09 abril, 2011

O observador e o apagão

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

08/04/2011
Comunicado do FC Porto


A nota do observador Fernando Mateus ao desempenho do árbitro Duarte Gomes no jogo Benfica-FC Porto, da 25.ª jornada da Liga portuguesa, hoje tornada pública, é um ultraje ao futebol e a todos os adeptos deste apaixonante jogo.

Não podemos deixar de manifestar perplexidade pela forma, no mínimo, leviana e pouco competente como o senhor observador Fernando Mateus avaliou a arbitragem da equipa liderada pelo senhor árbitro Duarte Gomes.

Os erros de arbitragem existirão sempre e têm de se aceitar com desportivismo. O que não se aceita é os erros terem quase sempre o mesmo destinatário, como aconteceu no jogo em causa. Disto mesmo deu eco a generalidade da comunicação social, ou não tivesse sido este o jogo da temporada desportiva com mais erros graves de arbitragem.

Pior ainda à a avaliação do senhor observador Fernando Mateus, que depois disto não pode, de forma alguma, voltar a avaliar o desempenho de qualquer árbitro.

O FC Porto apela à Federação Portuguesa de Futebol e à Liga Portuguesa de Futebol para tomar medidas urgentes quanto ao desempenho imparcial das equipas de arbitragem, bem como para a designação de observadores competentes.

Que mentira é esta de classificar como muito bom um desempenho que os nossos olhos viram que foi muito mau? Para onde caminha o futebol português em que o despudor atinge níveis inaceitáveis.

Na próxima segunda-feira, em conferência de imprensa, exibiremos um filme em que demonstraremos, ponto por ponto, como é falsa a avaliação do senhor Fernando Mateus ao trabalho do senhor Duarte Gomes, avaliado como a segunda melhor arbitragem de todo o campeonato.

Felizmente para todos os amantes do futebol, a equipa do FC Porto teve um desempenho que defendeu a verdade desportiva, porque o senhor Fernando Mateus foi o único que não percebeu que a luz só foi cortada no fim do jogo.

fonte: fcporto.pt

11 comentários:

  1. Só uma palavra: VERGONHA!

    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. O futebol não podia fugir aquilo que é o país. Um bando de ladrões e trafulhas a dirigir.
    Este é mais um retrato...

    ResponderEliminar
  3. Não há limites para a pouca vergonha.
    Duarte Gomes, depois daquela miserável arbitragem, nota 4, muito bom e a segunda melhor nota da época.

    Jorge Jesus, 11 dias de castigo. Quando acaba? Pois é, nas vésperas do Benfica/Porto, para a Taça.

    ResponderEliminar
  4. Penso que o nosso clube poderia aproveitar essa conferência de imprensa,e para além de mostrar as imagens do jogo de futebol,mostrar tambem imagens (se as possuir) do jogo de andebol.

    Pelo menos é a minha opiniâo.

    É uma enorme opurtunidade para mostrar aquilo que se passa naqueles galinheiros estupidos!

    ResponderEliminar
  5. Bom dia,

    Mais uma palhaçada e pouca vergonha, com o Observador a escamotear o que se passou, dando uma nota alta ao árbitro, que segundo ele esteve muito bem, e a ser o único que não não assistiu ao apagão, pois não o relatou!!!

    E PARA CULMINAR ... MAIS UM RIDÍCULO

    Jorge Jesus foi castigado pela Liga de Clubes com 11 dias de suspensão - a contagem começa hoje - e 7500 euros de multa.
    Em comunicado, o organismo anunciou que o técnico encarnado foi punido por TENTATIVA de agressão a Luís Alberto!!!!!!!!!!!!!!
    E MAIS, PORQUÊ SÓ 11 DIAS E NÃO 12 OU MAIS?
    RESPOSTA: O CASTIGO TERMINA UM DIA ANTES DA 2ª. MÃO DA TAÇA DE PORTUGAL DIANTE DO FC PORTO!

    Os caciques tomaram conta do futebol português e a SAD tem de ter uma resposta firme contra esta palhaçada. Quanto ao observador ter sido o único que não "observou" o apagar das luzes, É CEGO, BURRO OU CORRUPTO ... OU DESCULPEM A REDUNDÂNCIA .... É MOURO!

    Abraço e bom fim de semana

    Paulo

    http://pronunciadodragao.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  6. De esclarecer que até fico um tanto surpreendido com a dureza do castigo ao pugilista que não queria ser electricista.
    Se dez por palavras é ponto assente onze por tentativa de agressão, que só viu quem ñ quis ver, está numa proporcionalidade inversamente directa.
    E, convenhamos,o número onze até lhe assenta bem.
    A ver se o visitante recorre agora à Federação para tentar que lhe comutem a pena em serviços sociais como atarrachar lampadas ou alinhar holofotes.
    Mas ñ creio que o ousem fazer.
    A escassez da notícia nas capas dos pasquins desportivos (exceptuando o jogo) dá entender que a coisa até foi bem recebida incluindo um timing correctíssimo na data de finalização da mesma.

    O mesmo na avaliação do avaliador da liga.
    Só um muito bom?
    Eu cá não esperava menos que um excelente.
    E o mesmo talvez ñ tenha saído apenas por esteve mal quando interrompeu um contra-ataque de Saviola, que foi derrubado por Otamendi.
    É claro que a partir dai ñ se passou mais nada digno de registro.
    Esteve bem no cartão aquele gajo que se farta de distribuir pancada no meio-campo, nas carícias do outro que tem nome de imperador ou mesmo até daquele pequenino que à falta de pulmão para apneia se farta de mergulhar.
    Outra possível explicação para esta falta de visão é que tenham apagado as luzes mais cedo.

    ResponderEliminar
  7. Pedro, o mesmo no andebol.
    21 exclusões e três vermelhos só prova que do outro lado eram todos bons rapazes.

    A ver se fazem o mesmo em Águas Santas.

    ResponderEliminar
  8. E agora, para terminar, querem graveto ou não activam o código de barras.

    Ainda não entenderam que o que não nos mata faz-nos mais fortes...

    ResponderEliminar
  9. Isto é uma autêntica vergonha!

    ResponderEliminar
  10. Poderemos agora aproveitar alguma coisa.

    Vergonhosa.

    abraço

    ResponderEliminar
  11. …podem continuar a haver arbitragens vergonhosas como a de Duarte Gomes, completamente desvalorizada pela comunicação social (bem ao contrário doutras alturas);

    …podem continuar a haver decisões estapafúrdias de Comissões disciplinares, Conselhos de Justiça, etc;

    …podem continuar a surgir relatórios ridículos de observadores com o objectivo de branquear arbitragens completamente vergonhosas, e apenas desvalorizadas pela grande vitória do FC Porto no terreno do adversário, com o consequente título nacional;

    …pode continuar a haver isto tudo, e muito mais, que podem crer que o FC Porto continuará a ganhar, ganhar, ganhar, ganhar… e a azia continuará a aumentar, aumentar, aumentar…

    ResponderEliminar