o braço para trás para se livrar de um adversário que estava a agarrá-lo, quando ele tinha a bola e queria fugir para o ataque. Embora estivesse de costas para o juiz de linha, este não hesitou em ver ali uma agressão: Quaresma foi expulso e, para além desse jogo, levou mais dois de suspensão. Esta semana, exactamente no mesmo local do campo, Derlei deu também uma braçada para trás atingindo o adversário. Com uma grande diferença: não estava a ser agarrado e era o outro que tinha a bola e se ia escapar. E mais esta decisiva diferença: estava de frente para o juiz de linha, que tudo viu e nada de mal viu. Nem amarelo, nem vermelho, nem suspensão. Seja bem-vindo ao Benfica, Derlei!

4 - Os critérios disciplinares dos árbitros em campo podem ajudar a decidir campeonatos, se os critérios variarem de árbitro para árbitro, de clube para clube e de jogador para jogador. E mais ainda se a essa dualidade de critérios for somada depois igual dualidade da Comissão Disciplinar. Não interessa apenas tentar perceber porque é que Quaresma é expulso e Derlei não. Também interessa perceber porque é que Nuno Gomes é expulso duas vezes, uma delas por agressão a pontapé pelas costas, e só leva um jogo de cada vez, enquanto Quaresma leva dois, logo à primeira e contestada expulsão. Já se sabia que ia ser assim, mas não acham que é um bocado chocante?

# no Jornal “A BOLA”, 2007.02.06

9 comentários:

  1. Para não fugir à normalidade, mais uma grande crónica do MST, mas com um pequeno senão desta vez... não estou de acordo a 100%. Passo a explicar:

    1 - sinceramente, não acho mesmo nada que o FC Porto tenha feito tudo, tudo mesmo para ganhar o jogo... acho é que fez pouco, muito pouco!! e no final do jogo, provou o sabor amargo da displicência e pachorrice ao longo dos 90 minutos.

    2 - não podia estar mais de acordo... aliás, vem de encontro ao que há muito venho a protestar com a actuação da nossa $AD. Aquilo mais parece um entreposto comercial, do que um clube de futebol altamente profissionalizado.

    3 - ninja não é diferente de todos os outros que mudam de camisola... logo o tratamento muda radicalmente. Nada de novo, num país de merdosos e invejosos como é este pequeno e pobre Portugal.

    4 - mas alguém ainda acredita no Pai Natal? eu não!! e falta de vergonha, é coisa que há muito deixou de existir lá para os lados da Comissão Disciplinar da Liga... aquilo, mudam os bois, mas o curral é sempre o mesmo.

    aKeLe aBrAçO
    http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Mais uma grande crónica do MST, grande portista....
    Isto é uma cronica a portista, e´ aquilo que eu escrevi no meu comentario ontem critica-se sad, jogadores e treinadores mas sempre com uma critca aos nossos inimigos.

    1 - é evidente que não jogamos absolutamente nada, zero mas podiamos ter ganho mesmo assim até que o estrela de amadora tambem nada fez....

    2 - sad-grupo restrito de mamões e chupa cabras; empresa de compra e venda de jogadores as prestações, as percentagem e as comições; reunem-se pelo menos ums vez por mês para combinarem quem é o proximo jogador que vão comprar ou vender e discutir qual a comição que cada um vai receber; têm socios comissionistas que teem a função de arranjar jogadores para a sad e tambem teem a função de a qualquer momento atacar o poder da sad.
    resumindo: cambada de mamões e chupa cabras..

    3 - ninja? não essa era dos nosssos, agora é um simples aprendiz de sinturam branco que não vai passar disso...

    4 - comição disciplinar da liga, isto existe? Não.
    comição disciplinar da liga - comissão que perten-se a empresa de merdas liga e federação, lda
    grupo de palhaços que tem como função castigar a todo o custo os jogadores, treinadores e dirigentes do F. C. Porto.
    resumindo grupo de merdas e mamões.


    Saudações AZUIS

    DRAGÃO AZUL
    dragão.azull@sapo.pt

    ResponderEliminar
  3. 1- Totalmente em desacordo com esta parte da crónica do MST, o homem que eu tanto admiro será que perdeu a lucidez?! Estou a modos que "estupefacto", mais "facto" do que "estupe" é verdade, mas ainda assim nem quero acreditar no que li!! Desculpem amigos Blues, mas cá o Sr_Antonio não acha nada que o jogo com o Estrela tenha sido um daqueles jogos que só acontecem uma vez por ano, na minha opinião, e no espaço de 2 meses já lá vão 3 jogos assim, 1 deles por acaso ganhamos mas a jogar muito fraquinho, com o Aves, os outros foram este do Estrela, e claro o do atlético. Depois como é que o MST se atreve a dizer que o "Lucho" é apenas um jogador bom. Por amor da Santa, se O MST dissesse que o "Lucho" não está a jogar bem e está abaixo de forma, eu até concordava e aplaudia, agora... o Lucho é um jogador "só" bom?! Será que eu li bem?! E o Helton "ainda lhe falta muito para provar a categoria que lhe atribuem", o quê?! O Helton já tem mais que provado o seu valor, o único deslize dele ultimamente foi ao serviço da selecção, no jogo contra Portugal, e quanto às bolas paradas, acho que apesar de não ser fantástico serve para as encomendas; as marcações às vezes é que são mal feitas pelos centrais. E quanto ao Raúl Meireles acho que é bom jogador, mas concordo que vá uns tempitos para o banco porque contra equipas como o Estrela, ele e o Paulo Assunção só se estorvam. Enfim.

    2- A "SDA" conforme eu lhe chamo, estou totalmente de acordo com a sua opinião, só acho que pecou (mas não precisa de se ir confessar eheheh) pelo facto de não ter feito alusão ao desterro a que foi votado o Adriano, o nosso goleador do ano passado.

    3- O ninja?? Eu já tinha dito nuns comentários aqui a trás o que o caríssimo Dragão Azul disse, mero aprendiz de cinturão branco.

    Obs- Portanto Dragão Azul essa paga direitos de autor LOL, mas por ser para ti é de graça amigo Dragão Azul :))

    4- "Critérios disciplinares", mas desde quando há critério para os jogadores do FC Porto. O que há é uma regra: "rua com eles", sempre foi assim com o Benni, etc etc.

    Saudações a todos os Blues

    ResponderEliminar
  4. so comento o que vejo e até me pagarem a parte que me pertence do euromilhoes é que falo,portanto .........falamos em tribunal.





    hoje estou pa isto....heheheh

    abraço

    ResponderEliminar
  5. E o GRANDE quando manda aquele cuspo na cara do ferreira no jogo do Bessa?Isso era irradiação!ou um ano !

    ResponderEliminar
  6. Era só para lembrar que a malta continua de ferias. VIVA O BUSTELO.

    ResponderEliminar
  7. dragão azul08 fevereiro, 2007

    sr_antonio eu sei que a frase de mero aprendiz de cinturão branco não é minha mas sabe como é as boas ideias passam e essa passou....
    Direito de autor???
    Isso ja parece as SADs... LOL
    eheheheheheheh

    Saudações AZUIS

    DRAGÂO AZUL
    dragao.azull@sapo.pt

    ResponderEliminar
  8. ola presidente e amigos;

    SO UM APARTE....O MST FALAVA BEM E BONITO...MAS!!!!!!!!!!O LUCHO UM JOGADOR BOM?????MAS ESTE GAJO ANDA A GOZAR COM A MALTA?????OU EU E QUE ESTOU A DELIRAR????Ó MST,CUIDADO COM O QUE DIZES,OK????CUIDADO MESMO...ANDAS A VER MAL OS JOGOS DO F.C.P.....PENSAS QUE ES O DONO DA VERDADE ...MAS EU TE DIGO, COMO UM SIMPLES LEIGO DO FUTEBOL E SIMPLES ADEPTO DO PORTO...VAI TRABALHAR PRA ESTIVA...OK???? ka pra mim tas a virar de "casaca".

    SEM MAIS OKAPA

    ResponderEliminar
  9. haaaaaaaaaaaaaa desculpem....
    esquecime de um promenor....este castigo ao DERLEI , so foi pra tapar os olhos aos burros, pq a mim nao me tapam....idem trabalharrrrrrr....ele sempre ja nao jogava estes proximos jogos!!!! so fizeram um favor aos mouros com este castigo.....XULOSSSSSSSSSSSSSSSSSS

    ResponderEliminar