12 junho, 2013

O Ciclo da Vitória

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Não se trata de nenhum escalonamento de migração de aves, muito menos de um ciclo menstrual avícola... falo mesmo do nosso clube, um clube que cultiva o triunfo e o vencer há alguns anos, e quando falo em alguns, falo mais propriamente dos últimos 30 anos onde catapultamos para o estrelato mundial, onde somos reconhecidos pelos nossos Triunfos, Trofeus, Organização e Capacidade de regeneração que num futebol moderno, onde quem tem mais dinheiro normalmente tem os melhores jogadores, sempre conseguimos bater-nos de igual para igual, fazendo muitas vezes esquecer que do nosso lado está uma equipa com poucos recursos que joga num campeonato com pouca visibilidade.

Sendo na capacidade de regeneração que vou focar o tema de hoje, isto porque na passada Segunda-feira apresentamos um novo treinador, desta feita com a escolha a recair no ex-treinador do Paços de Ferreira, que com poucos recursos levou o Paços à Champions... outros nomes foram falados, uns que me agradavam, como por exemplo o treinador do Estoril; o resto, muito sinceramente, não me agradavam, mas não seria por aí que deixaria de apoiar o meu clube.

Ao Vitor Pereira, tenho de lhe agradecer os 2 anos que passou pelo clube, 2 anos com apenas uma derrota no campeonato (um legado que ajudará a colocar alguma pressão em quem chega), um Vareiro como eu, Portista que vibrou como os demais nas vitórias, que implementou o seu futebol que me agrada porque gosto de ter bola, teve os seus jogos menos conseguidos, teve os desaires na Europa, teve um primeiro ano bem difícil, depois de um legado bem complicado deixado por Vilas Boas que ganhou tudo e mesmo assim, levou o barco a bom Porto, mas que deixa no clube 2 campeonatos (o ultimo foi de loucos) e 2 supertaças, onde rivaliza com um tal de Sir Bobby Robson ou até mesmo um Carlos Alberto Silva.

Nunca percebi muito bem os desamores das bancadas, nunca percebi muito bem as críticas, nunca percebi sequer os insultos que foi alvo, muito sinceramente, também não quero perceber, porque quem só aparece nas derrotas para criticar, não entra nas minhas contas, e para mim, o melhor para o treinador é sempre o melhor para o clube... por isso, ponho sempre de lado o Ego e a frase costumeira do "eu não disse" ou "eu avisei"!

Por tudo o que passou e contribui para que clube adicionasse mais 4 troféus ao seu vasto curriculum, o meu obrigado e um até sempre.

Normalmente, quando uma porta se fecha, abre-se um janela de oportunidades, e com Vitor Pereira de saída, dá o lugar a Paulo Fonseca, um jovem treinador que levou o seu anterior clube a um feito histórico e a bom futebol principalmente em casa, onde com muito menos recursos, matou os dois Sportings.

Não sei que género de futebol adoptará, não sei o estilo de futebol que gosta. Ouvi as palavras da sua apresentação e não me levam a conclusão nenhuma, mas a mim, isto pouco interessa. Quero que deixem o Homem trabalhar, que se apoie o seu trabalho e as suas ideias, e que acima de tudo, tenha sorte, que a sua sorte e o seu trabalho será a minha felicidade... afinal, acima de tudo, sou um resultadista.

Agora, com sangue novo, que se tenha a consciência que se perdeu Moutinho e James (também o antecessor perdeu Falcao e Hulk), mas que se terá rapidamente que formar um novo meio campo, mas principalmente, que ao primeiro mau resultado, tipo um 2-2 contra o rival, não se comece a malhar no novo treinador... e de uma vez por todas, se dê algum mérito a quem o merece, em vez de se alimentar Egos, porque o nosso ciclo não é aquele que os jornais ou os telejornais anunciam. O nosso ciclo é o da vitória, e esse, já dura há mais de 30 anos. Eu, o que quero, é que o ciclo assim continue.

Posto isto, PAULO FONSECA, desde 2ª feira passada, É O MELHOR TREINADOR DO MUNDO, O MEU TREINADOR, E O TREINADOR COM QUEM EU VOU PARA A LUTA.

Meus amigos, um Grande Abraço Tripeiro e muito... muito Portista.

6 comentários:

  1. Como seria bom se todos os portistas pensassem desta forma e vivessem assim o clube.
    Excelente post.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  2. Ola pessoal, inda vem que o vitinha foi praz arabias , de certeza absulota que nao vamos dar por falta dele , quero desejar as boas vindas ao Paulo Fonseca muito e sucesso, gostaria de ver o djalma voltar pq no maritimo ele foi um grande jogador , o mesmo com o iturbe que lhe sejam dadas novas chances a este chavalo que ele quando ca esteve foi queimado pelo vitinha ,
    Saudacoes a toda a Nacao Portista

    ResponderEliminar
  3. A mentalidade têm que ser esta. Grande demonstração de amor ao clube. Carrega FC PORTO!

    ResponderEliminar
  4. Como Barreirense e Portista que sou, é com um certo orgulho que vejo o Paulo Fonseca no leme do nosso Clube, para continuar a senda das vitórias!!
    Boa sorte e mostra de que fibra são feitos os Barreirenses e Portistas!!

    ResponderEliminar
  5. Filipe exige-se mais respeito por um treinador bi-campeão nacional e que em 2 campeonatos apenas tem 1 derrota e derrota essa como todos sabemos.

    ResponderEliminar
  6. Olá!

    Podemos fazer uma troca de links entre blogues por favor?

    O meu é: http://davidjosepereira.blogspot.pt/

    Muito Obrigado!

    Depois passem pelo meu a confirmar a troca,
    para eu também adicionar o vosso blogue aos meus links.

    ResponderEliminar