02 dezembro, 2012

Invadir a Pedreira e... rumar a Paris!

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

E lá se passou mais um fim-de-semana de total apoio ao mágico Porto! Orgulho, raça e mentalidade estiverem presentes, tanto no Sábado como no Domingo, no apoio às nossas equipas. A saga começou com a equipa B, em Pedroso, que venceu o Trofense por 1-0, num jogo bastante sofrido e em que a equipa visitante falhou um penalti no último minuto. Um estádio com a mesma assistência desde o início da temporada, sem saber números ao certo aponto para um quarto da lotação. Mal terminou o jogo, seguimos para o Dragão Caixa.

Às 18h30 assistimos ao hóquei em patins, vitória clara sobre o Noia para a Liga Europeia. Pavilhão bem composto com os SD presentes no apoio à equipa de Tó Neves. Nesta competição estamos com dois jogos e duas vitórias, portanto bem encaminhados para seguirmos para a próxima fase, que o ano passado nos escapou. O dia de Sábado estava cumprido, faltava o Domingo.

Um Domingo bastante ansiado por todos os ultras, uma deslocação a Braga faz despontar os niveis de adrenalina. Mas antes disso, jogou-se às 16h no nosso pavilhão o primeiro jogo da nova equipa Dragon Force, que deu lugar ao extinto basquetebol ao mais alto nível. Embora a competir em escalões bastante inferiores, fizemos questão de marcar presença. Aliás, relembro que estivemos na eliminatória da taça de Portugal, na Póvoa de Varzim, a apoiar esta rapaziada. O Dragon Force venceu tranquilamente o Diogo Cão. No reinício na segunda parte, os Super Dragões, que entretanto se concentravam no exterior do pavilhão, esperando a hora de rumar a Braga, decidiram “romper” pelo pavilhão dentro, criando ali cerca de 10 minutos fenomenais de apoio e festa!


Um grande ambiente sem dúvida, pena o pouco tempo que lá permaneceram dentro, não era pedir demais se ficassem até final do encontro. O Porto Canal esteve presente, filmou a cena e vai passá-la na TV do clube nos próximos dias. Destaque para o estandarte do BiBó-PoRtO, carago!!, perfeitamente identificável no meio dos ultras!

Termina o basquetebol, siga a invasão à capital do Minho!! Mais uma tremenda invasão dos ultras, sócios e adeptos do FC Porto!! Braga é tomada de azul e branco cada vez que o mágico lá vai jogar! É impressionante a moldura humana no AXA. Não me lembro de nada como no ano passado. Relembro que era considerado um “jogo do título”, tinhamos ganho no estádio sem luz em Março e em Abril se ganhássemos em Braga (como ganhámos!) davamos um passo de gigante rumo ao bicampeonato. Tal como escrevi na altura, e sem contagem oficial de adeptos visitantes, em Abril devemos ter metido, no mínimo, 5 mil portistas em Braga, e falo só no sector que nos é destinado, não contanto com os que estão espalhados pelo estádio! No último Domingo não acredito que tenhamos estado tantos, mas também não estavamos os 2000 que li num jornal! Entre 3000 a 3500, aceito.

Uma viagem bastante rápida e sem paragens. As roulotes foram invadidas, a cerveja e as bifanas não paravam de sair. Os primeiros cânticos também iam saindo, sinceramente parecia que o FC Porto estava jogar em casa! Pela primeira vez fiquei no piso superior, no AXA. Juntamente com mais de meia centena de amigos(!!), só do nosso grupo, que marcaram presença, não nos calámos os 90 minutos!! O estádio contou com pouco mais de meia casa, uma vergonha para o clube local. Para quem já se acha um grande ,ainda tem que comer muita sopa. Primeiro têm que ser melhores que os vizinhos espanhóis, clube que odeio pela forma hostil com que nos recebe ano após ano, mas verdade seja dita, metem mais gente no estádio e já nem comparo o “receio” de ir a um lado e de ir a outro, e consequente adrenalina que isso provoca! Braga é um passeio e ponto final.

A entrada das equipas é sempre um grande momento. As curvas já estavam preenchidas e o espectáculo começou. Estandartes e bandeiras ao vento, coreografia pelos grupos da casa e pirotecnia de parte a parte, mais utilizada pelos Red Boys. Todos os ultras presentes apoiaram as suas equipas, mas cada vez que um cântico pegava a sério na nossa bancada, tanto no piso inferior como no superior, abafávamos completamente o estádio. As provocações habituais apareceram a meio da primeira parte. No final do primeiro tempo, uma escaramuça entre dois elementos dos SD, obrigou o líder da claque a sair do seu posto para ir repor a ordem na bancada. Como faz algumas vezes, diga-se, seja para apaziguar alguns animos mais exaltados, seja por outro motivo qualquer que justifique a sua intervenção. Contudo, desta vez os cães raivosos decidiram atacar. Intrometeram-se no meio dos SD rompendo pela bancada dentro, e atingiram propositadamente o seu líder, Fernando Madureira. É que nem sequer atingiram os causadores daquela desordem momentanea, preferiram, desculpem a expressão, dar porrada directamente no líder! Isto de ter fama também tem os seus contras.

O Macaco teve de ser assistido no relvado, e transportado na segunda parte (não viu o resto do jogo) para o hospital de Braga! Levou 13 pontos. TREZE pontos por causa de um problema que não tinha rigorosamente nada a ver com ele, e que ele simplesmente estava a tentar resolver. A PSP entretanto, depois do mal já feito, veio pedir desculpa a Fernando Madureira. Era preciso esta selvajaria, mais uma, de quem esta lá supostamente para nos defender?! É caso para dizer que as desculpas não se pedem, evitam-se!

Na segunda parte os ultras não se calavam, tinhamos de lhe dar a notícia de mais uma vitória. Os minutos iam passando, estavamos cada vez mais nervosos, o golo tardava em chegar. Até que, ao cair do pano, James Rodriguez faz o que todos já tiveram oportunidade de ver! Se em casa a sensação foi boa, imaginem lá, ao vivo! Explosão completa, euforia, tudo a correr a aos gritos!! Golo do Porto!! Os minutos que se seguem são de extâse! Extâse esse, que nem chega a desaparecer pois poucos minutos depois Jackson Martinez fuzila Beto e faz o 0-2!! Não há palavras, ganhar é bom, ganhar fora é melhor, mas ganhar desta forma é qualquer coisa indescritivel. Fiquei com a ideia de que, se não houvesse grades lá em cima, tinha vindo parar cá a baixo! Grande emoção, grande vitória, grande equipa, grandes adeptos! Importantíssimos três pontos na luta pelo TRIcampeonato!

Uma palavra de apreço para os autores dos golos, que reconheceram a nossa prensença a seu lado e correram na nossa direcção nos festejos! Os minutos seguintes até ao apito final foram a cantar o “mágico Porto”, a nova versão do “e quem não salta é lampião” e “nós somos campeões”. Após o último apito, jogadores, treinadores e até a equipa médica (Dr. Nélson Puga é sempre um dos mais efusivos) levantavam o dedo na nossa direcção!

Missão cumprida. Enquanto não nos deixaram sair, “o teu clube já está fora da Europa” e ”pr’á semana há mais” eram entoados na direcção dos bracarenses. Regresso à Invicta em clima festivo! Só o Porto é campeão!!

A meio da semana, estivemos no Dragão Caixa a ver o hóquei em patins passar com toda a tranquilidade o Gulpilhares.

Sexta-feira, regresso a Braga! Nova invasão dos ultras do campeão! Desta feita para a taça de Portugal, o FC Porto esteve a ganhar bem cedo no encontro mas acabou derrotado 2-1. Falta de concentração da equipa na segunda parte e sete amarelos e um vermelho também não ajudam.

Começo desde já por abordar a triste notícia do adepto do SC Braga que faleceu antes do encontro. Primeiro, eu estive lá, não no local onde aquilo se passou, mas estive em Braga. Eu não vi nada mas acho graça a quem não esteve lá e sabe tudo. Lamento o sucedido como um ser humano normal, mas descolo totalmente qualquer grupo organizado do FC Porto daquele triste incidente. Muitos estarão a pensar “mas o que circula por aí é que esse tal adepto do Braga andava a fugir de um grupo de portistas!”, como não vi não sei se é verdade, o director de comunicação do SC Braga diz que não tem nada a ver com confrontos entre claques e até diz que nem houve confrontos! Partindo do príncipio que o director do Braga está a mentir, eu se tiver um grupo de adeptos atrás de mim, não corro pela A11 fora...

João Silva morreu na sequência de um atropelamento! Ninguém das claques do FC Porto tem historial de assassinatos em estádios de futebol e respectiva pena na cadeia! Ninguém das claques do FC Porto pôs jogadores adversários em coma! Ninguém das claques do FC Porto entrou num jogo de juniores à pedrada! Ninguém das claques do FC Porto incendiou um autocarro de adeptos visitantes! Que fique claro.

A morte é sempre lamentável mas ninguém gosta de ser ameaçado e recebido à pedrada. E ninguém gosta, ao intervalo do jogo, de saber que portistas que entraram na bancada já com o jogo a decorrer foram alvos de uma emboscada por parte dos adeptos da casa. Adeptos esses, munidos de paus, ferros e tacos! Ultra que é ultra não anda com armas, isso é cobardia. Esta gentalha de Braga tem a fama a subir muito depressa à cabeça e depois dá-se mal.

Nas bancadas que é o que é importante, mais uma moldura humana azul e branca fantástica! No dia em que os Super Dragões completaram 26 anos de existência, o AXA viveu mais uma noite onde só se ouvia gritos de incentivo ao FC Porto! Abafámos o estádio várias vezes durante os 90 minutos, só senti a curva a ir abaixo nos minutos finais, o nervosismo tomou conta de nós! Bom ambiente à entrada das equipas, com pirotecnia e coreografias a não faltarem. Os minutos após o golo de Mangala foram intensos no nosso sector. Desta vez os ultras ficaram em cima, mas na parte de baixo também havia muitos portistas. Cerca de 2000 no total, num estádio muito despido.

Ao intervalo, depois de receberem a notícia do falecimento do adepto do Braga, Bracara Legion e Red Boys viram as faixas ao contrário, em sinal de luto.

Mal soa o apito final os portistas presentes aplaudem e continuam a cantar e a puxar pela equipa, enquanto os jogadores agradecem do centro do relvado. Momento bonito.

Com o Porto sempre, pelo Porto tudo!!

J'ai hâte à lundi!!

Um abraço ultra

0 comentários:

Publicar um comentário