29 setembro, 2015

SUB-19 RECUPERAM DE 0-3 PARA 3-3 FRENTE AO CHELSEA

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

FC PORTO-CHELSEA, 3-3

UEFA Youth League, grupo G, 2.ª jornada
29 de Setembro de 2015
Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival


FC PORTO: Filipe Ferreira; Fernando, Verdasca, Jorge e David Sualehe; João Cardoso (cap.), Bruno Costa e Moreto Cassamá; Madi Queta, Tony Djim e Ruben Macedo.
Substituições: Jorge por Rui Pedro (73m), Madi Queta por Mesquita (84m) e Ruben Macedo por Luis Mata (90m).
Não utilizados: Mário Évora, Sandro, Rui Pires e Madiu Bari.
Treinador: António Folha.

CHELSEA: Baxter; Aina, Suljic, Clarke-Salter (cap.) e Tomori; Mukhtar, Kyle Scott e Kasey Palmer; Josimar Quintero, Abraham e Jay DaSilva.
Substituições: Mukhtar por Ruben Sammut (38m), Suljic por Muheim (59m) e Josimar Quintero por Colkett (65m).
Não utilizados: Grant, Christie-Davis e Ugbo.
Treinador: Adi Viveash.

Ao intervalo: 1-3.
Golos: Kasey Palmer (9m), Josimar Quintero (17m), Kyle Scott (26m), João Cardoso (35m, de g.p.), Tony Djim (52m) e Ruben Macedo (71m).
Disciplina: cartão amarelo a Madi Queta (8m), Kyle Scott (8m), Mukhtar (12m), Tomori (34m), Kasey Palmer (36m e 67m), Aina (45m) e Jorge (70m); cartão vermelho, por acumulação de amarelos, a Kasey Palmer (67m).

Os Sub-19 do FC Porto empataram esta terça-feira por 3-3, frente ao Chelsea, em jogo da segunda jornada do grupo G da UEFA Youth League. Os portistas perdiam por 0-3 aos 26 minutos, mas estiveram perto de dar a volta ao marcador nos últimos momentos de um jogo espectacular e com grandes golos. Este resultado permite aos azuis e brancos somar o primeiro ponto na competição, tal como o Maccabi Telavive, que empatou (1-1) na recepção ao Dínamo Kiev. A 20 de Outubro (11h00), os Dragões recebem os israelitas, na terceira jornada de um agrupamento liderado por Chelsea e Dínamo (quatro pontos).

Esteve muito longe de ser fácil para o FC Porto a primeira parte do jogo contra o campeão em título desta UEFA Youth League. Os portistas sentiram grandes dificuldades perante a qualidade individual e colectiva da formação londrina, que inaugurou o marcador logo aos nove minutos, por intermédio de Kasey Palmer. Aos 17, em novo excelente desenho ofensivo, Josimar Quintero aumentou a vantagem para o Chelsea, que chegou mesmo aos 0-3 ainda antes da meia-hora, por Kyle Scott (26).

A partir daí, dá-se uma reacção do FC Porto, pertencendo a Tony Djim a primeira verdadeira ameaça à baliza de Baxter, que correspondeu com uma grande defesa ao cabeceamento do avançado belga (32 minutos). Pouco depois, Tomori derrubou Verdasca dentro da área e originou uma grande penalidade a favor dos Dragões, cobrada com sucesso pelo capitão João Cardoso (35). Ainda antes do intervalo, Madi Queta proporcionou mais uma brilhante intervenção a Baxter (43) e o guarda-redes do Chelsea segurou assim a vantagem de dois golos na recolha aos balneários.

No entanto, logo aos 52 minutos, Tony Djim reduziu para 2-3, após cruzamento de Ruben Macedo, e a discussão do resultado foi completamente reaberta. O futebol de ataque dos portistas era, neste momento asfixiante e entusiasmante, com os jovens azuis e brancos a encontrar muitos espaços no meio-campo visitante e a criar por várias vezes perigo. Parece ainda ter ficado um penálti por marcar numa entrada sobre Fernando.

Kasey Palmer, que já tinha tido uma entrada duríssima na primeira parte, foi expulso por acumulação de amarelos, aos 67 (falta sobre Jorge), e, quatro minutos depois, os Dragões fizeram o 3-3. Ruben Macedo dominou com o pé direito, já na grande área, e rematou de forma indefensável com o pé esquerdo, sem deixar a bola cair no chão. Folha arriscou de seguida tudo no ataque, com a entrada do dianteiro Rui Pedro para o lugar do defesa Jorge, mas o empate já não seria desfeito.

"Tirando os primeiros 20 ou 25 minutos fomos superiores e fizemos uma exibição fantástica, contra uma equipa poderosíssima e que foi campeã no ano passado. Os jogadores têm de estar orgulhosos do que fizeram hoje", comentou o treinador António Folha, logo após o final da partida.

fonte: fcporto.pt



RESUMO DO JOGO

0 comentários:

Publicar um comentário