13 abril, 2009

O bom vício… de ganhar!

Tal como tinha previsto no último texto escrito aqui neste blog o jogo da passada 3ª feira não espelhou a diferença orçamental entre FC Porto e Manchester United. Aliás, não só não espelhou como deu uma ideia completamente errada do “valor económico” das duas equipas. Sem qualquer tipo de apego á minha cor clubista (até porque ouvi isso mesmo da boca de muitos não portistas!), acho que o FC Porto abafou e dominou completamente o Man Utd. Criou mais ocasiões de golo, dominou o jogo por mais tempo e teve muito mais coração que os ingleses, isto é, em termos de garra, luta e bravura em campo os azuis e brancos foram bem superiores aos ingleses.

Foi com grande orgulho que vi os bravos Dragões em pleno Old Trafford calar completamente os arrogantes ingleses. Devo confessar que nutro um ódio de estimação a Alex Ferguson. Não bastou a primeira vez em que proferiu as famosas declarações dos “títulos comprados no supermercado”, para depois ir para olho da rua, agora foram as declarações de regozijo e alegria pelo sorteio lhe ter presenteando o FC Porto. Depois de observar os 90 minutos acho que o FC Porto perdeu uma grande oportunidade para ganhar o jogo e receber os ingleses n0 Dragão com um ou dois golos de vantagem. Em vez de isso, e em virtude também de muita sorte dos Red Devils, a eliminatória está empatada, Olhando para aquilo que foi o jogo acho que é um resultado extremamente escasso tendo em conta o que jogámos. Atentemos bem que o Man Utd deixou no banco jogadores como Tevez ou Giggs, e não jogou com Anderson, por exemplo. É um adversário que pode ganhar em qualquer campo, a qualquer equipa, em qualquer competição.

Por tudo isso, a abordagem do FC Porto ao jogo de 4ª feira terá de ser idêntica ao jogo da 1ª mão em Manchester. É a única forma de passar esta eliminatória. Jogar sem medo e olhos nos olhos com os ingleses. É tempo de dizer não a tácticas defensivas, não a medos injustificados, e jogar exactamente da mesma forma com que presenteamos os pupilos do arrogante Ferguson no seu reduto.

Depois de uma boa atitude e de uma adequada abordagem ao jogo, tenho a firme convicção de que cada um dos jogadores irá interpretar da forma mais correcta e adequada o seu papel no jogo. Com a magia de Hulk, a capacidade de luta de Lisandro, a garra de Rodriguez, a bravura de Fernando, a classe de Lucho, a entrega de Meireles, o espírito de Bruno Alves, a evolução de Rolando, a melhoria de Sapunaru, o talento de Cissokho e a serenidade de Helton, teremos todas as condições para atingir as meias finais da mais importante competição europeia de clubes.

Além de tudo isso, continuamos a ganhar jogos atrás de jogos no campeonato nacional e estamos cada vez mais pertos do 4º título consecutivo. Na Taça estamos a um passo da final do Jamor…E mantemos a legítima esperança de chegar à ambicionada final da Liga dos Campeões. É bom este vício de ganhar…

11 comentários:

  1. Depois de algum tempo para festejos, e bem que merecidos, penso que devemos voltar a pôr os pés bem assentes no chão.
    Fizemos sem dúvida uma grande exibição em Old Trafford, e o resultado é bom e deixa-nos em excelente posição para darmos o passo em frente, mas há que ter cautelas. O Man Utd vem ao Dragão na máxima força (Berbatov, Anderson e Rio Ferdinand recuperaram) e vamos ter 90 min extremamente difíceis pela frente. Temos de continuar a mostrar bom futebol, sermos uma equipa séria, humilde, responsável e acima de tudo cheia de raça e de garra de campeão! Eles são bons, mas nós também! Eu acredito...

    ResponderEliminar
  2. O meu desejo é ver o CR (não o do Porto) chorar como chorou em 2004.
    Ficava 0-0, mas com 3 penaltis a favor do Manchester, em que o Ronaldo "O Grande" falhava todos.
    Era divertido e ainda viamos o seu dedo do meio apontado aos que estavam no estádio.

    ResponderEliminar
  3. Ah ia-me esquecendo, em 5 anos vi pelo menos dois milagres. Primeiro o de Mourinho: Fazer o Marco Ferreira passar por um bom jogador. Agora assisto a outro: O Jesualdo a fazer passar o Sapunaru por um bom lateral.

    ResponderEliminar
  4. O bom comportamento em Old Trafford contra uma das melhores equipas do mundo não pode nem deve levar-nos a euforias desmedidas. Ainda não os eliminamos e não deixamos de ter um grande problema para resolver.

    No Dragão, teremos que manter a ambição, o espírito de grupo, a atitude de campeão, a concentração (não podemos continuar a dar tiros nos próprios pés, com «ofertas» incríveis), se pretendemos seguir em frente.

    Tenho consciência das dificuldades que aí vêm mas também a confiança de que temos uma palavra a dizer.

    Força rapazes. Apoio não vos faltará.

    ResponderEliminar
  5. Exactamente, ainda nada está ganho. Muita luta nos espera mas com os guerreiros q temos medo é palavra q n usamos. Força Porto!

    ResponderEliminar
  6. Joguem à Porto e papem os ingleses, mainada.

    ResponderEliminar
  7. Boas, vim por este meio pedir-vos para que adicionassem o meu blog de futebol aos vossos links sff

    http://portal-futebol.blogspot.com/

    O nome do blog é Portal Futebol


    Depois quando adicionarem comuniquem-no no nosso blog para que nós também vos adicionemos

    Saudações!

    ResponderEliminar
  8. Viva !

    Concordo no essencial com o texto.

    Só queria deixar uma observação : A eliminatória está a nosso favor pelo momento.

    Estou certo que se o Porto defender alto, logo de início, o Manchester ficará em dificuldades.

    Para mim, os primeiros minutos serão decisivos. Quem vai jogar contra o tempo é o Manchester.

    Eles não se poderão abrir muito porque temos a vantagem dos dois golos fora.

    Como já escrevi aqui : Com os pés assentes no chão passamos. Nada de rentilhados ou belezas futebolísticas pra Inglês ver !

    E, de memória minha, nunca vi um cluble Inglês ganhar no Porto !

    E Viva o Porto !

    ResponderEliminar
  9. boas!

    Vem aí um jogo tão ou mais difícil do que o de Inglaterra.Nós sabemos isso,os jogadores sabem disso,mas temos que confiar e acreditar na passagem.Espero um ambiente INFERNAL no Dragão,vai ser muito importante que todos acreditem e apioem até ao fim.

    Em frente Dragão!! e como dizia o Che: "Hasta la victoria siempre!!"

    ResponderEliminar
  10. Contra tudo e contra todos ( a UEFA por exemplo) acho que podemos conseguir um bom resultado...
    força rapazes!!

    in ojogo.pt
    Jesualdo Ferreira fora do banco frente ao Manchester United

    O treinador do FC Porto foi hoje castigado pela UEFA com um jogo de suspensão e não vai dirigir a equipa no decisivo jogo de quarta-feira, frente ao Manchester United, para a segunda mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões.

    A razão do castigo imposto pela UEFA foi um gesto de Jesualdo Ferreira no primeiro jogo dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, frente ao Atlético de Madrid, quando o árbitro anulou um golo ao FC Porto.

    Em primeira instância, a UEFA castigou Jesualdo Ferreira com dois jogos de suspensão, mas hoje reduziu a uma partida, aceitando a argumentação da defesa portista, que o gesto (manguito) se dirigia aos seus jogadores, por não terem cumprido um movimento colectivo.

    Este é o primeiro castigo em 35 anos de carreira de Jesualdo Ferreira, que quarta-feira não poderá estar no Estádio do Dragão, na partida frente ao Manchester United.

    Manchester United e FC Porto empataram 2-2 no encontro da primeira mão, disputado em Old Trafford.

    ResponderEliminar
  11. RCBC, esta, é a nossa sina... Bencer, Bencer e Bencer... que fazer? nada, digo eu!!! apenas e só, disfrutar que cá estas coisas, não são para todos, mas apenas para alguns... nós!!!

    ResponderEliminar