19 outubro, 2007

As mulheres e o futebol

Quando se relaciona mulheres e futebol, do que se espera que se fale em concreto? Muitos homens, e muitas mulheres também, provavelmente pensam que se fala de quem é o jogador mais bonito do futebol nacional e internacional ou qual é que tem as perninhas mais bem feitas! Pois bem, quando se relaciona mulheres e futebol, não é isso que se pensa, pelo menos do meu ponto de vista.

O futebol para mim e para mais alguns milhares de mulheres não são só uns homens ou mulheres a correrem atrás da bola. O futebol é um jogo, são emoções, são tácticas, são jogadas bonitas, é a adrenalina e tudo mais que se possa imaginar e que envolve o mundo do futebol.

Quando era mais nova e ia aos estádios não era frequente ver mulheres no futebol, quer dizer, haver havia, mas eram poucas. Os adeptos eram maioritariamente masculinos. Hoje em dia isso já não acontece, cada vez há mais mulheres que gostam de futebol e que se deslocam aos estádios.

É obvio que esta crescente feminina no mundo do futebol acontece sobretudo quando joga a selecção nacional, mas contudo há um enorme incremento do mundo feminino no seio do futebol.

Hoje em dia onde quer que vá ver ou festejar as vitórias do nosso clube vejo mais adeptas.

É bom sentir que as mulheres estão cada vez mais neste meio. Já não há aquele tabu de que o futebol é só para homens! Nada disso! O futebol é para todos.

É engraçado, e isso já aconteceu no Dragão, ver que as mulheres gritam mais e incentivam mais os jogadores do que os homens! Não quero, de todo, dizer que os homens não torcem pelo seu clube e não dão incentivo aos seus jogadores, mas as mulheres estão com mais garra. Lembrei-me do jogo da última jornada na época passada, FCP vs Desportivo das Aves, em que ganhamos 4-1 e fomos, mais uma vez, campeões nacionais, em que precisávamos mesmo de ganhar. O jogo estava muito mau e parecia que não havia incentivo da parte dos adeptos e estavam três raparigas atrás de mim e da minha irmã, que não se cansaram de gritar e de incentivar os jogadores. A elas juntei-me eu e a minha irmã. Parecia que não havia mais ninguém. A elas chamei mulheres de garra. Ainda com mais garra que eu! Só depois do primeiro golo do FCP é que os restantes adeptos acordaram. Elas não! Elas gritavam, insultavam, davam força. Era uma explosão de incentivos.

As mulheres vivem o futebol de maneira diferente dos homens. Vivem-no com mais intensidade. Com mais emoção. Com mais sentimento.

Muitos homens quando falam de futebol com uma mulher e estão a falar de foras de jogo, tácticas, faltas, entre outros, vão logo tentar explicar o que é um fora de jogo, o que é um 4-3-3, entre outras coisas. Mas muitas vezes ficam surpreendidos quando são elas a explicar o que são estas coisas todas. Acontece comigo quando falo de futebol. Falam comigo como que, como sendo mulher, não sei o que é um penalti, um livre, como se vê se é ou não um fora de jogo, entre outros casos. Mas depois surpreendem-se quando sei isso e muito mais!

Afinal as mulheres também sabem apreciar futebol e sabem o que é o futebol!

Sodani.

[nota do administrador] as fotos aqui reproduzidas, foram simpaticamente 'raptadas' sem a devida autorização das Super Queens, a ala feminina dos Super Dragões, que apesar do pedido formulado, não chegou a tempo e horas. Esperemos não estar a invadir a privacidade de 'ninguém'. Se estivermos, teremos que as retirar de imediato, apresentando desde já e em nome de toda a equipa de trabalho deste blog, as nossas desculpas pelo 'abuso'.

21 comentários:

  1. Obrigado pelas tuas palavras Sodani.

    É bem verdade o que afirmas.
    Curiosamente, ou talvez não, quando costumava ficar na bancada do lado da vci tinha sempre, umas filas atrás, um grupo de 4 ou 5 adeptas já com os seus cinquentas.
    De Inverno tinham até uns cobertores para colocarem nas pernas :-)

    Não faço ideia se continuam ou não mas sem dúvida que elas viviam o jogo de uma maneira muito especial e faziam a sua própria festa.

    ResponderEliminar
  2. Sodani, também eu reparo muitas vezes na garra que certas mulheres demonstram no Dragão. Elas acreditam sempre muito mais q nós. E é verdade nesse último jogo com o Aves ao intervalo (1-1) estava tão em baixo que quase chorei. Depois Lisandro Lopez devolveu-me ao Mundo:) bJS e continua com a garra e os conhecimentos q demonstras ter.

    ResponderEliminar
  3. Boas amigos BLUES.
    Quanto ao post n�o concordo de maneira nenhuma, principalmente quando se diz que as mulheres vibram com mais intensidade o futebol do que os homens.
    Um bem-haja a todos os BLUES.

    ResponderEliminar
  4. A vossa intensidade (enquanto adeptos masculinos) é mais racional.
    Temos uma maneira diferente de estar no futebol. Não melhor, nem pior, mas decididamente com muito mais sentimento.

    Saudações

    ResponderEliminar
  5. Sodani, antes de mais, bem vinda 'oficialmente' a este espaço e tal como da outra vez, novamente com as expectativas bem altas... os meus parabéns!

    Depois, gostei da nota humorística quanto às "...perninhas mais bem feitas...". Não sei qual a piada da coisa, mas tb nem quero saber ;-)

    Agora, falemos de assuntos mais sérios.

    Se bem entendi, quando dizes que "mulheres gritam mais e incentivam mais os jogadores do que os homens!", julgo estares a referir-te a uma visão mais tolerante, passe a expressão, das mulheres quando as coisas não correm bem ou menos mal, como lhe queiras chamar. Certo? ou errado?

    Se é certo, até concordo contigo, pois e falando por mim, e quase toda a generalidade dos homens, não há muita pachorra para 'coisas menos boas' e ademais, foram esses mesmos que nos habituaram mal, por isso, quando as coisas não funcionam, somos concerteza os primeiros a gesticular e protestar veementemente (eu, com montes de impropérios lá pelo meio)... as mulheres, são de facto mais tolerantes neste sentido.

    Agora, se queres dizes com isso que as mulheres vibram mais dos que os homens, pela parte que me toca, e repito, falando por mim, ninguém puxa ou vibra mais que eu pelo meu FC Porto... admito isso sim, que qualquer outro puxe tanto... agora mais, nunca!

    E então aqui, tb admito que há mulheres que 'dasseeee'... a ver futebol, são piores que muitos homens... muito piores mesmo! LOL e não é que eu acho uma piada do caraças a isso? acho mesmo!

    Quanto a hoje em dia haver muita mulher no futebol, tb assino por baixo essa nota, porque é a mais pura verdade... para quem anda no futebol desde tenra idade, e eu já levo mais de 2 décadas disto, não há quaisquer dúvidas quanto a isso... é a mais pura verdade, ainda que os homens, continuem em larga, larga maioria.

    E pronto, está passado o teu 1º teste de fogo... daqui para a frente, é sempre a abrir e mai'nada!

    JiNhOs,
    http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  6. Antes de mais, obrigado pelos comentários.

    Gostaria de explicar, uma vez que não me fiz entender, o porquê das mulheres vibrarem mais que os homens. As mulheres sentem mais as coisas que os homens, por isso referi que vibram mais que os homens.
    É verdade que os homens estão neste meio há mais tempo e por isso têm mais experiência e até se controlam mais... se calhar há uns bons anos atrás isso não acontecia.

    Nós, mulheres, sentimos as coisas de maneira diferente, não que os homens não tenham um sentimento identico... mas é sempre diferente.

    Eu falo um pouco por mim e pelas raparigas que estavam atrás de mim naquele dia. Meu Deus?! É demais! Por vezes dá mesmo vontade de sair da bancada e ir ao relvado ensinar como se chuta uma bola... ou então meter-me pela televisão a dentro e empurrar a bola para dentro da baliza! Quantas unhas não foram roidas em dias de jogos... ;)

    ResponderEliminar
  7. Nesse jogo do Dragão com o Aves, estava eu de monco caído ao intervalo e foi precisamente uma amiga que encontrei que me deu força e mais confiança e disse que estava tudo controlado.
    E tenho amigas que são o máximo a assistir aos jogos, realmente mais vibrantes e sempre a apoiar.
    Uma das minhas preferidas até é boavisteira, com um excelente humor e um " vernáculo afiado ", dá gosto ver um jogo ao lado dela .( excluindo as rivalidades clubisticas ).

    ResponderEliminar
  8. Boas SODANI,

    concordo plenamente com o post mas tb digo que as mulheres (nao em geral) nao entendem por vezes o jogo em si e soltam cá para fora essa mesma "ignorancia" até tratando mal seja jogadores,arbitos,treinadores.....

    acho tb que vivem mais o jogo do que os homens como diz a heliantia.

    ps: amigo bicho concordo contigo tb pq estas sentado perto do nosso amigo blue que nos jogos grandes parece com as mulheres......hehheh, mas tu tb nao ficas atras......heheheh


    abraço

    ResponderEliminar
  9. Tem razão, Caxana :)
    Vivemos, sim Senhor!
    Até porque,os homens (regra geral) estão mais atentos às exibições/tácticas e quando as coisas não correm bem, os nossos jogadores passam a ser os piores do mundo, são assobiados e outras coisas mais ... Depois, basta marcar um golo e são novamente os melhores do mundo :)
    Para as mulheres (falo por mim), os NOSSOS jogadores são sempre os melhores do mundo!
    É uma relação incondicional.
    Independentemente do resultado no marcador,
    acreditamos até ao fim que vamos ganhar... este último FCP x slb, foi exemplo disso :D

    ResponderEliminar
  10. Viva !

    Excelente artigo que aumenta ainda mais a qualidade deste grande blog.

    Muitos Parabéns e Muito Obrigado : Graças ao seu texto, já tenho argumentos para responder a quem afirma que o futebol, em Portugal, é só para os homens e que as mulheres ficam em casa a fazer "tricot".

    Excelente iniciativa, pois, para bem do Porto e da modalidade !

    Continue a escrever !

    E Viva o Porto !

    ResponderEliminar
  11. Boas,

    Sodani, oficialmente és uma das nossas, agora!
    Excelente o teu "toque de bola", logo no jogo de apresentação:)
    Verdade, verdadinha, tudo aquilo k dizes. Provavelmente, não sei se com base cientifica ou não, as mulheres são mais crentes. Eu, apesar de não blasfemar contra as nossas cores (bem, confesso k às vezes sim), não canto do principio ao fim e, qd as coisas correm mal, fico mesmo como o Lucho, deprimido (olha que não foste só tu, Lucho, com vontade de chorar nesse jogo com o Aves).´
    A auna k agora frequenta os estádios nada tem a ver com os estereotipos de antigamente, em k o adepto era maioritariamente masculino, de bigode, com vocabulário vernacular. Agora, com a crescente atracção k o desporto-rei tem provocado nas camadas mais jovens e no lado feminino, é muito mais agradável ir ao palco dos sonhos:)

    Abraço,

    ResponderEliminar
  12. Ainda o estádio era nas Antas e o Vidal Pinheiro estava funcional era ver as esposas dentro dos carros estacionados a fazer 'tricot'.

    Não é tanga, assistia a isto aos fins de semana prá ai há uns 30anos atrás (estarei assim tão cota ?)

    A ver se, a caminho do Dragão nos nossos dias se encontra o mesmo.
    Negativo, 'Elas' estão lá dentro, ao nosso lado.

    ResponderEliminar
  13. É, pois temos aqui um tema que daria debate até nunca mais acabar, cada qual a defender, passe a expressão, a sua dama.

    Penso que a Heliantia no seu último comentário, definiu muito bem se calhar a grande diferença na generalidade na visão do futebol, entre o homem e a mulher.

    O homem, é digamos que por natureza mais explosivo, mais intermitente se me faço entender quando vê um jogo de futebol... eu pelo menos, sou assim; tanto os insulto no minuto anterior, como no seguinte os elevo ao céu!... as emoções variam muito consoante o que vemos, o resultado, etc, etc... mas no que me toca, nunca, mas nunca mesmo deixo de acreditar nos 'meus meninos' até aos último apito.

    As mulheres, bem, é um facto que são mais crentes, mais ponderadas, mais acolhedoras nos maus momentos... e não há que esconder isso... é verdade!

    Agora, uma coisa não invalida a outra... apoiar é uma coisa... ser mais tolerante é outra coisa bem diferente. OLhando para o meu exemplo, admito que sou pouco tolerante quando os 'meus meninos' andam na p*** da balda, mas quando toca o sinal a reunir, não tenham dúvidas, que estou na linha da frente no apoio incondicional e non-stop.

    Acima de tudo, todos nós queremos o mesmo... o modo de o fazer é que varia de uns para outros, caso a caso.

    ResponderEliminar
  14. Paulo, ao ler o teu comentário, achei piada a uma referência que lá fazes, a tal "A auna k agora frequenta os estádios nada tem a ver com os estereotipos de antigamente.".

    De imediato, lembrei-me de umas palavras minhas há uns tempos atrás aqui no blog. Queres saber porquê?

    Em 20.03.2007, escrevi um post intitulado de Os 4 pecados (quase) capitais..., numa altura que estava a ser complicada para as nossas cores... além de outras referências, entendi 'revoltar-me' contra o que apelidei na altura de "Meninos engravatados e 'in' do Estádio 'chique'...".

    Tens dúvidas? olha, clica no link logo acima, e vais perceber ao que me estou a referir. E olha que ainda hoje, por vezes, há coisas que 'ali presencio e ouço' que me custam a engolir que nem te passa.

    Mas é o que eu já dizia há um tempo atrás, não me consigo habituar aos meninos 'in da moda' que agora frequentam o Dragão, porque não me revejo, enquanto Portista, naquele 'conformismo' e no 'deixa andar'... não me revejo e ponto final, parágrafo!

    aKeLe aBrAçO,

    ResponderEliminar
  15. Com a responsabilidade da boa união do grupo a pertencer por inteiro ao seleccionador nacional, está visto que o ‘Grande Irmão’ Murtosa seria a pessoa indicada para orientar os patrícios na hora da verdade.

    altobola.blogspot.com

    ResponderEliminar
  16. Viva !

    Após leitura de diversos comentários, venho apenas especificar o seguinte :

    Aqui, os preconceitos sobre a sociedade Portuguesa existem com muita força. E, contra eles, batalho todos os dias. E, para mim, o artigo da Sodini vai ajudar a combater esses preconceitos.

    Para citar um exemplo tipo : Uma marca de vinho Português coloca, regularmente, nas paragens de autocarros, nas revistas, etc, uma publicidade onde aparece uma mulher jovem que tem um lenço(que parece um veu) na cabeça. Ela está vestida de preto e está descalça. Na cabeça tem um cantaro. O slogan é : Portugal país em que o preto etc.

    Bom : Acho que fui explicito.

    Concordo com o seguinte : Não sei como se pode ficar insensível quando se ve jogar o Porto. Eu quando tenho a possibilidade de ver o PORTO(na tv) estou sempre de pé. Mesmo em casa não consigo ficar sentado.

    E Viva o Porto

    ResponderEliminar
  17. Primeiro gostava de dar os parabens á Sodani por este post (espero que muitos se seguiram).... sobre o tema que ela lançou, eu que desde pequeno que assisto a jogos de futebol com uma adepta ao lado (quer no Dragão quer em outro qualquer estadio ou pavilhão), para mim a grande diferença esta mesmo na tolerancia, penso que as mulheres são mais do que os homens, mas no fundo quando estamos todos do mesmo lado o sentimento é sempre o mesmo desiluzão quando perdemos, tristeza quando empatamos e uma grande alegria quando ganhamos.

    já agora trocava os engravatados que o Blue Boy fala por mulheres cheias de garra e a percentagem de mulheres no estadio do Dragão iria aumentar em muito, garanto...., é que esse engravatados não tinham coragem de fazer, por exemplo, aquilo que o Lucho fez no jogo de Andebol Porto-Sporting.... heheheheh

    Bom Fim de Semana.

    ResponderEliminar
  18. Muitos parabéns, o post está pura e simplesmente espectacular. Excelente ponto de vista :P
    E tem toda a razão, hoje em dia muitas mulheres percebem mais de futebol que muitos homens, e hoje não faltam mulheres nos nossos estádios.
    Um abraço e um beijnho.

    ResponderEliminar
  19. é com agrado que venho a este site e encontro um texto que retrata bem o q se sente nas mulheres que gostam de futebol. Eu qdo falo de futebol com homens eles tb ficam surpreendidos pk nunca contam q nós consigamos perceber tanto ou mais que eles, mas é uma realidade.

    Juntamente com as SUPERQUEENS faço questão de estar presente em todos os palcos em q o porto sobe, embora nem sempre seja possivel.
    Somos um núcleo unido que acima de tudo gosta de futebol e que qdo algo acontece de pior tb nos sabemos revoltar lol
    Mais q um jogo de futebol, mais q um grupo de apoio, o futebol e a claque veio trazer-nos uma família, é assim q nos sentimos.
    Não é mesmo por acaso que o PORTO é uma Nação.

    Deixo aqui o repto para mais mulheres se juntarem a nós no apoio ao Porto, para que cada vez a nossa voz seja mais forte.
    Para a Sodani em particular esperamos que um dia destes te juntes a nós, pk o q queremos é mulheres que como nós tenham um amor incondicional pelo Porto e esperem que os jogadores sejam mais que umas pernas bonitas.

    Visitem-nos em: WWW.SUPERQUEENS86.blogspot.com
    Saudações Portistas.

    ResponderEliminar
  20. Em primeiro lugar queria dar os parabéns à Claúdia por este post, pois é sempre de bom agrado que vejo o tema mulheres e futebol tratado de uma forma séria e sem os rotulismos a que às vezes está associado. Somos mulheres, somos adeptas, somos portistas e é com muito orgulho e devoção que estamos presentes em todos os momentos do nosso FCPorto. Não temos pretensões para além do apoio ao clube, sendo este o nosso grande e único objectivo. É com muito orgulho que podemos contribuir para este post, nem que seja apenas na cedência das fotos. Parabéns mais uma vez e continuem o vosso bom trabalho.

    Xana
    SuperQueens 86
    http://superqueens86.blogspot.com/

    "Faixa Não Há Mas Nós Estamos Cá!!"

    ResponderEliminar
  21. Xana, na qualidade de administrador deste blog, e penso que tb em nome de toda a equipe de trabalho que procura fazer deste espaço de discussão do 'universo FC Porto' uma referência na blogosfera azul-e-branca, não posso deixar de agradecer simpaticamente a tua visita e os comentários aqui deixados neste post elaborado pela nossa colaboradora Sodani, que nos trouxe uma visão das 'mulheres e o futebol'.

    Creio que tanto a Sodani, como a nossa outra colaboradora do blog, a Heliantia, se sentirão honradas pela tua visita.

    Em nome de toda a equipe de trabalho deste blog, e penso que de todos os visitantes que por aqui passam diariamente, o nosso obrigado pela tua visita e pelas tuas palavras. Fazemos todos votos para que continues a honrar, em conjunto com todas as Super Queens, todas as mulheres do FC Porto.

    Um bem haja para ti e para a Cláudia que permitiu esta tua visita.

    http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

    ResponderEliminar