27 maio, 2010

Prof. Jesualdo Ferreira, obrigado e boa sorte!

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

    26/05/2010
    Comunicado da FC Porto – Futebol, SAD

    A Futebol Clube do Porto – Futebol, SAD vem comunicar, nos termos e para os efeitos do art. 248º nº1 do Código dos Valores Mobiliários, que rescindiu, por mútuo acordo, o contrato de trabalho que liga a sociedade ao treinador da sua equipa principal de futebol, Jesualdo Ferreira. Esta rescisão produz efeitos a partir da presente data.

    O Conselho de Administração
    Porto, 26 de Maio de 2010


    Declarações de Jesualdo Ferreira

    Oficializada, por mútuo acordo, a rescisão do contrato que o ligava à FC Porto – Futebol, SAD, o treinador Jesualdo Ferreira deixou uma mensagem ao www.fcporto.pt.

    «Depois de quatro anos vividos de forma intensa, entendendo as regras de jogo em que treinadores e clubes se movimentam e tendo em atenção o facto de o FC Porto ter tido, pela primeira vez na história, o mesmo treinador durante quatro anos, concluímos, em conjunto, que seria melhor terminar a nossa ligação. Desta forma, o clube pode ter a liberdade que lhe assiste de configurar o seu futebol com ideias diferentes. A minha saída do FC Porto pautou-se pelos mesmos princípios com que entrei no clube. Poderão parecer palavras de circunstância, mas quero deixar aos adeptos do FC Porto, em primeiro lugar, o meu sentido respeito pela forma apaixonada com que os senti ao longo destes quatro anos. Tiveram uma participação decisiva em tudo o que alcançámos. Quero também expressar a gratidão pela administração e, em especial, pelo presidente. Creio que essa gratidão se notou em todos os comportamentos que tive no FC Porto. Sem poder cumprimentar pessoalmente todas as pessoas que comigo colaboraram directa ou indirectamente, quero deixar a todos um forte abraço. Em relação a todos os departamentos como comigo trabalharam no dia-a-dia, as palavras que melhor retratam são: obrigado pela competência! Finalmente, os jogadores… Durante quatro anos, partilhámos grandes alegrias e alguns, poucos, momentos infelizes. Guardo de todos o sentimento do dever profissional e do espírito de equipa que dedicaram ao FC Porto. A todos eles e àqueles dos quais não tive oportunidade de me despedir quero dizer que vou ser um treinador e uma pessoa que irá seguir as suas carreiras. Desejo-lhes a maior sorte do Mundo. Pegando nas palavras do presidente na altura da despedida, também eu sinto poder dizer que estarei sempre disponível para o FC Porto.»


    Declarações do presidente do FC Porto

    Jorge Nuno Pinto da Costa falou em exclusivo ao www.fcporto.pt acerca da rescisão amigável do contrato do treinador Jesualdo Ferreira.

    «Ao fim de quatro anos em comum, entendemos que necessitávamos de alterar o modelo do nosso futebol e propusemos ao mister Jesualdo Ferreira a troca do cargo de treinador da equipa principal pelo de director técnico de todo o futebol do FC Porto. Após uma conversa franca, todavia, fez-nos sentir que deseja treinar mais dois ou três anos, o que percebemos e aceitamos, face à paixão que sempre demonstrou pela profissão. Assim sendo, e tendo em conta o conhecimento que tem da nossa estrutura e do nosso projecto, este momento não constitui uma despedida, mas sim um “até quando quiser!”. Foi isso, de resto, que fizemos questão de lhe sublinhar.»

13 comentários:

  1. Obrigado, Professor. Muito obrigado pela dedicação, competência, correcção e elevado sentido de responsabilidade. Os portistas jamais esquecerão o que deu ao FC Porto, apesar de algumas vicissitudes no percurso. Aqui não mora a ingratidão e a nossa casa será sempre a sua. Obrigado por ter dado a cara e defendido as nossas/suas cores aquando das ferozes investidas que pretendiam destruir o nosso Clube. Obrigado pelas atitudes que protagonizou na defesa do nosso grande FC Porto. Obrigado pela sua complacência perante a incompreensão de alguns. Obrigado pela sua extrema e admirável educação, pelo respeito que sempre conferiu às relações com adeptos e sócios. Obrigado por sentir o “timing” certo para estar e sair. Por sua causa tenho mais orgulho em ser mirandelense. Obrigado por tudo. As maiores venturas para si.

    ResponderEliminar
  2. Mesmo não sendo um apreciador do futebol de Jesualdo, reconhece-lhe o profissionalismo, o cavalheirismo e a forma como sempre soube estar no F.C.Porto.

    Obrigado, adeus e felicidades, Professor.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Sem nunca ter achado q era um Mestre como muitos lhe chamam, tenho q reconhecer a forma responsável, profissional e mt equlibrada como sempre soube estar no cargo.

    Boa sorte e obrigado.
    O mesmo deve estar ele a dizer ao FCP.

    A rescisão foi amigável e isso é de valorizar nos tempos actuais.

    ResponderEliminar
  4. Faço minhas as palavras do Dragão Vila Pouca.
    Obrigado e muitos sucessos em próximos projectos.

    ResponderEliminar
  5. Como sabem, nunca fui muito crítico em relação a actuação do Professor no comando técnico do nosso FCPorto, e sempre o admirei como técnico e como pessoa de trato fino e educado, mas defensor intransigente de todo o seu grupo de trabalho e de toda a estrutura directiva que representava. Deu sempre a “cara” em todas as ocasiões, fossem elas felizes ou não.
    Serviu o clube com profissionalismo e dedicação e sem sombra de dúvidas, deixará uma marca de prestígio na história do clube de todos nós.
    Boa sorte Professor Jesualdo Ferreira.

    ResponderEliminar
  6. Mais uma vez vou afirmar: eu defendi sem dúvidas algumas que J. Ferreira deveria continuar no final da época passada. Hoje acho convictamente que esteve um ano a mais.
    Penso que era mais um gande acto o convite feito a J. Ferreira para assumir o cargo de director técnico de todo o futebol do FC Porto. Não sei afirmar se o PORTO necessita ou não de director técnico, o que tenho a certeza é que o PORTO ficaria muito melhor com J. Ferreira a director técnico.
    De resto comungo o desejo de Felicidades

    ResponderEliminar
  7. Muito obrigado Professor Jesualdo. Nesta casa não somos ingratos e o seu trabalho foi reconhecido apesar de nem sempre ter todo o consenso.
    6 titulos em 4 épocas falam por si.
    Mas o futebol no nosso clube não vive à sombra dos titulos. Queremos mais e melhor.
    Este é o assunto mais delicado da época que se adivinha, mais até que algumas contratações que se possam fazer. Aqui vai estar o sucesso ou o insucesso do Porto.
    Acredito na direcção por isso é só esperar.

    Ps: Paulo bento é que não, aliás ainda nem paguei as cotas por causa disso. Seria um golpe muito duro. A partir daqui é esperar.

    FORÇA PORTO

    ResponderEliminar
  8. Nesta altura, apenas duas frases para o Prof. Jesualdo: Obrigado! Boa sorte!
    Agora é esperar para ver quem se segue!

    ResponderEliminar
  9. OBRIGADO POR TUDO GRANDE JESUALDO FERREIRA!

    É a única coisa que digo, para já.

    ResponderEliminar
  10. A canalhice continua:
    http://www.maisfutebol.iol.pt/fcporto/benfica-liga-nacional-sp-braga-fc-porto-maisfutebol/1165917-1304.html

    Vejam só esta pérola:

    'Em relação a Jorge Jesus o caso é diferente. O técnico do Benfica é acusado de ter infringido o artigo que obriga a «proceder com lealdade e correcção para com os restantes intervenientes do jogo», neste caso Rúben Micael, mas não é punido. Infracções deste tipo «prescrevem no prazo de um mês após a data em que a falta tenha sido cometido», explica o comunicado.'

    e ainda esta:

    'De referir ainda que, neste dois processos, o presidente da Comissão Disciplinar da Liga estava impedido de participar na deliberação, tomada pelos restantes vogais.'

    ResponderEliminar
  11. BlueAgrela27 maio, 2010

    Obrigado Professor.
    Um profisional deexcelencia.

    ResponderEliminar
  12. Faço minhas as palavras do Vila Pouca as minhas.

    Boa sorte e felicidades ao Professor!

    Agora, fico á espera do AVB!

    BIBÓ PORTO

    ResponderEliminar