23 abril, 2010

Um azul nublado...

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

Um campeonato, uma miragem,
Um lugar aborrecido.
As quinas rumam a nova paragem,
A um sítio desconhecido!

Em tempos de Naufrágio,
Também se deixou escapar o ouro,
A um arsenal, que não é plágio,
A bandidos acima do Douro!

Tropas ficaram esgotadas
Por tantas e tamanhas lesões,
Mas doeram mais as palavras
De “disciplinares” provocações!

Desesperantes e com tais decisões,
Depressa querem ir para o Marquês,
Injustiçado com as aberrações,
O novo Hulk, passa e faz golo outra vez!

Envergonhados e sem coragem
Uns saíram por porta desavença.
Outros ainda prestam vassalagem,
Pois não é definitiva a sentença!

Mesmo em época de desgraça
Ganhamos um novo matador.
E ainda podemos trazer uma taça,
De um “recinto” chamado Jamor!

Outros títulos chegam atrasados,
Em timmings incendiários.
Mas regulamentos serão alterados
Em prol dos mesmos Diabos!

Assim se enganam os tolos
E se fazem felizes toupeiras.
“Dragão abre de novo os olhos
Conquista de novo as plateias!”


Resta à Calçada, agora, esperar
Que a tradição, ainda, se mantenha.
Depois do jejum, de um ano, aguentar
Novo ciclo, nova façanha!

Abraço e fiquem por aí... que eu fico!

14 comentários:

  1. Sublime, venias e aplausos..este homem é um SENHOR!!!

    ResponderEliminar
  2. João está perfeito.

    Junto-me ao Bruno Rocha nas vénias e nos aplausos.

    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  3. Este é um dos posts que não me atrevo a comentar...por manifesta incapaciadade de fazer um comentáro à altura.

    Um abraço

    Ah, ainda apanhei com a baba do Bruno!

    ResponderEliminar
  4. Sublime!!!

    Propõe-se, com a proximidade de celebração do 25.04.74, que se leia/ trauteie tal prosa ao ritmo do 'venham mais cinco' do grande Zeca.

    ResponderEliminar
  5. Brutal! Parabéns ao nosso Poeta!

    ResponderEliminar
  6. nobre, excelso, majestoso, poderoso.

    tudo adjectivos que ficam aquém do resultado final alcançado, pelo que
    faço minhas as palavras do "dragão vila pouca".

    saudações PENTACAMPEÃS!

    ResponderEliminar
  7. artigo 5º do Estatuto e Transferência de Jogadores da FPF

    III. INSCRIÇÃO DE JOGADORES

    Artigo 5º Inscrição

    3. Os jogadores podem ser inscritos por um máximo de três clubes durante o período compreendido entre 1 de Julho e 30 de Junho do ano seguinte. Durante este período, o jogador só é qualificável para participar em Jogos Oficiais por dois clubes.»


    - O último jogo de Alan Kardec pelo Vasco da Gama foi no dia 29-08-2009;
    - Alan Kardec fez o seu último jogo pelo Internacional a 01-11-2009;
    - Alan Kardec jogou o seu primeiro jogo pelo Benfica no dia 24-01-2010.

    A legislação nacional apenas diz que "Os jogadores podem ser inscritos por um máximo de três clubes durante o período compreendido entre 1 de Julho e 30 de Junho do ano seguinte."

    A interpretação literal da lei é muito simples: Kardec jogou no período entre 1 Julho-09 e 30 Junho 2010 em 3 clubes (Vasco, Internacional e Benfica). Não é feita nenhuma referência a época desportiva ou ano civil.

    ResponderEliminar
  8. ahahhaha.. essa do Kardec até tinha muita piada!!

    ResponderEliminar
  9. Pois tinha...mas como o título está reservado para o actual líder do campeonato...
    Será que desta vez o Sr. Rui Santos se vai revoltar contra esta pouca vergonha? Como no caso do Meyong (foi ele que levantou a questão) ou como no caso das novas tecnologias no futebol? Ou então, gritar alto: "mas que raio de democracia é esta?!?!"

    ResponderEliminar
  10. Disseram-me que um jogador pode jogar por 3 clubes, desde que um desses clubes seja de uma confederação diferente... se é ou não, não sei!

    ResponderEliminar
  11. Nuno Sousa

    O que o regulamento da FPF diz é que não pode jogar nakele período de tempo por 3 clubes diferentes...não fala em confederações, épocas desportivas nem em anos civis...
    Isto que refere, é algo derivado da interpretação da regulamentação da FIFA, e não da FPF...porque agora interessa fazer a transposição para a lei internacional, quando a nacional é clara e prejudica claramente o clube que não interessa prejudicar...
    Claro que isso não vai ser debatido nos meios de comunicação social, e obviamente que se irá encontrar um interpretação qualquer da lei internacional que se sobrepôe à nacional para comprovar a legalidade da utilização do dito jogador...
    Só gostava era de saber se no caso do Meyong também se recorreu à lei internacional, ou se isto só acontece quanto interessa!
    Tal como as suspensões de Hulk e Sapunaru, as famosas multas da CD da Liga que ninguém percebe...este deve ser apenas mais um pormenor jurídico sem importância nenhuma...

    ResponderEliminar
  12. Parabéns João Rocha!

    Depois de tantos elogios, e que bem os mereces, eu só te posso dar mesmo os parabéns!

    BIBÓ PORTO

    ResponderEliminar
  13. JOão, nada mais que, clap, clap, clap, clap, clap, clap...

    ResponderEliminar