22 abril, 2008

Nadador Luís Monteiro em mais um exclusivo

Este fim de semana o FC Porto voltou a encantar com uma vitória clara no Dragão diante de um pobre Benfica. Lisandro Lopez merece aqui o maior destaque pela época memorável que está a fazer. 24 pontos de avanço sobre a equipa «maravilha»... na Taça de Portugal lá estaremos na final diante do Sporting no Jamor onde marcarei presença. Nas outras modalidades o destaque vai para o basquetebol que já está apurado para as meias finais do play-off. Mas já lá vamos...

Esta semana a crónica das modalidades de alta competição inclui uma entrevista com o nadador do FC Porto, Luís Monteiro. Agradecemos a sua extrema simpatia e total disponibilidade em nos conceder este exclusivo. Votos de inteiro sucesso para o Luís Monteiro a título pessoal, profissional e desportivo. O Luís procura ainda o apuramento para os Olímpicos de Pequim 2008 mas já representou Portugal e o FC Porto nos Olímpicos de Atenas 2004. Fazia parte da equipa Campeã Nacional Sénior do FC Porto em 1999 (último título) e actualmente é ainda um dos mais valorosos elementos da nossa equipa. Foi medalha de bronze no Campeonato da Europa de juniores (2000) e foi galardoado com o Dragão de Ouro em 2003 como atleta amador do ano.

ENTREVISTA EXCLUSIVA
Luís Monteiro, nadador do FC Porto

Lucho: Como vieste parar ao FC Porto? Como surgiu o gosto pela Natação?

Luís Monteiro: A Natação e por consequência o FCPorto surgiram na minha vida desde muito cedo. Tinha eu ¾ anos e por motivos de saúde (imensas amigdalites) o médico que me acompanhava aconselhou os meus pais a colocarem-me na Natação por achar que era uma modalidade bastante completa e que me ajudaria a ultrapassar os problemas de saúde assim como seria um bom caminho para o meu crescimento enquanto pessoa. Posto isto, sendo o meu Pai portista e frequentador das aulas na antiga piscina das Antas, decidiu levar-me para as escolas de natação do FC Porto. Daqui podemos concluir que a natação surgiu na minha vida por uma necessidade em virtude dos problemas de saúde que me afectavam.

Lucho: O que fazes actualmente além da tua actividade na secção de Natação do FCP?

Luís Monteiro: A nível académico, actualmente frequento o 5º e último ano da Licenciatura em Desporto e Educação Física na Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (FADEUP), o que implica a realização de um estágio Pedagógico numa escola (encontro-me a estagiar na Escola Secundária de Rio Tinto) e a realização de uma Monografia (trabalho cientifico) onde estou a aproveitar para estudar as técnicas de partida em Natação Pura Desportiva. A nível pessoal, no dia-a-dia procuro ser um cidadão normal dentro da “anormalidade” de ser um desportista de Alto-Rendimento e por isso mesmo procuro ter uma vida regrada, com horários de lazer compatíveis com os meus treinos de onde destaco o namorar, ir ao cinema, passear, ler, viajar e estar com as pessoas que me são mais próximas e amigas de verdade.

Lucho: O Luís é actualmente umas das principais referências do FC Porto na Natação. O que podemos esperar de ti? Quais os objectivos individuais e colectivos para esta época?

Luís Monteiro: Felizmente que hoje em dia a natação do FC Porto possuí algumas referências de grande valia a nível da nossa natação nacional. Houve um período de tempo, no passado recente, em que a equipa se desmantelou, sofreu imensas baixas e aos poucos têm vindo a recuperar com o que de bom se faz ao nível das escolas e da formação de base do nosso clube. Sendo eu um produto dessa mesma formação, tendo vivido sempre no FC Porto, tendo alcançado tudo o que já alcancei é normal e natural que me sinta uma das principais referências da natação portista. Quanto ao que poderão esperar de mim: muito treino. Estive 15 meses afastado da natação porque estava psicologicamente cansado e voltei em Abril do ano passado com o claro objectivo de lutar por um lugar nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008. Esta missão afigurou-se desde o início como quase impossível mas o meu objectivo é mesmo esse: treinar muito, treinar bem e ir construindo um caminho que me permita tornar o meu objectivo alcançável e de quase impossível a concretizável e alcançável. Têm sido uma corrida contra o tempo mas o desafio foi, está a ser e será muito aliciante porque tenho até Maio para o conquistar. Se não conseguir, fica a certeza que tudo fiz para o alcançar assim como todos aqueles que estão comigo neste projecto porque eu apenas sou a materialização de um trabalho que vêm desde familia, directores, dirigentes, equipa técnica, médica e colegas de equipa.

Lucho: O FCP foi campeão nacional em masculinos e femininos em 1998/99. Desde essa época não mais o conseguiu. Como vês o futuro do clube?

Luís Monteiro: De facto o FC Porto já não é campeão nacional de clubes vai quase para dez anos. Mas só quem não acompanhou estes últimos 10 anos da natação portista é que fica surpreendido com este facto. O que aconteceu foi que muito rapidamente passamos de uma equipa numerosa, com bons valores e madura (fruto do abandono desses nadadores) para uma equipa na mesma numerosa, naturalmente afectada pela perda de referências e muito mas muito jovem. Dessa equipa campeã só eu e a Sara Oliveira é que ainda nos mantemos em actividade. Facilmente se percebe que houve um fosso muito grande e que a renovação da equipa não foi conseguida por variadíssimos factores. Ano após ano a equipa de natação do FC Porto têm vindo a recuperar e só com o tempo é que poderemos esperar algo mais porque a equipa ainda é muito jovem e não é fácil ser-se campeão nacional porque isso implica ter bons valores nas 4 técnicas de nado assim como um conjunto bastante equilibrado nos dois sexos. Estamos no bom caminho mas acima de tudo é preciso tempo e paciência no sentido de deixar o “trabalho de casa” ser feito.

Lucho: Já participaste nos Jogos olímpicos? É um dos objectivos pessoais?

Luís Monteiro: Participei nos Jogos Olímpicos de Atenas 2004, por sinal com a feliz coincidência de terem sido realizados no mesmo local onde se iniciaram os jogos olímpicos da era moderna há muitos anos atrás. Foi sem dúvida nenhuma a maior competição desportiva em que participei, que me trouxe sensações únicas, emoções difíceis de explicar por palavras e tudo isso faz com que hoje esteja a lutar por voltar a estar nuns jogos olímpicos.

Lucho: Achas viável que ainda venhamos a ter uma piscina do FC Porto? Sentes que isso seria importante para a Secção?

Luís Monteiro: Essa pergunta não pode ser respondida com o coração mas sim com bastante racionalidade e sentido de responsabilidade. Porquê? Não basta construir só por construir e muitas vezes em Portugal isso acontece, não existindo um claro projecto e uma política definida quanto ao que se vai fazer depois de construir. Hoje em dia com a quantidade de piscinas existentes na cidade do Porto bem como nas zonas periféricas, seria muito complicado voltar a ter, numa possível piscina do FC Porto, a quantidade de pessoas que antigamente frequentava as piscinas no Estádio das Antas. Logo a viabilidade financeira de um projecto como uma piscina pertencente ao FC Porto teria de ser muito bem pensada tendo em conta a actualidade do parque desportivo da zona do grande Porto, os actuais interesses desportivos e de actividade física da população pois considero que cada vez mais precisamos de ponderar muito bem todos os investimentos feitos a nível de infra-estruturas desportivas em Portugal. Depois teria de se definir muito bem o que se pretende com a natação no FCPorto, uma política clara e um projecto bem definido com metas e objectivos a médio longo prazo. Por outro lado considero que actualmente as Piscinas Municipais de Campanha são um excelente local de trabalho para a natação portista, sobretudo a de alto-rendimento/competição.

Lucho: O que pensas do acompanhamento que fazemos semanalmente (às terças-feiras) das «modalidades amadoras»?

Luís Monteiro: Considero uma óptima iniciativa e pena é que não exista uma verdadeira política dentro do clube que traga maior visibilidade às modalidades ditas amadoras. Por isso o vosso trabalho deve ser louvado e desde já vos incentivo a não desistir porque estão no caminho certo. Invariavelmente essa divulgação aparece apenas em momentos altos com a conquista de uma medalha ou resultado mais expressivo (apuramento para Jogos Olímpicos, Campeonatos do Mundo, recordes, etc.), mas o dia-a-dia de trabalho que conduz a esses sucessos, assim como o reconhecimento do esforço/dedicação de todos os envolvidos nas modalidades menos “visíveis” fica esquecido e deveria ser alvo de maior consideração pelo nosso clube. Considero que algo está a mudar a nível institucional mas muito mais pode e deve ser feito no sentido de projectar todo o conjunto de modalidades do nosso clube para além do futebol, basquetebol, andebol e hóquei em patins.

Mensagem final de Luís Monteiro para os nossos leitores:
A todos os leitores desejo as maiores felicidades e sucesso a nível pessoal assim como o desejo que o “nosso” clube, nas suas mais variadas modalidades, continue a dignificar o desporto nacional cá dentro e lá fora provocando momentos de alegria nas vidas de todos os portistas.


No último dia 12 de Abril li num Jornal que no dia anterior falecera Manuel Dias, jornalista que fez carreira na RTP-Porto, Primeiro de Janeiro, JN e Jogo, entre outros. Um grande nome do Jornalismo Nacional por quem nutria um enorme carinho devido à sua vasta bibliografia relativa ao seu (nosso) clube do coração. Na foto que anexo a este texto (foto do blog http://reflexaoportista.blogspot.com) podem vislumbrar alguns dos livros da sua autoria dedicados ao FC Porto. Dias antes da sua morte tinha estado a ler um deles... Manuel Dias, um nome do Jornalismo mas também do Teatro faleceu aos 73 anos mas deixa-nos uma obra magnífica demonstrativa da paixão que sentia pelo FC Porto. Até sempre Sr. Manuel.

Basquetebol: FC Porto já está nas meias finais do play-off
Quartos de final do play-off (à melhor de 5 jogos, ou seja, 3 vitórias); FCPorto-3-Belenenses-1.

crónica do FC Porto/Belenenses (77-83): Jogo infeliz do FC Porto muito displicente no ataque e onde a principal referência deve ir para o jovem Fábio Fernandes que esteve em muito bom plano no jogo exterior (13 pontos). Marçal voltou a ser o melhor com 20 pontos. É preciso mais tranquilidade na condução do jogo ofensivo dos Dragões. O FC Porto ficou obrigado a ganhar pelo menos 1 jogo fora.

crónica do Belenenses/FC Porto (73-74): Jogo dramático decidido por João Figueiredo no último segundo. Vitória difícil, feliz mas muito importante dos pupilos de Alberto Babo.

crónica do Belenenses/ FC Porto (63-86): Já estamos nas meias finais! Vitória concludente a fechar estes quartos de final com 3-1 a nosso favor quando já alguns temiam o pior. Nuno Marçal esteve imparável e muito bem acompanhado pela restante equipa que silenciou por completo o Restelo. Sexta feira joga-se em Matosinhos o 1º jogo das meias finais onde defrontaremos o Vagos ou o Lusitânia. Domingo joga-se a 2ª partida no mesmo local. Vou tentar estar em ambos os jogos.

Andebol: FC Porto bateu no fundo mas há que moralizar as tropas
Eliminatória de apuramento do 5º e 6º lugar (Sporting/FC Porto)

crónica do Sporting/Porto (30-22): Eduardo Filipe com 9 golos foi o único jogador em bom plano neste jogo de apuramento de 5º e 6º lugar (1ª mão). A dignidade e a camisola do Porto obrigam a outra atitude no jogo da 2ª mão (em Santo Tirso) a disputar sábado mesmo que ser 5º ou 6º pouco conte...Oito golos para recuperar não será tarefa fácil. Mas há que moralizar a equipa (depois da eliminação precoce nos quartos do play-off) para o jogo dos 4ºs de final da Taça de Portugal que se realiza dia 1 de Maio em Santo Tirso diante do Madeira SAD, jogo a que deverei assistir.

Hóquei: FC Porto vai a Valongo para a Taça de Portugal

Este fim de semana não houve jogos de hóquei. O FC Porto disputa no próximo sábado a eliminatória dos oitavos de final da Taça de Portugal em casa do Valongo. Se ganhar, recebe no fim de semana seguinte a Física ou o Infante de Sagres. O Play-off só é reatado no dia 10 de Maio com um Porto-Viana. Esta semana soube-se da renovação de Edo faltando apenas a de Ricardo Figueira para que o plantel volte a ser o mesmo na próxima época.

Treinador da Semana: Alberto Babo
Jogador da Semana: Nuno Marçal

Para técnico da semana, escolho Alberto Babo, pela qualificação do basquetebol do FC Porto para as meias finais do play-off com 2 vitórias em Lisboa ... e para jogador da semana, a escolha recai em Nuno Marçal pela brilhante exibição no passado domingo no jogo que carimbou a nossa passagem (20 pontos) depois de nos últimos 2 jogos também ter sido dos melhores elementos da equipa azul e branca.

E pronto, até para a semana.

Saudações azuis e brancas,
Lucho.

31 comentários:

  1. Domingo já deu para ver que o Pavilhão está a ganhar forma :)
    Finalmente todas as modalidades reunidas no Dragão.

    ResponderEliminar
  2. Excelente entrevista com todas as perguntas importantes a Luís Monteiro.
    Espero que no Basquetebol o mau tempo tenha ficado definitivamente para trás.
    Fica uma notícia para quem quiser comententar.

    Renovação de Assunção mais complicada

    A negociação da renovação do contrato que liga o FC Porto e Paulo Assunção começa a complicar-se e a direcção dos tricampeões nacionais começa a perder a paciência com o médio. As conversações entre as partes prolongam-se há algum tempo e começa a instalar-se entre os dirigentes portistas a sensação de que o jogador não pretende continuar no Dragão, uma desconfiança que a conversa entre o médio e Rui Costa no final do último clássico do Dragão acabou por acentuar. Paulo Assunção tem contrato com o FC Porto até 2009 e os portistas pretendem prolongá-lo até 2012, intenção que tem encravado nas exigências do jogador, consideradas pouco razoáveis pela administração da SAD. Paulo Assunção é um dos elementos nucleares da equipa de Jesualdo Ferreira, mas não é internacional e já tem 28 anos de idade.

    Jornal O JOGO de hoje.
    Eu bem avisei!
    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Blue parabéns pelas visitas, dados estatísticos importantes por todas as razões.
    NO comentário anterior desculpem o erro: não comententar, mas obviamente comentar.

    ResponderEliminar
  4. O Rui Costa anda a aliciar os nossos jogadores ?
    Que conversa foi essa entre ambos ? No final do jogo ? Ainda dentro do Dragão ?

    ResponderEliminar
  5. Heliantia:

    Pois, nunca mais chega o dia em q me sentarei na bancada do dragãozinho a ver o andebol e depois logo de seguida encaminhar-me para o Imponente Dragão para ver o futebol:)

    Vila pouca:

    Essa do Assunção, pelo q conheço do seu caracter não estou a ver...

    Mas a SAD está a demorar mt...

    ResponderEliminar
  6. Acho que o Basket nos vai dar uma alegria ... Espero bem para contrabalançar o Andebol.
    A renovação do Assunção tem de ser feita o mais rapido possivel a não ser que haja algo pelo meio e se peça este mundo e o outro ...
    A ser assim ... obrigado, chau e benção mas espero bem que não.

    ResponderEliminar
  7. Lucho,

    Novamente em alta, com uma bela entrevista a um dos valores seguros da natação portista. Deixo aqui os jeus votos de sinceras felicidades ao Luís Monteiro, não só a nível desportivo, com o apuramento para os Jogos Olímpicos, mas também na sua actividade profissional, com a obtenção da Licenciatura...

    No futebol, nada de novo, a não ser a esmagadora superioridade demonstrada frente a adversários pouco mais que patéticos...

    No basquetebol, chegou a tempo a rectificação ao desaire caseiro, conseguindo o 5 de Alberto Babo impor a lógica do mais forte, vencendo concludentemente os 2 jogos em solo forasteiro...

    Triste, nesta altura de festa, foi ver desaparecer um dos acérrimos defensores portistas na imprensa. Jornalista nado e criado na Invicta, dedicou muito do seu tempo a elaborar vários livros sobre a história emblemática do Dragão...

    Entrando na fase de decisões, o Hóquei portista pode almejar conquistar tudo, unica forma de esquecer o desaire europeu...

    No próximo fim-de-semana o País vai assistir a um fenómeno extremamente raro. Mouros unidos fervorosamente na esperança de uma vitória...portista!!!!

    As voltas k o Mundo dá:)

    ResponderEliminar
  8. Em relação ao Paulo Assunção tb eu não quero crer nesse cenário apocalptico, com a trf do médio para os encarnados...

    Para ele seria um passo atrás na carreira, e para os Dragões a perda de um valor seguro. Espero que, em nome da estabilidade do grupo de trabalho, as conversações cheguem a bom porto...

    Compreendo k nesta altura o médio brasileiro queira realizar o contrato da vida. Não sei sequer quais os números que estão em cima da mesa, mas parece-me k este será um dos casos a merecer k a SAD abra os cordões á bolsa...

    ResponderEliminar
  9. Vamos lá ver se me explico de forma clara para todos perceberem:
    O P.Assunção tem mais 1 ano de contrato com o F.C.Porto, mas ao abrigo de uma lei da FIFA, pode sair no fim desta época desde que ele, ou alguém por ele, indemnize o F.C.Porto no valor que teria a pagar ao Assunção pelo último ano de contrato. As verbas são de cerca de 600 mil euros.
    Essa lei não permite que ele vá para um clube do futebol português, mas, permite-lhe ir para fora.
    A conversa com o Rui Costa terá a ver com isso.
    E não posso, como é óbvio, dizer mais nada.
    Abraços
    Espero ter sido suficientemente claro

    ResponderEliminar
  10. Felicidades para o Luis Monteiro.
    'pena é que não exista uma verdadeira política dentro do clube que traga maior visibilidade às modalidades ditas amadoras.'
    Subscrevo, há muito a fazer na divulgação das ditas amadoras.

    À luta no andebol para ultrapassar essa diferença de 9 e força no basquete para a tão esperada passagem nas 1/2 finais.

    Motivação no hóquei na Taça com o Valongo no Sábado.
    Espero que estejamos todos em Fânzeres no dia 3 como preparação para a recepção ao Viana.

    Quanto ao Assunção gostaría muito que ficasse mas se sair surgirão outras soluções para o seu lugar.
    Afinal sempre foi assim.
    Os guerreiros passam mas o FC Porto é eterno.

    ResponderEliminar
  11. Então, sabendo de antemão, que o Paulo Assunção não pode jogar noutro clube em Portugal, o que é que aquele futuro dirigente quer ?!! Sinceramente....

    Estilhaço, quem neste momento temos para o lugar dele ?

    ResponderEliminar
  12. Estilhaço:

    No dia 3 (hóquei) não vou mas dia 10 conta comigo. Fânzeres aí vou eu:)

    No basket devo ir a Matosinhos esta sexta e no domingo.

    Qt ao andebol dia 1 de Maio, feriado não faltarei. Santo Tirso com toda a garra.

    Qt ao futebol estou a pensar ir ao FCP-Nacional (dia 4?) e de certeza irei a Lisboa dia 18 ver a final da taça.

    Uma palavra para o Luís Monteiro, uma das estrelas da nossa natação e para toda a sua simpatia. Muitas felicidades. E já agora leiam com atenção as respostas que o Luís deu na entrevista. Quem fala (escreve) assim não é gago. Grande Luís, um abraço. Obrigado tb ao André Cereja q mt me tem ajudado nestes contactos na Natação.

    ResponderEliminar
  13. Num repente (espero não estar a dizer nenhuma asneira), e da equipa principal temos o Mário Bollati.
    É verdade que tem jogado pouco mas aparenta ser um bom jogador.
    Não tem, presentemente, a qualidade do Assunção, mas pode chegar lá.

    Tem ainda o Kazmierczak ou mesmo o João Paulo.

    ResponderEliminar
  14. Kaz e Bollati pouco me dizem, mas pouco têm jogado. Por outro lado, não me parece que sofram do síndroma-Stepanov que sempre que joga compromete...
    E da extensa lista de emprestados ...

    ResponderEliminar
  15. Lucho,
    Adorei a tua entrevista!
    Aposta mais nessa "onda" que eu sou "adepta" fervorosa desse tipo de artigo :D

    p.s. Senti a tua falta Domingo, no Dragão ;)

    ResponderEliminar
  16. Lucho mais uma cronica das modalidades de se lhe tirar o chapeu! Grande entrevista, pah uma delicia para ler!:)

    Quanto ao assunto do Paulinho, digo aqui o que disse no blog do dragao vila pouca...
    NAO SEJAMOS COMO OS MERDIA QUE VÊEM UM OCEAN0 NUMA GOTA DE AGUA.

    Vi Lucho e Lisandro abraçados ao batutas e nao creio que nenhum deles se transfira para o slbosta... O Paulinho vai renovar tenho a certeza, sera so uma questao de tempo.
    No que toca a transferencias e renovaçoes so acredito com declaraçoes oficiais, ha muito que os jornais adulteram e imaginam cenas onde nao as ha...

    Sejamos um pouco mais pacientes e nao saiamos ja a dizer isto e aquilo do Paulo.

    Beijinhos azuis e brancos da Ta_8

    http://www.bullet-blus-sky.blogspot.com

    ResponderEliminar
  17. Equipa (o meu palpite eheheheh) para ganhar (eheheheh) em Guimarães:

    Nuno (Ventura)

    fucile jpaulo stepanov lino

    mariano bollati kaz h.barbosa
    adriano farias


    Qt ao Assunção, há q ter calma. A SAD tem ainda algum tempo.

    ResponderEliminar
  18. lady in blue:

    então n me viste? no relvado com a camisola 8, cabelo comprido, escuro e cheio de tatuagens:))

    ResponderEliminar
  19. E o Stepa faz assim um auto.golo caso o jogo complique...

    ResponderEliminar
  20. Nada de interpretar negativamente os bitaites :-)

    Claro que o Assunção está de pedra e cal para o seu lugar de médio defensivo interior.
    Tem a escola do Sr. Adriaanse onde a sua posição, à frente de uma defesa de 3, era ainda mais vital.
    Mas a dica do Dragão Vila Pouca leva-nos a botar alguma faladura sobre soluções.
    Apenas e nada mais que isso.

    ResponderEliminar
  21. Lucho, em Guimarães não era o Rabíola na baliza?

    ResponderEliminar
  22. eu n queria pôr o fucile mas n há mais ninguém...

    rabiola, n dá o joelho inchou:)

    só se o ventura jogar a defesa direito...

    mas e a Morgado? Será q n vem investigar de imediato? :)

    Sempre PORTO, MESmo q sei lá...o Porto não vai jogar de branco no domingo? :)

    ResponderEliminar
  23. Se necesitares de um defesa direito eu estou disponível.

    Quanto ao Stepa9 há que dar tempo ao tempo. É jovem e o nosso capitão não vai durar eternamente.
    Já o Pepe e o Bruno Alves foram assobiados no Dragão.

    ResponderEliminar
  24. Paulo Costa, árbitro do Porto estará em Guimarães. Um excelente árbitro para o jogo de domingo.

    ResponderEliminar
  25. Presidente, achei de bem divulgar esta notícia do mais futebol:

    http://www.maisfutebol.iol.pt/noticia.php?id=943580&div_id=1464

    'Boavista: adeptos angariam dinheiro para o clube

    Um grupo de sócios e simpatizantes do Boavista juntou-se numa iniciativa para angariar dinheiro para o clube axadrezado. Através de um fórum na internet, os adeptos estão a divulgar um número de uma conta bancária onde outros interessados em contribuir podem depositar a quantia desejada.

    A acção de solidariedade começou ontem e vai prolongar-se por tempo indefinido. Por cada 499 euros arrecadados, os responsáveis pelo site comprometem-se a entregar o dinheiro nas mãos do capitão Mário Silva.'

    Não tem link para o site mas o google leva lá facilmente.

    ResponderEliminar
  26. Tou com o Stepa. Acredito nele e que vai crescer imenso. Estas coisas que se dizem são os sapos que depois vao todos engolir, como aconteceu com Mariano, como aconteceu com Farias (embora agora tenha desacelerado nas exibiçoes), como aconteceu com Lisandro quando ca chegou. É sempre assim...

    Stepa vai crecer e espero que ele possa continuar aqui mais e bons tempos. Tem uma vontade de jogar incrivel, ele vai se afirmar!

    Quanto à equipa de guimaraes, pah eu adoro ganhar, detesto perder mas ajudar o guimarares era a boa acção do ano!lolol

    Beijinhos azuis e brancos da Ta_8

    ResponderEliminar
  27. Amigo Lucho, parabéns por mais um Dragon-Magazine à lá TRICampiôn, mai'nada!

    Desta vez, calhou em sorte 'aturar-te' um dos nossos ilustres golfinhos, Luís Monteiro... a quem passo desde já a endereçar publicamente o nosso agradecimento por se ter disponibilizado para 5 minutinhos de diálogo muito importantes para nos dar a conhecer o desporto que pratica, que a todos não nos é estranho... mas que ao mesmo tempo, o é. Obrigado, Luis Monteiro!

    No resto, no basquetebol, quando começava a pairar algum neblina, tudo se resolveu... no hóquei é aguardar pela taça de Portugal... e por fim, no andebol, parece que há males que duram para sempre... será?

    ps1 - para Guimarães, que me desculpem, mas esse onze do Lucho, não é demasiado forte para que precisa recuperar energia pró dia 18 de Maio? deixem-se disso carago... levem mas é os da Intercalar, ora essa! que mania vcs têm de querer ganhar tudo rsss

    ps2 - Paulo Assunção, pois... lamento muito se sair, agora que há tornou por mérito próprio um indiscutivel... mas se for, ou melhor, se quiser ir, que vá pela beirinha e boa viagem que já se faz tarde... o clube fica e haveremos de continuar a ganhar! Alguém duvida?

    ResponderEliminar
  28. Viva,

    Lucho, é sempre um prazer ler o teu semanário.

    Vamos recuperar no andebol !

    E Viva o Porto !

    ResponderEliminar
  29. Lucho:

    Tens razão!!!Tavas lá tavas, mas como não consegui chegar-me ao pé de ti, tantas eram as fãs :))) e como nem uma palavrita troquei contigo ;) SENTI a tua falta :P

    ResponderEliminar
  30. Esta sexta feira feriado dia 25 de Abril estarei no pavilhão de Matosinhos para ver ao vivo o 1º jogo das meias finais do play-off.

    FCPORTO-VAGOS (SEXTA ÀS 16H)

    e domingo tb n faltarei:

    FCPORTO-VAGOS (DOMINGO 17H-RTP2)

    ResponderEliminar
  31. "Stepa vai crecer e espero que ele possa continuar aqui mais e bons tempos. Tem uma vontade de jogar incrivel, ele vai se afirmar!"

    Quantos jogadores passam pelo Porto - e acredita - com IMENSA vontade de jogar e não têm metade das oportunidades do Stepanov ?
    Das duas uma: ou é um azarado do outro mundo ou é mesmo falta de jeito!

    Já vi jogadores mais promissores a serem emprestados :(

    Não acredito, não confio...

    ResponderEliminar