22 novembro, 2006

Miguel Sousa Tavares – Nortada

A semana «horribilis» do Benfica…

1 - Esta deve ter sido uma das piores semanas da centenária existência do Sport Lisboa e Benfica. Por razões desportivas, mas, sobretudo, por razões extradesportivas e que mexem com a justiça — a pior imagem possível para um clube que, pela voz do seu presidente, está autonomeado campeão da «transparência e do rigor».

Terça-feira foi a cena do arresto dos bens do seu director desportivo, José Veiga, às ordens do Tribunal Cível de Cascais, que acabaria por motivar a demissão de Veiga. A este respeito, devo dizer, primeiro que tudo, que não concordo com a divulgação das imagens do arresto por parte da TVI. Não eram imprescindíveis à notícia e constituíram uma desnecessária humilhação e desrespeito pelo seu direito à privacidade — que não desaparece por se tratar de figura pública. Agora, também é verdade que Veiga só se sujeitou ao arresto dos bens móveis para garantir eventual crédito de 1,5 milhões de euros porque, seguramente, não tinha a casa em seu nome. E eu desconfio sempre dos motivos que levam quem não teme a não ter em seu nome os bens de que é dono: quase sempre a intenção é fugir ao fisco ou aos credores.

Seja como for, a defesa de Veiga foi contraditória nos seus próprios termos: disse que se demitia porque não queria escudar-se atrás do seu cargo no Benfica, mas, ao mesmo tempo, disse que aquilo só tinha acontecido por ele ser quem era no Benfica. Ou seja, escudou-se, de facto, atrás do Benfica para justificar um aperto decorrente da sua vida comercial privada. Custa-me a perceber como é que alguém ainda conseguiu ver na demissão um acto de coragem e de dignidade!

Pior ainda foi a defesa de Veiga feita por Luís Filipe Vieira, recuperando pela enésima vez a sua cassete encravada para os momentos difíceis, de modo a insinuar que tudo está relacionado com o Apito Dourado e a mão invisível de Pinto da Costa. Ou seja, foi a mando de Pinto da Costa e daqueles que Vieira gostaria de ver como os únicos implicados no Apito Dourado, que um banco luxemburguês se lembrou, já há uns anos, de reclamar este crédito, que o maior escritório de advogados do País se lembrou de pedir o arresto dos bens de José Veiga, e que uma juíza do Tribunal de Cascais, consultadas as razões do requerente, entendeu decretar o arresto. Tudo isto parece absurdo para qualquer pessoa que entenda como funciona a vida comercial e a justiça. Mas não para o presidente do Benfica, que tanto reclama que a justiça funcione: para ele, e vezes de mais, dá ideia de que a instituição e quem a serve deve estar acima da lei e fora de alcance da justiça comum.

Ainda o primeiro episódio Veiga estava ao rubro e eis que ele e Luís Filipe Vieira são ouvidos, logo no dia seguinte, pela Judiciária italiana, por suspeitas de fuga ao fisco, envolvendo a Juventus, no contrato de empréstimo de Micolli ao Benfica.

Quinta-feira, sem deixar respirar ninguém, foi a vez do vereador da CML, José Sá Fernandes, denunciar que a vereação presidida por Carmona Rodrigues havia pago ao Benfica 8 milhões de euros a mais do que constava no contrato (já de si inacreditável de benesses) que Santana Lopes havia negociado com o clube para a construção do novo Estádio da Luz. Interrogado sobre o assunto, o presidente do Benfica limitou-se a assobiar para o ar e a dizer «ele que apresente as provas». Justamente: Sá Fernandes tinha-as apresentado.

Sábado, equipada com o fatal traje de minhoca desenterrada, a equipa de futebol saiu derrotada de Braga, depois de uma exibição confrangedora. Tão confrangedora que o próprio Vieira não resisitiu a chamar-lhes «rapazinhos» que não sabem o que é a camisola — muito embora, logo a seguir, se tenha lançado na habitual explicação sobre os resultados falsificados que impedem o «maior clube do Mundo» de exibir em pleno todo o seu esplendor e reclamar, de direito, a vassalagem a que se acha predestinado.

Enfim, ontem, ainda nem sete dias estavam decorridos sobre o começo de todas as tragédias, e eis que José Veiga é detido para responder, em processo-crime desta vez, às suspeitas de ter desviado, quando ainda «empresário», cinco milhões de euros do negócio da ida de João Pinto para o Sporting. Há muito, muito tempo, estava ainda longe de imaginar que José Veiga viesse a ter a importância no Benfica que lhe deu Luís Filipe Vieira, escrevi que um dia gostaria, só para dissipar dúvidas, de saber quanto pagava de impostos o empresário José Veiga. Hoje, sei que ficou a dever, provados em tribunal, dois milhões de euros e que, ao que parece, ainda a montanha não foi toda escavada. Aliás, esta azia ao fisco parece ser natureza do Benfica e de vários dos seus dirigentes, ao longo dos anos. Será que também se acham acima das obrigações fiscais, só porque se auto-designam arautos da «transparência e do rigor» e do combate a Pinto da Costa?

2 - Ao fim de meses e meses de paralisia, o Apito Dourado mexeu-se, mas poucochinho: o juiz de Gondomar decretou finalmente a abertura da instrução contraditória (fase processual de defesa dos arguidos), no que respeita aos processos pendentes naquela comarca. Por outras comarcas do País há processos já com a instrução a decorrer, outros arquivados por falta de indícios de crime e outros já aguardando marcação de julgamento.

Luís Filipe Vieira tem reclamado sem cessar o avanço do processo — quer na justiça criminal, quer na justiça desportiva. E eu, como já aqui o escrevi, estou de acordo, mas com uma ressalva: todos, mas todos os suspeitos, devem ser investigados e, quando for o caso, acusados — quer num, quer noutro foro. Mas todos, e não apenas os que residem a norte ou nas ilhas.

Ora, como se sabe, o Apito Dourado não parece conter outras provas que não as escutas telefónicas feitas a alguns agentes desportivos e que têm sido objecto de criteriosas fugas de informação para a imprensa. E é aqui que eu não compreendo o zelo justiceiro do presidente do Benfica e a complacência com que a comunicação social o deixa desempenhar o papel de Robin ds Bosques da «verdade desportiva»:

— Se há alguma escuta no processo em que, claramente, um dirigente de clube negoceia a nomeação de um árbitro do seu agrado para um jogo do seu clube, essa é a da transcrição da eloquente conversa entre o então presidente da Liga, Valentim Loureiro, e o seu apoiante n.º 1 — justa- mente o presidente do Benfica. Curiosamente, sobre esta conversa não racaiu qualquer investigação nem abertura de processo...

— Se há alguma escuta onde, claramente, se detectam indícios seguros de tráfico de influências e batota desportiva é a das escandalosas conversas divulgadas entre Valentim Loureiro e o então presidente do Estoril-Praia, José Veiga. Curiosamente, também nenhum andamento processual foi dado a este assunto...

Será que, quando reclama justiça para o Apito Dourado, Luís Filipe Vieira está a incluir os casos em que ele próprio e José Veiga aparecem implicados, ou o seu critério de justiça só abrange o Norte e, mais especificamente, Pinto da Costa?

3 - E esta noite o FC Porto vai ganhar ao CSKA em Moscovo.

# in Jornal “A BOLA”, 2006.11.21

19 comentários:

  1. SAD segura mais um dos activos do clube.
    Pepe até 2011 Exibições do central têm despertado a cobiça de clubes europeus, mas o FC Porto está apostado em manter o núcleo duro da equipa

    ResponderEliminar
  2. Pontos de comparação entre o FC Porto actual e o que foi campeão europeu
    Mais seguro, menos eficaz
    - A versão consagrada em Gelsenkirchen rematava menos e sofria mais golos, na primeira fase
    Os primeiros cinco jogos.
    José Mourinho | Jesualdo Ferreira
    (2003/04) (2006/07)
    10 pontos 10 pontos
    3 vitórias 3 vitórias
    1 empate 1 empate
    1 derrota 1 derrota
    Fora
    1 empate 2 vitórias
    1 vitória 1 derrota
    Remates
    47 | 69
    golos marcados
    7 | 9
    eficácia
    6,7 | 7,6
    golos sofridos
    6 | 4
    faltas
    45 | 67

    ResponderEliminar
  3. Helton revela optimismo para a Liga dos Campeões
    "Quem não acredita que fique em casa"
    O brasileiro agradeceu o empenho da defesa e destacou a união do grupo.

    ResponderEliminar
  4. Pedro Mendes, Jogador do Portsmouth
    "É bom ver o FC Porto jogar a grande nível"

    Jesualdo Ferreira disse que a exibição em Moscovo foi idêntica às que o FC Porto realizou no passado. Podemos compará-la às da época 2003/04, na caminhada para Gelsenkirchen?
    É verdade que o FC Porto fez uma grande exibição, cheia de classe, com bom futebol e uma eficácia tremenda nos aspectos defensivos e ofensivos. No entanto, creio que o FC Porto já fez exibições destas num passado recente, mas como o jogo foi em Moscovo e para a Liga dos Campeões, o destaque é maior. É bom ver que o FC Porto, apesar de ultimamente não ser tão regular, joga a grande nível. Precisava de vencer fora de casa e fê-lo com autoridade, vencendo com inteira justiça.

    "FC Porto não pode jogar para o empate"

    O FC Porto precisa apenas de um ponto na última jornada. Até que ponto é perigoso jogar para esse resultado frente a uma equipa inglesa?
    O FC Porto não pode de maneira nenhuma jogar para o empate. Terá de tentar marcar golos e fazer uma exibição como a de Moscovo, autoritária, controlando o adversário, tendo em conta que o Arsenal não é uma equipa qualquer. Joga bom futebol e tem um caudal ofensivo muito bom. Todas as equipas inglesas jogam para vencer fora de casa, mais ainda o Arsenal, composto por jogadores estrangeiros de qualidade insuspeita. O Arsenal não gosta de jogar para o empate e gosta de apresentar um futebol bonito.

    "É igual sem Henry"
    Sem Henry, a percentagem de possibilidade de êxito do FC Porto cresce muito?
    Não, é igual. Basta ver que Adebayor e Van Persie podem jogar no seu lugar, sendo jogadores muito bons. A única vantagem que o FC Porto poderá retirar da ausência de Henry é a de não ter de se preocupar com a marcação especial. Ainda assim, é preciso estar atento ao meio-campo, que sobe muito, formado por Ljungberg, Fabregas, Rosicky e Hleb.

    ResponderEliminar
  5. Baía falha treino
    GUARDA-REDES COM SINTOMAS GRIPAIS
    Vítor Baía não participou na sessão de trabalho do plantel portista, por se ter apresentado no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia com uma síndrome gripal. Fucile limitou-se a fazer corrida e tratamento .
    F.C. Porto
    Quaresma no Atlético de Madrid: clubes chegaram a acordo, diz imprensa espanhola
    O diário desportivo espanhol As assegura na sua edição desta quinta-feira que FC Porto e Atlético de Madrid já fecharam o acordo para a transferência de Ricardo Quaresma embora o negócio só seja oficializado terminada a primeira fase da Liga dos Campeões.
    ASF
    O mesmo jornal avançava uma semana atrás que as conversações entre os dois clubes tinham fixado a transferência em 12 milhões de euros mas hoje o As diz que o negócio foi fechado em 14 milhões, após «vários avanços e recuos».
    «Mesmo que o FC Porto continue na Europa, já está decidido que Quaresma fará as malas este Inverno com destino a Madrid. O acordo entre ambos os clubes está fechado e a única coisa que impede que se torne oficial é o pacto de silêncio até que esteja concluída a primeira fase da Liga dos Campeões», escreve aquele diário.

    ResponderEliminar
  6. F.C. Porto
    Quaresma eleito o melhor em campo no CSKA-FC Porto
    O internacional português Quaresma foi eleito pela votação no «site» da UEFA como o melhor em campo na vitória do FC Porto sobre o CSKA (2-0), em jogo para o Grupo G da Liga dos Campeões.
    O facto de ter marcado o primeiro golo e estado no lance do segundo acabou por ser crucial na eleição de Quaresma como o melhor em campo.

    ResponderEliminar
  7. meirelesportuense23 novembro, 2006

    Há para aqui um anónimo muito activo!...E cheira-me a vermelhusco travestido de anónimo como parece ser aliás a condição de quase todos os vermelhos: são juizes vermelhos anónimos,árbitros corruptos vermelhos anónimos, administradores bancários vermelhos anónimos, polícias judiciários vermelhos anónimos, PSDs vermelhos anónimos,CDSs vermelhos anónimos, PSs vermelhuscos anónimos,PCPs vermelhos anónimos,enfim o velho hábito Pidesco do anonimato dos seis milhões de vermelhos anónimos...Mas adiante deixemos os anónimos trabalhar anónimamente e comentemos este magnífico artigo "declaradamente assumido" sem ser "anónimo" por MST...E está tudo lá dito, inclusivé a necessidade de "fazer justiça" mas de olhos bem abertos, isto é implicar e julgar todos os que lá aparecem claramente implicados com gravações e tudo, para não deixar fugir os anónimos menos anónimos que porventura inadvertidamente, surgiram no Processo Apito Dourado...Porque se não fôr assim então não há Justiça em Portugal...E não me interessa que o PR seja antigo atleta do Benfica, que o Primeiro Ministro seja adepto do Benfica, que o PGR seja sócio de Natação do Benfica ou o Presidente do Conselho de Administração da CGD seja também sócio imérito do Benfica,o que eu quero é verdadeira Justiça e a Justiça tem de ser cega aos emblemas clubistas e de ter os olhos bem abertos para a prática da verdadeira JUSTIÇA...A bem da Nação!!!

    ResponderEliminar
  8. É verdade Meireles... nem mais o teu comment!!
    Quando ao anónimo, pronto, deixemo-lo lá 'brincar' com o copy/past... enquanto não for 'chateando' ninguém, deixemo-lo com o brinquedo d'estimação.
    aKeLe aBrAçO
    http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  9. meirelesportuense23 novembro, 2006

    Já agora blue: esqueci-me das protistutas vermelhas anónimas,dos homossexuais vermelhos anónimos,das vendedeiras de peixe vermelhas anónimas, dos proxenetas vermelhos anónimos,dos sindicalistas vermelhos anónimos,para além das gasolineiras vermelhas anónimas e dos viadutos vermelhos anónimos que de vez em quando caiem sem advertir ninguém...Ainda há mais, mas tenho de descansar um pouco eles são tantos...

    ResponderEliminar
  10. Mais uma tirada certeira de MST.
    Mais uma acha ... No tempo de Vale e Azevedo existia uma dívida ao fisco que implicava descida de divisão ... Não se passou nada, toda a gente sabe que foi tudo combinado e abafado...SE houvesse justiça neste país, os lampiões já estevam na 2ª há muito.
    Será que neste caso beigarista /sporting yambém anda o PInto da Costa por lá?, lol

    ResponderEliminar
  11. Muito bom blog.
    continua.

    www.futebolnatv.blogspot.com

    para quem gosta de ver futebol na televisão.

    ResponderEliminar
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  13. O MST tem este dom de, qd é para falar do "inimigo" conseguir reduzi-los ao "porcaria" que são. No entanto qd fala do FCPorto às vezes fala demais. Mas gosto muito das crónicas dele. São a nossa voz em terra infiel.

    Um abraço.
    http://www.portistasdebancada.blogspot.com//

    ResponderEliminar
  14. ola amigos blues;
    MEIRELES, ESTOU EM SINTONIA CONTIGO, SO TE ESQUEÇES-TE DE DIZER QUE A JUSTIÇA E A NAÇAO SAO ANONIMAS TB...EHEHEHEHE

    JORGE, NAO ESTAVA NA SEGUNDA DIVISAO MAS SIM NA SEGNDA DISTRITAL..EHEHEHEHEHEHE

    AQUELE ABRAÇO

    ResponderEliminar
  15. Estamos para aqui a discutir o sexo dos anjos!Mas meus amigos,todos sabemos que essa gente clama por justiça mas é para os outros!Eles atropelam tudo e todos,fora do campo é claro,porque dentro são é quase sempre atropelados!É que este paíz,é todo centralisado lá em lisboa.eles baralham partem e dão as cartas,e nós aqui a tresentos mil kilómetros de distancia estamos lixados!Vejam;até a dama de ferro"manuela ferreira "tinha coração mole quando se tratava do seu querido recreativo!!!Acções sem valor como garantia de pagamento de impostos,ainda por cima já atrasados?Por favor!

    ResponderEliminar
  16. ZIRTAEV :

    Essa da " terra infiel " é bem apanhada . E não é que corresponde à verdade (histórico-linguística )?
    Gostei !

    ResponderEliminar
  17. FC Porto
    Quaresma: "Não pretendo representar o Atlético de Madrid"
    Quaresma enviou hoje uma missiva à administração da SAD do FC Porto, em que rejeita a possibilidade de trocar os dragões pelos espanhóis do Atlético de Madrid.
    "Face às inúmeras notícias que têm sido veiculadas em diversos órgãos de comunicação social, venho por este meio informar a administração que não pretendo representar o Atlético de Madrid", escreveu Quaresma, citado pelo sítio dos azuis e Brancos.

    Quaresma enviou esta carta à administração da FC Porto - Futebol, SAD na sequência de notícias surgidas na imprensa espanhola, segundo as quais já havia um acordo entre os clubes e o jogador para a transferência.

    "A minha vontade é manter-me no FC Porto", termina o extremo, autor terça-feira do primeiro golo do "onze" de Jesualdo Ferreira no reduto do CSKA de Moscovo (2-0), em encontro da quinta jornada do Grupo G da Liga dos Campeões em futebol.

    ResponderEliminar
  18. Excelente vitória agora vamos torcer que o Porto ganhe á equipa Inglesa, e para que não digam que somos xenófobos que ganhe também o Manchester united.

    ResponderEliminar
  19. o MST é um IDIOTA! O MST é uma vergonha para o clube! O MST pediu a demissão de PC! Nem mais...
    Bibó FCP! BIbó PC !

    ResponderEliminar