06 novembro, 2011

À deriva... e as palavras não passam aos actos!

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

SC Olhanense 0-0 FC Porto

Liga 2011/12, 10ª jornada
5 de Novembro de 2011.
Estádio José Arcanjo, em Olhão.
Assistência: 3275 espectadores.


Árbitro: João Capela (Lisboa).
Assistentes: Ricardo Santos e Tiago Rocha.

OLHANENSE: Fabiano Freitas; Mexer, Maurício, André Pinto e Ismaily; Cauê e Fernando Alexandre; Salvador Agra, Mateus e Nuno Piloto; Wilson Eduardo.
Substituições: Mateus por Rui Duarte (68m), Wilson Eduardo por Ivanildo (81m) e Salvador Agra por Figueroa (90+2m).
Não utilizados: Ventura, Toy, Vitor Vinha e Dady.
Treinador: Daúto Faquirá.

FC PORTO: Helton; Maicon, Rolando, Mangala e Alvaro Pereira; Belluschi, Fernando e João Moutinho; Hulk, Kléber e James Rodriguez.
Substituições: Kléber por Walter (58m), Belluschi por Defour (72m) e Fernando por Guarín (72m).
Não utilizados: Bracali, Varela, Alex Sandro e Otamendi.
Treinador: Vítor Pereira.

Disciplina: cartão amarelo a Maurício 4m, Fernando 30m, Rolando 33m, João Moutinho 56m, Salvador Agra 57m, Caue 90+2m.

Começo esta crónica pelo título do post. A equipa não melhora de jogo para jogo, antes pelo contrário, completamente à deriva, sem saber escolher as melhores soluções, decisões todas ao contrário, sem energia, determinação e ambição espelhando as paupérrimas exibições anteriores.

Na véspera do jogo, Vítor Pereira teve pela primeira vez um discurso agressivo para o exterior. Sim, ok, o discurso foi agressivo para o exterior, mas será que para o balneário também o foi? Não sabemos… o que sabemos é que nem com o tal discurso agressivo a equipa modificou o sem comportamento, a vontade de dar a volta à situação negativa não existiu novamente.

Assim não dá… há jogadores que continuam a não querer pedalar o suficiente para representar o nosso ENORME clube. Se o treinador não lhes dá motivação para que voltem a ter os níveis próximos da época passada, porquê? Não há maior motivação que representar o Futebol Clube do Porto, ou não devia haver! Há tantos que queriam estar no vosso lugar e vocês desperdiçam oportunidades atrás de oportunidades. Se querem fazer a cama ao treinador, que a façam rápido. Para o VP, apenas o seguinte… não estás a dar conta do recado, mas não és o único culpado, nem o mais, nem o menos, és um dos, mas como sempre a corda a partir, parte sempre para o mesmo lado e olha que já está bem esticada!

O filme do jogo, desta vez não me vou alongar muito, o nível foi próximo de 3ª feira, não vale a pena bater mais no ceguinho. Podia ter sido uma história diferente, talvez, mas desta vez nem o penalty quis “salvar” a pele do treinador. Oportunidade de ouro, logo aos 3 minutos, com falta de Maurício sobre Kléber. Hulk, da marca dos 11 metros, depois de 11 grandes penalidades seguidas convertidas, com o numero 12 nas costas, a 12ª foi fatal. Grande defesa de Fabiano, e na recarga a evitar golo do Porto novamente a Hulk.

Caiu Hulk, caiu o Porto por terra e nunca mais se levantou. Durante a 1ª metade não me recordo de um único lance de perigo criado pelo Porto. Mau demais para quem necessitava a todo o custo de vencer, ainda para mais, aproveitando um jornada em que temos um jogo Braga x Benfica, que nos poderia dar a liderança isolada da Liga. Nem por isso fomos capazes de lutar mais e melhor.

Para a 2ª parte nada de novo, nada mesmo. Quase duas dezenas de cantos e nenhum aproveitado em condições. Quando o colectivo não resulta, onde está o individual?

A 1ª alteração de VP foi troca por troca, com Walter a render Kléber. Na minha opinião errada. Devíamos ter passado a jogar com os 2 PL para permitir alguma instabilidade na defesa contrária, passando James para as costas dos dois ou Belluschi, saindo Maicon. Aliás, continuo sem perceber o porquê desta utilização hoje… o que se passa com Otamendi que de um momento para o outro deixou de ser opção? Otamendi tinha muito mais rotinas de lateral direito do que Maicon.

Depois mais à frente as substituições do costume que não têm resultado na prática, saem 2 médios e entram outros 2. Até ao final foi ver o Porto a arrastar-se dentro do campo, nem nos momentos finais fomos capazes de ir para cima da equipa da casa.

Há muito por percorrer, mas assim não dá!

Por hoje fico-me por aqui… desculpem mas não me apetece dizer mais nada, ou melhor, nem sei o que dizer!

Notas positivas: Só se for mais um jogo sem sofrer golos…

Notas menos boas: Sem golos marcados e novamente sem oportunidades de golo. Sem elas os golos não aparecessem.

Melhor em campo: João Moutinho – tentou impor alguma dinâmica naquele meio-campo, mas sozinho é impossível.



DECLARAÇÕES

Vítor Pereira: "O FC Porto tentou de todas as maneiras"

"Não estava à espera, trabalhámos muito durante todo o jogo para o resultado ser outro. Tivemos um período na primeira parte muito bom, outro na segunda parte também muito bom. Quando as coisas não saem, perante uma equipa posicionada muito atrás, não é fácil encontrar espaços para entrar. O FC Porto circulou a bola, tentou de todas as maneiras e não posso apontar nada aos meus jogadores."

"É natural que, face a uma equipa posicionada sobre o seu meio-campo, que encontra jogadores adversários rápidos, as coisas n saiam tão bem. Mas isso é natural, próprio de quem assume o jogo e quer empurrar o adversário para trás. Falhámos um penálti e julgo que o jogador do Olhanense que o comete deveria ter sido expulso. Trabalhámos para outro resultado."

"Estamos a trabalhar como equipa para melhorar a qualidade de jogo e ir de encontro a comportamentos de qualidade. Tentámos e fizemos tudo para vencer, agora temos que trabalhar já para o próximo jogo. Este campeonato vai ser muito competitivo."

João Moutinho: "Merecíamos a vitória"

"Os dois últimos resultados não foram os que queríamos, mas infelizmente foi assim que se passou. Tivemos controlo do encontro do princípio ao fim e algumas oportunidades. Por aquilo que fizemos merecíamos a vitória, apesar do Olhanense ter lutado do primeiro ao último minuto."

"Os últimos resultados não nos têm sido favoráveis, o que pode quebrar a confiança, mas temos de continuar a trabalhar da mesma maneira, como hoje, do primeiro ao último minuto. Queríamos a vitória, mas agora temos umas ou duas semanas para descansar e pensar no que vamos fazer."



RESUMO DO JOGO

31 comentários:

  1. Este ano não há nada pra nós. Não quizeram acreditar que com esta camisola de risca ao meio nunca se ganha nada, mas é como as bruxas, que as há, há

    ResponderEliminar
  2. VP: rua, ja!
    foste um erro, aceita se a tua escolha mas um clube que apresenta um orçamento astronomico em portugal e k mantem a equipa k ganha a dobradinha e a liga europa tem k dar o braço a torcer e admitir k tanto o VP como kleber e como defour foram mas contrataçoes, dinheiro jogado fora... presisamos de mudanças, o treinador tem de ser ja e em janeiro tem de haver mudanças no plantel... n podemos manter falsas estrelas k n suam a camisola. A continuar assim vamos ter de começar de novo como na fase pos mourinho. O k n faz sentido tendo em conta o enorme investimento. Façam algo antes k seja tarde pk hoje era para ganhar, depois da vergonha para a champions hoje o porto devia ter feito mt mais...

    Ps: qual e o treinador k muda o meio campo tds os jogos na 2a parte?! O gajo n presta, tenho pena mas esta e a verdade!

    Força Porto

    ResponderEliminar
  3. Fim de linha, ou será que ainda não?? VERGONHA!

    ResponderEliminar
  4. Hoje apenas parabéns aos nossos ultras que fizeram mil e muitos Kms para apoias a equipa que não chegou a entrar em campo... Basta!

    João

    ResponderEliminar
  5. Confio no Presidente do FC Porto para lidar com este mau momento. A decisão dele será a minha. Todos queremos o melhor para o FC Porto e é obvio que as coisas estão mal. A péssima , horrivel forma do Hulk, do Rolando, do Moutinho , do bellushi , do Alvaro , do péssimo jogo do james e do Kleber é culpa do treinador? Nao sei, nao sou da estrutura do FC Porto. A falta de confiança da equipa é por não acreditarem no treinador e nas suas soluções? Eu vejo jogadores a nao fazer uma finta e um passe de jeito o jogo todo e vou apontar o treinador como culpado? Não tenho dados para perceber o porquê destas situações e a sua resolução. Despedir treinadores nao é solução como todos sabemos e só deve ser usada em ultimo caso , insultar jogadores ainda menos e lenços brancos para mim é em fátima. Depois de uma epoca estratósférica , esta especie de ressaca das vitórias por vezes acontece e teremos de a aceitar da mesma forma que festejamos as nossas vitórias. Acredito que temos meios para inverter as situações e as decisões do Presidente são as minhas. Se ele decidir manter o treinador pois que remédio tenho senão acreditar que isto vai melhorar. Mas estou certo que algo vai mudar, a bem ou a mal.

    ResponderEliminar
  6. Por muito que custe isto já só vai com a saída do treinador, mas os jogadores deviam ser penalizados, tirando-lhe ao ordenado, pois quer parecer que, na maioria deles, andaram a tramar quer o treinador quer quem não os deixou sair... e os outros estão a ir na onda dos demais. É uma tristeza, infelizmente, mas se não for tomada posição firme, vai ser mau.

    ResponderEliminar
  7. Quando estes próximos 3 jogos nos podiam dar uma vantagem decisiva dos demais, verifica-se que com sorte, ou neste caso, azar, ainda vamos ficar para trás...

    ResponderEliminar
  8. Estamos muito mal, nem sei o que dizer.... estou muito triste, os jogadores até lutaram mas sai tudo mal, nao têm confiança tocam a bola para trás, rolando devia sair sa equipa, e kndo dizemos que guarin está mal, aparece belluschi a jogar tao mal como nunca se tinha visto e falta-nos um avançado e aki a culpa é da sad que com 45M nao foi capaz de trzer um avançado á altura das ambiçoes do porto e a equipa tem sofrido e muito com isso, e gastaram-se mais de 30M em 4 jogadores 2 estao emprestados(kelvin e danilo) e outos 2 nem convocados sao(a. sandro e iturbe) toda a gente tem responsabilidades nao é só o treinador

    ResponderEliminar
  9. Viva!

    O silêncio também é uma forma de expressão. E, por isso, não tenho comentado.

    Que o Porto tenha dificuldes na liga dos campeões, parece-me normal entre aspas. Tanto mais que não é um grupo fácil. E talvez se substimasse demasiado cedo os Cipriotas. Mas acho que já tinha escrito, aqui em comentário, quanto a isso.

    O que me parece meio tolo, após ter visto o jogo de hoje, é que não sei quem foi melhor o jogador em campo. O pior é simples: Foram vinte e dois, sem contar as substituições.

    A forma como joga o Porto? Nunca vi! E lembro-me bem duma época em que se gozava que o Porto ia descer de divisão.

    Talvez o sucesso de Mourinho e Vila Boas tenha subido à cabeça de alguns. Eu não percebo nada de futebol, mas penso que quando um jogador pede vedetismo, há que lhe dar a palavra, titularizando-o, para que mostre no campo o que vale. Penso que foi o que fez V.Boas com Guarín que se revelou uma pedra do xadrez essencial em seguida.

    Também não entendo a política que o Porto está a ter quanto ao jovem Fr. Se a política, pelo passado, consistia em deixar crescer esses jovens, hoje não parece ser o caso.

    Todos sabemos o preço que o O.Lyon pagou com essa ânsia do lucro e de não deixar os jovens amadurecerem, observando.

    E para ser franco: Não entendo absolutamente nada à rotatividade dos jogadores que atualmente é feita.

    Sou contra a noção de bodes expiatórios e ainda mais contra comportamentos nada civilizados que só danificam e denigram no mundo a imagem do Porto.

    Eu serei sempre Portista. E talvez seja bom lembrar que o Porto, ano bom ano mau, tem uma imagem pública mundial a defender. E se tem essa imagem foi porque a soube conquistar sozinho.

    Que esta imagem não seja destruida porque a época não corre bem.

    E Viva o Porto!

    ResponderEliminar
  10. “A equipa não melhora de jogo para jogo, antes pelo contrário, completamente à deriva…”, isto diz tudo e espelha o estado de coisas. No próximo jogo vai ser pior, porque o estado de espírito de todos vai afundando de jogo para jogo. É preciso chegar ao descalabro (com este tipo de jogo não chegámos já?...) para nos convencermos? Quanto ao restante da crónica, perfeita e totalmente de acordo.

    Receio que a teimosia de "Os últimos adeptos" continue. Deviam pensar de um modo pragmático e saber que assim não ajudam a uma tomada de posição pelo Clube/SAD. Esses adeptos deviam pôr o verdadeiro AMOR AO FC PORTO à frente de caprichos como se a sua teimosia ajudasse o treinador a melhorar. Mas, claro, como nós adeptos na verdade nada decidimos, há que esperar.

    Pior do que o risco de uma decisão errada é não tomar decisão nenhuma. Isto já me parece uma postura masoquista da SAD… Está visto que não há mais margem de manobra para esta equipa técnica. Tenho muita pena e lamento imenso. Mas o FC PORTO É MUITO MAIS IMPORTANTE que a minha lamentação. Claro que para além da mudança do “staff” técnico, deverá haver muito mais para fazer.

    Com Vítor Pereira ou sem VP, sempre, BIBÓ PORTO!

    PS-1: houve pelo menos mais um penalty por marcar. Mas nem o primeiro concretizámos…!!!
    PS-2: Também quero endereçar as minhas calorosas saudações aos abnegados portistas, sejam Ultras ou não, que se deslocaram a Olhão. De vós o FC Porto nunca se pode queixar. Vocês merecem receber muito mais do que aquilo que todos estamos a receber desta equipa.
    PS-3: a partir de hoje, para além de mais algum comentário que faça ainda, não mais comentarei até que este descalabro esteja resolvido. O meu Porto está doente e eu não quero ficar pior…

    ResponderEliminar
  11. Isto de ouvir o VP depois dos jogos está a tornar-se deprimente!

    Não se vê um pingo de esforço nos jogadores! Não há raça, vontade, profissionalismo, ATITUDE! Hulk? James? Moutinho? Álvaro? Rolando? Até o Belluschi! E já nem falo do Guarin!

    Nunca fui pessoa de criticar treinadores, nem acho que a culpa seja 100% dele, mas o que mudou do ano passado para agora??

    Um bem haja à malta que atravessa o país para apoiar o Porto!

    Cumps.

    ResponderEliminar
  12. Apesar do triste e desolador empate, atenção que o FC Porto continua na senda de uma marca invejável.

    Sim, já lá vão 49 jogos sem perder, no Campeonato! Falta um para a meia centena!

    2009-2010: 8 vitórias, 1 empate (total 9 jogos);
    2010-2011: 27 vitórias, 3 empates (total 30 jogos);
    2011-2012: 7 vitórias, 3 empates (total 10 jogos);
    TOTAIS: 42 vitórias, 7 empates; 49 JOGOS SEM PERDER!!!

    ResponderEliminar
  13. Existe por aí um anónimo sempre com a desculpa idiota e a supertição absurda que o FC Porto não ganha pelo facto de as camisolas terem a risca a meio. Deixe-se de ideias ridículas, não é pelo facto de jogarmos risca ao meio, ao centro, a oeste, a este ou a nordeste que a nossa equipa deixa de ganhar ou jogar bem, as razões são outras. Que tal esse anónimo ter uma ideia mais elaborada e dar um contributo para explicar a verdadeira razão de estarmos a jogar mal.

    ResponderEliminar
  14. Ao intervalo: Olhanense 0 FC Porto 0 ! Este score ao intervalo é o resultado de mais uma exibição medíocre da equipa portista! A equipa continua a praticar um futebol lento denunciado e sem qualidade de passe! O Vítor Pereira que se deixe de conversa mole! Para mim o crédito que tinha acabou, acabei de perder as esperanças! Este ano vamos ter de enfrentar uma época atípica!
    Pelos vistos com o mesmo Plantel do ano passado os Dragões desaprenderam de jogar futebol. Os nervos e a falta de confiança não justificam tudo. O Vítor não tem é soluções nem engenho para liderar a equipa azul e branca.
    Olha Vítor, quanto à equipa: diz-me como jogas e eu digo-te como treinas durante a semana, ou seja, diz-me como treinas e eu digo-te como vais conseguir jogar nos jogos a valer!
    Resultado final - Olhanense 0 FC Porto 0!
    Os dirigentes do FC Porto devem estar a atravessar um período de compreensão lenta! Será preciso acontecer um terramoto para perceber que o Vítor é bom rapaz mas não tem soluções, não tem engenho, estratégias para transmitir à equipa! As equipas pequenas estão a jogar como sempre jogaram contra o FC Porto, ou seja, à defesa, e os dragões não conseguem (antídotos) dar a volta ao texto! Individualmente a maior parte dos jogadores da equipa estão descrentes e em baixo de forma, e, o jogo colectivo então que devia ser trabalhado, treinado durante a semana, pura e simplesmente não existe!

    ResponderEliminar
  15. Não vale a pena tapar o sol com a peneira!!! O VP pode ser a melhor pessoa do mundo mas é apenas treinador para um Santa Clara ou Espinho, ou coisa do género. Ou seja, até eu suponho que faria quase a mesma figura.
    Eu não gosto de ver o meu Porto perder ou empatar mas quando a equipa luta e cria oportunidades todos sabemos que é apenas uma questão de tempo. A condição actual é que é apenas uma questão de tempo para um DESAIRE maior que o anterior.
    No cenário presente a maior percentagem de responsabilidade na motivação, opções técnicas e organização da equipa é do treinador principal.
    É apenas uma questão de tempo até levarmos alguma abada daquelas que os nossos inimigos gostam de recordar!!!!!!
    Esta equipa técnica não tem a estaleca para o serviço e é deprimente ver o VP e um senhor com ar de australopithecos a desenhar numa prancheta a táctica do jogo...
    Vamos lá ver até quando isto vair durar.

    Saudações Portistas.

    ResponderEliminar
  16. Tímur Palamaryuk06 novembro, 2011

    No meio desta confusão toda, tenho muita pena do Hulk, não sei se repararam, mas o homem não parou de correr, vi a actuar na ala direita da defesa, a ponta de lança, em todo o lado a tentar, mas sozinho não dá. Que se passa com o nosso Porto este ano? Que equipa técnica é esta?

    ResponderEliminar
  17. Mais um jogo pobre e vergonhoso... Continuo a não entender o porquê do Otamendi e o Defour não jogarem a titular. O Rolando não tem qualidade para ser titular, nunca teve, o Maicon? este senhor nem no banco devia estar, o Fernando não joga com a qualidade que nos habituou, joga a 50%... A culpa não é só do VP é também da equipa, e por mais que Adore o HULK, parece-me que 2 jogos no banco ia-lhe fazer muito bem... Como diz o slogan SOMOS PORTO! mas ser Porto não é jogar desta forma e ser Porto não é empatar com o Feirense, com os mouros em casa, com o Apoel com o Olhanense e sem duvida perder em casa do Apoel... SER PORTO É PRATICAR BOM FUTEBOL E TRAZER SEMPRE OS 3 PONTOS!

    ResponderEliminar
  18. Bom dia,

    Ontem foi novamente mau demais para ser verdade.
    Mais uma péssima exibição. Mas pior que a exibição é a atitude da equipa.
    Um meio campo a jogar devagar, parado e paradinho, jogadores que a cada passe parece que atiram uma pedrada aos colegas, erros infantis, ineficácia no passe etc tudo isto são sinónimos do actual momento do FC Porto. É o completo desnorte.
    Algo tem de ser feito, caso contrário a época está em risco.
    Depois de um mau planeamento da época, agora infelizmente começa-se a colher os frutos.
    Não temos um avançado à altura dos pergaminhos do clube, deveríamos ter deixado sair alguns atletas, que a esta altura pelo seu descontentamento prejudicam o grupo e por último temos de voltar a apostar em malta da formação que encarne a mística do clube.
    Pela conversa de VP, o PC tem confiança nele ... veremos até quando.
    Agora há uma paragem no campeonato que servirá para reflectir e levar os fracos de espírito à bruxa, igreja ou psicólogo.

    Fica mais uma noite de tristeza e nervosismo causado por uma equipa que esta ligada às máquinas.

    Abraço e bom domingo

    Paulo

    pronunciadodragao.blogspot.com

    ResponderEliminar
  19. Apenas me vou limitar a dar um VIVA, a todos aqueles que fizeram 1200Km para ver o PORTO.

    Sobre o jogo, foi mais do mesmo e quando estivermos arrumados de todas as competições é que se vão tomar decisões.

    Só tenho medo que se tente este ano a Taça da cerveja.. NÃO QUERO...

    FORÇA PORTO

    Tito

    ResponderEliminar
  20. Quem o colocou a treinador principal que assuma o erro e o destitua.

    O que é que será necessário acontecer para que sejam tomadas as decisões que se impõem? Perder tudo? Se é, já não falta muito.

    Deixar arrastar esta situação penosa, e vergonhosa, é um acto de má gestão, por muito que não queiram dar a face.

    ResponderEliminar
  21. Srº d'Oliveira apenas um reparo, o Espinho deu a este país muitos dos melhores treinadores que ainda estão ao serviço, logo em relação ao treinador FC Porto, acredito que está assumiu o comando na altura errada e no momento errado. Quem lhe garante que tudo isto nao sao problemas que ja vinham da epoca passada? Continuo a acreditar no Presidente Pinto da Costa.

    Saudações Azuis.

    Bluespider_

    ResponderEliminar
  22. O verdadeiro problema e para quem joga futebol sabe bem o que estou a dizer é que para os jogadores do porto o VP não passa de um "ADJUNTO"... é preciso arranjar um treinador rapidamente...

    ResponderEliminar
  23. "Há tantos que queriam estar no vosso lugar e vocês desperdiçam oportunidades atrás de oportunidades. Se querem fazer a cama ao treinador, que a façam rápido. Para o VP, apenas o seguinte… não estás a dar conta do recado, mas não és o único culpado, nem o mais, nem o menos, és um dos, mas como sempre a corda a partir, parte sempre para o mesmo lado e olha que já está bem esticada!"

    Concordo e assino por baixo, apenas rectifico, a corda há mto que já partiu! Mas co disse anteriormente, duvido que haja alterações, pelo menos até Janeiro. Cheira-me que nos espera uma época sofrida e cheia de resultados desagradáveis. Oxalá me engane!

    ResponderEliminar
  24. Vítor Pereira, a sua estratégia e os seus adjuntos: da Quinta e Filipe Almeida!
    Segundo me apercebi a estratégia do VP para a equipa dos Dragões é: "posse de bola e pressão alta". E baseados nestes princípios os jogadores com a sua técnica e qualidade individual que resolvam! Ora como é bom de ver isto por si só não chega, é preciso ser-se capaz de congeminar/conceber (treinar) esquemas/jogadas eficazes (como fazia o Pedroto) de modo a anular (a opor) as tácticas das equipas contrárias. E depois ser capaz de convencer os seus pupilos de que a táctica adoptada para determinado jogo é a mais adequada.
    Além disso, acho que o VP está mal coadjuvado. Tenho muitas dúvidas sobre a competência dos adjuntos "da Quinta" e do preparador físico "Filipe Almeida". Estes adjuntos não têm currículo que dê garantias, pelo que acabou por ser uma aposta no escuro.
    Por isso o Presidente antes de substituir o técnico principal, talvez devesse tentar arranjar adjuntos à altura e substituir os existentes. Que acham? O Semedo como (aglutinador/mobilizador) incentivador dos jogadores no balneário também me parece muito fraquinho, graças a Deus!

    ResponderEliminar
  25. Enfim..estou como o meu amigo Pedro Teles..pouco ou nada há a dizer. É lamentável, extenuante, desinteressante, aterrador e todos esses adjectivos que se sentem, de ver esta equipa a jogar, aquilo a que se chama Futebol. No banco o filme é igual ou pior, aliás, vem antes disso, as conferencias de imprensa e os pós jogos daquele senhor que é treinador do FCP, já me dão nojo de ouvir. Atira constantemente areia para os olhos dos adeptos portistas, que felizmente não são burros e têm olhinhos na cara, e vêem que o que se diz passa-se exactamente ao contrário. Ali ng está a ser Porto, ali ninguém joga á Porto e muito sinceramente, ali estão a desaprender a ser Porto, ou poucos que ainda o são.

    VP, ainda n fez um onze, não o repetiu mais dos que duas vezes seguidas..como pode dizer que há processos de jogo, que estão a ser consolidados, como pode dizer que mereciam ganhar, se nem à baliza rematam e os que rematam sem oposição, entregam ao GR..falta ali muito treino em vários aspectos.

    Não consigo entender e já referi estes vários assuntos em vários, posts meus, mas às vezes dá-se mais importância a bajular, que olharmos para a nossa casa, que o que se gastou este ano, de pouco ou nd se viu..ha até ainda quem esteja para vir..

    Uma equipa que perde , tudo bem o melhor PL, dos ultimos tempos, não pode deixar de saber jogar o que jogava para ele do dia para a noite..o que se está a fazer a Otamendi é um crime..é por isso que ás vezes n me admira a falta de empenho de alguns..é certo que os jogadores podem fazer a vida negra ao um treinador se quiser, mas o contrário tb é verdade, que ng duvide disso!

    VP pode ser um bom rapaz e um daqueles que queria trazer e imprimir a sua marca para o FCP, acrescentando valor, mas é como já disse..Há treinadores, que são exímios e excelentes como eternos numero 2, a sua ascenção a principal é um desastre e fiasco! a Humildade tb começa por aqui..

    Eu apoio e bato palmas ao FCP, na sua essência, pq é o meu clube de sempre e sempre o será. A estas atitudes e faltas de respeito de TODOS, desculpem a franqueza mas assobio alto, pq eu não sou de assobiar só para o lado!

    PS: O governo tb nos enterra, empobrece a vários níveis e envergonha todos os dias e n vejo as pessoas a pedir para lhes batermos palmas e deixarmos de os assobiar! E esses foram escolhidos por todos nós! os VP's são escolhidos por quem damos voto de confiança todos as semanas de jogo para jogo..é nosso dever fazer perceber que o Ser-Humano n é perfeito e PdC tb se engana!

    Abraço

    ResponderEliminar
  26. Hulk e Vítor Pereira tentam encarnar a peça do Rei do Xadrez, no desenvolvimento e organização táctica dos métodos de jogo. Enquanto Vítor pereira pretende um jogo aberto nos extremos, e cruzamentos para a área, Hulk encarrega-se de tentar fazer tudo sozinho, e ao mesmo fugir do corredor, flectindo para dentro, para tenar fazer o remate de meia distância e frontal à baliza. Com este tipo de jogadas, Hulk arrasta o defesa direito, bem como o médio de cobertura à sua posição para a zona central do terreno já de si muito congestionada, em vez de procurar as tabelas com a entrada de um colega junto à linha lateral apanhando assim em contra pé a defesa contrária.
    Compete a PdCosta chamar à razão os dois, claramente e publicamente mencionar quem é o Rei deste F.C.Porto.

    2 no mesmo tabuleiro está visto que nada de bom trará. Alguém se lembra o que Mourinho fez a Vitor Baia?
    Aguardemos os próximos dias.

    http://portodragoinfire.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  27. Mais um jogo para esquecer tal a mediocridade patenteada ao longo dos noventa minutos. A história deste jogo conta-se pelo que o FC Porto não conseguiu fazer. Esta equipa transmite em cada minuto uma imagem deplorável e nada dignificante. Este Porto não tem alma, não tem raça, não tem identidade, não tem fio de jogo, não tem ambição, não tem arte e também não tem vergonha! Estes atletas não jogam futebol, empurram a bola desordenadamente, aos repelões, com muita atrapalhação. A bola estorva, ninguém tem a noção do que deve fazer. Esta é a real imagem deste conjunto de «matrecos» que nem correr conseguem. E mais não digo!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  28. Boas,

    Decidi esperar umas horas antes de colocar este meu post, sempre na breve esperança de ver uma atitude da administração da SAD, mas até agora o silêncio é profundo e pelo que noto as coisas vão se manter como estão.
    Não sei o que esperam, ontem foi notório a falta de reação dos jogadores está mais que visto que eles não estão com a equipa técnica, existe uma divisão patente e o manter da situação só vai complicar as coisas e agravar a situação.
    A competição vai parar cerca de 15 dias, sugeria a rescisão dos contratos com a equipa técnica e durante este tempo contratar um técnico com experiência, para estudar a equipa, trabalhar com os jogadores para se dar a volta a esta situação quanto antes. Trabalha-los psicologicamente é fundamental.
    Mas é lamentável, nós que tantas opiniões que aqui damos diariamente, para o bem do nosso clube, estas ideias não chegarem a quem de direito, é lamentável ter-mos que fazer aquelas figuras como fizemos na Quarta-feira de madrugada para nos fazer ouvir, porque não temos outro meio.

    ResponderEliminar
  29. Boas a todos...
    Que dizer? Mais uma pobre exibição do Porto, as coisas em vez de levarem uma reviravolta continuma numa espiral de "destruição". Esta equipa é a antítese da equipa do ano passado, que é feito daqueles jogadores com garra, com atitude e profissionalismo que tantas alegrias nos deram o ano passado. Após ouvir o discurso de Vítor Pereira na conferência de imprensa de antevisão do jogo, ainda fiquei com a ilusão de que a equipa entrasse diferente em campo, aguerrida, mas enganei-me. A culpa nao é só do treinador, mas... porque é que o homem anda sempre a mudar o onze,porque é que poe em campo jogadores como Rolando que precisava de ficar no banco por uns tempinhos e nao coloca o Otamendi? E os discursos após o jogos são sempre a mesma coisa. Diz que estao a evoluir de qualidade de jogo?! Onde é que ele vê isso? Enfim, há que manter a crença que esta situação irá mudar...
    Dou sim os parabêns aos adeptos do Porto incansaveis no apoio que se delocaram a Olhão, NÓS sim SOMOS PORTO.

    ResponderEliminar
  30. pedro trindade06 novembro, 2011

    sO TENHO A DIZER ISTO OU A MUDANÇA É RADICAL EM TODOS OS ASPECTOS E JA OU ATÉ EM TITULOS NO GLOBAL SEREMOS ULTRUPASSADOS PELA JAVARDAGEM K TB É LEVADA AO COLO GRITO DE REVOLTA É ESTE VAMOS SE DESPAXAR A SER BICAMPEOES OUVIRAM E JA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  31. Pela minha parte também acho que nesta altura da época é capaz de ser difícil encontrar um treinador que faça a diferença, e nesse caso, o melhor é deixar andar mais algum tempo a ver se as coisas melhoram, mas a ir já pensando numa solução melhor para a próxima época! Eu no caso do presidente do FC Porto tentaria era arranjar adjuntos mais competentes do que os: da Quinta, Filipe Almeida e Semedo. São adjuntos sem provas dadas, ou seja, que não dão garantias.

    Villas-Boas vs Vítor Pereira as diferenças de qualidade (competência)
    Villas-Boas – É um perito a estudar o desempenho dos adversários e é exemplar a ler os jogos de futebol. É também um excelente estratega, um comunicador nato, e, um óptimo psicólogo. Consegue motivar como ninguém os seus pupilos! Além disso é suficientemente arguto, sagaz, para se rodear de adjuntos (colaboradores) competentes ( treinador de campo e preparador físico)!
    A época passada Villas-Boas tinha como colaboradores: um bom treinador de campo V.P., um bom assistente de balneário (incentivador)Pedro Emanuel, e, um excelente preparador físico o José Mário!
    Vítor Pereira – É capaz de ser unicamente um bom treinador de campo. O longo dos últimos 3 meses tem provado ter muita dificuldade em estudar (ler) o jogo do adversário e ser um péssimo estratega (táctico). Atendendo ao rendimento dos seus pupilos também se pode concluir que: tem défice de comunicação com os seus subordinados, que não controla o Plantel e que é um medíocre psicólogo! Além de ser evidente para os adeptos que está mal coadjuvado pelos seus colaboradores (da Quinta e Filipe Almeida, adjuntos sem currículos com garantia).

    ResponderEliminar