13 março, 2014

"Vai ser uma eliminatória muito disputada"

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Na conferência de imprensa de antevisão da partida com o Nápoles (quinta-feira, 18h00, Estádio do Dragão), Luís Castro observou que esta é apenas da primeira mão de uma eliminatória entre duas equipas candidatas à vitória final na competição, considerando que a ambição, o equilíbrio defensivo e os desequilíbrios ofensivos criados pela equipa do FC Porto vão ser fundamentais em ambos os jogos dos oitavos-de-final da UEFA Europa League.

​O treinador do FC Porto considerou que é “prematuro” falar de favoritismos nesta eliminatória contra o clube napolitano, abordando também o momento da equipa que dirige: “Penso que a eliminatória vai ser muito disputada. Os jogadores estão muito optimistas e eu sinto-os muito motivados e confiantes, com uma ambição que é fundamental para o desenvolvimento da eliminatória. O Nápoles é uma equipa competente, com um bom treinador, tem feito uma boa época e há um conjunto de problemas que nos pode colocar e que penso que os jogadores estão preparados para resolver”.

O treinador considerou, também, que a chave para o sucesso passa por uma equipa estabilizada: “Temos de estar totalmente equilibrados em jogo, defensivamente falando, para conseguirmos desequilibrar em termos ofensivos e conseguir marcar. Esperamos um jogo muito competitivo, em duas partes, aqui e no San Paolo, e estamos preparados e confiantes para fazer o nosso jogo aqui e lá. A nossa estratégia passa por obter um bom resultado aqui, no nosso estádio, para podermos ir com optimismo para o jogo da segunda mão”.

Luís Castro realçou o contributo dos adeptos no caminho que deseja que a equipa trilhe: “Os jogos são formados por um conjunto de pormenores que levam ao sucesso ou insucesso e, nesse aspecto, os nossos adeptos são fundamentais. Não jogam, mas fazem-nos jogar de forma ainda mais competente”.

O técnico recusou comparar este jogo com os resultados obtidos pelo FC Porto, até agora, nos jogos disputados no Dragão para as competições europeias: “Ainda não conseguimos ganhar esta temporada e sofremos golos em todos os jogos, mas cada partida encerra em si especificidades e tem um contexto diferente de todos os outros. Tudo o que se passou até agora não tem nada a ver – não por agora ser eu o treinador, mas sim porque cada encontro se dissocia dos anteriores e dos próximos. O jogo é o que é e vamos atacá-lo dessa forma, completamente descontextualizado do que foi antes e do que vem depois”.

Luís Castro acredita que a equipa vai demonstrar todo o seu potencial em ambas as partidas da eliminatória: “A nossa preocupação é que os jogadores consigam colocar a qualidade deles no relvado, além dos momentos e esquemas de jogo com os quais queremos que o FC Porto jogue. Os nossos atletas têm qualidade comprovada, são jogadores de topo a nível mundial e a minha missão é potenciar isso, propondo tarefas que, no desenvolvimento do jogo, nos levem à vitória”.

O treinador referiu ainda a sua convicção quanto às ambições da equipa na competição, explanando também a missão que lhe foi proposta: “O FC Porto está na primeira linha de favoritos à conquista do troféu. Nenhuma eliminatória está decidida numa só mão e o que me foi solicitado foi que desenvolvesse um trabalho sério, dedicado, honesto, determinado e com espirito de conquista”.

Quaresma: "Em nossa casa mandamos nós!"

​O avançado Ricardo Quaresma encara o primeiro desafio europeu, após o seu regresso, com uma certeza: no Dragão, tem de mandar o FC Porto. O avançado falou em conferência de imprensa de antevisão do encontro com o Nápoles, que se disputa esta quinta-feira, pelas 18h00, no Estádio do Dragão, e que diz respeito à primeira mão dos oitavos-de-final da Liga Europa.

​Quaresma acredita que estes são “os melhores jogos para qualquer jogador” e sente que ele próprio e os companheiros estão num crescendo de forma: “Sinto-me cada vez melhor e creio que a equipa também está a melhorar. A nossa confiança está a chegar ao topo, vamos ‘entrar com tudo’ e estamos preparados para esse grande jogo de quinta-feira. Em nossa casa, mandamos nós e faremos de tudo para ganhar a partida, jogando o nosso futebol e como o nosso treinador deseja”.

O avançado assumiu ainda que é filosofia do clube não temer ninguém: “Respeitamos toda a gente, mas medo não faz parte do nosso vocabulário. Vamos jogar para ganhar, pois a equipa está bem, está confiante, disposta a dar tudo o que tem dentro de campo para triunfar”.

Quaresma reforçou, uma vez mais, o que o fez regressar ao clube: “Aqui é a minha casa, em que me sinto feliz, é aqui que quero continuar a jogar e espero ajudar o meu clube a ganhar títulos. A organização continua a mesma, o espírito continua o mesmo; quando cá estive, ensinaram-me a ganhar e, agora, quando voltei, estamos a trabalhar exactamente para o mesmo”.

fonte: fcporto.pt


LISTA OFICIAL DE CONVOCADOS
Guarda-redes: Helton e Fabiano.
Defesas: Danilo, Maicon, Reyes, Mangala e Alex Sandro.
Médios: Quintero, Herrera, Fernando, Carlos Eduardo e Defour.
Avançados: Quaresma, Jackson Martínez, Ghilas, Varela, Licá, Carlos Eduardo e Ricardo.

0 comentários:

Publicar um comentário