22 abril, 2010

Obrigado Professor Jesualdo

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

Bem sei que a memória não é o forte do adepto de futebol. Como aqui já escrevi, não há vitória no passado que compense uma derrota no presente. Nós, portistas, bem o sabemos e, em grande parte, é essa a razão de sermos o que somos hoje: o clube com maior cultura de vitória do futebol português.

O que não podemos, nem devemos, ser é ingratos e injustos para quem serviu o nosso clube com brio, profissionalismo e dedicação.

Esta conversa vem a propósito do Prof. Jesualdo Ferreira.

Quer se queira, quer não, o Prof. foi um dos mais brilhantes treinadores que passou pelo nosso amado clube. Muitas vezes o critiquei violentamente, muitas vezes lhe chamei os piores nomes, muitas vezes coloquei em causa a sua competência. Fui injusto na esmagadora maioria dos casos e os resultados que alcançou obrigam-me a pedir-lhe desculpa.

Não me esqueço de algumas desgraças (jogos com o Arsenal, dois jogos com os milhafres ou um com o Sporting – na minha opinião, o mais lamentável de todos); de algumas insistências com jogadores nitidamente com falta de classe para jogar no Porto como é o caso notório do Mariano. Mas, isso são detalhes que não beliscam a prestação do grande professor.

O nosso ainda treinador fez um trabalho absolutamente brilhante. Para os mais esquecidos lembro que foi o único treinador portista a ganhar três campeonatos nacionais seguidos, um dos três treinadores que em Portugal pôde celebrar um tetra e foi responsável por brilhantes prestações na Liga dos Campeões - taças e tacinhas dou de barato.

Não fosse isto suficiente, mostrou dois atributos que, na minha opinião, distinguem um treinador vulgar de um grande treinador.

Em primeiro lugar, fez da maioria dos jogadores com que trabalhou melhores futebolistas – convinha lembrar quem de direito o que fez, por exemplo, Paulo Bento no Sporting neste campo. Não me posso esquecer do trabalho com jogadores como o Bruno Alves, Lizandro, Raul Meireles, Quaresma, Paulo Assunção, Fernando, Bosingwa e muitos outros. Esquecemo-nos muitas vezes que essa é uma tarefa fundamental dum treinador. Um jogo de futebol é em grande parte um conjunto de duelos individuais e mais que grandes esquemas tácticos é crucial que a maioria deles sejam ganhos.

Em segundo lugar, Jesualdo mostrou uma capacidade de reconstruir equipas muito acima da média. Não é qualquer técnico que perde sistematicamente os melhores activos do plantel e consegue encontrar sempre soluções para manter a equipa capaz de ganhar.

Posso culpar muita gente pela semi-desastrosa época que está prestes a terminar, mas não incluo nesse rol o nosso treinador. E apesar de convictamente achar que Jesualdo não deveria ter sido o responsável pela nossa equipa sénior este ano, não acredito que existisse um único treinador no mundo capaz de ter feito melhor: não se fazem omeletas sem ovos e por aqui me fico – por enquanto - quanto à análise do que correu mal.

Só que as coisas são como são e não como gostaríamos que fossem. Os treinadores têm os seus ciclos. A relação entre jogadores, adeptos, dirigentes e treinador vai-se desgastando. Aliás, Jesualdo Ferreira deve ser o treinador com mais longevidade no Porto e, como todos sabemos, não é tradição termos o mesmo técnico tanto tempo.

Mais, o nosso plantel precisa de ser renovado e é necessário que isto seja feito com, também, um novo treinador – chegará a hora de dar a minha humilde opinião.

No meu altar de grandes figuras que serviram com honra e mérito o nosso querido clube estará sempre o grande Jesualdo Ferreira. Muito obrigado, caro Professor. Até sempre.

19 comentários:

  1. «Posso culpar muita gente pela semi-desastrosa época que está prestes a terminar, mas não incluo nesse rol o nosso treinador.»

    Pois, não é ele que treina, não é ele que escolhe os modelos, os sistemas, os jogadores. Não é ele que dá a táctia, a palestra, faz as substituições...Claro que não é o único, mas é o principal e quanto ao plantel, um treinador que já ganhou 3 campeonatos, tem de ter moral para exigir e não comer tudo o que lhe colocam no prato, porque assim, não pode reclamar de nada.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. PML:

    Querer sacudir as responsabilidades do treinador no que de mal aconteceu esta época, não me parece bem.

    Jesualdo não é o único culpado mas é um dos principais.

    Estou-lhe agradecido pelo q nos ofereceu MAS não ignoro os disparates cometidos esta temporada.

    ResponderEliminar
  3. também estou grato ao Professor Jesualdo Ferreira pelos títulos conquistados - e não só.

    considero que o percurso intermitente desta época belisca o seu passado recente no clube. com esta época vieram ao de cima dois "defeitos" do Professor: (1) um deles é a sua teimosia e casmurrice - por exemplo, em apostar num único sistema táctico, sem adaptar o plantel que dispõe às qualidades individuais de cada jogador que o compõe - considero que o actual plantel foi talhado para um 442 e não para um 433 - e em fazer substituições persistentemente ao 60º minuto; o outro (2) é o querer "inventar" em jogos de capital importância - e exemplos não faltam, sendo o mais flagrante o de Londres com o Nuno André Coelho a trinco...

    em tudo o "resto" - que não é pouco - estou de acordo com o Pedro Marques Lopes, pelo que acredito que esta será a última época do Professor ao comando do leme do FCP.
    por causa daqueles "defeitos", lamento é que saia pela "porta pequena" e sem a "chama" que merecia a sua despedida. sempre foi um mal-amado pela esmagadora maioria dos associados, e incompreendido por estes - onde me incluo - nas opções que considerou serem as melhores em prol do plantel que geriu.
    assim sendo, não me esqueço que terá sido dos poucos - senão o único - a defender os interesses do Clube quando o "silêncio ensurdecedor" imperava no Dragão, devido ao castigo imposto ao nosso Presidente. graças às suas intervenções, o sentimento de revolta pelas "atribulações" truculentas nalguns túneis de alguns dos nossos estádios não passou impune e não foi sonegado pela nossa «gloriosa» Comunicação Social - como é seu apanágio.

    saudações PENTACAMPEÃS!

    ResponderEliminar
  4. Pedro gostei do seu post; se o Pedro sabe mais do que deixou dito, acho que foi uma análise boa; se, por outro lado, não tem, então não é uma análise; da mesma forma que os comentários são também o que sai cá de dentro e não análises! Vejamos:
    1.que dados temos sobre os jogadores? vimos os treinos?-não (muitos jogadores podem estar aptos no treino e chegar ao jogo e sucumbirem; ou pelo contrário podem no treino não dar indicações de disponibilidade) 2.soubemos de um caso de indisciplina. -quantos outros houve de que não soubemos? (desculpem-me, mas já vimos muitos casos em que os jogadores querem sair, ou ganhar mais que o colega, e fazem a vida negra aos treinadores...)3.o que pediu a sad ao treinador este ano, sabemos? - não. (para fora diz-se que era para ganhar tudo; mas foi isso que lhe pediram mesmo, ou aquela coisa de prémio até ao 3º lugar tinha água no bico?...)4. será que esta história dos castigos e dos túneis não tem a ver com o nosso presidente estar de alguma forma refém de alguém, após as escutas? (por muito que a gente goste dele, ou o admire, temos que considerar isso como possível)
    Enfim,e poderíamos continuar...
    Assim, sem os dados todos não devemos fazer análises, porque serão como o trabalho feito pelos clubes pequenos: - pouco rigorosos!

    ResponderEliminar
  5. Pois, opinião pessoal sem pinta de análise, de culpado nada tem.
    No máximo mais vítima do que réu.

    Defeitos?
    Sim terá.
    Talvez o principal é de ser tri campeão juntamente com a agravante de ter sido, por inúmeras e talvez demasiadas vezes, o porta voz do Clube.

    Teimoso nas suas tácticas?
    Apenas coerente com os seus princípios.
    Não estando em posição de discutir com muito conhecimento de causa o aspecto táctico tenho a ideia que os jogadores e os seus desempenhos sempre foram mais importantes que que as mesmas.
    E ninguém melhor que o próprio treinador para saber fazer as melhores ecolhas.

    No caso destas funcionam sempre de duas maneiras.
    Se resultam é um mestre da táctica.
    Se fracassam são apenas invenções.

    Mal amado pelos adeptos?
    Assim de cabeça não recordo nenhum que obtivesse a unanimidade.

    Isto sem sequer tocar nos inúmeros factores alheios que teimaram em enegrecer esta época.
    Desde lesões às toneladas até à pouca vergonha da decisão do sr. da cd da liga.

    Nota final.
    Não se estará a exagerar nas notícias da sua ´morte´?

    ResponderEliminar
  6. Não me sinto agradecido ao Prof Jesualdo Ferreira! Foi sempre um profissional sério que fez o seu melhor e foi pago para isso! Mas, muito sinceramente, desde que chegou que tive sempre a sensação que era possível fazer bem melhor com o material humano posto à sua disposição! Detesto as opções tácticas, detesto a forma como gosta de defender, detesto a pouca e tardia intervenção que tem nos jogos, detesto a não rotação dos jogadores, detesto a forma como sempre parece ter filhos e enteados, detesto mais uma série de coisas! Mas sobretudo, detesto o mau futebol que o Porto praticou na maioria dos jogos! Ganhou três campeonatos em que a oposição foi escassa e quando esta subou um pouco, perdeu claramente não só para o Benfica mas também para o Braga!
    Vou transcrever, a seguir, um texto que publiquei no relvado.com em Dezembro de 2008 que, ainda que datado em alguns pontos, mostra bem como a discordância é grande e antiga!

    Eu acuso Jesualdo Ferreira!
    Esta é a terceira época de Jesualdo Ferreira como treinador do FC Porto e a terceira em que vemos repetidos erros que custam muitos pontos ao grande clube da Invicta! Será que os relvas concordam comigo nas dez acusações que lhe faço ou conseguem defendê-lo dessas mesmas acusações?



    Acusações:

    1 - Incapacidade de motivar os jogadores e de os fazer entender que os jogos se ganham desde o primeiro minuto e não na segunda parte!

    2 - Falta de sentido de justiça necessário para comandar homens! Há jogadores que jogam sempre e outros que estão sempre para sair pouco importando as suas prestações

    3 - Má preparação dos jogos . Dá sempre a sensação que os adversários são mal estudados

    4 - Medroso ! Todos os jogos com adversários de melhor nível mostram um treinador cheio de medo e que transmite esse medo à equipa condicionando-a!

    5 - Más escolhas de jogadores para o 11 . Alguém consegue entender como entra Lucho, a jogar a passo, ou Pedro Emanuel num jogo onde o Porto tem de atacar?

    6 - Lentidão exasperante nas reacções no banco ! As substituições só acontecem tarde, muitas vezes tarde demais quando a equipa já perdeu a cabeça e a serenidade.

    7 - Má leitura do jogo a partir do banco . As alterações que vai introduzindo na equipa servem, geralmente, para a piorar!

    8 - Total incapacidade para apostar nos jovens "feitos em casa" ! Nem um foi lançado verdadeiramente nestas 3 épocas. Paulo Machado acaba de ser comprado pelo Saint-Étienne!

    9 - Dado a confusões com jogadores que "toma de ponta" . E o clube deixa sair futebolistas como Ibson, Cláudio Pitbull, João Paulo e outros para ir buscar desconhecidos cujo rendimento é uma incógnita.

    10 - Cobertura total a todas as negociatas com jogadores feitas por SAD / Empresários . Será que é isto que o mantém?

    Pessoalmente estou completamente farto deste Jesualdo Ferreira apesar de ter ganho dois campeonatos! O dia da sua saída será de festa por permitir ao meu FC Porto pensar mais alto! Que pensam os relvas ?


    dragao13, Segunda, 22 de Dezembro de 2008 às 12:09

    ResponderEliminar
  7. Discordo completamente da sua 'inocência' perante esta má época.
    Se consideras que teve mérito nos sucessos das épocas anteriores, também tem de ser responsabilizado por esta má época.
    E não se pode desculpabilizar-lo com argumentos tipo 'ele não escolhe os jogadores'. Se ele se manteve como técnico é porque foi conivente com essa política e a aceitou.

    Estou com alguma ansiedade em tomar conhecimento de qual será o próximo técnico.

    ResponderEliminar
  8. e espero que se confirme o Paulo Bento no PAOK o quanto antes...

    ResponderEliminar
  9. se for para dar lugar ao queixinhas Paulo Bento,

    Que fique o prof. Jesualdo!

    (pelo memos dá a cara, sem andar sempre a arranjar desculpas..)

    ResponderEliminar
  10. Como normalmente as ultimas impressões são as que ficam, os ultimos resultados em jogos importantes foram determinantes para se matar a imagem e trabalho deixado por Jesualdo Ferreira.

    Não correu nada bem esta época e os resultados estão à vista, perdemos contra adversários directos fora, saímos da liga dos campeões com uma pesada derrota que deixou marcas no nosso plantel, e deixamos cair alguns pontos contra adversários que perdiam contra tudo e contra todos.

    Estas são as acusações que faço, são factuais, porque do trabalho de Jesualdo não posso criticar, para mim o trabalho continuou a ser desenvolvido da mesma maneira todos os dias à procura de um FC Porto mais forte e não creio que alguma vez se tenha baixado os braços.

    Podemos acusar Jesualdo da época que estamos a realizar? Podemos, ele é o timoneiro da equipa, o Porta voz da mensagem e é ele que acarreta sempre com as consequências quando as coisas correm mal, é o elo mais fraco sempre foi e sempre será no futebol.

    Alguém que informe o dragao13 que Jesualdo está a fazer a sua 4ª época no Dragão, e não tem 2 mas 3 campeonatos conquistados, porque se for como ele diz estávamos perante um feito inédito um treinador ganhar 2 campeonatos num ano só, se calhar é o que muitos exigem do homem.

    Bem mas como tudo na vida eu também gosto de trocar de carro de 4 em 4 anos, arranjo sempre alguma desculpa para o fazer e o novo que vem esse sim é sempre um espetáculo daqui a 4 anos logo se verá qual vai ser a desculpa que eu apresento.

    ResponderEliminar
  11. Jesualdo, goste-se ou não, merece o nosso respeito.
    Se sai ou não iso é outra coisa para falar em finais de Maio.

    ResponderEliminar
  12. A ideia surgiu por acaso, e penso que era mais que merecido, um jogo de homenagem a um dos melhores guarda-redes de todos os tempos e uma figura emblemática do FCPorto, que jamais será esquecido por todos os portistas. Quem não tem saudades de vê-lo a defender?

    Esperamos uma forte adesão, principalmente de todos os portistas, pode ser que este desejo, consiga chegar aos ouvidos de alguém de dentro do clube.

    Link do Grupo: http://www.facebook.com/group.php?gid=115819928446494&ref=mf

    ResponderEliminar
  13. Viva !

    Desculpem a falta de acentos nao estou com o meu teclado usual.

    O Journal du Dimanche , de domingo passado dedicou duas paginas, uma Lucho outra a Lisandro . E claro que o nome do Porto é citado. E ainda ha palermas que pensam que o Porto nao é citado ou conhecido na imprensa estrangeira.

    Mas nao é bem isto que interessa : O Porto perdeu dois grandes jogadores : Lucho é atualmente , apesar de nao ter feitos todos os jogos, o melhor passador do campeonato Frances . Melhor ainda : A sua elegancia de jogo é salientada . E talvez graças a Lucho o Marselha ganhe um campeonato, apos tanto tempo.

    Lisandro aparece , e acho que tive razao quqndo fiz um textozinho sobre ele na altura , como um autentico goleador . Mesmo quqndo joga descaido marca.

    Assim : Nao é possivel fazer omoletes sem ovos .

    Para mim , Jesualdo tem um grande merito : Ganhou o campeonato dos campeonatos com 20 pontos de avanço, proibindo qualquer replica . Na altura em que o FC Porto andava em tribunais.

    E Viva o Porto !

    ResponderEliminar
  14. Jesualdo Ferreira, nunca foi o 'meu' treinador... mas por tudo e mais alguma coisa, terá sempre o meu (enorme) respeito... sempre!!!

    A culpa não é só dele, obviamente... mas também é!

    Mas penso acimo de tudo que o Antas já disse tudo, e logo no 1º parágrafo:

    "Como normalmente as ultimas impressões são as que ficam, os ultimos resultados em jogos importantes foram determinantes para se matar a imagem e trabalho deixado por Jesualdo Ferreira."

    Tá tudo dito...

    ResponderEliminar
  15. Claro que Jesualdo teve culpas mas não esteve sozinho. Contudo o seu mérito é incontestável e seria injusto, muito injusto, que não fosse reconhecido por todos nós, portistas. Quase todos os treinadores que passaram pelo nosso Clube, ficaram nas nossas recordações e Jesualdo não fugirá à regra. Assumo que, há meses, defendi a sua saída imediata tomando ele próprio a iniciativa. Hoje continuo a pensar que teria sido uma decisão correcta e, provavelmente, não estaríamos arredados da Champions (não vislumbro possibilidades de lá chegarmos). E a seguir? Tenho muito medo que nos saia em sorte um qualquer "Del Neri"!

    ResponderEliminar
  16. Resposta ao Antas!
    Sei muito bem que o Jesualdo Ferreira está na sua 4ª época no Dragão! E se tivesses lido o que escrevi com mais atenção, percebias que parte do meu post é a transcrição de um artigo que escrevi em Dezembro de 2008 (!) e daí o facto de falar em dois anos anteriores!

    ResponderEliminar
  17. Dragao13 tem razão ao ler rapidamente o que escreveu nem dei conta do meu erro, o que desde já peço desculpa.

    Mesmo assim tenho a dizer-lhe que agora ao ler com mais atenção reparei nesta pérola "Ganhou três campeonatos em que a oposição foi escassa e quando esta subou um pouco...", sabe que este argumento também pode ser utlizado ao contrário!

    Não vejo mal nenhum na não rotação dos jogadores, o que quero é um 11 rotinado e a jogar de olhos fechados, onde já aconteceu em muitos jogos.

    Modelo táctico e o sistema de jogo são o mais contemporâneo do Futebol Europeu , são os mesmos que o FC Porto se fartou de ganhar, Jesualdo trouxe equilíbrio necessário.

    Por mim a opinião mantém-se, só vai embora porque os resultados não foram os melhores e num clube como o FC Porto não ser campeão é uma carta de despedimento automática.

    O resto é conversa de jornal.

    ResponderEliminar
  18. Onde figura a palavra "utlizado" leia-se Utilizado, é o que dá escrever através do telemovel.

    Modernices.

    ResponderEliminar
  19. Nova resposta ao Antas!
    Estamos em profundo desacordo em relação aos métodos e méritos de Jesualdo Ferreira!
    As minhas idéias estão, de alguma forma, resumidas no tal artigo que poderia ser actualizado|
    Em relação à rotação de jogadores dois pormenores, deixando claro que é bom ter um onze rotinado:
    1 - Nenhuma equipa consegue fazer uma época com onze jogadores! Se os que não são titulares entrarem algumas vezes, no meio dos tais titulares vão sentir-se mais motivados, mais à vontade quando forem chamados por castigos ou lesões e vai-se aumentar a competitividade entre o plantel! Era o que fazia Mourinho com os resultados conhecidos!
    2 - É bom ter um sistema de jogo! Sobretudo se for um bom sistema ao contrário do que o que o Porto de Jesualdo utiliza! Mas é preciso ter e treinar alternativas porque nada sai se não tiver sido treinado bastante previamente! E é esse, como sabemos, mais um dos problemas que o actual treinador nunca entendeu!
    De resto, só espero que o substituto de Jesualdo não seja Paulo Bento!
    Cumprimentos!

    ResponderEliminar