23 setembro, 2007

'Paços' certos rumo ao pleno

competição: bwin LIGA 2007/08, 5ª jornada
data: 23.09.2007
local: Estádio da Mata Real, em Paços de Ferreira
assistência: 3.500 espectadores
fc porto: Nuno; Bosingwa, Bruno Alves, João Paulo, Jorge Fucile; Paulo Assunção (Sektioui, 83m), Raul Meireles (Bolatti, 63m), Lucho Gonzalez; Quaresma, Edgar (Leandro Lima, 57m) e Lisandro Lopez.
golos: Lisandro Lopez (11 min, 67 min)

5 jogos, 5 vitórias, 15 pontos, 4 vitórias onde na época passada não vencemos, invencibilidade e pleno! Que mais poderíamos pedir nesta altura da bwin LIGA? Nada, digo eu. Lisandro, tal como na semana passada, voltou a ser os «ás de trunfo» que desbloqueou mais uma vitória, ao apontar os 2 golos sem resposta por parte dos azuis-e-brancos frente aos pacenses, que mais uma vez, com um plantel de tostões, deu excelente réplica ao FC Porto.

O Prof. Jesualdo Ferreira, quando se pensava ir pela primeira vez manter o onze em duas jornadas consecutivas, voltou a mexer, deixando de fora, quanto a mim, a par de Lisandro, o jogador mais influente na frente de ataque, Tarik de seu nome, preterido em desfavor de Edgar. Uma questão de ‘nomes’, porque de facto, há prima-donas que actualmente podem fazer menos, muito menos, mas porque são o X ou o Y, a titularidade está sempre garantida, faça o que fizer, corra o que correr, traga algo de útil ao colectivo ou não traga. Uma questão de ‘nomes’

E aqui, retiro o chapéu ao trabalho de Edgar, que lançado às feras, deu trabalho, muito trabalho à defensiva dos castores, dominando o espaço aéreo, fruto da sua estatura e jogo de cabeça. Não me desiludiu, se me faço entender.

Com uns primeiros 15 minutos de muito pressing e futebol bem jogado por parte dos azuis-e-brancos, foi com alguma naturalidade que o FC Porto chegou ao 0-1, estavam decorridos 11 min de jogo, quando Bruno Alves no lado esquerdo do ataque, em esforço, consegue assitir Lisandro no interior da área que de primeira, remata um forte pontapé que não deixa qualquer hipóteses ao guarda-redes adversário.

É um facto que a partir deste momento, os tais 15 minutos de jogo, os castores, fruto de um enorme voluntarismo colectivo, conseguiu equilibrar o jogo e começou a conseguir criar alguns lances de perigo próximos da baliza à guarda de Nuno.

E o jogo foi-se arrastando nesta toada de grande equilíbrio, até que se atingiu o final da 1ª parte, com uma vantagem portista de 0-1.

Para os segundos 45 minutos, e com o jogo a manter-se num igual ritmo de grande equilíbrio, apesar de o FC Porto tentar o controle do jogo, sem de facto o conseguir, diga-se de passagem, o que só veio embelezar ainda mais esta vitória.

Já com Leandro Lima e Bolatti em campo, ocupando os lugares de Edgar e Raul Meireles, o FC Porto consegue chegar ao segundo golo, estavam decorridos 67 min de jogo, quando Lisandro desmarcado pela direita do ataque por Leandro Lima, remata à saída do guarda-redes adversário, que mais uma vez, nada podia fazer. Estava feito o 0-2.

A partir daqui, digamos que o jogo terminou em termos de luta pelo resultado, já que nem os da casa tinham forças para ir atrás do prejuízo, nem os azuis-e-brancos se esforçavam mais, procurando gerir esforços até ao apito final do jogo.

E assim acabou o jogo, com um resultado positivo de 0-2 para o FC Porto, num campo tradicionalmente difícil para qualquer adversário, e que veremos quem lá vai passar.

azul + : Lisandro Lopez (man of the match), Paulo Assunção, Lucho e Edgar

azul - : mais uma vez, Ricardo Quaresma, porque ele vale mais, muito mais do que tem mostrado nos últimos jogos e valha a verdade, já me começa a irritar a insistência em marcar tudo o que é cantos e livres, sempre inconsequentes.

arbitragem: Olegário Benquerença (Leiria), realizou uma arbitragem discreta, mas com 2 erros, um deles de bradar aos céus para os que tanto gostam de falar num tal de ‘apito’… primeiro, um fora-de-jogo tirado a Lucho ainda na 1ª parte que não lembra ao diabo (mas aqui, a culpa é maior do assistente); agora, no seguimento do lance do 2º golo do FC Porto, assistir à peitaça no ar de Peçanha contra o árbitro, e ver este com uma cara de quase “perdoe o facto de eu me ter colocado na sua frente”, diz quase tudo da qualidade dos árbitros portugueses. E depois, ainda vêm com tangas de «apitos», tenham vergonha, é o que é, carago!

13 comentários:

  1. O PAÇOS valorizou a suada e justa vitória do F.C.PORTO.

    O F.C.PORTO revelou atitude e pragmatismo .

    Às vezes, é preciso jogar assim.

    ResponderEliminar
  2. E mais uma que já cá canta. No ano passado nestes 5 jogos fizemos 4 pontos, este ano estamos com a folha limpinha.
    Completamente de acordo com aquilo qe falas sobre o Tarik, pelos vistos o esforço do homem não é assim tão recompensado como devia. Não que o Edgar estivesse mal, pelo contrário, mas a personagem a sair do 11 teria de ser outra.
    Mais uma palavra de incentivo a Lisandro que tem sido bastante importante.
    Aquele lance do Peçanha?? Vergonhoso, os árbitros não os têm no sítio certamente.
    Abraços e rumo ao tri vamos nós.

    ResponderEliminar
  3. Parece-me mais do que lógico que o Tarik não tenha entrado de início neste jogo. Se o homem só come depois do pôr-do-sol, imagino que caísse pró lado aos 20 minutos. É que o pôr-do-sol coincidiu com o início do jogo! e com o ritmo a que se jogou!
    Também não acho que o jogo tenha esmorecido depois do 2º golo, os homens de Paços de Ferreira obrigaram-nos a correr até ao fim.
    Por fim, se o Lisandro continua a facturar desta maneira ainda vamos ouvir/ler os jornalistas/painelistas sobre a lisandrodependência (é o costume quando as coisas correm bem e eles já não sabem o que dizer de mal do FCP).

    ResponderEliminar
  4. (Ia-me esquecendo)
    Saudações portistas.

    ResponderEliminar
  5. Em Paços geralmente há que jogar com o fato macaco.
    Lá ganhamos, gostei da opção Edgar que ainda um pouco verde apresentou mais soluções, especialmente nos cruzamentos por alto..
    Compreendo a razão de Tarik não jogar devido ao Ramadão, mesmo assim quando entrou ia marcando.
    Lisandro sempre fantástico, só não compreendo a razão do Quaresma ser o dono da bola. Irrirta ser ele a marcar tudo, ainda por cima mal...
    O árbitro... sem coragem para expulsar o Pessanha...
    Fosse ao contrário...

    ResponderEliminar
  6. também gostei de Edgar, não sei porquê lembra-me um tal de super Mário... Vamos com calma. Importante vitória com Lisandro em excelente forma. Leandro Lima foi decisivo no 2º golo e Bollati pareceu meio perdido. O Paços de Ferreira não acusou desgaste nenhum, correram como loucos e espero q revelem esta atitude nos outros jogos com os grandes. O árbitro esteve bem mas o Peçanha, como diz o Blue tinha q ser expulso. Q é q ele queria? E os mouros? E os lagartos? Ora tomem!! FORÇA PORTO!

    ResponderEliminar
  7. ora boas... bem... ao contrario de outros anos na mata real.. este para mim nao foi um jogo muito sofrido.. estive 90m verdadeiramente a assistir ao jog com uma enorme "tranquilidade" e com a certeza de que neste jogo,ja estava garantido mais 3 pontos pa conta.. o porto dominou de principio a fim.. nao creio que alguma vex tenhamos sido sofucados pelo paços.. o que acho e que teve alguns minutos de verdadeiro equilibrio.. mas sempre sempre com o jogo controlado..um bem haja para o numo que na minha opiniao tem estado brilhante.. "o que ele aprendu com o vitor balixas nos anos de suplente" um bruno alves cada vez mais maduro e genial.. o nosso gazela bosingwa teve uns furos assim dos ultimos jogos.. o matador lisandro imperdoavel.. e a serenidade do lucho que tambem esta a subir de forma a olhos vistos.. na minha sincera opiniao o quaresma esta a precisar de ficar 1 ou 2 joguitos no banco a ver com se jogo la dentro.. parece andar meio aluado.. e olha que o jogo com o fatima e optimo para isso.. apesar de o fatima nao ser pera doce...

    sobre a liga record... ora fodasse... que é para nao dixer asneiras... os merdas do sporting fuderam bem... se bem que ate nem me importo muito... lolll :) tranquilidade amigos.. tranquilidade...

    ResponderEliminar
  8. 44, quarenta e quatro faltas !!! num jogo musculado.
    Desta vez as substuições até pareceram surtir efeito pois o meio campo do Paços desapareceu.

    Quarta em Fátima (porque é que será que estes jogos me assustam?) e Sábado no Dragão.

    É pra continuar.

    ResponderEliminar
  9. ola presidente e amigos blues:

    so vi a segunda parte , gostei das duas equipas a jogar,estes 3 pontos sabem muito bem,epoca passada tavamos bem pior,quero saber qual vai ser o castigo das agressoes ao arbito???e tb o arbito havia de ser castigado,por se deixar ser intimidado....

    PS:o xeio de sono foste tramado??? nao es o unico a perder pontos!!!

    aquele abraço

    ResponderEliminar
  10. O Futebol Clube do Porto esteve pura e simplesmente brilhante!!! Tornou um jogo que todos consideravam difícil num encontro relativamente fácil e o facto de o Paços se ter batido tão bem apenas enobrece e engrandece o trabalho do Campeão Nacional. Vamos a ver se esta "onda" positiva continua por muito tempo e não será nenhuma asneira dizer que Jesualdo esteve muito bem este ultimo Fim-de-semana tanto na preparação da equipa como nas substituições durante o jogo.

    Edgar surpreendeu-me pela positiva, vamos a ver como evolui este jogador e que em Fátima não aconteça o milagre que aconteceu ao Atlético no Dragão...

    Saudações Portistas

    http://sargentodeferro.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  11. Acabei de ouvir o senil madail a falar das conclusões da reunião de emergência da FPF marcada para 4 dias depois!!!
    No meu Blog dizia que o socolari ainda havia de ser herói nacional ... E naõ é que tinha razão???
    ( apesar de ... não esquecemos, o Clube Portugal e tal, as estatisticas dizem tudo, etc... enfim, apoiamos o homem...!!!!)
    Que nojo.

    ResponderEliminar
  12. Há coincidências do catano: tava eu de férias, no Algarve, em Maio, qd o Porto se deslocou a Paços, num jogo de enorme importância. E eu, fechado no quarto do hotel, sofrendo desalmadamente, vedo o campeonato a fugir por entre as mãos. Felizmente, para o final feliz da história, apareceu Adriano e o coração continuou a bater.
    4 meses depois, novamente de férias, novamente no mesmo local, e os mesmos protagonistas. Deja-vu? Não guardo boas recordações dos jogos com o Paços. Felizmente, novamente, td terminou em bem. Vitória sofrida, mas gostei de ver a equipa com os pés bem assentes na terra, vestida de fato-macaco, de mangas arregaçadas, lutando pela vitória com bravura. É a 5ª consecutiva, conquistando + 11 pontos do k no ano passado. Saborosa tb pelos escorreganços dos rivais, k nos dão um desafogo enorme nesta fase. Fica apenas um conselho ao Mister: não invente na 4ª feira, lembre-se do Atlético no ano passado. Nada de grandes poupanças contra o Fátima.

    ps: E gostei do Edgar. Pode ser importante durante a época.

    Abraço, k já tou meio desesperado, com as vacaciones a acabarem-se..snif..snif

    ResponderEliminar
  13. 5 em 5, ganhamos ao paços e ainda vimos o campeonato da 2ª circular ficar cada vez mais equilibrado com os dois empates, um deles fabricado pelo arbitro e na proxima jornada que se matem uns aos outros nós, só temos que continuar a ganhar... ghostei muito do Edgar a jogar, a vamos ver o que ele vai fazer aqui pra frente.

    Saudações Azuis.

    ResponderEliminar