19 janeiro, 2011

Wikipédia do Antas

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

Ora caros Portistas, depois de um fim-de-semana recheado de polémica com a arbitragem quer no futebol, quer no basquetebol e ver que nossa comunicação social mais uma vez fecha a boca porque não convém chatear o patrão, é de bradar aos céus…

Era para falar de gente que nos fez mal no passado como Alder Dante, o Veiga Trigo e o Chico Silva, o Carlos Valente, o Garrido, o Rosa Santos, Eduardo Catroga, Saldanha Sanches, Vale e Azevedo, Marinho, José Leirós, Jorge Coroado, Carlos Mozer, Armando Vara, António Sala, Capristano, Alfredo Farinha, Jorge Batista, David Borges, etc, etc. e etc… Mas decidi fazer um apuramento de algumas verdades e de alguns factos que infelizmente ninguém tem coragem de dizer (dado à agenda política de algumas pessoas) e principalmente para lembrar aos Portistas politicamente correctos que desatam a assobiar a nossa claque quando esta faz questão de lembrar quem é o nosso inimigo e o mal que nos fez e nos continua a fazer.

2004 – Depois de na época 2003/2004 o FC Porto espalhar magia pela Europa, começa a época em Coimbra numa Supertaça contra o Eterno rival, tínhamos uma equipa recheada de futuras estrelas (Fabiano, Diego, Seitaridis, Carlos Alberto, Pepe, Ricardo Quaresma), e num jogo mal jogado com um relvado à moda de Coimbra, lá veio um golo solitário de Ricardo Quaresma, onde se viu que mesmo que o nosso clube a despedir treinadores à 4ª semana de trabalho, desmembrar totalmente uma equipa vencedora substituindo por jovens jogadores e mesmo assim o eterno rival não consegue fazer frente ao nosso clube, algo fora das quatro linhas tinha de ser feito.

E logo a seguir rebenta o Apito Dourado (como descreve os mentecaptos do jornal Rascord “rebenta a bomba”), bem no início só se falava em Gondomar e em Valentim Loureiro, mas ao número de vezes que ouvi o nome Pinto de Sousa trocado pelo o nosso do Nosso Grande Presidente, disse aos meus amigos para se irem preparando que isto vinha na nossa direcção, já se cheirava no ar.

Eis que então surge a primeira vitória para o Eterno rival, fora de campo como sempre.

O nosso Presidente era constituído Arguido no caso do Apito, ALEGADAMENTE por falsificação de documentos, corrupção e tráfico de influências.

Alegadamente é muito importante, doa a quem doer, o ministério público não conseguiu provar nada das patetices que tentou acusar o Nosso Grande Presidente, isto é que é importante, por exemplo o meu vizinho anda há largos anos acusar-me que eu vendo droga devido ao carro que tenho e não é pelo facto de a prima dele achar que é verdade e dizer a meio mundo e repetidas vezes que o torna verdade.

Só mesmo numa espécie de País tosco, onde se acha que a justiça de Fafe é a doutrina a seguir se continua a bater na mesma tecla.

Bom o final já sabemos todos os casos arquivados, onde o corpo de juízes não consegue ligar ou dar como provado qualquer das acusações feitas pelo Ministério Público e o resultado final foi este “Benfica Campeão Nacional 2004/2005” tudo decidido na última jornada e com ajuda do clube vizinho como é claro, onde se viu Estorilgates, vôos à Karadas e outras gatunices, num ano em que a nossa direcção andou toda sob investigação, abriu a chamada caça às bruxas, onde a união foi algo que não existiu e num ano fora do normal para o nosso clube tudo foi por água abaixo, até nas contas.

2005 – Ora aqui volta tudo ao normal, ainda com alguns casos por resolver no tribunal o FC Porto fecha as portas aos ladrões, contrata o Tulipeiro maluco para treinador e faz um autêntica limpeza de Balneário, escusado se irá dizer que voltámos ao normal (excepto na Europa), e foi tão normal que o eterno rival lá voltou ao terceiro lugar, deixando um rasto 12 pontos para o nosso Clube.

Menosprezaram a força e vontade do nosso clube e deixaram para trás aquilo que de melhor sabem fazer, manipular e corromper os órgãos de comunicação social e as instituições públicas e foi o que se viu “FC Porto Campeão Nacional 2005/2006” e vencedor da Taça de Portugal.

2006 – Com o Tulipeiro maluco no nosso clube amuar porque não lhe queriam dar o pinheiro Holandês, lá bateu com a Porta, o FC Porto vira-se para Jesualdo Ferreira vindo do SC Braga mesmo em cima do começar do Campeonato Nacional, ora do outro lado já se ouvia a conversa do costume “é este ano”, “este ano é que vai ser”, “somos os maiores do mundo” e começa uma campanha que me deixou boquiaberto, com os guineses books e futuros canais de televisão e principalmente uma jogada pouco feliz no nosso ministério onde tiraram o tapete ao antigo Procurador e diziam eles que vinha aí um homem a sério para o cargo.

Viemos a observar que se tratava do parolo do Pinto “mania que tem sotaque Beirão” Monteiro, bom até aqui confesso que pouco me beliscou a decisão, só me começou a beliscar quando num acto sem precedentes apresentou a esposa do então Fiscalista Saldanha falecido Sanches, a Mitzé Tung a como muitos em Assembleia da República disseram que era o Simão da Justiça (deve ser por causa do caracóis no cabelo).

Esta nomeação mais o facto de ter o poder de reabrir os casos já arquivados era o ponta de lança que o Eterno Rival procurava, já se cheirava no ar que vinha por aí sangue, não veio sangue mas veio uma “pavona” (e não “pavoa”) de olhos pintados, munida de agentes da PSP para sua protecção, porque lá no Norte aqueles “gauleses” fazem mal a toda gente.

Mas enquanto não se desenrolava o que por aí vinha, um autêntica novela, o nosso Jesualdo lá levou a equipa ao que queria e foi o que se viu “FC Porto Bicampeão Nacional 2006/2007”.

2007 – Com tanta manobra de bastidores, só faltava mesmo a escritora do “dança ao poste”, que decidiu em casa de um/a agente de futebol e cronista do jornal la “Bolha” escrever um livro, aproveitando para fazer novos amigos como o badalhoco do João Malheiro que segundo o Jorge Batista nem sequer toma banho e todos contentes como uma família lá entregaram a tal prova escrita que faltava ao Ministério Publico para prender de uma vez por todas o Nosso Grande Presidente.

A prova escrita intitulado “Eu Carolina” não era lá muito convincente no que relatava, factos trocados, descrição de situações onde não estava presente, acho que a dona carolina era especialista mesmo era em prova orais porque no que diz respeito a provas escritas já se sabe.

Bom mas lá teve que o Nosso Grande Presidente se mexer e contratar um advogado, pagar do seu bolso para mais uma vez se defender sobre algo que já se tinha defendido e já tinha sido provado a sua inocência, mas como a pressão era muita lá se reabriu os casos e lá se deu mais 5 curtos minutos de fama à dona Mitzé Tung que tanto gosta de aparecer na tv.

Resultado desta história mais um ano com a direcção a não poder dizer nada, o Nosso Grande Presidente não se podia queixar do que se passava dentro das quatro linhas e como é claro no silêncio tudo aproveita na Comunicação Social para atacar deixando sozinho Jesualdo a levar com todas as balas que lhe iam lançando mesmo de dentro do clube, depois foi o que se viu “FC Porto Tricampeão Nacional 2007/2008”. Campeonato este ganho com 20 pontos de avanço.

2008 – Como a Mitzé Tung já andava a falhar demasiados golos, a Carolina estava a ficar sozinha e sempre a contradizer-se o eterno rival já tinha substituto, era o Ricardo “saca-rolhas” Costa que inventará a nova forma de fazer justiça e deu-lhe o nome de Apito Final. Disse que foi uma nova forma de fazer justiça porque alguém sozinho não pode decidir se retira ou não retira pontos a quem quer que seja e muito menos um parolo que é conhecido numa área a que eu também faço parte como uma autêntica anedota.

Lá esbracejava todo contente na TV, à medida que ia dizendo asneiras atrás de asneiras sob a capa de que apenas e só estava a aplicar a lei, Ricardo “saca-rolhas” Costa é um conhecido anti-Portista, anti-Pinto da Costa que tirou a sua licenciatura na Universidade Católica diga-se à rasquinha. Mas com o apoio do clube do Regime e com o pau mandado do Hermínio “Leitão” Loureiro a dar-lhe o OK lá tirou os 6 pontos e castigou o FC Porto a multas bem como o seu Presidente.

Bem isto já começava a cheirar a sangue outra vez, e quando o Nosso Grande Presidente veio em conferência de imprensa dizer que o clube não ia recorrer da decisão só ia recorrer o Presidente em nome do clube, eles sem pensarem e armados em chico-espertos lá chamaram o aliado parolo do distrito de Braga para irem em lua-de-mel à Suíça, foi sim senhor o primeiro casamento homossexual do nosso País.

Esqueceram-se de um pormenor, o clube não ia recorrer e fê-lo muito bem, ia recorrer para quem? Para a mesma pessoa que aplicou os castigos? Para a FPF onde o nível de isenção roça o ridículo e onde houve uma reunião extraordinário onde se insultaram tudo e todos, com um membro presidente de mesa a sair e os outros vogais a continuar a reunião? É para isto que o clube ia recorrer?

Voltado à sede da UEFA onde em primeira apreciação lá saiu uma decisão em que o FC Porto estaria fora das Competições Europeias e poderia ser gravemente castigado, aqui e num órgão soberano posemos mão à obra e recorremos ao TAS, ora logo muda tudo de figura, voltamos à estaca zero e faltava o resto da UEFA decidir se iam ter em conta ou não as alegações dos queixinhas dos regime&afonsinhos, aqui é que entra um senhor irmão de Cunha Leal, na altura da primeira instância deliberadamente escreveu “transitou em julgado”, quando foi apertado e lhe disseram que afinal era castigado se estivesse a mentir lá enviou um segundo faz a dizer “não transitou em julgado”, coitado do Pai e da Mãe que criou dois filhos como os irmãos Leal.

Resultado desta façanha, regime&afonsinhos ainda tiveram de pagar 10.000€ cada um por fazer perder tempo quem quer trabalhar e quer ser sério, mais uma vez até a Justiça na Europa estava comprada aos olhos deste tosco País e nem mesmo sendo presidida por um banana como Platini os fazia demover dessa opinião.

Bem e só para meter nojo lá fomos vencendo a torto e a direito e o resultado foi o que se viu “FC Porto Tetracampeão Nacional” e Vencedor da Taça de Portugal.

2009 – Começa com uma grande aposta do nosso rival, manteve intacto o avançado centro Ricardo “saca-rolhas” Costa, já que a Mitzé Tung se lesionou e viu todos os casos outra vez arquivados e ainda viu ser a vez do Nosso Grande Presidente contra-atacar, aqui admito tive pena da Carolina, sozinha e sem amigos, já sem imaginação para mais mentiras a ter de cumprir trabalhos cívicos, nada que não esteja habituada.

Por incrível que pareça como não houve nada de especial na pré-época até estranhei o nosso rival andar tão calado, até que surge o Túnel de Braga, depois vem o Túnel da Luz com o Nacional e lá veio em miados de Dezembro o aperfeiçoamento o Túnel da Luz contra o FC Porto, onde num jogo só em que vi ao vivo e a cores tudo junto e à molhada onde valeu tudo. Banco do Jesualdo cheio de cartolinas, garrafas, isqueiros, telemóveis, onde uma equipa é levada para dentro do Túnel onde se esperava um circo que deu o resultado que vimos.

Ricardo “Saca-Rolhas” Costa mais uma vez lá fez a justiça dele, primeiro demorou mas sem antes castigar os jogadores até decisão final e eis que no final de Janeiro o FC Porto fica sem dois jogadores importantes, um deles o melhor jogador Português da Actualidade seu nome Givánildo Vieira de Sousa, Hulk para os amigos.

Conseguem então numa decisão sem precedentes aplicar uma castigo que todos já tinham dito exagerado e mais uma vez o causador de tudo isto passava impune e ainda gozava desta impunidade podendo coagir árbitros como fez Rui Bosta vezes e vezes sem conta à entrada do túnel onde arbitragens vergonhosas era atribuído notas positivas caso o clube da Luz ganhasse.

Ficamos sem Sapunaru e Hulk, durante 6 e 3 meses respectivamente, Hulk viu-se privado de ir à selecção no Mundial e acima de tudo quando a decisão da FPF à apreciação do caso vem dar razão ao nosso clube.

Resultado foi o que vimos “Benfica Campeão Nacional 2009/2010”, mais uma vez na última jornada e com um feito incrível 14 jornadas a jogar ou contra 10 ou contra 9 mais de 70 minutos por jogo.

Vou finalizar que isto já vai longo, mas é só para alertar aos politicamente correctos que de cada vez que baixamos a crista levamos no traseiro, não se pode fazer orelhas moucas ao que acabei de escrever e principalmente não se deve esquecer quem é o nosso inimigo, nos inveja e nos quer mal.

Um abraço Tripeiro e muito... muito Portista.

13 comentários:

  1. Totalmente de acordo.
    É preciso denunciar tudo isto, sem nunca esquecer e sempre lembrar, tudo isto e o mais... ao longo dos anos - como aliás ainda ontem referi no meu recente post.
    Como se dizia em política, eles calam, mas nós não!
    Abraço.
    http://longara.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Parafraseando Armando Pinto, “totalmente de acordo”.

    “Cada vez que baixamos a crista levamos no traseiro…, não se deve esquecer quem é o nosso inimigo, nos inveja e nos quer mal”.
    É isso, Antas, não lhes podemos dar tréguas, a esses bandalhos e à corja de vendidos à máfia vermelha. Luta constante, com mais ou menos ódio, é o que eu desejo dos apaniguados portistas. Não me consigo ver com outra postura.

    Achei um piadão a estas:
    Os benfas e os Afonsinhos protagonizaram “o primeiro casamento homossexual do nosso país”. Ah, ah, ah;
    A Carolina teve “de cumprir trabalhos cívicos, nada a que não estivesse habituada”. Ah, ah, ah.

    É curioso e sintomático: no meu post de hoje, refiro um monstruoso escândalo relativo a um jogo do FC Porto com o Belenenses. No teu post, relatas estas arbitrariedades todas, nojentas, asquerosas. Conclusão: ONTEM, COMO HOJE…

    Um abraço. Bibó POOOORTO!

    ResponderEliminar
  3. Como disse no post do Fernando Moreira, há sempre alguém que resiste.

    Ontem, na RTP, uma vergonhosa reportagem, em que, a pretexto de alguns dramas pessoais, se fez uma vegonhosa apologia do clube do regime. Mais uma... Neste país, já sabemos que não podemos contar com mais ninguém e portanto, atenção, unidade e portismo, muito portismo.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. Acho que falta um pequeno grande pormenor na época de 2004/2005 em que o benfica venceu o campeonato. Foram os sucessivos sumaríssimos com o FCPorto foi sucessivamente castigado. Sumaríssimos que após terem o efeito pretendido de fazer o benfica campeão praticamente desapareceram do futebol português, mesmo com toda a gente a ver agressões claras do Luisão, David Luiz e seus compadres. Os dois últimos campeonatos ganhos pelo benfica tiveram casos particulares 2004/2005 – sumaríssimos e em 2009/2010 - túneis. Será coincidência?

    ResponderEliminar
  5. Antas, não feches já o livro que ainda há, pelo menos que me lembre, um pendente da reunião dos cinco estarolas.
    Estava para decisão nesta segunda mas foi adiada cine dia.

    A ver se mesmo após o dinheiro gasto com o parecer do pai do minguinhos o antigo vogal do Conselho de Justiça da FPF vai levar um 4-0.

    ResponderEliminar
  6. O Antas não perdoa. Tem um arquivo cheio de material e fechado a 7 chaves.

    Qualquer dia vais para o trio de ataque:)

    abraço

    ResponderEliminar
  7. Simplesmente EXCELENTE,os únicos gajos sérios desses acontecimentos no estorilgate foram a equipa técnica do estoril que se demitiu.

    ResponderEliminar
  8. Uma brilhante resenha de vitórias mas recheadas das pulhices dos personagens mais grotescos deste recanto desatinado.
    Cuidado pois já esperneiam por a sport-tv não os endeusar em permanência, pois sem que ninguém de muito por isso, acusam alguns senhores dos relatos ou os seus comentaristas, de terem lapsos e não seguirem a cartilha da unanimidade pindérica.
    Não tarda nada, reúne-se a nata dos insufláveis dirigentes e os seus porta-vozes, para no conhecido esquema do Vale e Azevedo, mandarem o contracto que os liga ao canal, para a trituradora dos papeis sem valor.

    ResponderEliminar
  9. Muito bem, Antas. Não há tréguas. Este teu post serve muito bem como auxiliar de memória a muitos sócios Portistas. Faz sempre bem lembrar e aprender com o que já passou e que se varre das cabeças das pessoas a cada seunda-feira.

    ResponderEliminar
  10. Como o Anónimo e o Estilhaço dizem e com razão falta efectivamente os sumarissimos que roçaram o ridículo e ainda o parecer do alto assalariado Beiças do Amaral que foi comprado para fazer lobby.

    Meus amigos um grande abraço a todos.

    ResponderEliminar
  11. Apetece-me dizer que por muito bom que o arquivo seja, e este tem uma imensa qualidade, é difícil reter todas as BADALHOQUICES que durante anos e anos esta corja efectuou, sempre a coberto e branqueadas pela comunicação social.

    Por isso mesmo, por não ter vergonha de dizer que os odeio, pois ao contrário dos mais líricos, não considero que isso seja demonstração de lhes dar importância mas sim demonstração de todo o meu ódio visceral por essa gente, termino assim:
    benfica clube de merda,
    todo o porto te odeia,
    esta canção é pra ti,
    sentimos ódio por ti,
    benfica é merda,
    benfica é merda.....

    ResponderEliminar
  12. Antas, excelente post, só me faz ficar revoltada e enojada com todos esses energumeros!

    BIBÓ PORTO

    ResponderEliminar