23 fevereiro, 2013

"Este é o momento!"

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

O título decide-se a partir de agora. É a convicção de Vítor Pereira, que, no entanto, não revela a menor disposição para abdicar da ambição europeia. Se o campeonato português é prioridade assumida sem reservas, a Champions é a prova que mais o delicia, observa. Focado agora na Liga e no Rio Ave, o treinador dos Dragões promete mais do mesmo: posse e pressão, mesmo sem Alex Sandro e Mangala.

No encontro da 20.ª jornada da Liga, que se joga às 20h15 de sábado, no Dragão, o técnico do FC Porto conta, sobretudo, com a equipa para anular os efeitos da ausência dos dois defesas (que cumprem um jogo de suspensão) e chama pelos adeptos, seguro de que "o entusiasmo transmitido de fora para dentro" será um factor crucial na fase decisiva do campeonato e na resolução do jogo. Em conferência de imprensa, Vítor Pereira atribuiu ao Rio Ave a condição de sensação da prova.

Três motivos para focar
"Temos três bons motivos para abordarmos este jogo com a mentalidade correcta e ajustada. Primeiro: o Rio Ave, que nos últimos seis jogos só sofreu uma derrota, é uma equipa perigosíssima quando joga fora, com seis vitórias em nove jogos, tem qualidade colectiva e é uma das sensações do campeonato. Segundo: vimos de um jogo da Liga dos Campeões, extremamente desgastante, fundamentalmente do ponto de vista emocional. Terceiro: o campeonato, que entra numa fase decisiva, é o nosso grande objectivo e trabalhamos desde a primeira jornada para o conseguir vencer."

Prazer de Campeões
"Acredito que é possível ser campeão e manter aspirações na Champions. Caso contrário, não valeria a pena tanto trabalho para permanecermos em prova. No campeonato, tem sido uma luta bonita entre o FC Porto e o Benfica, mas isso não invalida as nossas aspirações na Liga dos Campeões. Não é segredo para ninguém que o nosso grande objectivo é o campeonato, mas a prova que mais prazer dá a treinadores e jogadores de disputar é a Liga dos Campeões."

Sem Alex Sandro nem Mangala
"O colectivo vai dar a resposta às ausências do Alex Sandro e do Mangala. Quem jogar vai entrar na equipa e ela não sentirá a falta de ninguém, mesmo quando estamos a falar de jogadores com grande qualidade e que têm sido utilizados regularmente. Nós valemos enquanto equipa."

Uma vez em dez
"Aquele jogo com o Olhanense, em que perdemos dois pontos, acontece uma vez em dez. Tivemos imensas oportunidades para voltar a marcar e ganhar e até dispusemos de uma oportunidade soberana para o fazer. Temos consciência de que, frente ao Rio Ave, teremos que estar ao nosso melhor nível e muito concentrados para conseguirmos aquilo que queremos."

Orgulho recíproco
"Estamos habituados a viver de títulos e de bom futebol, mas este é um momento em que o entusiamo transmitido de fora para dentro é importante e pode ser fundamental. Numa altura destas, em que estamos taco-a-taco com o Benfica, é fundamental que os jogadores sintam este carinho e orgulho dos adeptos e que o saibam retribuir."

Completamente focados
"Os jogadores querem ganhar o campeonato, que é o título máximo em Portugal. Não tenho dúvidas de que eles estão completamente focados. Este é o momento e estão motivadíssimos! É, no entanto, preciso perceber que estes jogos da Champions são altamente exigentes em termos de desgaste emocional. Mas a equipa vai estar preparada para a exigência do jogo."

Muita pressão
"Nesta altura da época, creio que a equipa apresenta uma matriz de jogo muito fácil de identificar e que se baseia em dois princípios fundamentais: ter bola, para impormos o nosso futebol ofensivo, e, logo que a perdemos, procurar recuperá-la o mais depressa possível. Na Liga dos Campeões ou no campeonato nacional, queremos ganhar os jogos desta forma. Só não o faremos no dia em que nos obrigarem a consegui-lo de outra maneira, mas eu diria que nós não sabemos jogar de outra forma. É o nosso jogo, somos muito pressionantes."

fonte: fcporto.pt


LISTA OFICIAL DE CONVOCADOS
Guarda-redes: Helton e Fabiano;
Defesas: Danilo, Maicon, Quiño, Abdoulaye e Otamendi;
Médios: Lucho, Castro, João Moutinho, Izmailov, Fernando e Defour;
Avançados: Jackson, James, Varela, Liedson e Kelvin.

0 comentários:

Publicar um comentário