15 abril, 2010

Fácil, em ritmo de treino, e até com golaços

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

assistência: --- espectadores.

árbitros: Hugo Miguel (Lisboa), Ricardo Santos e Hernâni Fernandes; 4º árbitro: Luís Estrela.

FC PORTO: Beto; Fucile, Maicon, Bruno Alves e Addy; Fernando, Belluschi, Valeri e Ruben Micael; Farías e Orlando Sá.
Substituições: Farías por Falcao (63m), Orlando Sá por Hulk (63m) e Fernando por Guarín (79m).
Não utilizados: Nuno, Alvaro Pereira, Nuno André Coelho e Tomás Costa.
Treinador: Jesualdo Ferreira.

RIO AVE: Carlos; Zé Gomes, André Vilas Boas, Fábio Faria e Sílvio; Wires, Ricardo Chaves e Adriano; Bruno Gama, Nélson Oliveira e Sidnei.
Substituições: Adriano por Tarantini (46m), Sidnei por Evandro (68m) e Ricardo Chaves por Tiago Terroso (84m).
Não utilizados: Mora, Gaspar, Bruno Fogaça e Chidi.
Treinador: Carlos Brito.

golos: Belluschi (20m), Guarín (79m), Ruben Micael (86m) e Falcao (92m).

disciplina: cartão amarelo para Fucile (52m).

A final da Taça de Portugal já se habituou a ter a presença do FC Porto. Esta será a terceira final consecutiva de Jesualdo Ferreira ao comando dos azuis e brancos, totalizando 27 finais dos Dragões.

O FC Porto fez um jogo tranquilo até porque trazia de Vila do Conde uma vantagem confortável de 1-3 na primeira mão das meias-finais, e esta noite sentenciou a eliminatória por 4-0, com grandes golos de Belluschi (20'), Guarín (78'), Rúben Micael (85') e Falcao (91').

Até aos vinte minutos de jogo da primeira parte, o encontro da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal esteve muito parado. Poucas oportunidades de golo e lances sem sentido. O Rio Ave, que nada tinha a perder, jogou de forma aberta e até chegou a criar perigo.

O golo chegou aos vinte minutos, de bola parada, por intermédio de Fernando Belluschi. O número 7 argentino colocou bem a bola, em arco, e o guarda-redes do Rio Ave Carlos ficou com os pés pregados no relvado. Foi o primeiro golo de Fernando Belluschi na Taça de Portugal e o segundo ao serviço do FC Porto.

Aos 32 minutos, André Vilas Boas derrubou Valeri na área e o árbitro Hugo Miguel assinalou grande penalidade a favor do FC Porto. O argentino Ernesto Farías foi o encarregado de marcar mas Carlos não o permitiu. O internacional angolano estirou-se para o lado direito e adivinhou, defendendo o remate de forma exemplar.

Depois de Farías ter falhado o penálti, o Rio Ave ficou com mais ânimo. Aos 37 minutos, Ricardo Chaves cabeceou à entrada da área, após cruzamento da esquerda, obrigando Beto a aplicar-se.

Se os primeiros vinte minutos da primeira parte estiveram mornos, os primeiros da segunda parte foram entediantes. Um Rio Ave conformado e um FC Porto descansado. O que valeu foi o golaço de Freddy Guarín para acordar os 12 mil adeptos presentes no Estádio do Dragão. A 30 metros da baliza de Carlos, o colombiano enviou um foguete sem hipótese para o guardião dos vila-condenses. Guarín saltou do banco na segunda parte e a primeira vez que tocou na bola, puxou a cultra e disparou. Foi o segundo golo do colombiano na prova.

Mas o FC Porto não arrumou a pistola. Sete minutos depois, de fora da área, Rúben Micael rematou com muita força, depois de um excelente passe de Belluschi, e a bola só parou porque encontrou as redes. O ex-Nacional da Madeira marcou o seu segundo golo na Taça de Portugal.

O inevitável Falcao, já depois dos 90 minutos, selou o marcador, com um cabeceamento ao segundo poste depois de um cruzamento da esquerda de Valeri.

Agora, na final da Taça de Portugal, marcada para 16 de Maio, os Dragões defrontarão o Desportivo das Chaves, num encontro inédito entre estas duas equipas. Os flavienses venceram na passada terça-feira a Naval 1.º de Maio por 1-2.

Ao que tudo indica, FC Porto não conseguirá o pentacampeanto e não marcará presença na próxima edição da Liga dos Campeões, por isso, verá na Taça de Portugal a redenção de toda esta época.

16 comentários:

  1. Boa vitória, a quinta seguida. Como podiamos pensar noutros voos se é a 1ª vez na época que fazemos tal série?
    Para mim é sempre uma grande festa ir ao Jamor. A única vez na época que estou tão perto de um estádio.
    Além do dia bem passado a comer e beber.

    ResponderEliminar
  2. 4 grandes golos e passagem carimbada para o Jamor!
    Depois da Supertaça, agora há que ganhar a 2ª competição este ano no estádio do Jamor!
    Numa época de crise, vencer duas taças não está mau...
    Não ficamos em 6º lugar...nao fomos eliminados na 1ª eliminatoria da Taça de Portugal...passamos a fase de grupos da Champions...sofremos uma goleada de um candidato à premier League...
    E falta Rodriguez e Varela...depois de ter faltado durante mais de 20 jogos Hulk...depois de ter faltado em varios jogos Fernando...
    Esta é uma época esquisita...para muitos jogadores deste plantel é a primeira vez que não ganham o campeonato...deve ser um sentimento estranho...
    É bom que já imediatamente se comece a pensar seriamente sobre o que fazer para a proxima época nas varias vertentes: plantel e equipa técnica...e como é óbvio vencer o maximo possivel no campeonato e acumular mais uma taça de Portugal!

    ResponderEliminar
  3. Mais uma vitória, mais uma entrada lenta com ascndente do adversário. Não havia necessidade da marcação da falta que dá o primeiro golo, porque não existiu, porque não fazia falta, porque ea muito melhor que não fosse marcada.
    Quatro grandes golos, 3 grandes pontapés e mais uma grande cabeçada de um grande jogador - tanta letra de slbs e acho que o jogador que tem mais mercado, assim quisesemos, era Falcão. O regresso de Fucile e do sossego e o regresso à liga contra o Guimarães deve ser bem mais complicado. GRANDE, GRANDE SÓ A CLAQUE SEMPRE DE PÉ NA TÁBUA. Saudações Portistas

    ResponderEliminar
  4. Boa noite, de facto a nossa claque é fantástica!!! Mas... não havia necessidade daqueles canticos finais a dar importancia a quem não a tem!
    O próprio energumeno comentador da TVI, aproveitou logo para dizer que o SLMERDA era mt grande pois estava sempre presente em tds os campos do pais.
    Quanto ao jogo, cumprimos os servicos minimos e até correu bem, hoje gostei do Samurai, o Ady tem muito que aprender (mt verdinho a defender).
    Agora venha a 16ª taça de Portugal.
    Saudações a todos

    ResponderEliminar
  5. Belos golos...
    Só vi a segunda parte na TV por questões profissionais.
    Tive pena que o André Coelho não tivesse jogado, o rapaz merecia um prémio por ter sido sacrificado no Arsenal - espero que ainda jogue esta época no seu lugar, Addy a rever.
    E uma estranha saída do profe a dizer - segundo entendi - pela enésima vez, que há jogadores que já estão a entender os "processos"!
    SE bem que nunca seja tarde para aprender ...Nesta altura apetece dizer que já pouco interesse tem.

    Palavras de Jesualdo:

    "Foi uma partida que deu para perceber que muitos jogadores cresceram. Estão mais seguros, mais serenos e conhecem melhor tudo aquilo que é o jogo do FC Porto."

    E agora lá se terá que ir aquele estádio sem condições!!!

    ResponderEliminar
  6. Os últimos 20 minutos foram muito bons, de tal modo que apetecia que o jogo (re)começasse ali. 4 lindos golos, um Ady que promete, Hulk fulgurante, Falcão a afirmar-se como um ponta-de-lança de categoria mundial. E lá vamos nós, mais uma vez, a Oeiras, aos confins da mourilândia, jogar num estádio decrépito para satisfazer os caprichos dos senhores apologistas da aviltante "tradição". Se a tradição mandasse para além de tudo o resto, então o "benfas" ainda jogava nas Amoreiras e o FC Porto no Campo da Rua da Rainha! Só de pensar que há estádios que custaram um fortuna (alguns deles pagos pelo erário público), com condições ímpares para um evento desta natureza, e obrigam atletas e adeptos a participar num espectáculo sujeito a precárias condições de segurança, num recinto caduco e sem a qualidade exigível (ou que deveria ser exigível pelos "maestros da orquestra").

    ResponderEliminar
  7. Acabou por ser um bom jogo, dando para ver alguns menos utilizados e sobretudo o Addy... como os golos foram a parte mais bonita, naturalmente. Importando agora que vamos à final, para conquistar mais uma Taça!
    Abraço
    Armando Pinto
    http://longara.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  8. a boa verdade é que o porto fez um jogo bem agradável, com os jogadores a sorrir outra vez (ao bruno parece que lhe tiraram uma tonelada de cima), e parece que no dragão tudo corre melhor... maravilhoso foram os cânticos dos super - parecia um estádio em inglaterra (não fosse o restante vazio de cadeiras...)
    bem, e o valeri? ninguém comenta?...

    ResponderEliminar
  9. Pouco mais de 12000 adeptos assistiram à passagem do mágico FC PORTO à final da taça de Portugal! Lá estarei pelo terceiro ano consecutivo, dia 16 de Maio contra o Chaves!! Um dia de festa...

    Os verdadeiros não falham, seja contra quem for, e esteja ou não a eliminatória resolvida! Houve alguém, hoje na Curva Sul, ao meu lado, que disse "habituem-se que para o ano vai ser sempre assim", referindo-se à assistência presente! Eu digo de caras, não me importava NADA! Quero lá os APAIXONADOS pelo GRANDE PORTO e não os adeptos das festas!

    Um jogo tranquilo, com grandes golos!!!


    Ouviram os F'sDP da TVI a criticar quando os SD começaram a cantar "slb slb FDP!"?? Um artista disse: "E agora, sem se peceber porquê, a claques dos Dragões lembrou-me do benfica!". O cabrão do Valdemar Duarte responde-lhe: "É um clube que mesmo não jogando, está presente em todos os estádios!"

    É por isso que eu canto, canto e continuarei a cantar!!! Não tenho problemas em mostrar o ÓDIO que lhes sinto!! E cada vez aumenta mais!

    Nao perceberam porque começamos a cantar?!?! Eu explico... é exactamente para cornos como este da TVI que canto bem alto essa música! Os cornos não gostaram da música e criticaram logo!

    EMBRULHEM!!!

    TETRAbraço

    ResponderEliminar
  10. Ora boas, sem dúvida uma boa goleada, mas foi preciso recorrer aos nossos avançados principais Hulk e Falcão, se não mesmo com 2 golos de vantagem a coisa podia se ter complicado, mas agora está feito já pertence ao passado, que venha o Chaves terra de benfiquistas eh...eh.. ainda vai dar mais pica lá jogar.

    ResponderEliminar
  11. Primeira-parte fraquinha, segunda-parte ia pelo mesmo caminho, mas...entraram os agitadores e tudo melhorou com um final de jogo empolgante. E como as últimas imagens é que contam...

    Pulguedo, aí vamos nós!!!

    ResponderEliminar
  12. Uma 1ª parte sonolenta com muito mau futebol e até ascendente do Rio Ave. Um grande golo de Bellushi numa falta mal assinalada. Um penalty falhado e outro sobre fucile) por assinalar. Uma 2ª parte bem melhor (últimos 25 minutos) muito por culpa de falcao e hulk, bem tb o bellushi e o micael tal como o beto...

    Grandes golos de guarin, falcao e micael.

    E lá vamos nós ao jamor ou a oeiras ou lá o q é...

    é a nossa 7ª final do século XXI e eu posso orgulhosamente dizer q estive lá em 5 dessas finais (contando já com esta a 16 de maio).

    ResponderEliminar
  13. Só consegui ver os últimos 20 minutos e fui muito a tempo :)

    ResponderEliminar
  14. gostava que dessem mais minutos ao Sérgio Oliveira até final do campeonato.

    Addy promete mas ainda é cedo para conclusões

    ResponderEliminar
  15. Jogo muito fraco que não abona nada os jogadores menos utilizados, dos quais se destacaram pela positiva Beto e Maicon.

    O jogo valeu pelos belos golos e os últimos minutos.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  16. Viva !

    Mais uma Vitória mais uma Alegria !

    Não vi o jogo .

    A presença da final da Taça de Portugal é importante. É uma competição cheia de história .

    E Viva o Porto !

    ResponderEliminar