03 junho, 2013

Um por um…

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Helton: Para não variar foi o GR menos batido do campeonato. É dos melhores do mundo a jogar com os pés e tem uma tranquilidade que arrepia, mas por vezes tem desconcentrações (sobretudo na Champions) que custam caro. O 1º golo sofrido em Málaga era um remate perfeitamente defensável, tal como o 2º golo em Paris que nos custou a derrota na última jornada na fase de grupos.

Fabiano: Uma excelente alternativa a Helton! Jogou na taça da Liga e na taça de Portugal e deu boa conta do recado. Acho que temos ali um GR com enorme potencial.

Danilo: Uma época aquém das expetativas face ao enorme potencial do lateral brasileiro. Nota-se que tem muita qualidade mas precisa de estender essa qualidade de forma mais constante e por mais jogos…

Alex Sandro: Uma das boas épocas do plantel Portista. Para além de atacar bem, melhorou o aspeto defensivo em relação à época anterior. Provavelmente mais um que daqui a uns tempos sairá por uns bons milhões!

Mangala: Uma grande época do central francês que no ano passado era suplente e demonstrava algum nervosismo na maneira exagerada como entrava aos lances. Este ano o francês melhorou e de que maneira. Mérito de VP mas também reflexo claro do enorme potencial de Mangala. Um belíssimo jogador!

Maicon: Depois da grande evolução verificada na época passada, mérito de VP que sempre apostou nele, Maicon confirmou a qualidade que tem como central. As lesões atrapalharam e a excelente forma de Mangala complicaram a possibilidade de mais oportunidades a Maicon.

Otamendi: Um titularíssimo que efetuou 29 jogos para o campeonato e 8 para a Champions. Bastam esses números, aliados ao facto do FC Porto ter sido das defesas mais consistentes de toda a Europa, para se perceber da qualidade do argentino. Não percebo algumas críticas ao argentino que em 3 anos de FC Porto leva 3 campeonatos e 3 anos seguidos a defesa menos batida do campeonato!

Miguel Lopes: Jogou pouco, saindo em Janeiro por troca com Izmaylov…

Abdoulaye Ba: Revelou problemas de concentração e impetuosidade que têm de ser melhorados. Com a contratação de Reyes parece-me ser um jogador completamente dispensável. O jogo da final da taça da Liga com atrasos patéticos e entradas absurdas revelam que é um jogador ainda muito longe de um nível aceitável.

Quiñones: Um jogo apenas frente ao Rio Ave numa vitória por 2/1… Pouco a dizer.

Fernando: Mais uma grande época de Fernando. Um autêntico pêndulo que este ano contribuiu mais para a ação ofensiva da equipa. Envolveu-se melhor nas tarefas ofensivas e é um autêntico “ladrão de bolas”. Um dos melhores esta época!

Lucho: Um jogador de classe que até hoje foi sempre campeão no FC Porto. Mais uma vez acrescentou muita qualidade à equipa, todavia a idade já pesa e por vezes não jogou com a intensidade desejada. Mesmo assim é um jogador de enorme utilidade porque tudo o que faz é bem feito!

Moutinho: Não digo que Moutinho foi o melhor desta época do FC Porto porque existiu um senhor chamado Jackson Martinez. A qualidade evidenciada pelo internacional português foi mais uma vez impressionante. Os 30 minutos que durou em Málaga corresponderam ao tempo em que durou o FC Porto naquele jogo. Teve uma influência enorme na manobra da equipa. Não vai ser fácil a sua substituição, mas o FC Porto já nos habituou a substituir bem os craques que saem.

Defour: Foi o suplente mais utilizado durante a época. É um jogador com qualidade, que aparece bem em zonas mais avançadas, remate bem e tem criatividade. Todavia a sua inteligência tática tem que melhorar e sobretudo calma em alguns momentos decisivos. A expulsão em Málaga (estúpida diga-se!) foi o último prego no caixão que foi a eliminação da Champions!

Castro: Confesso que para mim foi uma das boas surpresas do plantel Portista. Nos poucos minutos que jogou demonstrou qualidade, garra e uma dedicação impressionante. Fica a mágoa de uma expulsão (estúpida diga-se!) em Braga na eliminação da taça. Curiosamente as 3 eliminações do FC Porto aconteceram após expulsões absurdas.

Izmaylov: Em minha opinião foi um jogador pouco útil para o título Portista. Os problemas físicos e alguma indisciplina (expulsão em jogo da taça da Liga) parecem-me ser entraves a que o russo dê mais à equipa. Qualidade tem mas falta o resto… Ser um jogador à Porto!

Varela: A grande verdade é que Varela demonstra, apesar das quebras de forma que por vezes irritam, uma utilidade impressionante. Pelos golos que marca, pelas assistências que faz e por aparecer nos grandes jogos. Teve uma ponta final de época muito boa o que deu imenso jeito no caminho para o título!

James: É um jogador de enorme qualidade mas podia ter feito uma época mais regular. Nota-se que a sua grande classe permite-lhe em determinados momentos resolver jogos difíceis, como por exemplo os dois jogos contra o Braga em que dois mísseis seus resolveram problemas de difícil resolução.

Iturbe: Jogou 27 minutos para o campeonato…

Jackson Martinez: O melhor jogador do FC Porto esta época… Ao todo marcou 31 golos, 26 deles a contar para o campeonato. Não tivessem sido os penalties falhados e diria que tinha sido uma época perfeita, contudo a classe de Jackson não engana ninguém. É um grande jogador. Se ambicionámos algo de importante na Champions do próximo ano é bom que continue no plantel apesar do assédio dos tubarões.

Atsu: Disse no início da época que os elogios a Atsu me pareciam manifestamente exagerados e acho que o tempo me deu razão. Por mim pode sair já e deixar alguns milhões de euros…

Hulk: 3 jogos, 2 golos marcados… Depois saiu… Com Hulk ganharíamos o campeonato com 10 pontos de diferença…

Liedson: Uma assistência para Kelvin no golo do título e mais nada… Mesmo assim já foi muito bom para o que nos custou!

Kleber: Pouco a dizer…

Kelvin: Os 2 golos ao Braga quando faltavam 5 minutos para o fim e o jogo estava empatado a 1 golo e o golo à agremiação ao minuto 92 foram momentos deliciosos! 3 momentos mágicos de um jogador que, independentemente do que faça daqui para a frente, ficará para sempre na historia do clube!

4 comentários:

  1. Apenas para comentar o seguinte:

    Para mim, FERNANDO e OTAMENDI foram os melhores (pela regularidade) da época!

    MOUTINHO, LUCHO e HELTON, imediatamente a seguir.

    JACKSON, a maior surpresa, o mais valioso, mas a parte final da época, apesar de saber que estava muito desgastado por falta de alternativas...desiludiu-me um pouco! No entanto, espero a sua explosão total para a próxima...assim fique!

    Maior desilusão (pelo contraste entre o que tanto esperava e o pouco que vi...):
    JAMES RODRIGUEZ

    PS-Estou para já bastante satisfeito com as novas contratações. Acho que precisamos de bons jogadores portugueses e se possível, portistas! Do que tenho lido e ouvido, confesso que GHILAS e BERNARD me completariam os desejos!

    Pedro Pinto

    ResponderEliminar
  2. Perdoa-me RCBC mas vou disponibilizar um link com um pdf da excelente entrevista do Vitor Pereira.

    http://www.filedropper.com/entrevistavitorpereira

    As imagens foram assim como que gamadas do site do Vila Pouca e já lhe dei umas palavras a abater para a publicação da mesma aqui no tasco.
    É apenas necessário meter um código que sai do captcha mas é o que se pode arranjar.

    Divirtam-se com a leitura...

    ResponderEliminar
  3. Já a li e, na minha opinião, só confirma tudo o que penso dele:

    - Um excelente homem, portista e apaixonado pelo futebol. Evoluiu muito e, quanto a mim, promete ainda mais! Só não sei se fica...

    Pedro Pinto

    ResponderEliminar
  4. Li a entrevista de VP e apenas confirmei aquilo que pensava acerca dele, mesmo sem o conhecer pessoalmente.

    Um grande Homem, humilde, que subiu a pulso, vindo de origens humildes, mas sobretudo um Homem sério, trabalhador e obcecado pelo trabalho.

    Independentemente do que aconteça daqui para a frente, VP já reservou um lugar na história do FC Porto. Em 2 anos seguidos venceu 2 campeonatos de forma limpinha, limpinha, limpinha. Venceu a arrogância, a fanfarronice e as manias da superioridade de um mastigador que em 4 anos ganhou um campeonato ao braga, depois do Hulk ter estado no suspenso 3 meses.

    E neste entrevista é curioso que não guarda rancor a tantos que com ele gozaram e lhe achincalharam. É a entrevista de um Homem de bem com a vida, sem rancores e sem mesquinhices. Bem ao contrário da arrogância e mania bacoca do outro lá de baixo.

    Eu devo ser muito BURRO para não perceber que exista alguém (nossos dirigentes incluídos) que vejam no “outro lá de baixo” mais capacidade do que VP para um dia vir a treinar o FC Porto. Espero nunca, mas mesmo nunca ver aquele porco a treinar o meu clube! Um porco que um dia disse já ter chegado ao topo no clube onde estava, não querendo andar para trás…

    VP merece tudo do melhor para a sua carreira. Merece o reconhecimento financeiro e merece um projeto desportivo que lhe dê possibilidades de sucesso. No FC Porto ou noutro clube qualquer!

    ResponderEliminar