19 setembro, 2011

Tribunal d'O JOGO - liga ZON Sagres 2011/12, 5ª jornada

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

Tribunal O JOGO: CD Feirense 0-0 FC Porto
Árbitro: Bruno Esteves (Setúbal) / Assistentes: António Godinho e Mário Dionísio. / Quarto Árbitro: Jorge Tavares.


Positivo

No 21º jogo na 1ª categoria, Bruno Esteves esteve globalmente bem. Esta é a opinião dos três entendidos na matéria de O JOGO. No caso do Feirense-FC Porto, todos consideram que o árbitro de Setúbal acertou ao expulsar James, por agressão a Rabiola. Em relação a um lance aos 15´, entre Belluschi e Diogo Cunha, jogador admoestado por simulação, apenas Pedro Henriques considera que ficou um penálti por assinalar, embora defenda que é de difícil análise.



Momento mais complicado

90'+2 James é bem expulso por alegada agressão a Rabiola?

Jorge Coroado
+
James, tentando tirar de esforço da falta que sofrera, levantou-se repentinamente. Fez, a seguir, gesto agressivo com o punho direito, encostando-o no estômago de Rabiola. Atitude que levou o árbitro a considerar agressão, exibindo correctamente o cartão vermelho, pois as agressões não têm potenciómetro.

Pedro Henriques
+
Sim. James agride Rabiola a murro, na barriga. Cartão vermelho correctamente mostrado por conduta violenta. A decisão de advertir o avançado do Feirense também é ajustada, atendendo a que agarrou de forma evidente e ostensiva o jogador do FC Porto.

Paulo Paraty
+
Toda a acção de James só deixa alternativa de expulsão a Bruno Esteves. É certo que o jogador do FC Porto se arrepende quando chega a Rabiola, mas nem por isso deixa de o atingir no abdómen. No mesmo lance, o avançado do Feirense vê, e bem, cartão amarelo, pois impediu um ataque prometedor do FC Porto.



Outros casos

15' Lance entre Belluschi e Diogo Cunha na área portista. Penálti ou foi mesmo simulação?
42' Ficou cartão amarelo por mostrar a Fucile após entrada sobre Miguel Pedro?
52' Henrique cabeceia a bola e cai sobre Varela. Houve falta na área do Feirense?
82' Após cruzamento de Varela, Pedro Queirós desvia a bola com a mão? Penálti?

Jorge Coroado
+
Se na minha carreira tivesse arbitrado para não descer, diria que era penálti. Porque também não quero ser xerife assumo que o árbitro esteve bem.
-
Fucile foi objectivo na falta cometida, justificando cartão amarelo que não foi exibido. O árbitro assinalou bem o livre directo, disciplinarmente esteve mal.
+
Henrique saltou mais alto e determinado, jogando a bola de cabeça, sem cometer qualquer infracção sobre o adversário.
+
Pedro Queirós fez cobertura ao cruzamento e a bola, chutada próximo, bateu no corpo, ressaltando para o braço, sem qualquer acção do jogador.

Pedro Henrique
-
Belluschi estica a perna direita e Diogo Cunha aproveita o contacto para cair. Embora de difícil análise, o médio do FC Porto acaba por o derrubar.
-
Ao tentar jogar a bola, Fucile acaba por, de forma imprudente, pontapear a perna de Miguel Pedro. Lance passível de cartão amarelo.
+
Henrique jogou a bola de cabeça, acabando por, na acção do seu movimento, entrar em contacto físico com Varela, mas sem motivo para infracção.
+
Correcta a decisão do árbitro. A bola bate na barriga de Pedro Queirós, não havendo por isso motivo para grande penalidade.

Paulo Paraty
+
Entendo que não há penálti, apesar do contacto que me parece provocado por Diogo Cunha. O cartão amarelo parece-me desnecessário.
+
Trata-se de um lance que consiste numa rasteira negligente. Livre directo foi suficiente.
+
Henrique apenas se preocupa em cabecear a bola. É o que faz enquanto Varela esperava controlá-la. Lance de determinação, sem motivo para punição.
+
Critério semelhante ao de outros lances análogos. Contudo, nem as repetições pela TV garantem que a bola tenha sido jogada com a mão ou com o braço.



Apreciação global

Jorge Coroado

Em jogo de muitos pés tortos e falta de giz nas biqueiras, de positivo o desempenho do árbitro que se mostrou sereno e seguro. A falta de um amarelo não minimizou a sua prestação.

Pedro Henriques

O árbitro esteve bem fisicamente, deixou jogar e controlou globalmente o jogo. Num lance de muito difícil avaliação (aos 15'), na área portista, terá sido induzido em erro.

Paulo Paraty

Bruno Esteves e a sua equipa fizeram um trabalho que beneficiou o jogo em velocidade e emotividade. Foi criterioso nas decisões técnicas e disciplinares, demonstrando boa ligação com os seus pares.



fonte: ojogo.pt

0 comentários:

Publicar um comentário