12 setembro, 2010

A alma do Porto está de volta!

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

assistência: 47.617 espectadores.

árbitros: Pedro Proença (Lisboa), Tiago Trigo e André Campos; 4º Árbitro: Vasco Santos.

FC PORTO: Helton; Sapunaru, Rolando, Maicon e Alvaro; Fernando, Belluschi e João Moutinho; Hulk, Falcao e Varela.
Substituições: João Moutinho por Rúben Micael (66m), Falcao por Cristian Rodríguez (77m) e Varela por Souza (83m).
Não utilizados: Beto, Fucile, Walter e Otamendi.
Treinador: André Villas-Boas.

SC BRAGA: Felipe; Sílvio, Moisés, Rodriguez e Elderson; Alan, Leandro Salino, Vandinho «cap» e Paulo César; Luís Aguiar e Lima.
Substituições: Elderson por Miguel Garcia (65m), Lima por Matheus (67m) e Luís Aguiar e Hugo Viana (72m).
Não utilizados: Artur Moraes, Paulão, Andrés Madrid e Elton.
Treinador: Domingos Paciência.

Marcadores: Luís Aguiar (16m), Varela (33m), Lima (61m), Hulk (62m) e Varela (70m).

Disciplina: cartão amarelo a Fernando (15m), Rodriguez (36m), Paulo César (43m), João Moutinho (56m), Leandro Salino (72m), Belluschi (81m), Sapunaru (89m).

FC Porto venceu, este sábado, o Sporting de Braga por 3-2, onde ambas equipas proporcionaram um grande jogo de futebol, possivelmente o melhor desta época. Varela, destacou-se, bisando no encontro da quarta jornada da I Liga.

O Sporting de Braga apresentou-se no Estádio do Dragão com uma boa atitude, conseguindo anular a maior parte dos lances do ataque portista. Além disso, os contra-ataques dos minhotos deram muitas dores de cabeça ao sector defensivo da equipa da casa.

A equipa minhota foi compensada pela sua estratégia ao minuto 16 quando o uruguaio Luís Aguiar inaugurou o marcador na cobrança de um livre directo. O médio do Sporting de Braga “arrancou” a virgindade da baliza azul e branca na presente edição da I Liga.

Logo de seguida, Hulk enviou, também de bola parada, uma bola à barra.

Em desvantagem, os portistas arriscaram mais, colocando mais homens na frente, mas a notável defesa do Braga impediu-os de celebrar o golo do empate mais cedo.

“Água mole em pedra dura tanto bate até que fura”, foi isto que pensou o FC Porto quando marcou o seu golo. Com dificuldades em penetrar a defesa do Braga, Hulk descobriu o caminho para o golo e Silveste Varela, de cabeça, finalizou de forma exímia, ao minuto 32.

Na segunda parte, as duas equipas entraram mais cautelosas mas depois verificou-se que estavam apenas a estudar a atitude adversária.

O Sporting de Braga voltou a ficar em vantagem ao minuto 60 com um golo magistral de Lima a meio do meio-campo. O ex-Belenenses enviou um tiro a mais de 100km/h que só parou porque embateu contra as redes da baliza de Helton, que nada pôde fazer.

O FC Porto respondeu logo de imediato por intermédio de Hulk. O brasileiro carregou, uma vez mais a equipa às costas, juntamente com Falcao, e estabeleceu novamente o empate, após passe de calcanhar, dentro da grande área, de Alvaro Pereira.

Os mais de 47 mil espectadores no Estádio do Dragão continuavam a assistir, possivelmente, ao melhor jogo da I Liga 2010/2011 até à data. Varela colocou, pela primeira vez no encontro, os portistas em vantagem no marcador, ao minuto 69, após jogada de insistência pela esquerda e fechou o resultado em 3-2. À quarta jornada, o FC Porto ganha mais terreno na liderança somando 12 pontos, sem derrotas.

O invicto FC Porto concentrará forças esta semana, para a Liga Europa, na recepção ao Rapid Viena, que se disputará na quinta-feira, pelas 20:05.

DECLARAÇÕES NO FINAL DA PARTIDA

André Villas-Boas: «O mais importante foi termos sido capazes de demonstrar equilíbrio e controlo emocional. Se o tivéssemos perdido, entraríamos num jogo que não é o nosso, num jogo de transição, de ganho e perda de bola. Se assim fosse, não teríamos ganho. Na forma como abordamos as partidas, a pausa é tão importante como a pressa. Só esse grande rigor mental nos permitiu ganhar este jogo. Nunca perdemos o controlo emocional. Defrontámos um Braga extremamente motivado, mas também com grande organização, especialmente em termos defensivos. O Braga pune o erro do adversário como ninguém, é capaz de matar qualquer equipa em transição. Foi um jogo de grande exigência mental. Depois do golo do Braga, se não tivéssemos sido rigorosos e tivéssemos ido de encontro ao que o público pedia em termos de pressa, seríamos rapidamente punidos com o 2-0. É preciso ter algum cuidado com a nossa situação no campeonato. Está a ser um início completamente anormal. Os nossos adversários mais directos foram extremamente penalizados, mas há equipas em ascensão e ninguém nos diz que o Guimarães não pode fazer o mesmo que o Braga fez no ano passado. Neste momento, qualquer ponto reduzido em relação ao FC Porto pode ser um grande balão de oxigénio para os outros. Temos de nos manter lúcidos e continuar a ganhar. Temos deslocações importantes e difíceis fora, por isso é importante continuar a manter a regularidade exibicional.»

Hulk: «Foi um grande jogo. Parabéns ao Braga, mas ainda mais parabéns ao FC Porto e a toda a sua estrutura técnica e directiva. Trabalhámos muito para conseguir estes três pontos. Os adeptos também foram muito importantes. Começámos bem o campeonato e estamos concentrados em atingir o nosso objectivo, mas só pensamos em nós. O FC Porto pensa em ser campeão».

33 comentários:

  1. Um infame blog vermelho e anti-portista tem vindo desde ontem a incitar a actos de violência contra nós bem como a oferecer dinheiro para quem comprovadamente agredir o Olegário Benquerença, para eles provavelmente o grande culpado da época miseravel que os meninos estão a fazer! Aqui está uma boa oportunidade de denunciar a escumalha que escreve naquele blog nojento, uma vez que isto é uma incitação ao ódio e violência, o que é proibido pelas regras do Blogger. Ajudem a denunciar esta situação. Vão a http://www.google.com/support/blogger/bin/request.py?page=main_tos e denunciem o blog em questão: http://oantitripa.blogspot.com/

    Cumprimentos
    João Barbosa

    ResponderEliminar
  2. Em primeiro lugar, GRANDE, GRANDE JOGO! Fantástico jogo, como há muito não se via. Um hino ao futebol! Uma verdadeira noite de gala no Dragão! Em segundo lugar, enorme Hulk, sobre o qual não receio dizer ser já um dos melhores jogadores do mundo. Alguém duvida?
    Estiveram em confronto as duas MELHORES EQUIPAS DA LIGA. Alguém contesta esta evidência? Estiveram frente a frente os dois MELHORES TREINADORES EM PORTUGAL? Alguém encontra outro melhor?
    O FC Porto já é uma grande equipa e ainda tem uma enorme margem de progressão com um treinador que sabe (muito bem) o que está a fazer. Alguém tem dúvidas disto?
    O Braga é outra grande equipa. Muito organizada, com bons protagonistas e excelentemente orientada. É sério candidato ao título. Alguém duvida?
    Excelentes desempenhos, para além de Hulk, de Falcão (depois de percorrer 27.000 km de avião e não só, é obra o que ele fez calcorreando, em campo, quase uma dezena de quilómetros – é um grande jogador de equipa), Fernando, Varela, Álvaro Pereira, Beluschi e… Maicon. Excepcionais intérpretes (alguém tem dúvidas?) de uma grande equipa que, repito, ainda está em construção.
    Por último: viram o que Souza, nos poucos minutos que jogou, fez em campo? Já o disse e volto a referir: temos ali um jogador que nos vai dar grandes alegrias.

    Já agora, para o Sr. Vieira Pozinhos: NÃO BRINQUEM COM O FC PORTO.

    ResponderEliminar
  3. Boa Dragão Azul Forte.

    Só foi pena a declaração final do Domingos... Parecia um benfas, só que em vez de culpar o Olegário, culpou 2 jogadores da equipa dele !!!!!! Contou que merecia ganhar !!!!! ás vezes não há "paciencia"

    ResponderEliminar
  4. Foi um grande jogo, com todos magníficos - acho que ninguém jogou mal - com um Hulk imenso, e sem casos. E, como disse o cenourinha com um tremendo domínio da ansiedade por parte do fcporto.
    Quanto ao Souza, como diz o dragão Azul forte é impressionante; é um menino cheio de talento. De resto, de parte a parte, grandes treinadores portugueses e grandes jogadores sul-americanos, bem temperados com alguma alma lusa...grande Varela, grande Palito, grande Luis Aguiar, grande golo do Lima...muito bom! E, estamos na frente e ninguém pode dizer que foi por sermos levados ao colinho. Trigo limpo, farinha amparo. Nos dois jogos mais difíceis Supertaça e hoje, incrivelmente à altura!

    ResponderEliminar
  5. Aguenta Coraçãoooo aguenta....

    Aguentar o dia todo pelo resultado da colocação na Faculdade,assistir um jogo destes e ainda estar aqui para contar a história é um sinal que o meu coração,por mais que pule nestes momentos está aqui para curvas,carago.Ainda bem!

    Um verdadeiro jogo de futebol,a um nível muito raro nesta liga de merda.

    Ponham os olhos nestas duas equipas!!

    Obrigada por mais uma noite fantástica,uma noite à Porto!
    Alma até almeida!

    Foi mais um grande teste com boa nota,no entanto,digo e volto a dizer,pés bem assentes no chão e cabeça fria!

    À RECONQUISTA DRAGÃO!

    (só não percebi a cena do Domingos,mas tass...)

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. E sim,o Souza cada vez mais se afigura como uma bela surpresa =)

    ResponderEliminar
  8. Um espetáculo de jogo! Pura emoção do início ao fim, excluíndo talvez os primeiros 15 minutos, de jogo adormecido. Ainda mais emocionante foi o ambiente no estádio e poder gozar a vitória com dois adeptos do Braga que nos acompanharam.

    Explosivo Hulk, não me lembro dum jogo como este, em que praticamente não perdeu bolas e esteve simplesmente imparável. Fantástico Falcao, que para quem estava morto esteve incansável. Incrível Belluschi, que parecia sempre saber onde a bola ia cair para a recuperar e impedir os contra-ataques do Braga. Seguro Maicon, que apesar do início atribulado de campeonato, mostra a Otamendi que tem um oponente difícil pela frente.

    ResponderEliminar
  9. AVB realça a serenidade e a frieza e muito bem.
    Se este jogo era,antes de começar,muito complicado,com o seu desenrolar e com a desvantagem a imperar por duas vezes tornou-se ainda mais!
    E que bem que a equipa respondeu...

    ResponderEliminar
  10. Orgulho Azul e Branco: foste colocada na Faculdade? Espero bem que sim. É entrada? Se sim, boa sorte CALOIRA!

    De facto, se aí conseguiste uma vitória (grande, está claro), que linda vitória do nosso FCP testemunhaste! Colossal, admirável!

    O meu cordial e Azul Forte cumprimento, oh CALOIRA (??) ou PROFESSORA (??).

    ResponderEliminar
  11. Jogo fantástico, já á muito tempo não via um jogo assim!;)
    Agora, só quero ganhar o campeonato!;)

    BIBÓ PORTO

    ResponderEliminar
  12. Hulk está mais jogador: defende , joga mais para a equipa e já sabe jogar de cabeça levantada , algo que o Jesualdo se esqueceu de ensinar, assim sendo, temos de dizer que este Porto começa a depender e muito deste Hulk - o Altrúista!

    ResponderEliminar
  13. De um Braguista que acabou de chegar a casa; nem sei que diga; ambiente fantástico, golos, e um resultado amargo... Mas não estou triste. Correram, jogaram, marcaram, impuseram respeito ao Porto. Este Domingos surpreende-me todos os dias; e não digam mal do rapaz... Uma escorregadela e uma aselhice deram os golos da vossa vantagem. Poucas equipas que vão ao Dragão abrem o peito às balas; um Braga mais feliz e ficava-se pelo empate que era o resultado justo.
    Hulk desequilibrou e disfarçou falhas do vosso jogo colectivo. Enfim, antes tripeiros que lampiões... Mas estou a ficar preocupado com os Espanhóis. É preciso tratar deles quanto antes... Para não ganharem embalagem...
    Saudações.

    ResponderEliminar
  14. Dragão Azul Forte:

    fui sim =)

    Faculdade de Letras do Porto(cuja cor é o azul só por acaso) Ciências da Comunicação :))

    Obrigada!

    ResponderEliminar
  15. Grande enchente - 47.617 espectadores, 2.500 vindos de Braga -, grande ambiente, grande espectáculo, duas grandes equipa e um Porto à Porto, principalmente na segunda-parte.

    Na primeira-parte vimos um Dragão que não entrou bem, que esteve lento, pouco pressionante, desinspirado, até nervoso e que foi incapaz de perceber como devia enfrentar uma equipa compacta, organizada, que defende bem e com muitos, um Dragão que apenas reagiu depois de sofrer um golo, que se calhar não merecia - A equipa de Domingos estava bem, controlava, mas não criava perigo. A perder o conjunto portista soltou-se, passou a jogar melhor, mais rápido, com mais gente a aparecer na frente e chegou ao empate, justo, depois de uma grande jogada de Hulk, concluída por S.Varela, que se limitou a empurrar.
    Nada mais digno de registo se passou na etapa inicial...

    Na segunda-parte tudo foi diferente. O F.C.Porto entrou forte, esclarecido, dominador, a jogar bem, encostou o Braga lá atrás, criou um e outro lance de golo e quando se esperava o golo portista, contra a corrente do jogo, no único remate que a equipa de Domingos fez à baliza, Lima - parece talhado para marcar ao F.C.Porto...- colocou os bracarenses em vantagem. Mesmo sendo esse um dos encantos do futebol, foi injusto, muito injusto para o conjunto de Villas-Boas... Mas este é um Grande Dragão, um Dragão que tem crença, tem atitude, tem alma, força anímica, vontade de vencer, não se deixa abater, sabe reagir e mesmo que tivesse beneficiado de ter conseguido logo de seguida o golo do empate, com tudo o que isso significou em suporte psicológico, não se conformou, não abrandou e conseguiu chegar à vantagem e à vitória. Uma vitória cristalina, justa e indiscutível, frente a um bom adversário, sem dúvida, mas que hoje mereceu perder, ao contrário da ideia que tentou passar o treinador bracarense. Utilizando argumentos de sorte para a frente e ressaltos para trás, chegando a dizer que a vitória caiu para o lado do F.C.Porto, mas podia ter caído para o lado do Braga, Domingos Paciência não deve ter visto bem o jogo. O Conjunto azul e branco fez quatro remates?! e quantos fez o Braga, Domingos?

    Resumindo: quando digo que o Grande Dragão está de volta, não é porque a exibição fosse de uma exuberância que me tenha enchido completamente as medidas. Não, estivemos pouco inspirados na primeira-parte - até ao empate - e muito bem na segunda. O que me deixa feliz e tranquilo, é aquilo que a equipa portista - treinador incluído - mostra, noutra componente, naquilo em que o F.C.Porto sempre foi forte e que na temporada anterior só aparecia de vez em quando, nos jogos em que se faziam apelos ao brio e ao carácter do grupo. Como referi anteriormente e que resumidamente, repito, a atitude, vontade de vencer, um enorme espírito de grupo, junto a princípios de jogo bem definidos, são a imagem de marca deste F.C.Porto e isso também tem a ver com o líder da equipa técnica.

    Hulk fantástico, mas a equipa, a equipa é que está forte.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  16. Uma ode futebolistica de parte a parte!!!Um jogo de nivel tecnico/tactico acima da media, diria ate bem mais vibrante e espetacular que alguns que se verao na CL. Ao golo de Luís Aguiar, que foi como um soco, num jogo amarrado inicialmente, pos o Braga a jogar da forma como melhor contunde os seus rivais. A organização Azul e branca foi emergindo e apesar de se notar algum nervosinho em determinados lances, Hulk personalizava o crescendo, fazendo quanto a mim um dos melhores jogos com a camisola azul e branca desde que aterrou no Dragão. Corolario desse emergir o golo de Varela mais nao fez que conferir justiça ao resultado, minimizando os estragos provocados pelo rebentar daquele "missil" aos 16m, verdade seja dita, os Arsenalista marcaram num do raros remates a guarda de Helton, mas foram sempre codiciosos na procura pelo ultimo reduto azul e branco.
    Com 45m pela frente, o predestinado por golos ao conjunto azul e branco,(Lima), quase leva o Dragão ao diva de um qualquer psiquiatra, contudo o destino nao quis que passassem sequer da porta do consultorio. Falcao a quem os apaniguados comentadores TVI encomendavam a substituiçao desde o minuto 2 por estar morto pelos milhares de Km's feitos ao serviço da Columbia, mostrava que um jogador é muito mais que pernas, este tem asas e uma vontade ferrea de construir e ser parte de um todo, num lance que parecia condenado a perder na defensiva contraria poe Hulk na cara do Gr e este faz explodir o 2-2...Por esta altura já ninguem duvidava do partidazo e da competencia dos emblemas em campo.Varela havia de levar-nos ao rubro onde uma vez mais a acção preponderante tem Falcao como artificie maior do altruismo e da abnegaçao em prol de um conjunto.O braga nao baixou o s braços mas nesta fase e apesar das trocas posicionais nas substituiçoes de Domingos o Braga parecia desgastado fisicamente em face da grande intensidade de jogo e falho de ideias ao nivel de uma construçao de jogo continuada. Não havia agora tantos espaços para ser objectivo nas transiçoes e a contundencia do seu ataque era menos belica, pairava apenas a sensaçao de se nao arrancaria mais algum foguete capaz de estragar a festa uum DRagão que mostra revitalizar-se na comunhao entre equipa/futebol/adeptos.

    Notas finais: Arbitragem apesar de alguns erros circunstancias de apreciacao e criterio dubio em algumas faltas, cantos ou lancamentos, pareceu-me bem disciplinarmente, sobrando-me a duvida no lance entre Belluschi e Paulo Cesar ja junto ao fim da contenda.
    Hulk, o problema fisico de fim de jogo, deseja-se que nao seja impeditivo de mostrar nos relvados o fantastico momento que vive de Dragão ao peito.
    Walter é esta a nossa arma de banco para a frente de ataque???

    ResponderEliminar
  17. Bom dia,

    Ontem assistimos a um grande jogo de futebol, essencialmente na segunda parte.
    Um estádio praticamente cheio e entusiasta, foram os condimentos para muita emoção dentro e fora do campo.
    Na primeira parte, o Porto não conseguiu segurar as rédeas do jogo, muito por culpa de um Braga que entrou muito pressionante com as linhas bastante subidas, e Belluschi e Moutinho não conseguiam construir jogo. Domingos estudou bem o Porto e tentou travar os nossos pontos fortes ... mas o Incrível Hulk de ontem, nada há que o possa parar.
    O Braga chega à vantagem graças um grande golo de Luís Aguiar de livre.
    Na primeira parte vivemos muito graças às acções individuais dos nossos jogadores. Fernando esteve bem a sair a jogar e a criar desequilíbrios, mas foi Hulk que com uma jogada fantástica arranca deixando Elderson para trás e cruza para Varela empatar.
    Na segunda parte entramos mais controladores e dominadores, mas o Braga consegue fazer o 2 a 1 num excelente golo de Lima, que é uma espécie de caça dragões ... desde que chegou a Portugal marca que se farta sempre ao FC Porto.
    Mas eis que surge o Incrível Hulk em jogo, sempre a desiquilibrar até à exaustão os adversários e até ele próprio. Há um lance que ele e Sílvio depois de uma arrancada de Hulk ficam os dois agarrados às pernas. Alvaro vem da defesa ao ataque assistir Hulk para à bomba fazer o empate. Domingos não sabia como parar Hulk e coloca Miguel Garcia, mas foi Varela que após grande jogada de crer de Falcao, faz à bomba o 3 a 2 final.
    Até ao final de jogo assistimos ao espectáculo Hulk, que sai esgotado, aparentando mesmo lesão, mas entra de novo cheio de força para os minutos finais.
    Realce para as exibições de Hulk, Belluschi, Alvaro e Varela.
    Mas foram Varela e Hulk quem mais brilharam na noite de ontem.
    Resultado muito importante para consolidar a liderança e mentalmente para embutir espírito de conquista.
    Nota final para esta bola jabulani. Quem souber bater nesta menina ... vai ser muito feliz, com golos fantásticos cheio de velocidade e trajectórias indefensáveis para os guarda redes.

    Abraço

    Paulo

    pronunciadodragao.blogspot.com

    ResponderEliminar
  18. Grande jogo! Grande fim de semana! Perdem os lampiões, empatam os calimeros, nós derrotamos o Braga (não gostei da cara enjoada do Domingos quando o Vilas Boas o abraçou e depois as declarações à tv foram insípidas), e, assim, esta época, se não houver toupeiras noutros túneis, vai ser em grande!
    Para ajudar também vencemos no andebol.
    Só a Selecção de Hóquei em Patins deslustrou, numa autêntica tristeza. O que nem me espantou, vendo que a equipa super-campeã nacional só lá teve 3 hoquistas, enquanto outro(...) classificado em posições secundárias vai para dez anos teve mais entre os escolhidos...
    Mas o que me importa e que no futebol o Porto já vai distanciado na dianteira!!!

    http://longara.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  19. Meus Caros AMIGOS PORTISTAS:

    Ha muito muito tempo que eu não tinha o prazer de ver o DRAGAO assim. Quer nos adeptos a puxarem pela equipa quer na qualidade do futebol jogado quer na raça da equipa para dar a volta ao resultado. Não tenho muitas duvidas a afirmar que se fosse com o Prof. Jesualdo a equipa não tinha a capacidade mental e animica para ripostar conforme o fez por duas vezes saindo sempre por cima e assim sendo galvanizar os adeptos para o apoio incondicional ao nossso clube não só do coração mas do corpo todo. Ontem saí do estadio completamente afonico de tanto gritar pela equipa para defender o PORTO na muralha do COLECTIVO. FORÇA PORTO só UNIDOS podemos vencer. No começo do ano o Andre Villas Boas afirmou que queria ver os adeptos a sairem do estadio com o desejo de la voltar com orgulho na SUA equipa e meus caros é isso que está a acontecer. O adepto que paga o seu bilhete gosta de ver bom futebol gosta de ver empenho e raça e ao seu jeito deixa tudo para apoiar o seu clube por isso tambem adora quando é retribuido. Ver o jogador a puxar pelos adeptos e a pedir-lhes apoio é incentivo ver e assistir a um jogo destes é entusiasmente. Que assim continuem que nós tambem continuaremos.

    FORÇA PORTO UNIDOS VENCEREMOS

    ResponderEliminar
  20. Grande jogo, que 2 grandes equipas! As melhores sem dúvida no campeonato.

    Ah que dar o desconto ao Domingos, falou ainda com a emoção do jogo à flor da pele... Eu gosto do Homem e do treinador, e como dizia a quem estava por perto no final do jogo, o homem amanhã já falará de outra maneira.

    Lógico que a causa do Braga perder o jogo não se pode justificar com os erros próprios, o problema do Braga foi que o Porto nunca desistiu de vencer o jogo e construiu essa vitória, com muita vontade garra e querer. Venceu a equipa mais forte.

    Temos Porto, grande Porto!!

    ResponderEliminar
  21. Jogo emotivo, com belos golos e uma boa segunda parte do FCP.
    O Barga jogou bem mas não atacou e teve a felicidade de em dois tiros, dois melros...
    Continuamos no bom caminho.
    No entanto ainda há trabalho a fazer, sobretudo no meio campo, muito passe falhado e as bolas continuam a não chegar na área ao Falcao para ele finalizar.
    E alguma lentidão inicial...
    Temos gente de qualidade no meio campo mas ainda não estão no seu melhor ( Moutinho e sobretudo Micael).
    Mas vamos ganhando, na raça, com um belo ambiente e crença de jogadores, tecnicos e adeptos.
    Mais um bom jogo do Falcao e um Hulk diabólico, com Varela a dar mais um cheirinho do que pode fazer.
    Também gostei do Souza, tem pinta...
    Bem no apoio e menos bem nos fumos e nos objectos atirados ao redes do Braga,os Super. não havia necessidade e vão dar multa...
    E não lhes devemos (à Liga) dar azo a estas coisas...
    Agora, partir para o Rapid e depois continuar a boa senda no Nacional...

    ResponderEliminar
  22. Grande jogo de futebol numa brilhante vitória do FC Porto frente ao adversário português mais difícil que poderíamos defrontar nesta altura.

    Gostei imenso da atitude da equipa, do equilíbrio emocional depois de ter estado duas vezes em desvantagem, da criatividade do meio-campo e do tridente ofensivo, verdadeiramente "diabólico" no jogo de ontem!

    No entanto, há um jogador que merece uma nota individual destaque: HULK! Mas que grande jogo, melhora os aspectos menos bons a cada jogo que passa, até colectivamente está um jogador mais responsável… De resto, velocidade e explosão são características ímpares deste incrivel jogador brasileiro, que tem sido a figura do FC Porto 10-11!

    Para finalizar, um elogio especial a AVB. Muitas duvidas se suscitaram (e algumas delas legitimas) no inicio do percurso deste técnico, mas de dia para dia penso ser evidente estarmos perante alguém que, não sendo o salvador da pátria (até Jesus nem sp é o salvador da pátria!), é um homem que sabe muito bem o que pretende para este FC Porto.

    Este tem sido um FC Porto de equilíbrios, emocionais, tácticos e estratégicos! Sem muito rasgo, mas com a explosão e magia de 3 jogadores verdadeiramente acima da média (3 que arrumam qq outro do campeonato português!): Hulk, Falcão e Álvaro Pereira! Acho que temos mesmo FC Porto!!!!

    PS’: Num comentário acima, vi que se fosse com Jesualdo não teríamos capacidade de virar o resultado. Não sei se teríamos ou não, com Jesualdo também fizemos grandes jogos e algumas remontadas, apesar de alguns desgostos com o Professor. Mas com todo o respeito, não me parece ser muito justo estar agora a fazer comparações entre AVB e Jesualdo. Com Jesualdo vencemos muita coisa, com AVB se Deus quiser também o iremos fazer. São dois estilos diferentes, personalidades distintas e até atitudes tácticas e estratégicas nada semelhantes, mas são ambos treinadores a que dentro de alguns anos, estaremos a recordar com muita saudade (pq sinceramente não acredito que aguentemos AVB por muitos anos!).

    PS’’: E vão 17 vitórias consecutivas, contando com a época passada… Esta, em termos oficiais, ainda não sentimos qualquer outro sabor que não a vitória… Nem com o “Deus do futebol moderno” no comando técnico conseguimos melhor desempenho… Dá que pensar...

    ResponderEliminar
  23. Deixem-se lá de comparações RIDICULAS entre o Jesualdo e o AVB...

    Quem nos dera que o AVB venha a ganhar no FCP o que o Jesualdo cá ganhou...

    Se fosse assim tão linear, o FCP (de Jesualdo) o ano passado deu 5-1 a este Braga, deste Domingos...

    NÃO SEJAM INGRATOS !!
    ... Nem LANCEM FOGUETES ANTES DA FESTA.

    ResponderEliminar
  24. As duas melhores equipas do Campeonato, a proporcionarem uma excelente noite de futebol, cheia de emoções fortes, no Palco das emoções! Nas imediações do Estádio já se viam vários adeptos, já que houve partida de andebol no Dragão Caixa, em que o FCPorto venceu o Madeira SAD por 31-24.

    Um estádio praticamente cheio, com cerca de 2500 adeptos da equipa visitante. A principal dúvida para o 11 do FCPorto, era se ia jogar Sapunaru ou Fucile, no qual o treinador optou pelo romeno... e nota para a mudança de visual do Álvaro Pereira, primeiro muda o nome para Palito e agora o penteado, eu se fosse o AVB, não permitia tal coisa :-)

    A 1ª parte não foi muito bem conseguida, um pouco tremida e aquele golo nos minutos iniciais não veio a ajudar nada, mas mesmo assim, a equipa azul e branca demonstrou uma grande alma e conseguiu fazer o 1º golo ainda na 1ª parte, numa boa jogada individual de Hulk que Varela concretizou da melhor maneira.

    O 2º tempo foi praticamente dominado pela nossa equipa, só que o futebol é feito também de injustiças e num belo remate de Lima, faz o 1-2 para os bracarenses e voltam a colocar a equipa do Minho em vantagem.
    Mais uma vez, a nossa equipa conseguiu responder rapidamente a essa adversidade e momentos depois, voltou a empatar, por intermédio do Incrível Hulk!

    Pouco depois, Varela põe em delirio todos os adeptos presentes no Estádio, fazendo o 3-2 que se manteu até ao final da partida. Uma vitória bastante saborosa e preciosa, já que ganhámos a um adversário directo e deixámos os nossos rivais mais distanciados.

    Provámos hoje novamente, que temos um excelente banco, algo que não tinhamos no ano passado, ter no banco jogadores como o Souza que hoje voltou a fazer um jogaço, Ruben Micael, Fucile, etc... sem dúvida uma mais valia!

    Agora segue-se o Rapid Viena, já esta 5ª feira, ás 20h05. Na próxima jornada do Campeonato, o FCPorto vai à Madeira defrontar o Nacional, jogo que está agendado para 2ª feira.

    ResponderEliminar
  25. Foi sem dúvida um jogo muito emotivo e intenso, onde não faltou o entusiasmo civilizado dos apoiantes de ambas as equipas, com os bracarenses a deslocarem ao Dragão cerca de 3.000 adeptos, que ajudaram a colorir o ambiente frenético, digno das noites futebolísticas do mais alto nível.

    O jogo começou muito táctico pelos receios evidentes de ambas as turmas.

    Depois que o resultado começou a funcionar, de bola parada, pois então, o futebol, principalmente o dos Dragões, começou a desbloquear e o jogo tornou-se intenso e emocionante, com belos golos, belas jogadas, e um intérprete espectacular, o incrível Hulk. Jogou, correu, rematou, assistiu para golo,marcou e entusiasmou a plateia, até à exaustão. Que mais pedir.

    Está de parabéns também André Villas-Boas, que passou incólume esta prova de fogo, sem se deixar deslumbrar, conforme demonstram as suas sensatas palavras na conferência de imprensa.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  26. Grande jogo com uma segunda parte espectacular com intensidade de Champions e golos de levantar o estádio.

    O Porto começou lento com pouca pressão (o que tem sido comum em todos os jogos excepto Supertaça) e a perder bolas no meio campo e numa dessas perdas, o Braga aproveita para fugir e Fernando comete uma falta perigosa que dá livre e grande golo para Luis Aguiar.

    Tentou o porto responder mas o Braga com excelente organização tentava não deixar jogar até que o "Incrível" fez das suas e ofereceu o golo a Varela. Pouco mais houve de registo até ao fim da primeira parte embora o jogo fosse de enorme intensidade e muita luta se bem que as linhas do Porto se apresentassem bastantes afastadas e o meio campo com dificuldades com Moutinho muito mal.

    Na 2ª parte o Porto entrou bem mais pressionante e subido e encostou o Braga atrás mas, contra a corrente do jogo, e aproveitando o espaço concedido pelo meio campoonde Moutinho continuava fora de jogo, o Braga faz um grande golo por Lima. Reagiu o Porto com Hulk a empatar logo de seguida muito bem assistido por Falcao (jogador fantástico) e a colocar-se na frente com um grande golo de Varela depois de mais uma acção enorme de Falcao.

    A partir daqui, não gostei do treinador. Parecia o Jesualdo. Tira falcao e mete Rodriguez e o Porto não mais segurou a bola no ataque e pouco depois sai o Varela para a entrada do Sousa. Com Hulk extremamente desgastado (que grande partida!) a equipa não conseguia ir ao ataque e foi só defender embora o Braga não tenha criado perigo.

    Nota: Gostei do jogo, grande ritmo e grande intensidade, com o treinador a alterar a equipa para a tornar mais pressionante e bem na entrada de Ruben para o lugar de Moutinho muito fraquinho que tarda em justificar a sua contratação. Não gostei NADA do treinador que, nitidamente, fez alterações para defender o resultado obrigando ao recuo da equipa quando se apanhou a ganhar numa altura em que o Braga já não acreditava.

    ResponderEliminar
  27. Apenas mais uma coisa:
    É triste haver no nosso estádio uma meia dúzia e vândalos que não se sabe comportar e que faz o clube pagar multas chorudas à Liga. Atirar bolas de golfe (ou lá o que eram) ao guarda-redes adversário para além de perigoso é estúpido e só serva para o clube pagar multas. O clube devia fazer com que estes "palermas" pagassem as multas.

    ResponderEliminar
  28. Viva !

    Mais uma Vitória mais uma Alegria.

    Como foi escrito mais acima, também penso que este jogo nada fica a dever a partidas da Liga dos Campeões.

    Penso que o aspecto mais positivo foi a capacidade do Porto em dar, por duas vezes, a volta ao resultado. Dizem-me, e é verdade que o Porto teve sorte ( quando o defesa do Braga escorrega), mas também não deixa de ser verdade que a sorte se conquista.

    Fiquei admirado com o futebol do Braga. Que bela equipa ! E que grande golo indefensável.

    Não admira que o "bate papo" de "ma chaine sport" tivesse enchido com perguntas : se o Braga tinha possibilidades de ir longe na Liga dos Campeões.

    A vitória do Porto é indiscutível. Soube aproveitar os pontos fracos do adversário, os defesas laterais do Braga.

    Penso que o Porto mostrou mais colectivo que nos jogos anteriores. E isso é bom.

    De notar que quando sai Falcão, a equipa recua. O que mostra a falta que este faz. Não só sabe marcar golos como também sabe criar espaços sem bola.

    Hulk ( tal como Varela )está em forma. E tanto melhor. Já o vi defender.

    Mas também é preciso pensar que um colectivo não é só um jogador...

    Gostei de Souza mesmo se jogou poucos minutos. Mas sempre gostei até agora.

    Obs : A minha vida não me tem dado tempo de comentar. Fica assim neste espaço : Foi pena a eliminação do Porto no andebol, modalidade do futuro. Penso que já aqui o escrevi : É preciso que o Porto participe e organize torneios com os melhores, na medida do possível.

    E Viva o Porto !

    ResponderEliminar
  29. Grande vitória, grande exibição do nosso Porto, grande alegria ontem à noite!

    Cada vez estou mais radiante pela forma como jogamos. É preciso ter muita concetração e sague frio, para dar a volta depois de estar em desvantagem duas vezes. Esta equipa do Braga é muito boa e está a provar que não é passageira.

    Excelente jogo ontem no estádio do Dragão, com duas equipas a lutarem para ganhar o jogo, e vitória merecida do nosso Porto. Merecida e muito importante, pois dá-nos uma embalagem para a consolidação do primeiro posto.

    Grande atitude dos nossos jogadores, do Helton ao Falcao!! Temos equipa!!

    Ambiente infernal no Dragão, com um fumarada brutal que fez lembrar bons tempos nas ANTAS! Grande APOIO dos melhores Ultras nacionais!

    Lá para baixo o Inverno chegou mais cedo, -5 e -9!!!

    Estou feliz.

    Abraço

    ResponderEliminar
  30. Boas portistas, que grande jogo assistimos talvez um dos melhores deste campeonato, com bons golos, boas exibições, com muito empenho de ambas as equipas, sem casos polémicos, uma arbitragem muito consistente, um autentico hino ao futebol.
    Cumprimentos,
    ultrasfcportomatosinhos

    ResponderEliminar
  31. Quem esteve no dragão percebe a msg q quero passar:

    -ao sair do estádio, ao olhar a cara das pessoas vi o Porto com o qual me identifico. O POrto cheio de coragem que inverte o infeliz destino que às vezes parece traçado. As expressões dos meus amigos de bancada não deixavam dúvidas. A alma do Porto, do meu Porto está de volta.

    Que jogo!

    ResponderEliminar
  32. Bem, mais uma vez vos digo, já que não me ligaram uma! Nem uma palavra de simpatia (embora, fossem dizendo uma ou outra palavra de simpatia e da competência deste Braga).
    Se o Porto mostrou o que melhor tem foi porque a isso foi obrigado. E, na minha modesta opinião, o Porto foi superior ao Braga nas individualidades (para não dizer no Hulk). Outro aspecto a que dou razão: foi pelas laterais, elo mais fraco do Braga que o Porto construiu a vitória (ficamos sem Evaldo e J. Pereira), mas não porque são "fraquinhas" (uma delas é o Silvio, a outra é um jogador que ainda vão ouvir falar dele...). O problema foi mesmo um Hulk como nunca se viu!
    Só mais isto: imaginem a equipa do Braga, neste jogo, com o Hulk; ou então, já não peço tanto - o Proto sem o Hulk e digam-me como iam desatar o nó que estava montado!!!

    Sorte (e competência) para quinta!
    Saudações Braguistas.

    Uma Nota para a forma salutar como o jogo decorreu e para a ausência de incidentes, coisa rara em jogos de tão alta voltagem (para além de umas aves raras lá com as bolas de golf...)

    ResponderEliminar