28 fevereiro, 2007

Mourinho no Dragão

'Nortada' do Miguel Sousa Tavares...

Pena tenho que o Anderson não esteja a jogar. Porque estou convencido de que, com ele em campo, talvez José Mourinho recebesse em Stamford Bridge uma lição de humildade.

1 - Parabéns a José Mourinho, que conquistou mais uma Taça ao serviço do Chelsea, a Carling Cup. Ganhar é o seu talento, o seu vício, o seu destino. Mas saber ganhar, já não sei se será.

Na semana passada repeti aqui os elogios a Mourinho, que já tantas vezes lhe fiz e sempre com sincera admiração. Disse que ele seria recebido no Dragão, pelos verdadeiros portistas, com a admiração e a gratidão que merecia quem lá deixou a obra e a memória que ele deixou. Estou, pois, à vontade para agora dizer que a passagem de Mourinho pelo Dragão, terça-feira passada, me deixou um profundo sentimento de decepção, dando comigo a pensar se esta paixão pelo futebol será mesmo coisa recomendável.

Primeiro que tudo, foram as declarações de José Mourinho ainda em Inglaterra, dizendo que esperava ser recebido com alguns assobios e manifestações de ingratidão, a que já estava habituado e não o afectavam em nada. Ora, sucedeu que, tendo sido recebido exactamente ao contrário, desde o aeroporto até ao estádio, Mourinho não foi capaz de ter uma palavra, já não digo de arrependimento pelo que dissera, mas ao menos de saudação ao público. Não teve uma palavra, não teve um gesto, não teve uma atitude. E celebrou o golo do Chelsea com um entusiasmo tão grande quanto desnecessário: já Luís Figo, ao celebrar o golo do Inter contra o seu Sporting, nos havia ensinado o que estamos fartos de saber, mas fingimos sempre não acreditar: que, tirando raras e estranhas excepções, estas coisas do amor à camisola, de gratidão para com um clube, de fidelidade à memória e aos adeptos que ontem nos veneravam, só existe mesmo para os adeptos. Eles, os profissionais, só conhecem sentimentos para quem, em cada momento, lhes paga.

Depois, Mourinho pôs em campo uma equipa de luxo a fazer um futebol medíocre, sem rasgo nem alma, unicamente pensado para levar de vencida a eliminatória e nada mais. Tanto pior para os idiotas como eu, que continuam a pensar que só vale a pena ir aos estádios para ver bom futebol; se é apenas para ver a minha equipa ganhar, fico em casa a ver pela televisão, que é bem mais barato e confortável.

Mas Mourinho não se limitou a castrar o espectáculo que a sua equipa tinha obrigação de dar, em benefício do resultado que pretendia: tratou também de assegurar que o adversário não pudesse dar espectáculo. Não é preciso ser um «treinador de top mundial», como Mourinho se definiu, para perceber que, na ausência de Anderson, a única hipótese de perigo do FC Porto e a única hipótese de espectáculo do jogo, residiam nos pés desse talento ainda não normalizado chamado Ricardo Quaresma. E, assim, a sua grande estratégia para este jogo consistiu numa coisa simples e feia: anular Ricardo Quaresma de qualquer maneira: a bem, se possível; a mal, se necessário. Para isso, começou por tirar Paulo Ferreira (desconfiou que, por razões várias, talvez não estivesse disponível para uma sale besogne) e fê-lo substituir por um Diarra instruído para perseguir como um doberman e atacar como um rottweiler. Em seu apoio, não estivesse Quaresma suficientemente intimidado e massacrado, colocou Essien, com a missão de jamais deixar passar o adversário com a bola nos pés. E, enfim, ele próprio, Mourinho, tornou-se o terceiro elemento decisivo do Plano Quaresma Não Passa!, colocando-se estrategicamente de pé junto à lateral, para esbracejar e gritar «teatro!» de cada vez que Quaresma encontrava um ombro, um joelho ou um pé de Diarra a barrar-lhe a passagem. A certa altura, quando Essien, vindo em auxílio de Diarra, ceifou Quaresma com uma entrada assassina, ainda o extremo portista voava no ar e já Mourinho gesticulava em direcção ao árbitro, tentando convencê-lo de que nem falta houvera. E a verdade é que valeu a pena a sua atenção: Essien foi poupado a um vermelho directo e, no final, Mourinho ainda se deu ao luxo de dizer que Quaresma era tão talentoso como «batoteiro» e que lhe faria bem passar uns tempos em Inglaterra para aprender a levar porrada com um sorriso nos lábios. Confesso que para um treinador de «top mundial», esperava outra estratégia, menos feia, mais amiga do futebol. E outra memória — dos tempos em que ele treinava o FC Porto e os ingleses, incapazes de digerir a derrota do Celtic ou a eliminação do Manchester United, o acusavam de ser treinador de uma equipe de mergulhadores.

No fim, ainda ouvi José Mourinho a queixar-se que a lesão de John Terry e o facto de não dispor de outro central de raiz é que tinha condicionado todo o futebol do Chelsea. Como é sabido e conforme é de tradição com os nossos emigrantes do futebol no estrangeiro, a imprensa portuguesa assumiu todas as dores de Mourinho, porque o vilão do Abramovich lhe negou em Dezembro a compra de outro central. Ora, convém recordar que o vilão do Abramovich gastou 60 milhões de contos, em três anos, a dar a Mourinho os jogadores que ele quis e, só no ano passado, perdeu 24 milhões de contos com o futebol do Chelsea. Certamente que não é da sua responsabilidade que, com tantos milhões para gastar, Mourinho se tenha esquecido de comprar outro central. Só com o dinheiro do Shevchenko, ele teria comprado dois ou três de primeira linha e, assim, a lesão do John Terry não teria constituído problema algum. Mas também o Shevchenko não estaria lá para marcar aquele golo. Como em tudo na vida, quando se faz uma escolha, tem de se prescindir de alguma coisa…

Pena tenho que o Anderson não esteja a jogar. Porque estou convencido de que, com ele em campo, talvez José Mourinho recebesse em Stamford Bridge uma lição de humildade que lhe relembrasse quais são verdadeiramente os grandes desafios e as grandes vitórias. E essas não são as que o livro de cheques torna possíveis.

2 - Inacreditável a história protagonizada pelo ilustríssimo desembargador Lima, presidente do CJ da Liga, que, depois de ter agendada uma reunião para decidir do recurso da suspensão de Ricardo Quaresma e depois de ter constatado que ele era o único dos juízes que se opunha à despenalização do jogador, resolveu adiar a decisão sine die, dizendo que «não tinha tido tempo» de ler o processo! É inacreditável e, obviamente, não pode passar impune. Não há ninguém que tenha a decência de o demitir, já que ele, por si, não tem tempo para o fazer?

3 - Na quinta-feira passada, o Público voltava a revelar novos dados sobre os trabalhos da task force de Maria José Morgado contra Pinto da Costa (e, ao que parece, só contra ele). Desta vez, tratava-se de mais umas declarações «incriminatórias» de Carolina Salgado, cuja grande novidade consistia em que essas declarações — produzidas em «rigoroso» segredo de justiça, a sós com os investigadores, sem testemunhas nem hipótese de contraditório — aparecerem reproduzidas no jornal com tal detalhe que até vinham entre aspas. Mas, desta vez, não reparei que a doutora Maria José Morgado se tivesse insurgido contra esta fuga. E, todavia, a experiência diz-nos que, tanto a sua origem quanto a sua finalidade, são tão evidentes que só mesmo um imbecil é que não percebe.
Tenho seguido atentamente tudo o que sai referente ao Apito Dourado. Não quero antecipar conclusões mas tenho alguma experiência e conhecimento de como é que as coisas se fazem e, sem querer desde já matar tão tremendas esperanças agora depositadas na justiça, digo-vos que, a fazer fé no que tem vindo a público e se aquilo é tudo o que se está a passar, tirem o cavalinho da chuva: qualquer estagiário de advocacia reduz aquilo a pó. Mas aguardemos.

4 - E, por falar em Apito Dourado, meditem nesta história exemplar. Em 2004, o ano de ouro do FC Porto, de Mourinho, um empresário resolveu emprestar 25 mil euros a um seu jogador, então no União de Leiria. Todos os dias acontece isso, empresários emprestarem dinheiro aos jogadores e até aos clubes. Mas sucede que, três dias depois, o Leiria jogava contra o FC Porto: foi quanto bastou para que se levantasse a suspeita de corrupção do adversário, por parte do FC Porto. E, sem sequer atentar que o dito jogador era ponta-de-lança (e não guarda-redes ou defesa, como suponho que seria normal nestas circunstâncias), abriu-se mais um processo por suspeitas contra o FC Porto e o seu presidente — e logo o Correio da Manhã, depois seguido por outros, gritou as suspeitas aos quatro ventos. Afinal, aberta a investigação, descobre-se que o jogador nem sequer chegou a depositar o cheque recebido. Sem se dar por vencida, a task force continua a investigar, não aceitando o arquivamento. Mas o efeito útil já está conseguido: a suspeita foi divulgada e ficou instalada.

# in Jornal “A BOLA”, 2007.02.27

12 comentários:

  1. agora a morgadinha diz q vai investigar os termos fiscais em q foi transferido pepe do marítimo para o fcp...n há pachorra para aquela estúpida!

    ResponderEliminar
  2. Não perca hoje (28-02-2007) o campeonato ITALIANO, taça de ESPANHA, taça da ALEMANHA, taça da GRECIA e taça de PORTUGAL, todo o futebol na vossa televisão por satélite, basta entrar em:

    WWW.FUTEBOLNATV.BLOGSPOT.COM

    Abraços

    ResponderEliminar
  3. 1 - mais um que finalmente começou a abrir os olhos... já não era sem tempo... eu, por mim, há muito que os abri, pq agora, ele está do outro lado da barricada e provas disso, já muitas as deu... só não vê quem não quer... eu já vi!!

    2 - é a verdadeira prostituição a sul do mondego... vale tudo, ou quase tudo... ai se fosse ao contrário, ai se fosse ao contrário o que não se diria... por mim, quero é que esse tais se f**** todos.

    3 - conversas de p**** é o que é... quem tiver tempo, que as ature!

    4 - sinceramente, como cada vez mais dou menos importâncias às calúnias que nos lançam diariamente na imprensa, nem estava muito ao corrente desta situação no que toca ao 'tal jogador' em questão, porque pelo que pude ver de relance na tv nessa altura, aquilo estava tudo feito para a suspeita recair em Hélton; pelos vistos, mais uma vez, lançou-se a suspeita, ninguém do FCP reage, ela fica no ar e objectivo cumprido... essa é que é essa. É deixá-los andar, que quando derem por ela, nem saberão de onde elas caiem!

    aKeLe aBrAçO
    http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. ola* (Antes de mais..não tens que agradecer blue boy, e aparece sempre que quiseres no meu blog [apesar de eu falar lá pouco de futebol])..
    Bom..Parabens ao sr José mourinho pelo seu 11ºtitulo da sua carreira..mais uma taça..
    Tive pena do John Terry..até a mim me doeu :S!!
    Em relação ao que disseste blue..sabes muita gente sofre de uma doença, chamada "só olho para quem me paga..e que se lixem as bocas"..e deve ser o que o mourinho sofre, quando ouvi o que ele disse na impressa sobre a sua vinda até cá fiquei "uou..cospes onde comeste"..e depois chegou cá e foi muito bem recebido, o que considerei uma boa de uma bofetada.. pois foi graças ao FCP que ele saltou para o palco internacional! Sempre admirei o trabalho dele como treinador, aliás ainda admiro! Mas..há momentos que fica para mim tremido na "foto" com o que diz de vez em quando na imprensa.

    Li no Record que Sérgio silva está a caminho do FCP..li que seriam por 2 temporadas, espero que sejam 2 temporadas produtivas!

    E é tudo por hoje!

    Ps- Decidi iniciar a comentar no teu blog, quando vi a imagem "solta o lampiao que há em ti " lol Engraçada a imagem!

    Kisu (Beijo em Japones)
    * Catarina

    ResponderEliminar
  5. Primeiro ponto:O Mourinho estava no seu direito de pôr até três jogadores a dar porrada no Quaresma...o que não poderia ter acontecido (e aconteceu!)era o árbitro ter ficado impávido e sereno face às vergonhosas tentivas de Essien e Diarra em parar Quaresma!Como bem disse MST, o Essien teria sido expulso e o Diarra com um amarelo teria mais cuidado em parar Quaresma...mas enfim, o Chelsea é o Chelsea...
    Quanto ao papa-chiclas (como tão bem referiu o Blue Boy...), é, para mim, uma verdadeira decepção...cada vez me decepciona mais...a forma histérica e idiota com que esbracejou e discutiu no banco de suplentes demonstrou bem que o special-one estava "cagado" de medo do FCP...e quem diria, o special one, "cagado" de medo do FCP...deu-me gozo vê-lo tão nervoso...AH AH AH AH AH
    Em tudo o resto, a crónica de MST é, como sempre, GENIAL!

    ResponderEliminar
  6. Mais uma excelente crónida de MST.
    Assim sendo nada há para acrescentar a não ser que mesmo sem Andersen e com boa cabecinha e atitude temos possibilidade de complicar a vida ao Chelsea e se o fizermos aguentado a primeira parte sem golos ... podemos vencer...

    ResponderEliminar
  7. e REPARARAM q mourinho marcou quaresma junto á linha todo o jogo?:)

    ResponderEliminar
  8. Finalmente o MST abriu a pestana para a ingratidão que o José Mourinho tem demonstrado em relação ao nosso Clube. Só discordo um bocado quando ele ataca o Mourinho por fazer jogo sujo, ele já fazia isso quando era nosso treinador, basta ler o livro dele e fica-se a perceber a tortura psicológica que ele fez ao Sá Pinto num jogo com a lagartagem, e o estratégico agarrar de bola, nos últimos minutos do jogo que vencemos à Lázio quando fomos campeões da taça UEFA, e que lhe valeu a expulsão.

    Quanto a Ligas, Morgadinhas e afins, podem esburacar à vontade, pois a única coisa que vão conseguir é cavar a própria sepultura. Somos superiores a essa merda toda junta.

    ResponderEliminar
  9. hoje o porto joga com quem para a taça de portugal??com o atelético??ai não..ja foi eliminado..

    ResponderEliminar
  10. DRAGÃO AZUL28 fevereiro, 2007

    O acordar der MST, bem visto....
    1 - Olha este acordou agora... Mourinho e as sua amantes notas de 500 euros estão bem um para o outro, mas é bom que se lembre que as muitas notas de 500 que ganha por mês tambem é graças ao F. C. Porto.

    2- Como ja venho dizendo a algum tempo tudo o que pertence a empresa liga & federação, lda nada me ademira é uma cambada de filhos das p****.

    3 e 4 - MJM ainda se vai fartar de ouvir testemunhas que falam, falam mas não provam nada, daqui a alguns anos ainda vai escrever um livro, uma novela ou mesmo uma serie sobre este caso com o titulo "Como não consegui condenar Pinto da Costa" ou qualquer coisa do genero. Por mim podem continuar a brincar ao faz de conta e quando tudo chegar ao fim quero ver os resultados quem foi condenado, quem foi preso e quem paga ou recebe indmisações e ja agora desde que esta brincadeira começou quanto é que custou este processo todo ao estado ou melhor aos bolsos dos portugueses quer dizer aos bolsos dos portistas porque ados outros que paguem que se fo***.

    Saudações AZUIS


    DRAGÃO AZUL
    dragao.azull@sapo.pt

    P.S.- PORQUE...
    ...NINGUEM, NINGUEM É MELHOR QUE NÓS NO MUNDO,
    NINGUEM, NINGUEM É MAIS FORTE QUE O PORTO, NINGUEM, NINGUEM...

    ResponderEliminar
  11. Visitem "O Fafe do AB6" e leiam o
    "O apito morgado e o sonho".
    Também poderão recordar
    "O apito dourado de ferro forjado"
    http://ofafe.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  12. NINGUEM, NINGUEM PARA O BENFICA ......NINGUEM, NINGUEM PARA O BENFICA .....NINGUEM, NINGUEM... PARA O GLORIOSO S.L.BENFICA.......
    BENFICA......BENFICA........BENFICA.......BENFICA....NINGUEM, NINGUEM PARA O BENFICA ......NINGUEM, NINGUEM PARA O BENFICA .....NINGUEM, NINGUEM... PARA O GLORIOSO S.LNINGUEM, NINGUEM PARA O BENFICA ......NINGUEM, NINGUEM PARA O BENFICA .....NINGUEM, NINGUEM... PARA O GLORIOSO S.L.BENFICA.......BENNINGUEM, NINGUEM PARA O BENFICA ......NINGUEM, NINGUEM PARA O BENFICA .....NINGUEM, NINGUEM... PARA ONINGUEM, NINGUEM PARA O BENFICA ......NINGUEM, NINGUEM PARA O BENFICA .....NINGUEM, NINGUEM... PARA O GLORIOSO S.L.NINGUEM, NINGUEM PARA O BENFICA ......NINGUEM, NINGUEM PARA O BENFICA .....NINGUEM, NINGUEM... PARA O NINGUEM, NINGUEM PARA O BENFICA ......NINGUEM, NINGUEM PARA O NINGUEM, NINGUEM PARA O BENFICA ......NINGUEM, NINGUEM PARA O BENFICA .....NINGUEM, NINGUEM... PARA O GLORIOSO S.L.BENFICA.......
    BENFICA......BENFICA........BENFICA.......BENFICA......BEBENFICA.......NFICA........BENFICA.......BENFICA .....NINGUEM, NINGUEM... PARA O GLORIOSO S.L.BENFICA.......
    BENFICA......BENFICA........BENFICA.......BENFICA......BEBENFICA.......NFICA........BENFICA.......GLORIOSO S.L.BENFICA.......
    BENFICA......BENFICA........BENFICA.......BENFICA......BEBENFICA.......NFICA........BENFICA.......BENFICA.......
    BENFICA......BENFICA........BENFICA.......BENFICA......BEBENFICA.......NFICA........BENFICA....... GLORIOSO S.L.BENFICA.......
    BENFICA......BENFICA........BENFICA.......BENFICA......BEBENFICA.......NFICA........BENFICA.......FICA......BENFICA........BENFICA.......BENFICA......BEBENFICA.......NFICA........BENFICA........BENFICA.......
    BENFICA......BENFICA........BENFICA.......BENFICA......BEBENFICA.......NFICA........BENFICA.........BEBENFICA.......NFICA........BENFICA.......

    ResponderEliminar