21 abril, 2009

Ao director geral do andebol, Prof. José Magalhães

Os rumores do seu final de carreira surgiram. Não me conformei. Prometi lutar pela continuidade do nosso melhor andebolista, e numa parceria entre o nosso blog e o Portal dos Dragões, foi lançada uma petição para que todos os Portistas, em particular, os que não se deixam «cegar» pela ideia de que o nosso clube é apenas a nossa equipa de futebol, assinassem em massa e dessa forma tentar que o nosso objectivo seja coroado de sucesso.

No último sábado, elementos do nosso blog (Lucho e bLuE bOy), amigos do blog (Mafaldinha, Eva e Dragão Penafiel) e elementos do fórum e portal dos Dragões (SDvaladares e Antilamp), além de puxarmos pelo resto do público (demasiado apático como habitualmente), cumprimos a promessa de entregar um dossier ao Eduardo Filipe com a petição e as assinaturas respectivas, gesto que se repetirá em Belém no próximo dia 01 de Maio, quando o FC Porto lá jogar para os quartos-de-final da Taça de Portugal (aqui, a petição será entregue pelos elementos do portal dos Dragões, que residem em Lisboa).

Voltando ao último sábado destaco a simpatia do Eduardo Filipe em ter vindo à bancada ouvir-nos no final do jogo, mostrando-se muito sensibilizado pelo gesto e pelo apoio que lhe prestamos. Disse-nos que nada estava ainda decidido mas que também dependia da direcção do clube.

Ora, deixo aqui um «recado» ao Prof. José Magalhães, nosso director-geral do andebol e o homem que nos devolveu o título 31 anos depois, pessoa por quem tenho uma profunda admiração e respeito. Depois de ver, como eu, mais uma espantosa exibição do Eduardo Filipe na tarde do último sábado, há que tomar medidas rápidas e eficazes para renovar o vínculo com o nosso melhor andebolista que me pareceu (total e completamente) disponível para continuar, se essa for a vontade do FC Porto.

Julgo que o técnico, Carlos Resende, também concerteza verá com bons olhos esta medida no ano de estreia do novo pavilhão, apesar de o andebol do FCPorto começar a jogar lá já neste final de época, tal como anunciou Pinto da Costa no lançamento da inauguração do Pavilhão Dragão Caixa, que decorrerá na noite da próxima quinta-feira (21.30h).

Para poderes efectuar o DOWNLOAD das fotos do jogo de sábado, dos momentos fotográficos do nosso contacto com o Eduardo Filipe, mas também do dossier (petição) que lhe foi entregue em mãos-próprias, num trabalho documental compilado pelo bLuE bOy, e fotos de autoria da fotógrafa de serviço, Eva, BASTA CLICAR NA IMAGEM, LOGO AQUI ABAIXO e seguir todos os passos até ao completo download do (único) ficheiro em formato PDF.

Um FC Porto demolidor mas só em «part-time»...
(1º jogo dos quartos de final do play-off com o FC Porto em vantagem por 1-0)

  • FC Porto, 34 - Sp.Horta, 26

O FC Porto, vencedor da fase regular do campeonato, jogou na Póvoa de Varzim, a 1ª mão dos quartos-de-final do play-off, onde durante a 1ª parte, não se assistiu a um jogo em que ficasse clara a nossa esperada superioridade. Um sofrido empate a 15 bolas deixava antever uma 2ª parte emocionante, mas os pupilos de Resende vieram mais inspirados no ataque e com Hugo Laurentino bem mais seguro na defesa das nossas redes. Foi então aí que os remates explosivos de Eduardo Filipe (12 golos) e as penetrações eficazes do nosso pivot Tiago Rocha (8 golos) arrasaram com a equipa Açoreana, completamente à deriva nos últimos 20 minutos da 2ª parte.

O FC Porto venceu com justiça e joga já amanhã nos Açores a 2ª mão (22h do Continente) para decidir de vez a passagem às meias-finais. Se a coisa correr mal, temos o desempate no domingo, já no novo pavilhão Dragão Caixa (17h), onde se espera que o público participe muito mais no jogo, pois ainda este sábado, foram sempre os mesmos 5 a gritar constantemente no apoio à nossa equipa (Lucho, SDvaladares, Antilamp, Dragão Penafiel e bLuE bOy).

FC Porto assegura play-off a uma jornada do fim...
(6º FC PORTO - 29 jgs/ 17v/12d/46pts / FC Porto já está apurado para o play-off)

  • FC Porto, 91 - V.Guimarães, 66

Com Nuno Marçal, lesionado os Portistas sabiam que este jogo era mais que decisivo. Uma derrota seria quase que fatal. Foi uma vitória conquistada com muito querer, atitude e crença. Uma vitória à Porto, finalmente. Excelentes exibições de Figueiredo e Cunha (11 pontos cada), com o trio de Americanos também em muito bom nível (Martin e Burns com 20 pontos cada e Watts com 15). Sábado, joga-se a última ronda da I fase, com o FC Porto a jogar na Luz (18.30h), podendo acabar em 6º, 7º ou 8º, consoante os resultados desta última jornada.

FC Porto recebe domingo em Fânzeres, o Benfica para o play-off...
(1º jogo das meias finais do play-off é domingo às 16h em Fânzeres)

Este fim de semana, a Oliveirense jogou em Espanha a final-four da Taça CERS, tendo sido eliminada já no prolongamento, no jogo das meias-finais pela equipa Espanhola do Mataró, que acabou por erguer o troféu na final.

A final-eight da Liga Europeia, onde estará o FC Porto, começa a jogar-se no dia 30 de Abril, em Itália.

Já este domingo (dia 26), o FC Porto recebe o Benfica em Fânzeres (16h, RTP2) no 1º jogo das meias-finais do play-off num jogo importante, pois esta eliminatória é à melhor de duas vitórias (3 jogos), daí o FC Porto estar proibido de perder este desafio. Espera-se muito apoio, pois o jogo de futebol no Dragão é no mesmo dia, mas apenas às 19.15h (RTP1), e por isso, também eu deverei marcar presença nestes 2 desafios (hóquei e futebol) do próximo domingo.


Eduardo Filipe
O andebolista do FC Porto, foi o melhor marcador do jogo de sábado (12 golos) com o Sp. Horta. Foi o seu poder de fogo, acrescido da eficácia de Tiago Rocha, mais as defesas de Laurentino, que foram dando tranquilidade à equipa, que acabou depois por ganhar por 8 golos de diferença. O FC Porto só na 2ª metade rendeu o habitual, e muito à custa dos golos de Eduardo Filipe, que por coincidência, viria a ser o melhor marcador de um jogo em que o nosso blog aproveitou para lhe entregar a petição para que ele continue a jogar, pelo menos, mais uma temporada...


No futebol, tivemos mais um fim de semana vitorioso das nossas camadas jovens. Os juniores continuam a sua preparação para a fase-final. A qualificação já foi alcançada há algum tempo e estes últimos jogos, têm servido apenas para rodar jogadores e dar descanso a algumas peças que poderão ser decisivas na fase decisiva.

Este fim de semana, os Sub-19 derrotaram o Gondomar por 2-0 com golos de Claro e Chula. Os juvenis, alcançaram a 2ª vitória na 2ª fase com uma goleada ao Marítimo SC (Açores) por 7-1. Para a semana, desloca-se ao campo do Padroense (clube satélite), que se encontra colado aos Dragões no topo da tabela. Os iniciados, carimbaram a passagem à fase-final da prova, depois de neste domingo terem derrotado o Sanjoanense por 1-0. Um jogo muito complicado, com a Sanjoanense a dar uma excelente réplica, e que mais uma vez foi decidido pelo instinto goleador de Gonçalo Paciência. Uma nota final para os Sub-14 que alcançaram uma excelente vitória no Torneio “Dani Guenes” que se disputou em Bilbao. Depois de ter vencido o Enkarterri e empatado com o Barcelona na 1ª Fase, os dragõezinhos derrotaram o Athletic de Bilbao no desempate por grandes penalidades (3-1). Na final, o FC Porto derrotou o Barcelona por 1-0. De realçar que fomos a 1ª equipa a derrotar o Barça esta época neste escalão.

[texto remetido pelo nosso colaborador, Pedro Porto]

No basquetebol juvenil, os iniciados masculinos do FC Porto (equipa principal) continuam em grande, tendo ganho ao Académico por 85-59 num percurso formidável, enquanto a equipa B ganhou ao Alfenense por 62-37. No sector feminino, as cadetes ganharam ao Braga 64-32.

[texto remetido pelo nosso colaborador, Eurico Brandão]

Um abraço do Lucho.

# post publicado em simultaneo no fórum fcporto.planetaportugal

34 comentários:

  1. Como portista de sempre e de todas as modalidades, embora o futebol, seja a modalidade rainha, não posso deixar de felicitar o Lucho, pelo trabalho e dedicação em prol das "amadoras" do F.C.Porto. Eu, Lucho, fico-te grato e tenho a certeza que não sou só eu, mas também todos os portistas, que amam o clube com o entusiasmo, que nós amamos.

    O que nos move é apenas a paixão, a nossa recompensa são as vitórias, mas tenho a certeza, que o F.C.Porto nunca será insensível a todo este trabalho que é feito na blogosfera.

    Porque meu caro Lucho, por muito pouco que seja "isto" contribui para que o F.C.Porto, seja cada vez maior.

    Foi um bom fim-de-semana nas modalidades e na formação.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Lucho O HOMEM que é Nº1 no Serviço Publico Portista!!!...

    ResponderEliminar
  3. Obrigado pelas tuas simpáticas palavras, Vila Pouca.

    Um abraço.

    É como dizes, a recompensa que mais quero é que o FC Porto ganhe os jogos todos, seja em que modalidade for. Ainda sábado estávamos todos no andebol mas ficamos felizes com a boa nova que chegou de Matosinhos depois da nossa vitória no basket.

    Bons Momentos os passados com o SUPER EDUARDO FILIPE.

    Um grande abraço para ele tb.

    E um agradecimento especial ao blue boy pelo fantástico pdf com todas as fotos de sábado que compilou além de um obrigado também muito especial à minha esposa (fotógrafa de serviço), que me atura nas horas más, mas q tem a recompensa nas horas boas do FCP :) e como estas são sempre mais que as más... :)

    ResponderEliminar
  4. Grande abraço tb para ti Bruno Rocha, o homem das tácticas, tipo Freitas Lobo:) E podes crer q é aqui q o Jesualdo vem espreitar nas horas de indecisão:)

    ResponderEliminar
  5. À conversa com Hugo Laurentino (FCPORTO-ANDEBOL) in www.lpa.pt

    Melhor guarda-redes da Liga LPA (fase regular)

    As Estatísticas
    Total Defesas: 203
    Eficácia Ponderada: 37%
    Coeficiente: 75,11

    A Eficácia:
    1ª linha (9 metros): 49%
    2ª linha (6 metros): 33%
    Contra-ataque: 22%
    Livres de 7 metros: 17%

    Hugo Laurentino, guarda-redes do Futebol Clube do Porto, conversou com o portal LPA a propósito da liderança no ranking de melhor guarda-redes da fase regular da Liga LPA 08/09. De sorriso fácil e postura humilde é, aos 24 anos, uma das apostas do Seleccionador Nacional para as redes de Portugal, joga numa das maiores equipas portuguesas e representa um dos maiores emblemas do desporto nacional.
    Aproveitamos para recordar alguns momentos, revelar curiosidades e desejos futuros.

    De Évora para o Porto
    Começou a jogar no Évora Andebol Clube, com 9 anos de idade. Experimentou o basquetebol e o judo, mas acabou por seguir o andebol. Diz “gostei logo que experimentei”. O sonho de pequeno era ser jogador de futebol, não fosse um problema de asma a levá-lo a praticar um desporto de pavilhão, por indicação médica. Fez formação no clube até iniciado, altura em que veio para o Porto. Em 2000, deixou a família em Évora para agarrar a oportunidade de jogar num clube grande, mas as visitas dos pais e os contactos telefónicos eram frequentes - mesmo à distância nunca faltaram os petiscos da mãe!
    Da formação no FC Porto diz ter aprendido muito e ter apenas bons momentos para recordar.
    Foi titular da baliza do FC Porto nos escalões de juvenis e juniores, tendo ganho um campeonato nacional em cada escalão e ainda uma Taça nacional de juniores.
    Nas duas primeiras épocas como sénior (03/04 a 04/05) foi emprestado ao Vitória Futebol Clube, com o objectivo de ganhar experiência e “crescer” competindo.
    Desse tempo diz: “Gostei muito da experiência, da cidade e do clube. Sem dúvida ganhei em maturidade, no entanto em termos de crescimento competitivo ficou aquém das expectativas. Joguei pouco tempo.”
    Foi em Setúbal que se inscreveu no curso de Fisioterapia, que ainda frequenta (3º ano), mas por enquanto o andebol é a sua prioridade. Profissionalmente, no futuro gostaria de exercer a actividade de fisioterapeuta na área desportiva. Os treinos bidiários, os jogos e os estágios da selecção tornam mais complicado ser assíduo na faculdade.

    A “titularidade”
    Na época 05/06 regressa ao FC Porto, partilhando com Ricardo Candeias, também Eborense, a responsabilidade de defender as redes portistas. Aos poucos foi conquistando mais tempo de jogo e na época passada (07/08), com a lesão de Ricardo Candeias, é guarda-redes principal nos jogos da ½ final e final da Taça de Portugal.
    A recuperação demorada de Ricardo Candeias, de alguma forma provoca a sua ascensão a titular do sete, mas “o trabalho, empenho e dedicação foram o mais importante”.
    Na gosta da palavra “principal” ou mesmo “titular”. Prefere "efectivo", porque "são vários os guarda-redes de uma equipa e todos trabalham para merecerem a escolha do técnico.” Explica ainda que “numa semana pode um estar melhor ou entrar melhor no jogo e no jogo seguinte ser ao contrário”.
    Títulos à parte, a certeza é uma, na presente época 08/09, tem brilhado na baliza do FC Porto com o maior número total de defesas e melhor eficácia ponderada (37%), decorridas 18 jornadas da fase regular da Liga.

    Os companheiros de baliza
    “O Ricardo Candeias é mesmo um bom amigo. Temos um óptimo relacionamento. Trabalhamos e treinamos o melhor possível durante a semana e depois respeitamos a opção do técnico, para o jogo”.
    Quanto a Dragan Jerkovic, “ainda é novo no grupo e por isso não conheço bem. Gosto dele. Está a integrar-se”.
    Como curiosidade perguntamos o que falam entre eles durante o jogo e disse-nos “são situações do jogo como, por exemplo, o lado para onde um atleta rematou, se era previsível ou não… coisas assim”.

    Superstições
    Não é supersticioso ao ponto de ter um ritual antes do jogo, no entanto confessa que veste sempre cuecas pretas nos dias dos jogos e que tem meias só para os jogos, separadas das de treino.

    Pontos fracos
    “Eu acho que não tenho, mas pelas estatísticas consegue talvez perceber-se os pontos mais vulneráveis… até agora!”

    A Selecção Nacional A
    Conta com 9 internacionalizações A, sendo cinco delas em jogos particulares de preparação para a fase de qualificação (Eslovénia (2), Noruega (2) e Eslováquia (1), e mais os quatro jogos já disputados da qualificação para o Euro 2010 frente à Letónia (2), França e Luxemburgo.
    Jogar contra a França, com atletas campeões olímpicos e do mundo, e estar em campo com o melhor guarda-redes do mundo Thierry Omeyer (THW Kiel), foi, até ao momento, um marco na sua carreira, embora tenha jogado apenas alguns minutos no final da 1ª parte.
    Aliás, foi contra a Selecção do Luxemburgo, no último jogo disputado, que mais tempo esteve em campo, cerca de 20 minutos na 2ª parte.

    Jogar por Portugal “é um orgulho enorme”.

    O mercado Estrangeiro
    Até hoje recebeu apenas um convite. Foi na altura em que regressou ao FC porto. Esteve quase a rumar a Espanha, mas acabou por ficar no Porto.
    Acrescenta, “a projecção na Asobal é muito grande. Lá podemos progredir na carreira, mas tenho consciência que é muito difícil, principalmente para um guarda-redes.” E explica “se uma equipa tiver que apostar em alguém vai a um mercado com tradições fortes no andebol como por exemplo os países da ex-Jugoslávia.”
    Em Portugal, no campeonato da Liga, tem jogado mais desde a última época e os mais miúdos e jovens já o vão reconhecendo. “Às vezes ouço a chamarem o meu nome da bancada.”

    A preparação para os jogos
    Existem duas partes importantes que são trabalhadas: a técnica e a estratégica (táctica).
    “Primeiro de tudo faço uma análise individual através do visionamento dos vídeos de jogos da equipa adversária. Depois falo com os outros guarda-redes, comparamos o que analisamos e referimos esses aspectos ao técnico.”
    A análise individual visa recolher dados sobre as características dos jogadores mais relevantes da equipa adversária.
    Durante a semana que antecede o jogo são trabalhados, por um lado os aspectos individuais do guarda-redes (técnicos), e por outro são definidas as estratégias para cada um dos jogadores da equipa adversária analisados. “Tudo na perspectiva do guarda-redes… posicionamento na baliza, movimentos, etc”. “Estudo para saber para que zona costuma rematar, quais os movimentos que costuma fazer, etc”.

    A importância das Estatísticas
    “Vejo sempre no site da Liga todas as minhas estatísticas e depois também comparo com as estatísticas da equipa técnica, logo no primeiro treino depois do jogo. Não gosto de me comparar com ninguém, mas quero ver onde estive menos bem e tentar melhorar.”
    Os valores apresentados nas estatísticas servem sempre como referência e existem valores médios que pretende sempre atingir. “Por exemplo, 35% de eficácia total é bom, por isso tento manter, mas depois existem as percentagens diferentes relativas a cada uma das posições, ou a cada item avaliado”.
    Quando um jogo corre muito bem, “não dou demasiada importância como referência no trabalho, embora fique satisfeito.” Pelo contrário, se corre mal, “vejo o jogo, analiso as estatísticas, para melhorar o que falhou.”

    A organização da equipa antes de um jogo
    Mesmo nos jogos em casa, o grupo concentra-se numa unidade hoteleira, no dia do jogo.
    “Começamos o dia a assistir a vídeo e palestra da equipa técnica. Depois repousamos nos quartos até ao almoço. Normalmente jogo cartas para passar o tempo. Após o almoço, voltamos aos quartos até à hora de saída para o jogo.”

    Os sonhos e desejos
    “Quero vencer sempre todas as provas e competições, no clube e na selecção.”
    “Gostava de jogar noutros campeonatos, mas tenho noção que é muito difícil”.
    “Ser o guarda-redes efectivo da Selecção A”.

    Uma coisa é certa “Trabalho sempre para ser o melhor”.


    O portal www.lpa.pt agradece a disponibilidade do atleta Hugo Laurentino e do Futebol Clube do Porto.

    ResponderEliminar
  6. Uma palavra de grande reconhecimento ao grande Lucho pelo seu enorme e excelente trabalho.

    Veremos o que acontece hoje em relação ao party people. Será que aparecem para consagrar o Lucho como o grande divulgador do desporto amador do FC Porto?

    ResponderEliminar
  7. PARABENS Lucho pela tua iniciativa e espero que o nosso Grande jogador Eduardo Filipe pense no carinho que todos temos por ele e continue mais um ano!

    ganda abraço

    ResponderEliminar
  8. Lucho,Cumprimos a missão a que nos propusemos e que em face do acontecido desde o dia em que te lembraste de tal ideia mirabolante, foi um completo sucesso.

    Este prémio, esre troféu, este mérito, tem um nome: o teu nome, o teu nickname, Lucho, onde tudo o resto, é acessório que cada qual, dentro das suas possibilidades e saberes, ajudou-te a colocar em prática este projecto!!!

    O Eduardo Filipe, na sua humildade, soube reconhecer e agradecer esse gesto... que concerteza a todos os envolvidos, muito satisfez.

    Não terminou ainda... próximos capitulos, dia 01 de Maio em Lisboa.

    ResponderEliminar
  9. Caríssimos, antes de mais quero agradecer ao Lucho pelo excelente trabalho realizado todas as semanas, totalmente "pro bono", direccionado a todos os Portistas! Muito obrigado!

    Depois, quero pedir ao blue Boy que me mande o tal pdf com as fotos, que isto de rapidshare é bonito mas é para os que chegam cedo.... lol... dez downloads já se foram há muito... ehehe. Ou entao que arranje um sitio alternativo para todos fazermos o download....

    ResponderEliminar
  10. Lucho ... sempre em cima do acontecimento.
    Só temos.como portistas de agradecer....
    Abraço

    ResponderEliminar
  11. o blue que faça o upload do ficheiro no www.easyshare.com

    ResponderEliminar
  12. AVISO: Problema técnico resolvido... o ficheiro PDF já foi alojado no MEDIAFIRE.COM, supostamente, local de alojamento com downloads ilimitados... a ver vamos se funcemina desta vez a 100% :)

    ResponderEliminar
  13. Ahhh, é verdade:

    no Basquetebol, abada aos do Minho... Fernando Sá com uma mãozinha?! ;)

    já no Hóquei, demora muito pa ir morder as orelhas dos GAYvotas em Fânzeres, antes de rumar em direcção ao Dragão pó futebol?

    Por fim, nas camadas jovens, siga pra bingo e mai'nada :D

    ResponderEliminar
  14. Jorge da Silva Back Again21 abril, 2009

    Boas ...
    São atitudes destas que merecem uma
    vénia!Quem sente de verdade o nosso
    FCP não fica indiferente a estas
    atitudes tomadas aqui por voçês!!!
    O emblema do nosso Dragão não se
    restringe somente aos atletas do
    futebol!Viva tb as amadoras do FCP!
    E,tenho a certeza que com o novo
    pavilhão já a ser inaugurado esta
    semana,as nossas amadoras irão ter
    outra projecção e grande apoio.
    O PORTO É NOSSO E HÁ-DE SER ...
    O PORTO É NOSSO ATÉ MORRER !!!

    ResponderEliminar
  15. Eu também estive no passado sábado na Póvoa no jogo de andebol a apoiar o F C PORTO adivinhem que ficou au meu lado ?????
    O lucho !!!! claro ....
    Quanto ao jogo na primeira parte esteve mau, o bacalhau estava muito salgado ....... mas na segunda parte a equipa melhorou muito e ganhamos sem espinhas ....
    Quanto a grande ideia do lucho comprimos a nossa parte e fiquei com impressão que o Eduardo Filipe gostou da iniciativa .
    Por falar no Eduardo Filipe que grande atleta dentro do campo de uma grande humildade !!!!!!

    Mas para quem julga que o lucho fica por aqui está bem enganado !!!!do que eu conheço ele já esta a pensar noutra coisa ainda maior ........

    Mas não falaste no andebol10 que também marca sempre presença nos jogos de andebol .



    Obrigado lucho um grande abraço

    ResponderEliminar
  16. Viva !

    Cá estou a comentar, como sempre, às horas de costume das terças.

    Grande semanário !

    Mesmo se o futebol é a minha modalidade preferida, o andebol é também a modalidade que mais gosto após o futebol.

    E penso que tem muito futuro pelas razões que, aqui, já apresentei.

    Pelo menos aqui por estas terras. Terras onde o Porto já se deu a conhecer, eliminando o Paris . Há jogos que ficam na memória !

    Mais uma vez gostei do texto do Pedro Porto. É muito importante ter as informações que Pedro Porto dá ( vitória sobre o Barcelona nos sub 14 ).

    E Viva o Porto !

    ResponderEliminar
  17. bOAS,

    Antes demais, parabén pela excelente iniciativa, prestigiando não só o blogue, num gesto de raro altruísmo, mas procurando dignificar também a função de adepto. O Porto, como o Lucho tem (re)lembrado aqui, não é só o futebol.

    É muito mais. Amadoras, cada vez mais comentadas, na blogosfera portista, pelo pioneirismo de alguns.

    O fim-de-semana foi excelente, nesse aspecto. O andebol afastou a traumática experiência do play-off do ano passado, provando que a equipa está mais madura, apta para lutar pelo ceptro de campeão.

    O basquetebol cumpriu os requisitos mínimos, conseguindo o apuramento para a fase a eliminar. Veremos como a equipa se comporta, daqui para a frente.

    No hóquei, o próximo fim-de-semana trará o início da luta pela manutenção da hegemonia. E, nada melhor do que rebentar com a escumalha de vermelho.

    Até os comemos!

    ResponderEliminar
  18. Lucho, mais uma vez parabéns pela paixão que dedicas as modalidades amadoras!
    Para além de ler os teus postes o que ajuda a me manter informada, ainda conseguiste que eu ficasse a gostar de andebol,que era uma das modalidades que eu pouco acompanhava!

    E, já temos mais uma portista batizada que começou pelo andebol, e se deus quiser, continuará quando for a altura certa no resto das modalidades, se o papá badado, achar por bem....:-)

    Eu não fiquei na foto, porque preferi fazer companhia á fotógrafa, também para não correr o risco de estragar a foto,:-)....

    BIBÒ PORTO

    ResponderEliminar
  19. E ainda bem que são mais as horas boas do FCP!!
    Agora só falta saber quando chega a comissão dos serviços prestados de fotografia e tradução;)
    Isto é pior que o SMN!! O que vale é a recompensa do convívio;) e claro... ver a felicidade estampada naquelas caras de "garotos" com as vitórias do FCP!

    ResponderEliminar
  20. P.S: Beijos especiais às dragonas Lady in blue, Mafaldinha e "Sra. Dragona" de Penafiel e à dragonazinha "Nonô"!

    ResponderEliminar
  21. Parabéns Lucho por mais uma grande iniciativa.

    Vamos lá a ver se este ano conseguimos ter ainda mais vitórias para além do futebol. O básquete vai ser difícil mas ainda acredito que podemos fazer uma surpresa. Especialmente se não defrontarmos nem a Ovarense nem as GAYvotas na primeira eliminatória dos Play-Off. É que se a equipa ganhar confiança os jogadores têm qualidade, por isso...

    No andebol começou bem o Play-Off mas é preciso não facilitar para que não aconteça o que se passou no ano passado.

    No hóquei, a final este ano é mais cedo. É ainda mais importante começar a ganhar aos GAYvotas. Nem que seja com um golo metido com a mão.

    PORTO SEMPRE!

    ResponderEliminar
  22. Eva, obrigado pelo beijinhos ;) e pelo teu excelente trabalho de fotógrafa :) levas jeito pa coisa rapariga... o Lucho que se trate senão vai ter que pagar os teus serviços a peso d'oiro :D

    Apareces no Domingo, para por-mos a conversita em dia que já estou com saudades :)

    ResponderEliminar
  23. Caro Lucho:

    Antes de mais gostaria de dizer (ainda a propósito daquela pequena discussão que se gerou na última terça-feira com aquele anónimo, em que não tive tempo para entrar nela), que, com todo o respeito pelos outros colaboradores (e comento sempre que posso), a terça-feira é o dia em que mais gosto de cá vir, porque tu consegues sempre surpreender-nos pela positiva, carago! O Porto é TUDO o que o envolve, e portanto concordo que devamos falar sobre TUDO! :)

    Este nosso amor ao Clube é único, e o teu trabalho é sem dúvida expectacular! Continua!
    Todos gostamos muito de futebol, mas o nosso Mágico Porto nao é só isso, e queremos que ganhe em qualquer circusntância e ocasião.
    E também tenho de admitir que é graças a este teu empenho que me "despretaste" a atenção para tudo o que tem o nosso símbolo ao peito, também para além do relvado.

    Tal como diz o Jorge da Silva, "atitudes destas merecem uma vénia", fantástico! :)

    Hoje, como não podia deixar de ser, mais uma excelente crónica!

    Infelizmente não pude ir ver o jogo e fazer parte da entrega desse grande trabalho. Foi uma boa vitória, com um grande jogo... do Eduardo Filipe, claro!! Espero que reconsidere a sua posição de abandonar no final deste ano. Para o ano pode jogar a época toda no nosso Dragãozinho, e em vez de sair como Campeão, saí como BiCampeão ahaha :)
    Amanhã temos o segundo jogo, que espero que ganhemos. Se isso não acontecer, o nosso novo pavilhão tem o primeiro jogo oficial marcado para Domingo às 17h00 para desempate.

    No Basquetebol, excelente e preciosa a vitória sobre o vitória, que assim nos dá acesso ao play-off. Agora era acabar bem no galinheiro, e impedir que aqueles nojentos consigam só vitórias em todos os jogos realizados.

    No Hóquei, Domingo lá estarei como habitualmente, desta vez para limpar o nosso ódio de estimação (depois seguirei para o Dragão)! Este ano devido à sua classificação, encontramo-nos mais cedo... pior para eles... mais cedo saem...
    Quero ver Fânzeres lotado, com um excelente ambiente, como custuma acontecer nos play-off's, ou por exemplo como aconteceu contra o Igualada para a Liga Europeia. Por falar nisso, dia 30 de Abril continuamos essa guerra...

    Nas Camadas Jovens é só vencer!

    P.S.1- A inauguração do Dragão Caixa é na Quinta-feira às 21h30, dia em que o nosso Pinto da Costa faz 27 anos à frente do Clube. E eu vou estar presente, porque hoje consegui arranjar um convite!!!

    P.S.2- Amanhã estarei na Reboleira a apoiar o nosso Porto rumo ao Jamor! Já tenho o bilhete... 5 euros!

    Abraço

    ResponderEliminar
  24. Dragão Penafiel:

    O andebol 10 é o teu filhote certo?

    Mais um craque para o Porto daqui a uns anos:)

    Obrigado a todos pelas palavras simpáticas.

    ResponderEliminar
  25. E qt à Eva, na verdade reconheço q em dias maus do FCP não sou fácil de lidar, mas como são poucos...

    As meninas não ficaram nas fotos pq n quiseram. Mas não tiravam os olhos do Eduardo Filipe:)

    ResponderEliminar
  26. Não quisemos foi tirar o brilho ao Eduardo Filipe e ofuscá-lo com o nosso:P

    ResponderEliminar
  27. Liga Europeia hóquei...fase final:

    Quarti di finale - Giovedi 30 aprile 2009

    ore 19.30 - Club Esportiu Noia (Spagna) - Liceo La Coruna (Spagna)
    ore 21.30 - Reus Deportiu (Spagna) - Football Club Barcelona (Spagna)

    Quarti di finale - Venerdi 1 maggio 2009

    ore 19.30 - Football Club Porto (Portogallo) - Metalba-Infoplus Bassano Hockey 54 (Italia)
    - DIRETTA TV RTP (Portogallo) ore 18.30 (orario portoghese) - Differita Rai Sport Piu (ITALIA) ore 22.30/23.00
    ore 21.30 - Roncato Pati Vic (Spagna) - Follonica Hockey (Italia)
    - DIRETTA Rai Sport Piu (ITALIA) ore 21.30

    Semifinali - Sabato 2 Maggio 2009

    (in caso di vittoria del Porto)
    ore 18.30- vincente/winner Reus-Barcellona vs vincente/winner Porto-Bassano54
    - Differita TV su Tv3 Catalunya (Spagna)
    ore 20.45 - vincente/winner Vic-Follonica vs vincente/winner Noia-La Coruna
    - DIRETTA TV Rai Sport Piu (ITALIA) - Differita TV su Tv3 Catalunya (Spagna)

    (in caso di vittoria del Bassano 54)
    ore 18.30 - vincente/winner Vic-Follonica vs vincente/winner Noia-La Coruna - Differita TV su Tv3 Catalunya (Spagna)
    - Differita Rai Sporti Piu (ITALIA) ore 22.30
    ore 20.45 - vincente/winner Reus-Barcellona vs vincente/winner Porto-Bassano54
    - DIRETTA TV Rai Sport Piu (ITALIA) - Differita TV su Tv3 Catalunya (Spagna)

    Finale Eurolega - Domenica 3 Maggio 2009
    ore 18.00 - Semifinale 1 vs Semifinale 2
    - DIRETTA TV Rai Sport Piu (Italia)
    - Differita TV su Tv3 Catalunya (Spagna)
    (la partita inizierà alle 19.00 se ci sarà una squadra italiana)

    ResponderEliminar
  28. Inauguração
    Dragão Caixa, a nova casa das modalidades amadoras
    por LusaHoje


    Dezanove meses após o início da construção, o Dragão Caixa, a nova casa das modalidades amadoras de pavilhão do FC Porto, torna-se uma realidade e é inaugurado já na quinta-feira.

    Andebol, modalidade que pode estrear o pavilhão, domingo nos "play-off" frente ao Sporting da Horta (caso seja necessário um terceiro jogo), basquetebol e hóquei em patins são os grandes beneficiados com a nova infra-estrutura, já que finalmente podem regressar a "casa" quando andaram anos dispersos por outras cidades.

    Este é o cumprimento de um sonho de Pinto da Costa, o presidente que tinha assumido a nova casa das modalidades como uma prioridade para o actual mandato: o empreendimento foi simbolicamente lançado nas comemorações do seu 25º aniversário na presidência do clube.

    Orçado em 11,7 milhões de euros, o Dragão Caixa tem 2007 lugares sentados (1868 em bancada, 121 camarotes e 18 para comunicação social) e é considerado mais um arrojo arquitectónico de Manuel Salgado, que também projectou o Estádio do Dragão.

    O Dragão Caixa - a Gaixa Geral de Depósitos investiu no "naming" do pavilhão - destaca-se por estar assente em pilares e por se organizar em três pisos, a arena onde fica o campo, as bancadas para os adeptos e um terceiro nível que alberga os serviços administrativos.

    Construído num vazio urbano de 8300 metros quadrados, entre o estádio e a Via de Cintura Interna, o pavilhão tem uma forma rectangular com as extremidades ovais.

    ResponderEliminar
  29. 100 Jogos de Resende
    RUI GUIMARÃES/MIGUEL RIBEIRO

    (ojogo)

    Carlos Resende completa hoje (22h do continente), nos Açores, frente ao Sporting da Horta, o 100º jogo da sua curta carreira como treinador. Uma pequena meta para uma pessoa que, como jogador, terá ultrapassado largamente um milhar de jogos ao longo de 18 anos.

    "Quando me perguntaram se queria passar a treinador a primeira coisa que pensei foi se seria a altura ideal para deixar de jogar e aceitar o novo desafio", recorda Carlos Resende que, logo na primeira época, ainda festejou equipado o seu primeiro troféu como treinador: a Taça de Portugal.

    Na luta pelo título, com apenas uma derrota na fase regular, Resende, dá pouca importância aos 100 jogos, até porque "espalhados por três anos até não é uma grande média". "Gostava que o FC Porto pudesse fazer mais jogos por época, sobretudo internacionais", sustenta o treinador que é agora um licenciado em gestão desportiva, algo que poderá estar no seu horizonte profissional, mais cedo ou mais tarde: "Gosto do que faço, mas não serei treinador até ao fim da minha vida. Não será certamente a minha última actividade profissional, disso tenho a certeza. Dependerá das oportunidades e do que for sucedendo", explica Carlos Resende a quem falta apenas um campeonato nacional para conseguir os três mais significativos troféus do andebol nacional.

    Figura incontornável do universo portista, Resende não consegue vislumbrar muitas diferenças entre o dia em que defrontou o Ginásio do Sul, o seu primeiro jogo oficial, e a última vitória frente ao Sporting da Horta: "Só há uma coisa que não muda, é a própria mudança em si. Tenho três anos de actividade o que não é tempo suficiente para mudarmos muita coisa, no entanto, noto que agora consigo mudar as coisas, alterar planos, quando as coisas não correm bem, de forma mais ágil e rápida", considera o técnico.

    Para já, e após uma Taça de Portugal e uma da Liga, Resende confia que o título que lhe falta pode chegar este ano. "Temos uma boa equipa, muito unida, temos feito um belíssimo campeonato e, por isso, ser campeão é uma boa possibilidade, acredito que possa acontecer. E depois, perante os resultados que temos obtido é legítimo que possamos pensar nessa possibilidade", sustentou Carlos Resende em vésperas de realizar o centésimo jogo da carreira, perante um Sporting da Horta a quem cabe tornar este pequeno marco num dissabor para o "jovem" técnico.

    Começou no Ateneu da Madre Deus

    Carlos Resende, natural de Marvila, Lisboa, nasceu a 29 de Maio de 1971, tendo começado a jogar no Ateneu da Madre Deus, 'descoberto' por José Bita, o seu primeiro treinador. Fez algumas épocas na formação do Sporting - foi campeão de juvenis -, até o FC Porto, estava ainda no primeiro ano de júnior, o contratar, tendo também sido campeão pelos dragões nesse escalão.

    Com 260 internacionalizações, fez a estreia na selecção a 31 de Janeiro de 1989, num jogo particular frente a Cuba, em que marcou os primeiros nove dos 1444 golos que somou só com a camisola das Quinas. Tem duas chamadas à selecção da Europa. Para além do FC Porto, enquanto sénior só representou o ABC, com muitos títulos em ambos os clubes. Medalha de mérito desportivo em 2000, tem também dois dragões de ouro.


    Inauguração do Dragão Caixa acresce motivação

    O F.C. Porto Vitalis dispõe, já hoje, da oportunidade de se apurar para as meias-finais dos playoffs da Liga de andebol, precisando, para isso, de voltar a vencer o Sp. Horta. «O querer é enorme», afirma com segurança o treinador Carlos Resende, e o facto de a equipa poder inaugurar o Dragão Caixa já qualificada aumenta ainda mais a motivação.

    «A expectativa de passarmos a usufruir de um espaço de trabalho e união de que há muito necessitávamos é grande», partilhou o técnico azul e branco em declarações ao www.fcporto.pt, considerando que seria «um orgulho» preparar a derradeira fase da temporada já no novo pavilhão das modalidades portistas.

    Para que tal se confirme, os Dragões têm de ultrapassar primeiro o Sp. Horta, missão na qual deposita plena confiança: «Vamos assistir a um jogo semelhante a todos os que já disputámos esta época contra o mesmo adversário. Vai ser equilibrado, é certo, mas acredito profundamente que a determinada altura nos vamos superiorizar e acabar por garantir o triunfo».

    A convicção de Carlos Resende assenta, acima de tudo, no bom momento de forma que o grupo atravessa e em todo o trabalho que vem desenvolvendo até à data: «Realizámos uma excelente fase regular [em 16 partidas, somaram 12 vitórias, três empates e somente uma derrota] e os jogadores sentem-se muito bem fisicamente, o que é sempre importante nestas ocasiões».

    O encontro desta quarta-feira comporta um sabor igualmente peculiar pelo facto de ser o 100º em que Carlos Resende vai participar na qualidade de treinador: «Todos os jogos são especiais. Este é apenas mais um. Ainda tenho muito que crescer. O que é fundamental é saber que represento um clube que me oferece uma maior possibilidade de evolução».

    A cumprir a sua terceira época no comando dos Dragões [lançou-se como técnico em 2006/07, sendo que nessa primeira temporada chegou a actuar também como jogador], recorda com particular entusiasmo, desde que se encontra à frente da equipa, dois confrontos referentes à Taça de Portugal [final, em 2006/07, contra o Benfica; e oitavos-de-final, em Março do presente ano, diante do Sporting], pela «recuperação fantástica» que os seus atletas foram capazes de operar.

    Sp. Horta e F.C. Porto Vitalis defrontam-se já esta quarta-feira (HOJE), às 21h00 locais (22h00 em Portugal Continental), nos Açores.

    Os azuis e brancos ganharam a primeira partida, realizada no passado sábado, no Pavilhão Municipal da Póvoa de Varzim, por 34-26.

    ResponderEliminar
  30. Andebol estreia Dragãozinho
    PCM

    Chama-se Dragão Caixa Arena e é inaugurado no dia 23, numa cerimónia, para já, mantida em segredo. O novo pavilhão do FC Porto, que substitui o antigo Américo de Sá, é um dos projectos de Pinto da Costa, o presidente que ontem no anúncio oficial da conclusão do espaço, reconheceu ainda ter mais planos para o futuro: "Quando deixar de haver projectos é porque estamos na recta final das nossas vidas. Tenho muitos projectos, mas não vou revelá-los." Recusando-se a comentar a possível criação de uma equipa de voleibol, Pinto da Costa assegurou que o andebol será a primeira modalidade a jogar no Dragão Caixa: "Está previsto que algumas equipas do FC Porto já joguem os play-off no Dragão Caixa. Hoje [ontem] o andebol joga na Póvoa de Varzim, mas é possível que os próximos jogos já sejam realizados aqui no novo pavilhão." O play-off de andebol arrancou ontem, com o FC Porto a vencer o Horta. Se os dragões voltarem a dobrar os açorianos avançará para as meias-finais. Nesse cenário, a equipa pode estrear o Dragão Caixa no dia 6 de Maio. Mas se perderem, terão de fazer uma terceira partida, já a 26. No auditório do Estádio do Dragão, Pinto da Costa e Araújo e Silva, administrador da Caixa Geral de Depósitos, financiadora da obra, enalteceram a modernização da estrutura do clube: estádio, centro de estágio, campo da Constituição e pavilhão. Um museu pode ser o próximo projecto de Pinto de Costa, que em 27 anos de presidência tem muitos troféus para expor.


    Dragão Caixa Arena
    Arquitecto | Manuel Salgado

    Construtora | Somague

    Financiamento | Caixa Geral de Depósitos

    Início da obra | 31 de Outubro de 2007

    Data de inauguração | 23 de Abril 2009, às 21h30

    Prazo de execução | 545 dias

    Capacidade | 2007 lugares (1868 em bancada, 121 camarotes e 18 para imprensa)

    Valor total | 11milhões 722 mil 926 euros (Preço Máximo Garantido)

    Área total | 18 mil metros quadrados

    Piso madeira de arce canadiana (igual ao do Palau Blaugrana, em Barcelona)

    Valor do piso | 75 mil euros

    Imagem de marca | Eficiência energética

    Modalidades | Andebol, basquetebol, hóquei em patins

    ResponderEliminar
  31. Ora aqui está o valor dos posts nas modalidades do Lucho.
    Posts e acções tais.

    Tiro-te o meu chapéu.
    E nunca mais é Domingo.

    ResponderEliminar
  32. Lucho,

    Afinal, sempre valeu a pena o despertar de consciências. Espero que tenhas ficado satisfeito. Contra todos, veio o resultado esperado. Às vezes, tem que ser assim. Atacar primeiro para obrigá-los a tocar a reunir e a responder presente para te defender. A pedido da massa associativa já se mobilizaram e isso é o mais importante. Espero que não seja sol de pouca dura.

    Muitos parabéns pelo teu trabalho e pelos teus amigos te estimam.

    ResponderEliminar
  33. No meio de tanta "patuá", lembrei-me agora d'um pequeno detalhe... pois, neste teu post, tens aqui uma pequena incorrecção, ou seja, desta vez, nem tempo tive para «botar faladura» lá pra dentro, nem tão pouco pa ajudar a aquecer o ambiente sonoro no pavilhão, porque a pequena Nonhô deu-me cabo da paciência durante todo o jogo, porque mais parecia ter "bicho carpinteiro", saltitando e pulando por tudo quanto era cadeira ou escadaria.

    Para a próxima, será melhor concerteza...

    Por fim, um agradecimento especial à Eva por tamanha arte fotográfica... sempre a dar ao "clique" na machine :D

    ps - raio de primeiros minutos de jogo, em que o ataque nosso de tão pouco funcionar, passávamos a vida a dizer entre nós que "o Porto não marca, bis bis bis"... a pirralha de tanta ouvir aquilo no inicio do jogo, andou o resto do jogo a meter-se comigo a repetir sistematicamente, mesmo quando marcávamos, "o Pôto não maca, o Pôto não maca..." :D

    ResponderEliminar
  34. Obrigada pelo reconhecimento "merecido" (cofff, cofff) pela reportagem fotográfica;)
    No dragãozinho não tivemos tanta sorte:( mas a culpa não foi da fotógrafa, foi da pouca luz (para criar "ambiente", e que belo ambiente) e da máquina!;)
    P.S: faço anos em Outubro!! ehehe

    ResponderEliminar