09 novembro, 2013

"Foi o início de uma história de conquistas"

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/


08/11/2013
Outrora um goleador de excelência, Fernando Gomes viaja no tempo e recorda a conquista da primeira Bota de Ouro no dia em que a mesma celebra 30 anos. A 8 de Novembro de 1983, o profícuo avançado português que fez carreira e história no FC Porto foi premiado com um troféu que voltaria a erguer em 1985.

“A conquista da primeira Bota de Ouro foi um dos momentos mais bonitos da minha carreira. Felizmente para mim e para o FC Porto, vivemos momentos tão ou mais importantes depois disso. É um orgulho olhar para trás e recordar tudo o que venci neste clube. Foi como que o início de uma história de conquistas que ainda hoje prevalece, apesar de ter outras funções hoje em dia”, disse ao Porto Canal e www.fcporto.pt Fernando Gomes, autor de 36 golos no campeonato em 1982/83.

Neste regresso ao passado, o antigo camisola nove deixa rasgados elogios ao trabalho de Jorge Nuno Pinto da Costa, trabalho esse que testemunhou desde o início. “É uma grande honra para mim ter acompanhado praticamente todo o seu percurso na presidência do FC Porto. Foi a partir daí que o clube se começou a emancipar internacionalmente e os títulos conquistados falam por si. Foi com Pinto da Costa que o FC Porto se tornou um clube de top mundial”, declarou Fernando Gomes, que estabelece ainda as diferenças entre as Botas de Ouro conquistadas em 1983 e 1985.

“Na segunda Bota de Ouro, fizemos uma época fantástica e sagrámo-nos campeões nacionais. Na primeira Bota de Ouro marquei 36 golos e na segunda fiz 39. A grande diferença é que o meu registo aquando da segunda Bota de Ouro ajudou-nos a conquistar títulos e isso dá-lhe um significado ainda mais especial. De qualquer forma, a primeira Bota de Ouro, por ter sido a primeira que ganhei, é algo inesquecível”, declarou o avançado que apontou um total de 352 golos com a camisola do FC Porto, clube no qual conquistou todos os 14 títulos da sua carreira.

“Nunca me passou pela cabeça vencer uma Bota de Ouro e muito menos duas. Quando optei pela carreira de futebolista, o meu grande sonho era vestir a camisola do FC Porto. As coisas foram acontecendo e, olhando para trás, sinto um orgulho tremendo por ter contribuído positivamente para a história de um grande clube como o FC Porto. Creio que a minha primeira Bota de Ouro contribuiu decisivamente para o início daquilo que hoje é o grande FC Porto”. Palavra daquele que é um dos maiores goleadores da história do futebol português e uma figura emblemática e incontornável do clube. Para os adeptos portistas, será carinhosa e eternamente o “bi-Bota”.

fonte: fcporto.pt

0 comentários:

Publicar um comentário