01 dezembro, 2015

Manto Azul e Branco - 1984-1985 – Alternativo em jogo de preparação nas Antas.

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Equipamento alternativo “Adidas” usado exclusivamente num jogo particular da época 1984/85. Camisola branca com ornamentos azul-escuro no colarinho em V com gola larga também azul. Manga com três riscas azuis acabando sem debruado. Logótipo Adidas em cor cinzento-escuro. Emblema do FC Porto no lado esquerdo. Abaixo do emblema, publicidade “revigrés” em tom cinza-escuro e letras minúsculas em voga na época 83-84.
Calções azul-escuro sem logótipo da marca de equipamentos. Meias brancas com 3 listas azuis no topo.
Este equipamento foi usado exclusivamente num jogo particular com o Varzim (2-2), no Estádio da Antas, em 10 de Agosto de 1984.

Equipa no jogo particular com o Varzim, em 10-08-1984, no Estádio das Antas (resultado final, 2-2), envergando o equipamento alternativo ilustrado neste post.
Em cima, da esquerda para a direita: Eurico, Lima Pereira, Fernando Gomes, João Pinto e Borota.
Em baixo: Ademar, Inácio, Jaime Magalhães, Jacques, Futre e Frasco.

Lima Pereira, iniciou-se no futebol com 16 anos, no Varzim; no FC Porto conquistou tudo o que havia a conquistar. Na época de 1986-87 foi Campeão Europeu apesar de não ter dado o seu contributo na final por se encontrar lesionado. Todavia o defesa-central era um dos pilares da equipa orientada por Artur Jorge. Com um bom sentido posicional e muito seguro no jogo aéreo, foi um dos melhores centrais do seu tempo no futebol português.

Inácio, iniciou-se no Sporting e na temporada 1982-83 mudou-se para o FC Porto onde obteve os maiores sucessos da sua carreira. Participou na saga vitoriosa dos anos 80 sagrando-se Campeão Nacional, Campeão Europeu e Campeão Mundial de Clubes. Era um defesa muito agressivo, veloz a pensar e a executar e cruzava com facilidade. Foi treinador nas Antas, com êxito (formação e adjunto da equipa principal de 1991 a 1996).

No dia 8 de Janeiro de 1985, com 56 anos de idade, José Maria Pedroto foi vencido pela doença; a doença terrível, implacável, até para um Campeão lutador como ele.
O funeral de Pedroto - um excelente jogador e o maior treinador português de todos os tempos - foi uma manifestação de pesar comovente. Bandeiras com as cores azul-e-branco, pendentes de janelas e varandas ao longo do percurso, uma das formas de a população da cidade prestar a derradeira homenagem ao treinador. Trajecto de seis quilómetros a pé, dezenas de milhar acompanhando o préstito fúnebre entre as Antas e o cemitério de Agramonte onde, no mausoléu do clube, José Pedroto ficou sepultado ao lado de outras glórias portistas como Pavão, João Augusto, Avelino Martins, Acácio Mesquita, João Silva, Joaquim Lopes e Pinga.
Pedroto, a saudade, uma enorme glória do FC Porto!

Rui Saraiva – Design e edição
Fernando Moreira – Pesquisa, fotos e textos



Desde 7 Julho 2011 divulga-se “MANTO AZUL-E-BRANCO” em que, através de ilustrações exclusivas, são revelados todos os uniformes do FC Porto ao longo da sua existência. A totalidade dos post publicados fica reunida neste índice que proporciona seleção fácil e acesso célere; OU

CLIQUE no banner localizado na parte superior direita do blogue e identificado com “MANTO AZUL-E-BRANCO”; o ÍNDICE abre; CLIQUE na hiperligação que escolher e ei-lo no POST pretendido.

0 comentários:

Enviar um comentário