26 outubro, 2010

Demonstração de força

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

assistência: 29.112 espectadores.

árbitros: Vasco Santos (AF Porto); Assistentes: João Santos e Tomás Santos; Quarto árbitro: Hugo Pacheco.

FC PORTO: Helton; Fucile, Rolando, Maicon e Alvaro Pereira; Fernando, João Moutinho e Ruben Micael; Varela, Falcao e Hulk.
Substituições: João Moutinho por Souza (58m), Varela por James (69m) e Hulk por Walter (78m).
Não utilizados: Beto, Belluschi, Cristian Rodríguez e Otamendi.
Treinador: André Villas-Boas.

UNIÃO DE LEIRIA: Gottardi; Panandetiguiri, Bruno Miguel, Zé António e Patrick; Marcos Paulo, Pateiro e Leandro Lima; Zhang, N’Gal e Rúben Brígido.
Substituições: Rúben Brígido por Marco Soares (46m), Bruno Miguel por Mamadou Tall (46m) e Zhang por Carlão (63m).
Não utilizados: Djuricic, Diogo Amado, Paulo Sérgio e Rodrigo Silva.
Treinador: Pedro Caixinha.

Marcadores: Hulk (14m e 19m), Varela (37m), Falcao (50m e 76m) e Carlão (74m).

Disciplina: cartão amarelo para Pateiro (41m), Rolando (56m), Fernando (72m) e Marco Soares (84m).

A União de Leiria foi a mais recente vítima do ‘rolo compressor’ que é o FC Porto de André Villas-Boas. Depois de ter cedido os primeiros pontos na última ronda com o V. Guimarães (1-1), os dragões mostraram desde o primeiro minuto que esse jogo foi um acidente no percurso exemplar desta temporada, que se conta já em 14 vitórias em 15 encontros oficiais.

Sem Belluschi e Sapunaru, hoje substituídos no onze por Fucile e Ruben Micael, a máquina azul e branca não deu mostras de sentir as trocas operadas pela lei da rotatividade do seu treinador.

E se Falcao ameaçou logo aos oito minutos com um remate à trave, Hulk iniciou mais um recital e consumou o domínio portista com um ‘bis’ em cinco minutos. Aos 14’, o Incrível assina um magnífico chapéu, pleno de classe, perante Gottardi, e aos 19’ desvia subtilmente para a baliza, após assistência de Falcao. Cada vez menos Givanildo (o seu nome próprio), cada vez mais ‘Incrível’: assim é Hulk esta temporada. Estavam cumpridos 20 minutos e o jogo parecia já resolvido, tal a superioridade e qualidade evidenciadas hoje pelo FC Porto.

No entanto, o intervalo só chegou depois dos dragões aumentarem a vantagem para 3-0, graças a um bonito golo de Varela, que bailou na defesa leiriense na sequência de um livre executado rapidamente por João Moutinho e que surpreendeu a defesa forasteira.

A segunda parte só prometia mais golos do FC Porto e as expectativas confirmaram-se logo aos 50’, por Falcao. O colombiano foi mais rápido que o seu marcador e cabeceou para o quarto tento azul e branco.

A equipa de Pedro Caixinha, que até vem rubricando um dos melhores arranques dos últimos anos, parecia impotente para travar a dinâmica portista, mas conseguiu soltar-se um pouco com o abrandamento dos dragões. Assim surgiu o tento leiriense, na conversão de um penálti; Carlão apontou com sucesso o castigo da falta de Fernando sobre Pateiro.

André Villas-Boas aproveitou então para gerir o desgaste e trocar algumas peças, destacando-se a estreia de James Rodriguez na Liga. Todavia, as trocas não retiraram eficácia à máquina azul e branca e Falcao fechou aos 75’ as contas do resultado, elevando para 5-1, na conclusão de uma bonita jogada com Hulk.

A noite distinguiu assim da melhor forma o primeiro ano de André Villas-Boas como treinador, numa carreira que se iniciou há 365 dias com a Académica. O FC Porto soma e segue na Liga, com 22 pontos em oito jogos, mais sete do que o segundo classificado, um tal clube ciclista com nome de freguesia (15).

DECLARAÇÕES NO FINAL DA PARTIDA

André Villas Boas: ««As dificuldades são sempre acrescidas à medida que os outros vão vencendo os seus jogos. Os jogadores não acusaram essa pressão extra pelos resultados dos adversários directos e mantiveram-se na senda de vitórias, assinando brilhante exibição. Sinto-me orgulhoso e o nosso percurso continua. Agora é importante termos todo o apoio em Coimbra para continuarmos com esta senda de vitórias e podermos chegar ao clássico com esta vantagem pontual sobre o Benfica», prosseguiu o técnico, vincando bem o querer manter as distâncias em relação aos rivais. Temos uma vantagem confortável, mas é importante não a perder. Perde-la significa, não só o encurtamento, mas também perder de uma chama que neste momento parece que os outros não têm. Por isso, queremos continuar a ganhar, com organização e confiança, até à vitória final.»

Hulk: ««Sinto-me bem pessoalmente, mas, para o individual estar a fluir, é preciso que o colectivo esteja forte. Só assim posso destacar-me. Qualquer jogo é motivante no FC Porto. Claro que fico feliz pelo prémio que recebi, mas fico mais ainda por ter ajudado a equipa mais uma vez. Na época passada, quando estava no meu melhor nível, fiquei três meses sem poder jogar, mas estou a trabalhar forte para poder jogar e ajudar o FC Porto.»

35 comentários:

  1. Só podemos ganhar! Qualquer outro resultado é mau, aumenta a pressão e confere ao Benfica mais direito de acreditar.
    Com uma equipa como a encarnada na peugada, que ganha mesmo quando perde, é desastroso que não se saia do Dragão com uma vitória esclarecedora sobre o União de Leiria.

    ResponderEliminar
  2. O Porto é que faz pressão sobre os mouros, que assim vêm que por mais que consigam ir ganhando jogos, ainda que à rasca, não adiantam nada, pois o FCPorto vence normalmente dentro do campo, e mantém a grande diferença, quando não há interferências exteriores...!

    ResponderEliminar
  3. Que festival, Portooooooooooooo!

    ResponderEliminar
  4. Estou a ver... 4-0! Dá gosto ver jogar este nosso FCP! Bibó Porto!

    ResponderEliminar
  5. Excelente jogo da nossa equipa!
    1ºparte muito bem conseguida, excelentes jogadas de envolvimento.

    2º mais a ritmo de gestão, com tempo para dar ritmo aos menos utilizados

    Este Leiria é muito fraco, defendem muito mal, já nem falo do ataque.

    Vitória justa

    Vamos ganhar a Coimbra!

    ResponderEliminar
  6. ...Com esta dinâmica nem os árbitros conseguem nada, apesar do penalty inventado para reduzir a goleada e assim mais este manhoso árbito dar um amarelo já com vista ao jogo com os lampiões...!

    http://www.longara.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  7. Eu pedi uma vitória esclarecedora e recebi uma esclarecedora vitória.
    Obrigado Porto.
    Obrigado Villas Boas.
    __________

    Esqueçam José Mourinho!
    Depois da equipa de 86-87, que venceu Bayern no Prater, nunca vi o Porto jogar um futebol de luxo como o de Istambul, na Quinta, e o de hoje, no Dragão.

    ResponderEliminar
  8. Obrigado Porto!

    rui

    ResponderEliminar
  9. Grande jogo e excelente vitória!
    Gostei bastante do que vi, um FC Porto aguerrido, determinado, veloz e a procurar o golo desde o 1º minuto.
    5 golos marcados, poderiam ter sido mais não fosse a boa exibição do GR do Leiria.
    Mais um fenomenal jogo de Hulk, simplesmente o melhor jogador deste campeonato!

    PS: Rezemos para que Hulk não seja convocado para a selecção brasileira porque senão é irmo-nos habituando à ideia de que para o ano não veremos Hulk de azul e branco…

    ResponderEliminar
  10. Excelente vitória, sendo este o resultado da afinação perfeita desta máquina trituradora dos Dragões conduzida por Hulk. Mas para mim ainda falta a prova dos nove, que será na 10ª Jornada.
    Cumprimentos,
    Ultrasfcporto

    ResponderEliminar
  11. Jogo impressionante do FC Porto! Dá gosto ver jogar esta equipa. Parece um carrossel, tal os automatismos que cada vez estão mais afinados. Estamos a caminho de ter uma grande equipa da Europa – a evolução nunca terminará, nunca poderá ser interrompida.

    Exibições portentosas de Hulk, Falcão, João Moutinho, Álvaro Pereira e… Maicon.

    Até os nossos adversários (os que não são facciosos) reconhecem o valor desta equipa. Recebi uma chamada dum sportinguista, que me disse: “Estou no Dragão e estou a ver jogar a melhor equipa portuguesa – de longe…”

    ResponderEliminar
  12. que classe senhores... mas que classe!

    ResponderEliminar
  13. Dizer o quê...
    Que somos os melhores, que me deliciei com o jogo de hoje no Dragão, acho muito pouco....

    BIBÓ PORTO

    ResponderEliminar
  14. Vitória tremenda.
    Demonstração inequívoca de superioridade.

    Estávamos a precisar duma vitória destas nesta altura, para definitivamente mostrar que quem está com a pressão não somos nós...são eles! Nós temos a pressão natural de quem quer ganhar todos os jogos...eles é que têm a pressão de não poder falhar, de não poder facilitar, de não perder um ponto que seja!

    Seria injusto destacar individualmente alguém, pois o colectivo funcionou muito bem, e quando assim é, as individualidades aparecem com mais facilidade.

    De qualquer forma, acho que está na hora de alguém "puxar as orelhas" ao Fucile...continua a ser um "corpo estranho" a este colectivo, onde todos correm e se esforçam, e este artista parece continuar a jogar devagar e devagarinho, sem estar para se chatear muito, numa toada demasiado relaxada!

    No entanto, esta vitória só faz sentido se for acompanhada de uma outra no próximo sábado em Coimbra.
    Como tal, apelo a uma invasão completa a Coimbra, demonstrando também nós aos jogadores a nossa ambição e a nossa confiança no seu trabalho.

    TODOS A COIMBRA!!!!!

    Não há desculpas...é um sábado, portanto quem quiser pode recuperar no domingo antes de voltar ao trabalho.

    Reforço: TODOS A COIMBRA!!!!!

    ResponderEliminar
  15. Eu gostei...muito!

    E gostei muito, porque o F.C.Porto teve hoje, tudo aquilo que se pede a uma grande equipa: pressão alta, sufocante, que não deixou o Leiria respirar; domínio total do jogo; futebol bonito, alicerçado num colectivo forte, que, tal como disse Villas-Boas, potencia o talento individual; jogadas a toda a largura do rectângulo de jogo, num tic tac que galvaniza a plateia; e tudo isto, tirando um pequeno adormecimento, natural, durante um pouquinho da segunda-parte, depois de uma viagem longa e um jogo desgastante na Turquia.

    Pressão, por jogar depois dos principais rivais terem conquistado os três pontos? Nenhuma! Esta equipa está fortíssima, confiante, joga como respira, motiva, mobiliza, deixa os adeptos satisfeitos e com vontade de regressar.

    Como dizia um amigo meu, no final do jogo, "assim, vai ser muito difícil perdermos". E nem quando lhe lembrei a facilidade com que o árbitro tinha marcado um penalty contra o F.C.Porto e ignorado outro a nosso favor, ele vacilou: "ganhamos até contra o árbitro!"

    Foram cinco e ninguém pode dizer que é um resultado exagerado, antes pelo contrário, tivemos várias oportunidades, claras, para marcar, pelo menos, mais outros tantos golos, enquanto Helton, na primeira-parte não fez uma defesa e na segunda, tendo mais algum trabalho, não foi muito posto à prova.

    Quando jogamos assim, quando a exibição atinge esta qualidade, não faço referências individuais, mesmo correndo o risco de estar a ser injusto, com quatro ou cinco jogadores, que foram brilhantes. Vocês, como dizia o outro, sabem de quem estou a falar, não sabem?

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  16. Excelente exibição do Porto.

    De facto, a equipa vale pelo seu colectivo, não parece acusar pressão alguma e consegue deixar em êxtase absoluto uma plateia que andava habituada nos últimos anos a exibições aborrecidas e sonolentas. Agora fica tudo em ebulição. A chama queimae muito!

    Que Portoooooo!


    Muito importante agora ganhar em Coimbra!!

    ResponderEliminar
  17. Não concordo nada com o comentário depreciativo ao Fucile.

    Na minha opinião esteve muito bem e não o vi menos combativo q os outros. Força Fucile!

    ResponderEliminar
  18. Bom dia,

    Grande exibição do FC Porto. Tornamos fácil o jogo, porque tivemos uma atitude séria.
    Entramos muito fortes na partida, com Ruben e Moutinho a servir o tridente ofensivo que esteve imparável, sempre sob a batuta de Hulk.

    Este Leiria só havia sofrido 4 golos no campeonato, e isto ainda dá mais mérito ao nosso poderio ofensivo.

    Ruben fez um grande jogo. É este o Ruben que o nosso meio campo necessita. Mais agressivo que Belluschi, e com a mesma qualidade técnica. Só lhe falta arriscar mais no remate de longe, tal como fazia no Nacional.

    Moutinho esteve enorme, é um poço de energia, inteligente e astuto. Procura o golo e merece-o.

    Varela, Falcao e Hulk fizeram um jogo fantástico. Entendem-se bem, e Falcao e Hulk então, formam uma dupla que se complementa.

    O árbitro deixou em claro um penalti na primeira parte sobre Varela. Mas em lance semelhante na nossa área penalizou-nos com grande penalidade.

    Isto é um aviso! Iram tentar parar-nos de todas as formas. Mas nós este ano estamos fortes e maduros. Não iremos entrar numa de provocações de túneis.

    Fisicamente estamos bem, o que nos permite ritmar o jogo, ter a capacidade de controlo e domínio do mesmo.

    Abraço

    Paulo

    http://pronunciadodragao.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  19. Eu até achei que o Fucile esteve super-concentrado, contràriamente àquilo que o vi fazer em Guimarães.

    ResponderEliminar
  20. Jogo bonito, prático, eficaz, estético e de grande expressão colectiva.

    Um regalo para os olhos e um orgulho para adicionar à paixão clubista.

    Que seja para continuar.

    Nesta bela exibição, houve ainda alguns (poucos) que não conseguiram o brilhantismo dos colegas.

    Quero no entanto realçar a melhoria de Rúben Micael, demonstrando que na sua melhor forma será titular de pedra e cal.

    Moutinho, Falcao e Hulk, os grandes expoentes desta equipa.

    Gostei!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  21. Amigos e colegas, criamos um video que mostra mais uma das verdades do futebol português, e estamos a começar uma petição, para recebermos o Benfica no Dragão com flores e beijinhos.

    Gostávamos de contar com o vosso apoio para a divulgar.

    Porque acreditamos que se formos muitos, vamos conseguir envergonhar e colocar ao ridículos, todas as ultimas atitudes do Benfica...

    http://www.bestoffutebol.com/2010/10/autocarro-do-benfica.html

    ResponderEliminar
  22. Foi um jogo de encher o olho ... que prazer em assistir a um Porto destes, jogadores determinados, com entrega, raça, não dão um lanca como pordido, defendem e atacam todos, marcam golos fabulosos !!! qua podemos pedir mais, assim dá gosto ver futebol.

    Um abraço

    http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  23. Com muito pouco tempo para andar aqui nos Blogs e uma gripe que não me permitiu ir ao jogo, vi-o pela net, aos soluços, mas o suficiente para presenciar um belo recital na primeira parte e com pena de na segunda não termos triturado mais o adversário com golos falhados por alguma sofreguidão.
    Mas foi um belo espectáculo.
    Do árbitro ... já se sabe,mau, Fernando tem de ter mais calma na abordagem dos lances junto à área e eu não gosto nada de sofrer golos...
    Esperava um pouco mais do James mas acho que tem grande futuro e deve jogar um pouco mais.Há ali craque.
    Hulk, Falcao ... dupla de sonho.
    E depois, mudam-se jogadores - gerindo bem o plantel - e tudo carbura.

    ResponderEliminar
  24. Grande exibição da nossa equipa!

    Vitória importante!

    Venha a Académica!

    Força Grande Porto!

    ResponderEliminar
  25. Fraquinhos, macios, mesmo a jeito para ajudar na festa.
    Na 10ª jornada não será um Leiria amigo mas um Benfica campeão que vos visitará e a música será dançada de forma muito diferente.
    Mesmo assim parabéns pela expressiva e fácil vitória

    ResponderEliminar
  26. Com toda esta entrega da EQUIPA, nada teremos que temer, vamos continuar a ganhar trofeus.

    ResponderEliminar
  27. Lá diria o Tône que as facilidades são sempre relativas.
    Uns arranjam-nas dentro das quatro linhas outros em locais onde ao fundo parece ter luz.
    É apenas uma questão de 'expressividade'.

    Quanto à música nós cá estaremos para a tocar.
    A ver se, primeiro, o tal de campeão marca presença e , segundo, se consegue acompanhar tal ritmo.

    ResponderEliminar
  28. Águia Vermelha,

    Obrigado por nos presentear com a sua presença e contributo.
    Parabéns pela excelente vitória sobre um fortíssimo Portimonense, que mostrou ao longo dos 90 minutos bastante agressividade e sentido de baliza.

    Como é óbvio, essa vitória ficou-se a dever ás grandes exibições de Saviola, Aimar e Cesar Peixoto...já nós, tivemos a felicidade da defesa do Leiria não acertar nas marcações a um desinspirado Hulk, bem como o meio campo não conseguiu contrariar um meio campo azul pouco pressionante e sem qualquer magia. Enfim, tivemos sorte!

    Um abraço bastante desiludido com as prestações do meu Futebol Clube do Porto

    ResponderEliminar
  29. Viva !

    Mais uma Vitória mais uma Alegria.

    Por razões laborais apenas vi os últimos 30 minutos.

    Não posso julgar, mas ainda deu para ver que o Porto tem uma bela equipa. Embora a defesa pelo vi me parecesse um pouco com a cabeça no ar. Mas também é verdade que o resultado já estava feito. Por isso...

    E Viva o Porto !

    ResponderEliminar
  30. Tanto Porto!
    E no fim de contas,o que me alegra ainda mais é ver que as primeiras palavras do nosso treinador vão sempre no sentido de alertar para os relaxamentos e de manter a frieza!
    Outros,por esta hora e com esta série de vitórias,já tinham morrido de colapso cardíaco...

    ResponderEliminar
  31. Águia vermelha o benfica campeão que se refere será o mesmo da supertaça,de Gelsenkirchen(de onde será que eu conheço esta cidade?) e de Lyon?

    Se assim for não vejo em que é que o jogo da 10a jornada será mais dificil do que o do limianos para a taça por exemplo.

    As melhoras

    ResponderEliminar
  32. a ler
    http://souportistacomorgulho.blogspot.com/2010/10/alvaro-magalhaes-isto-e-verdade.html

    ResponderEliminar
  33. @ águia vermelha

    lá te esperarei, no covil do Dragão e sem "túneis" e outros quejandos. e se tu efectivamente compareceres. ou será que vais alinhar pelo diapasão do teu penhorado Presidente?

    já agora: que o teu Presidente penhorado não perca a «camionete», ok? que é como quem diz, que seja coerente com o que apregoa.

    já não há paciência para estes passarinhos...

    saudações PENTAcampeãs!

    Tomo I

    ResponderEliminar
  34. Em 15 jogos oficiais, o FC Porto venceu 14!
    Mas com certeza isso deve-se ao facto dos 14 adversarios derrotados pelo FCPorto serem "fraquinhos, macios, mesmo a jeito para ajudar na festa."
    passo a citar alguns nomes desta listagem: benfica, braga, besiktas na turquia, nacional da madeira, olhanense (que empatou em alvalade), genk (o lider da liga belga)...Tudo adversarios macios e fraquinhos mesmo para ajudar à festa!

    ResponderEliminar
  35. É um enorme prazer ver este Porto a jogar à bola!

    E seguimos Invictos até à reconquista do campeonato.

    O Porto precisa de nós, e Sábado estarei na cidade estudantil.

    COM O PORTO SEMPRE, PELO PORTO TUDO

    ResponderEliminar