19 abril, 2008

8 comentários:

  1. Catalogado como merece: DEFICIENTE MENTAL!

    Poderíamos usar outros epítetos. Excomungado da política, um dos meus predilectos, bem demonstrativo da falta de qualidade que o homem coloca em todos os projectos k abraça...

    Neste caso, não sei pk, mas parece-me k os vejo tensos, nervosos, com o coração a palpitar, a boca seca, o estômago tolhido, as mãos suadas, a respiração ofegante. 6 milhões assim, será uma epidemia?

    Não, meus caros, não se preocupem. Isso não é gripe. É mesmo MEDO. PÂNICO. TERROR. É o que vos custa ir ao Dragão, neste momento. Para vossa sorte, só vai durar 90 minutos...

    ResponderEliminar
  2. Conhecido no Porto por "senador" pateta.
    Mas temos de reconhecer que o efeito Vieira contagia.

    ResponderEliminar
  3. Presunção, água benta e quilos de estupidez...

    ResponderEliminar
  4. O atrasado mental nao teve aquela frase pois não?? Digam-me que é brincadeira!!!!

    Tanto palhaço junto na mesma produção, já é palahço a mais junto, não???

    Saudações azuis e brancas
    Carlos Pinto

    ResponderEliminar
  5. O deficiente teve aquela frase... teve meu caro Carlos Pinto. Agora, o que ele também teve foi aqui a nossa resposta ;)

    Saudações

    ResponderEliminar
  6. Este aminal nem o nome sabe escrever.

    ResponderEliminar
  7. Em alturas que o silêncio é de ouro haverá sempre alguns que perderão excelentes oportunidades de estarem calados.

    Não é este caso e duvido seriamente que a voz deste Senhor possa chegar ao Céu.

    ResponderEliminar
  8. Animais deste calibre deviam estar no Zoo em sete rios.

    Deixem.nos ganir à vontade, amanhã quando levarem na pá não tenho a certeza se ainda ladrarão tão alto. Nem com os resultados que têm vêem a merda que são. IMPRESSIONANTE!

    É ESMAGÁ.LOS CARAGOOOO!

    Hoje nao sei porque passei o dia a cantar:

    [i] Não ganham nada
    É só choradeira
    Chora o Rui Costa
    Chora o Chalana
    Chora o Vieira! [/i]

    Beijinhos azuis e brancos da Ta_8

    ResponderEliminar