21 setembro, 2011

Bairrismo

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/


Há conversas que mudam completamente aquilo que planeamos escrever, principalmente quando estas conversas surgem numa almoço com um suposto adepto do clube rival, inflamado e cheio de moral, depois dos resultados do fim de semana, que levou muitos Portistas a um estado de espírito mais crítico. Este badameco, sabendo disso, vinha para cima de mim (olhem logo quem ele escolheu!) com o discurso 32 do canal pornográfico que recebe na TV dele, até que a conversa chega a um ponto que sem argumentos para mais, sai-se com esta: "um clube de bairro nunca terá o que o meu clube tem...".

Chegado ao ponto desta "megalomania punheteira", que só parolos como este triste inventam, saiu-me algo que já aqui tenho escrito várias vezes! Qual é o mal de sermos um clube de Bairro, com uma mentalidade Bairrista, que tem orgulho daquilo que construiu, trata os seus como se de uma grande família se tratasse, onde sabe perfeitamente que só na base do Esforço, Dedicação, Trabalho e Raça, é que se conquistam troféus, é que se conquista toda a Europa repetidamente com o seu futebol, porque sabe que essas vitórias não saem de uma campanha de marketing no canal História.

Com esta mentalidade, não só construímos uma máquina bem oleada, uma massa associativa forte, com boa memória, e uma legião de adeptos espalhados por este mundo fora que partilham deste sentimento por mais cosmopolita que seja o local onde vive. Muita gente se identifica com este sentimento, por isso, porque há que ter vergonha disto?

É suposto ser um insulto?

Como passar para palavras aquilo que é o Bairrismo se torna um pouco difícil, fui à procura de mais sinónimos do que aqueles que eu dei anteriormente. Os resultados são uma vergonha, desde o Wikimerdia até ao Guia de Direitos, onde chegam ao ridículo de associar a palavra xenofobia ao Bairrismo. Agora, se não conseguem perceber de onde vem tanto preconceito em relação a este assunto, atentem esta pérola:
    “Em Portugal, Vasco Graça Moura já comparou o sentimento de bairrismo a um complexo de inferioridade...”

    In Wikimerdia
Nada melhor como um Português, cidadão do Mundo (não é para rir, visto que este senhor nasceu na foz do Douro), alguém que sempre compreendeu bem a cidade do Porto e a sua complexidade (pede-se compostura), bem informado (aguenta), com a sua teoria bem fundamentada, para se sair com esta pérola digna de alguém num estado avançado de embriaguez numa qualquer tasca deste país, no momento de um qualquer brinde com a mão direita, enquanto a esquerda coça a sarna numa das nádegas. Entre esta descrição pornográfica e aquilo que encontrei por esta internet, existem poucas diferenças, e assim nasce o complexo Bairrista, e não o outro que este fulano tenta colar.

Mas com estes posso eu muito bem... continuem a mandar postais!

O que não consigo perceber, é a sobranceria da nossa equipa no passado Domingo, que em vez de ir à procura da bola, em vez de correr, preferiu esperar sentado à espera que a bola, mais minuto, menos minuto, acabaria por entrar, esquecendo que do outro lado estaria uma equipa que iria fazer o jogo da sua vida e a cada minuto que passava, acreditava mais um bocado que era possível conquistar o tão precioso pontinho, mas como demos desde logo 45 minutos de graça ao adversário, já se sabia o desfecho deste jogo. Não vou agora entrar em analises técnico-tácticas, visto que este assunto está mais que encerrado para mim.

Agora é trabalhar duro, forte, e mentalizar a equipa para o próximo encontro, onde não se joga apenas uma partida de futebol, joga-se toda uma história, toda uma rivalidade com muitos e diferentes desfechos, mas onde se joga acima de tudo, duas mentalidades muito diferentes. Aqui, trago outra vez o assunto do Bairrismo, onde o lema é simples: "Aqui, mandamos Nós!".

Depois de Domingo há que voltar ao nosso core, voltar a fechar as portas, voltar a concentrar nos objectivos que estão ao nosso alcance, falar menos e trabalhar mais, incutir Mentalidade e Raça a uma equipa que sabe quase toda ela o que significa jogar contra o arqui-rival, colar na parede do balneário as palavras do "Parolito", e preparar esta equipa para a guerra que já começou a semana passada, como o nosso Amigo e colaborador, Norte, fez questão de mostrar... e continuará até sexta-feira há hora do jogo, com notícias dos "recadeiros" do costume com o objectivo de atacar e ferir a nossa equipa para o grande embate.

Obrigado a todos aqueles que andam nas campanhas anti-Porto. Vale a pena andarem a fazer publicidade ao JJ na UEFA, andarem com conversas à nolito ou sequer encomendarem noticias no AS sobre uma suposta falta de pagamento ao “marítmo” dos direitos de formação na venda do Pepe. Só nos estão a dar o querosene necessário para motivar a nossa equipa. Este modus-operandi, tem já anos, mas só estas bestas é que não percebem isto...

Ao 22º embate que assisto in-loco, já devo ter experiência necessária para saber que nestes jogos há sempre surpresas e não há desfechos iguais, e que para se ganhar, é preciso lutar e acreditar que é possível.

NA PRÓXIMA SEXTA-FEIRA, AS BANCADAS E A EQUIPA TÊM DE SER UM SÓ, COM TODOS A REMAR PARA O MESMO LADO.

Por isso, lá estarei junto dos meus apoiar desde o início ao fim do jogo, com muito bairrismo, muita paixão e muita loucura pelo clube que aprendi a AMAR, porque seja qual for o desfecho, nunca sentirei vergonha daquilo que sou.

Quanto ao rival, gosto de vocês assim cheios de moral e muito papo. "IDES SOFRER COMO CÃES..."

Um abraço Tripeiro e muito... muito Portista.

16 comentários:

  1. Força PORTO vamos vencer,
    Somos do PORTO até morrer!
    Aqui no Dragão ninguém passa,
    Acabamos com a vossa raça!
    Levais no cú e não dais luta,
    NN Gays filhos da put@!!!!

    Grande abraço

    ResponderEliminar
  2. hO mÁgIcO pOrTo
    GraÇaS a DEUS nÃo NaScI lAmPiÃo
    PoRtO MeU gRaNde AmOr
    eU dOu A vIdA pArA sErEs CaMpEãO...

    http://www.youtube.com/watch?v=4n_GjcS3NfE

    ResponderEliminar
  3. Bairrista, provinciano, portuense, com sotaque, nortenho e portista.

    Deixem-nos pousar e deixem-nos embandeirar em arco, sexta-feira falamos.

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. EHEHEEH

    "Quanto ao rival, gosto de vocês assim cheios de moral e muito papo"


    é isto mesmo, eles não aprendem...

    vamos Porto!

    abraço Antas

    ResponderEliminar
  5. a unica coisa k me preokupa no bairrismo do nosso clube é precisamente o facto de estar a pouco e pouco desaparecer.

    ResponderEliminar
  6. PARA o porto-slb temos:

    jorge sousa auxiliado por bertino miranda e josé ramalho


    Vão já começar a pressionar o árbitro por ser aqui do Norte, de Paredes mas o que devemos nós pensar tb da nomeação do fiscal de linha josé ramalho:



    Sobre José Ramalho, sei pelo meu irmão que é amigo do irmão dele q é mouro de coração e nos últimos tempos fez isto:

    Na taça da liga na meia final do ano passado Polga e javi Garcia estão a agarrar-se dentro da área, mas o Ramalho só viu o agarrão verde e... penalty qd o sporting ganhava 1-0. Arranjou o 1-1 ao benfica!

    Em Alvalade NO ULTIMO SCP-FCP não viu o fora-de-jogo (e de mais de 2 metros) que deu o primeiro golo do Sporting e viu que Maicon agarrou Liedson, quando o defesa portista apenas se embrulhOu com o levezinho.


    pORMENORES dizem uns, ou mais q isso digo eu...

    ResponderEliminar
  7. «

    Oh lampião, levaste 5 no dragão!

    Nunca mais te esqueces desta grande humilhação

    Porque este ano é o Porto campeão

    »



    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs! ;)

    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar
  8. Pois no que toca ao bairrismo o anónimo disse tudo.
    E em poucas palavras.

    Quanto à arbitragem ñ haveria muitas outras soluções.
    E eu até preferia o Pedro Proença (embora se tenha esquecido de amarelar o Caientrão e o Maxi por chutar a bola para os espectadores).
    O Jorge Sousa pode sentir-se mais pressionado pela simples razão de o conotarem com o Norte.
    Mas, opinião pessoal, estarão ambos ao mesmo nível.

    O Bertino Miranda é, novamente opinião pessoal, o melhor bandeirinha a nível nacional.

    Quanto ao Ramalho já todos sabemos o que a casa gasta.
    É, definitivamente, o elo mais fraco deste trio.

    Mas, bato 3 vezes na madeira, ainda bem que não saiu o Xistra, nem o Paixão :-)

    Até Sexta.

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  10. Esta é mais uma das temáticas em que existe grande ignorância e patetice da parte dos nossos adversários que nos apelidam de bairristas e regionalistas, pensando que nos estão a ofender…

    Na realidade o FC Porto é um clube com uma forte base na região Norte, mas já com adeptos espalhados por todo o mundo… Eu por exemplo, sou Açoriano e portista desde sempre… E há cada vez mais portistas fora da região Norte…

    Exactamente da mesma forma, e isto os patetas que nos criticam nem sabem porque são ignorantes, o Bayern Munique é o clube da Baviera, o Barcelona é o clube da Catalunha, o Man Utd de Manchester, etc, ect… Não quer dizer que estes clubes não tenham adeptos espalhados pelo mundo, mas a sua base é claramente regional…

    Clubes nacionais a bem dizer da verdade existem poucos e os que existem acabam por ser fruto de ditaduras de décadas como o clube de Madrid e aquele do bairro da Luz…

    ResponderEliminar
  11. Eu cada vez sou mais regionalista e bairrista e estou marimbando para o nacional-socialismo dos encornados.
    Aliás, a Catalunha, onde o FC de Barcelona é a bandeira e o expoente máximo do sentimento independentista, devia servir-nos de inspiração a nós, povo do Norte. Isto não é nenhum sacrilégio. Nunca deixarei de ser português mas rejeito o despotismo de Lisboa e o que lhe está associado. Antes de mais sou do Norte e Transmontano. VIVA O NORTE, VIVA O ANTAS.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  12. Ele nunca disse coisa tão acertada!
    Este nosso clube de bairro com nome de cidade nunca chegará ao nível ridículo e degradante que o clube galáctico com nome de bairro dele chegou!!!

    A eles dizemos que sim, viramos as costas, sorrimos e vamos embora com a esperança que continuem assim.carneiros.


    por último na 6ª nós
    Estaremos estaremos
    nesta curva sempre a cantar
    Lutaremos lutaremos
    e com raça queremos ganhar
    PORTO ALE PORTO ALE
    FORÇA PORTO ALE
    FORÇA PORTO ALE

    Nucleo da bp sempre presente :)
    abraço Rodrigo

    ResponderEliminar
  13. ... pois a mim, orgulha-me que nos apelidem de «bairristas» (que o somos) e perceber que somos cada vez mais "cidadãos do mundo", por assim dizer (no sentido em que temos adeptos espalhados por todo o globo).

    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs! ;)

    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar
  14. Anónimo ou Sr. Estilhaço fundamentem-me a vossa preocupação do bairrismo Portista estar a desaparecer. Não abranjo da mesma opiniao, apenas se se estiverem a referir à taxa de natalidade estar a diminuir.

    O FCPORTO É UMA NAÇÃO !

    Abraços David N. venha Sexta duma vez!

    ResponderEliminar
  15. O que mais desejamos é que continue este nosso Bairrismo, a (re)começar nesta próxima sexta-feira e com mais uma vitória do F. C. Porto, perante os imperiais do sistema!

    É para vencer. Até os comemos!

    ResponderEliminar
  16. Bom post. E depois daquilo que foi dito aqui não poderei acrescentar nada..
    Um pedido a todos os portistas: vamos encher o dragão,vamos mostrar a nossa raça,a nossa ambição, vamos apoiar a equipa até ficar sem voz, vamos festejar um golo como se fosse o único, vamos infernizar a vida dos lampiões.
    Um desabafo: Saudades do antiguinho estádio das antas. Vamos recuperar a mistica, o dito bairrismo á qual nós nos orgulhamos. NÓS SOMOS PORTO!

    ResponderEliminar