13 março, 2014

Dois dias, cinco jogos!!

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Um fim-de-semana normal para nós.

Sábado depois do almoço o habitual encontro na nossa casa, o estádio do Dragão. Daí seguimos para o Olival, em Gaia, onde marcámos presença no importante jogo dos juniores contra os chorões lagartos. Um empate a zero bastante injusto. Fomos claramente a melhor equipa durante todo o jogo. Pela primeira vez assisti a bom tempo no Olival! Esteve bastante sol, muito calor, muita gente a assistir ao jogo!

Terminado o encontro rumámos novamente ao Dragão. Às 17h30 o hóquei em patins defrontou a Juventude de Viana, equipa que vinha moralizada de uma vitória a meio da semana anterior contra os lampiões. Lá estivemos obviamente, num Dragão Caixa muito bem composto e a apoiar o FC Porto. Vencemos merecidamente e um pouco tempo mais tarde do nosso jogo ter terminado viemos a saber que o Valongo acabara de perder em casa, o que nos faz agora partilhar a liderança com eles.

Uns regressavam a casa e outros continuavam a sua saga de apoio ao clube. A final four de basquetebol (sub-20) para apurar o campeão distrital realizou-se no Dragão Caixa. Sábado na meia-final muita gente apoiou o nosso clube, depois do hóquei.

Vencemos e Domingo depois do almoço lá estávamos novamente. Depois de um café com a malta no museu onde deu para ver a primeira parte da equipa B em Chaves, entrámos no pavilhão e vimos o Dragon Force/FC Porto derrotar o Vasco da Gama e sagrar-se campeão distrital.

Para o final da tarde estava reservado o prato forte: a estreia de Luís Castro no comando da equipa A de futebol, contra o Arouca. Goleada por 4-1, que sirva para moralizar a rapaziada. Uma assistência fraca quanto a mim, mas bem melhor do que o que temos visto nos últimos meses.

Super Dragões e Colectivo exibiram frases de solidariedade e força ao nosso amigo Aníbal, um ultra, membro dos SD, que neste momento luta por ultrapassar um problema de saúde. Os SD exibiram mais duas tarjas, uma delas a incentivar a equipa com aquilo que temos de conquistar até final do campeonato e a outra a pôr o dedo na ferida.

Todos nós vimos a manifestação dos polícias na semana passada. Não foi a primeira vez que o fizeram e em ambas utilizaram artefactos pirotecnicos. Portanto, aqueles que nos reprimem, batem e proíbem a entrada desse material nos estádios e pavilhões de Portugal, são os mesmos que os utilizam nas manifestações?!? E se fossemos nós, como seria?!

Este último fim-de-semana ficou marcado pela frase “Pirotecnia na Assembleia, não é crime?”, que foi utilizada pelos mais variados grupos ultra, desde a primeira divisão até às distritais. Porque é que a lei não é igual para todos?!

Carregando baterias para os próximos três jogos de futebol!! Até que a voz nos doa!!

Um abraço.

0 comentários:

Publicar um comentário