13 maio, 2010

Anti-Portista, já o sabiamos... mas anti-clerical?!

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

Câmara do Porto boicota mensagem do FC Porto para o Papa

A Câmara Municipal do Porto decidiu impedir que o FC Porto exibisse uma mensagem ao Papa Bento XVI, aquando da sua passagem pela Avenida dos Aliados. Aproveitando a fachada da sua antiga sede, o clube concebeu e colocou um pendão com uma saudação a Sua Santidade, simbolizando o respeito de toda a família portista e, naturalmente, de muitos milhares de portuenses.

Os fiscais da autarquia, todavia, compareceram esta tarde na antiga sede do FC Porto e ordenaram a remoção da mensagem, ameaçando até com a chamada do corpo de bombeiros, caso o clube não acatasse de imediato esta «católica» prepotência.


Porto, 13 de Maio de 2010



Câmara diz que a lei impede saudação portista ao Papa

A Câmara Municipal do Porto justificou com o "cumprimento da lei" o facto de ter impedido o F. C. Porto de saudar o Papa Bento XVI, através de um pendão colocado na sede do clube, na Avenida dos Aliados.

Num comunicado assinado por Sampaio Pimentel, vereador da Protecção Civil, Controlo Interno e Fiscalização, a Câmara Municipal do Porto afirma que a acção realizada na sede do F. C. Porto foi inserida na programação global prevista para a recepção ao Papa Bento XVI na Avenida dos Aliados.

De acordo com o vereador, o "cabal cumprimento da legislação em vigor" justifica o facto de o clube ter sido impedido de exibir uma mensagem de saudação a Sua Santidade.

Leia, na íntegra, o comunicado da autarquia portuense:

    1 – Inserido nos trabalhos de preparação geral da cidade, em particular da zona envolvente da Avenida dos Aliados, para a recepção ao Papa Bento XVI, o Departamento de Fiscalização da CMP realizou as acções que lhe competem no âmbito da programação global prevista para o espaço.

    2 – Tais acções que se têm intensificado após a recente criação do Departamento Municipal de Fiscalização, visam sempre - mesmo quando em dias normais de trabalho – o cabal cumprimento da legislação em vigor.

    3 – Em todas as acções realizadas nestes últimos dias e, em particular, nas ruas circundantes à Avenida dos Aliados, constatou-se a boa compreensão de todos os contactados, facto ao qual não será, seguramente, alheio o enorme respeito que o Papa lhes merecerá.

    4 – O mesmo aconteceu com o Futebol Clube do Porto quando contactado pelo fiscal municipal. Segundo apuramos junto dos serviços, a funcionária do clube que atendeu o fiscal, manifestou compreensão, tendo-se constatado que, pouco tempo depois, as tarjas foram retiradas pelo clube de acordo com o solicitado.

    5 – A CMP não pode criticar um seu funcionário que cumpre o dever, até porque, por mais respeito que possa haver pelas instituições da cidade, nenhuma delas pode estar acima dos outros e muito menos da lei.

    6 – Estranha-se que o FCP procure aproveitar este episódio para, num dia tão relevante para os portugueses em geral e para os portuenses em particular, tentar criar polémica e denegrir a imagem da Câmara através dum lamentável comunicado.

    7 – Não posso deixar de reprovar esta atitude por parte dos responsáveis de um clube, do qual sou sócio há quase 30 anos e que, na área da sua actuação, luta habitualmente pela igualdade de tratamento de todas as instituições.

7 comentários:

  1. Não vejo onde uma simples targa a saudar o Papa, pode causar polémica.
    Este sarmento pimentel se é sócio do FCP deve é de andar com os olhos tapados

    ResponderEliminar
  2. É ridícula, triste e insensata esta medida da Câmara Municipal (do Porto?). Rui Rio e seus pares apenas procuram, mais uma vez, o confronto com uma instituição portuense que votaram à proscrição. Que mal fazia uma louvável e mui digna saudação ao Papa, com um pendão por sinal muito bonito? Que ofensa é feita à lei através de um gentil cumprimento a um ilustre visitante? E então a variedade de "saudações" espalhada pela cidade?! Não nos queiram tapar os olhos, senhores da Câmara. O que quiseram foi, como em outras ocasiões, desafiar o FC Porto. Quanto ao Sr. Pimentel: é um traidor e um lacaio do lisboeta Rui Rio.

    ResponderEliminar
  3. Mais um motivo, para eu detestar o palhaço que se diz presidente da minha câmara!

    BIBÓ PORTO

    ResponderEliminar
  4. patético e ridiculo... próprio de gente canalha que se julga dona de uma cidade, começando no pateta do Presidente, e passando pelo lambe-botas do desgraçadito do 'assinante' do comunicado que dá asco tê-lo como adepto do clube, com 30 anos de casa; de facto, com sócios destes, quem precisa de inimigos?

    uma simples saudação, de uma instituição que representa Portugal e a cidade do Porto pelo mundo fora, e dá nesta pouca vergonha.

    ridículo os dois últimos pontos do comunicado da CMPorto, que cultiva e zela permanentemente por provocar o FCPorto... como do pão prá boca.

    mas a malta percebe bem que esse pateta com 2 olhos, só quer é chegar ao poder em Lisboa, chegando lá com o rótulo de ser anti-FCPorto, o que é logo um fantástico cartão de visita, obtendo desde logo, honras de ser recebido de braços abertos.

    razão tem o MM: "um vintém é um vintém... um cretino, será sempre um cretino".

    ResponderEliminar
  5. Antes de mais digo que, FC Porto aparte, gosto deste presidente.

    No entanto não vejo nada de ofensivo numa simples faixa a saudar o Papa. Se estivéssemos a insultar alguém, acharia uma vergonha usar a visita do Papa para isso, mas neste caso é incompreensível a atitude destes tipos.

    ResponderEliminar
  6. Comunicados à parte e pelo que se lê a faixa carecia de licença camarária e o par de fiscais dos paços enviado nem sequer aceitou o pagamento da multa.

    O Tône está em crer que poderá ser paranóia do Sr. Rio e Cia pois Jesus tinha já sido crucificado, no Dragão, uma semana antes.

    Quanto ao chavão 'cabal cumprimento da legislação em vigor' mostra bem o corporativismo (leia-se defesa dos tachos) destes senhores que eleitos pela população teimam em minimizar e mesmo denegrir a importância de uma Instituição que tão bem representa a cidade por esse mundo.

    E claro que, mais a sul, a tal de 'legislação em vigor' tende e teima em ser entendida ao contrário.

    Fica o repto.
    Caso se traga o caneco do Jamor que se encham os Aliados, indiferentes à habitual escuridão do edifício da edilidade.
    E se convide até o Senhor que é sócio do FC Porto há quase 30 anos a erguer a fruteira.

    ResponderEliminar
  7. O meu recenceamento em Chaves isenta-me de culpas;-)

    ResponderEliminar