12 janeiro, 2009

Ode ao desperdício

assistência: 28.408 espectadores.

árbitros: Luís Reforço, António Godinho e Nuno Roque; Carlos Xistra.

FC PORTO: Helton; Fucile, Rolando, Bruno Alves e Benítez; Fernando, Raul Meireles e Lucho «cap.»; Lisandro, Hulk e Rodríguez.
Substituições: Benítez por Mariano (61 min), Fernando por Guarin (68 min) e Raul Meireles por Farias (80 min).
Não utilizados: Nuno, Pedro Emanuel, Stepanov e Tomás Costa.
Treinador: Jesualdo Ferreira.

TROFENSE: Paulo Lopes; Paulinho, Milton do Ó «cap.», Valdomiro e Areias; Mércio, Delfim, Hugo Leal e Tiago Pinto; Hélder Barbosa e Reguila.
Substituições: Hélder Barbosa por David Caiado (65 min), Hugo Leal por Pinheiro (82 min) e Reguila por Rui Borges (89 min).
Não utilizados: Marco, Lipatin, Sidney e Zamorano.
Treinador: Tulipa.

disciplina: cartão amarelo a Tiago Pinto (36 min), Benítez (58 min), Milton do Ó (60 e 90 min) e Helton (90 min); Cartão vermelho a Milton do Ó (90 min).

golos: ---.


“Yippee-ki-yay, motherfucker”, dizia John McClane no mítico Assalto ao Arranha-Céus, saga bélico-destrutiva, onde um polícia manifestava o seu estado de alma, em períodos de euforia, com a frase acima descrita. É o que me apetece dizer, sempre, ao ver o Porto de regresso ao lar, pronto para mais um embate, guerreiros incansáveis na luta pelo ceptro nacional.

E hoje, mais do que outras vezes, esse sentimento, misto de ansiedade com euforia, ganha significado diferente. Uma vitória e os consequentes três pontos alcandoram o Porto ao seu posto de eleição. O 1º lugar. Não é um desafio hercúleo imaginar os Dragões no posto cimeiro da Superliga, tantas e tão repetidas vezes o feito foi celebrado. Mas será sempre com genuíno prazer que assistiremos a mais uma subida, feita a pulso, de forma tradicional, ultrapassado o período negro de maus resultados.

Como opositor, procurando impedir a onda de felicidade de banhar os fidelizados simpatizantes portistas, um Trofense em estado de exaltação de alma. À partida, este encontro aprazado para a gélida noite da Invicta, parece copiar na integra o confronto bíblico entre David e Golias. Só que este David, pequenino, é aparentemente feito de rija cepa, aplacando com contundência a soberba encarnada, na última jornada.

A vitória, épica, teve o mesmo efeito que uma injecção de adrenalina num moribundo. Vivendo ainda com os ecos da glorificação da proeza, os comandados de Tulipa [que regressa a uma casa que já foi sua] prometem fazer das fraquezas forças, cerrando os dentes com estoicismo, procurando encontrar o antídoto eficaz que pare a máquina atacante portista. Se de um lado encontramos um interveniente em estado de graça, do outro estão onze bravos que respiram confiança. Firmeza. Segurança. Por breves dias foram primeiros. Se vencerem, são-no novamente. Vai ser um jogo interessante.

Pena os momentos que o antecedem. No “dolce faire niente” do lar, aborrecido pela falta de actividade, tentei o zapping na tv. Asneira. E da grossa. Preferia estar entediado. Assim, um breve vislumbre do Braga contra uma equipa de que não me recordo do nome redundou numa frustração. Tremenda. Detesto injustiças. E ver um jogador da equipa de que não me lembro o nome marcar um golo ferido de legalidade [um eufemismo, para não escrever aqui um descarado ROUBO], prejudicando a equipa minhota, colocou-me mal disposto. O que dirão os jornais amanhã, perante este evidente escândalo arbitral?

Quanto às novidades no onze inicial, as esperadas. Aparentemente, Benitez está reabilitado, perdido o rótulo de proscrito. O argentino, com o recente reforço para a sua posição nas bancadas, pisou o palco com a clara intenção de provar que tem qualidade. Nós, adeptos, agradecíamos que assim fosse. O lado esquerdo da defesa mostra-se depauperado, presa fácil para os adversários, pese toda a abnegação que Pedro Emanuel tem posto, na realização da tarefa.

Foi uma entrada de Dragão. A cheirar o golo, logo no minuto inaugural, com Meireles a falhar a emenda, após excelente iniciativa de Hulk, cada vez mais preponderante nas manobras ofensivas da equipa. Ainda se ouviam os ecos do “bruáaa” que o lance tinha provocado nas bancadas, quando Rodriguez dispara cruzado, levando a bola a embate no poste. O Porto entrava a mandar, procurando não permitir veleidades a um adversário que se poderia tornar incómodo. O jogo estava rasgadinho, intenso, com a jovem equipa de Tulipa a procurar responder, sempre que se encontrava na posse da bola. Mas o sinal mais era, claramente, dos azuis e brancos.

Rolando, na sequência de um canto, elevou-se elegantemente, quase introduzindo o esférico na baliza de Paulo Lopes. Era um Porto pressionante, rolo compressor, empurrando o adversário para trás. Lucho, fisicamente recuperado de mazelas antigas, apareceu em jogo. Comandando, qual general ensinando o caminho da vitória aos seus soldados.

O relógio mostrava que vinte minutos se tinham já esgotado, quando El Comandante teve na cabeça a explosão de prazer das massas. A bola, selada e com destino garantido nas redes das gentes da Trofa, foi salva quase miraculosamente por Tiago Pinto, o rebento de outro Pinto “amigo” de Paulinho Santos. Uma. Duas. Três. Estoicamente, o Trofense resistia, acossado.

Os nervos [pelo menos cá em casa] aumentavam, a cada novo falhanço. Fantasmas de outros tempos, sempre dispostos a atazanarem o sistema nervoso de um adepto. Com Hulk estranhamente colado à linha, do lado direito, sem o fulgor de jornadas anteriores, e com a defesa, nomeadamente Fucile, a falhar passes de forma compulsiva, os azuis e brancos entraram no pior período da partida, errando lateralizações, perdendo os mecanismos de ligação entre os sectores. E depois, mesmo à beirinha do intervalo…

Alguém a querer protagonismo, ou aparecendo no bem tratado relvado do Dragão com a lição bem estudada, “esqueceu-se” das leis básicas do jogo. Carga dentro da área é passível de marcação de grande penalidade. Mas, ironicamente, parece que existem dois livros de leis de jogo. Um, para os outros encontros, onde lances como o que Fucile é abalroado são marcados. O outro, para ser usado na destrinça dos lances em que o FCP intervenha. E lá, nesse obscuro livro, deve existir uma alínea qualquer onde se legitima que “qualquer falta sobre um atleta trajando as ignominiosas camisolas com as listas verticais azuis e brancas, dentro da área, deve ser transformada em carga de ombro. Ponto”. E assim chegou-se ao intervalo.

Apetecia-me escrever que da segunda parte não reza a história. Mas não posso. No hino ao desperdício, com oportunidades desperdiçadas de forma inacreditável, o Porto deita fora a liderança [tal como na 5ª jornada, derrotados depois pelo Leixões, em casa], somando 180 minutos no Dragão sem conseguir… marcar um golo. E é aí que reside o busílis da questão. A ausência de um verdadeiro matador, um ponta de lança letal, que consiga dar seguimento ao caudal ofensivo.

É, claro, com um travo amargo na boca que escrevo as últimas linhas. Apetece-me barafustar. Gritar a minha revolta. Soltar a raiva que me consome, por ver o 1º lugar fugir, antes de uma deslocação tremendamente complicada. Em consciência, julgo que não o devo fazer, aplacando a frustração de outra forma. O Porto realizou uma exibição meritória, pecando no já referido capítulo da finalização. Nesse abundante jogo ofensivo, os pupilos de Jesualdo tiveram dezenas de remates, aliados a cerca de 15 cantos. Todos com o mesmo destino. Defendidos, com maior ou menor dificuldade pelo guarda-redes opositor, ou esbarrando na porfiada defesa trofense. A inépcia atacante teve hoje o seu momento de esplendor, quase como se alguma maldição pendesse sobre os artilheiros vestidos de azul.

Racionalmente, não esperava nenhum golpe de génio vindo do banco. Os coelhos, saídos milagrosamente das cartolas, apenas aparecem em espectáculos de magia. O Porto não tem plano B, quando a situação do encontro obriga a mudança de planos. No esquema táctico do técnico portista as substituições estão encontradas, desde há muito. O fetiche por Mariano [a defesa-direito, com a passagem de Fucile para o flanco oposto, pouco acrescentou, sendo várias vezes ultrapassado com facilidade por Tiago Pinto], a entrada de Guarin e, nos instantes finais, o recurso a um descrente Farías, sinal de que o desespero já tinha tomado as rédeas da partida. Não existe espontaneidade, uma leitura de jogo diferente. Nada. Apenas o velho e bom esquema, inalterado, partida a partida.

Um balde de água fria, bem gelada, abateu-se sobre os indomáveis que resistem a temperaturas quase glaciares para apoiar os seus heróis. O tempo dirá quanto valem estes dois pontos, hoje desperdiçados de forma tão inconcebível. Fica no entanto uma mensagem de esperança. Em quem nos deu já tantas alegrias. A próxima jornada, tremenda, criará um embate de titãs, perante um contendor minhoto com recursos que colocam em sentido os seus adversários. Será preciso um Porto bem mais acutilante do que hoje, mortífero na finalização, para que novo desaire seja evitado.

Melhor do Porto: Rodriguez. As armas usadas são já conhecidas. Litros de suor, que empapam o algodão da camisola. Raçudo, imagem de marca, quase como uma segunda identidade, procurando amiúde rebentar com a resistência alheia. Criou jogo e lances suficientes para que o epílogo tivesse um final alternativo, mais consentâneo com os nossos desejos. Foi indomesticável, acreditando que era possível vencer, mesmo até ao derradeiro silvo do árbitro. Merecia ter sido feliz. Esteve quase, em descontos, quando o seu remate se encaminhava para as redes desertas. Guarín fez o “favor” de estragar tudo, desviando o esférico…

Arbitragem: Ponto prévio, para evitar polémicas avulsas. Não foi pela arbitragem que o Porto desperdiçou dois pontos preciosos. Nunca esse argumento será utilizado como arma de arremesso, justificando incapacidades próprias ou camuflando a falta de sorte. Mas custa-me ver que os critérios são diferentes, em lances idênticos. E mais não digo…

69 comentários:

  1. &%&$%#..e isto para não dizer uma asneirA.

    Gatunagem do caralho! Depois de roubarem o Guimarães, golo frente ao Braga em claríssimo fora de jogo.

    Falem agora, filhos da p**a!

    O choradinho dá sempre jeito. Queria ver o boi do Delgado a fazer a capa amanhã com este escândalo. O tanas, é que fazem...

    ResponderEliminar
  2. Paulo
    Isto é bom para o País e para os tansos dos 6 milhões de bermelhos.

    Esta arbitragem num jogo do FCP, era a vergonha nacional, e este senhor de amarelo só tinha sossego na Sibéria.

    Como sempre o Fil$%$### da Pu))(&//%&%$#"" do Bruno Paixão está presente em mais uma vergonhosa arbitragem.

    Espero que no final ofereçam uma botinhas ao homem, coitado.

    ResponderEliminar
  3. Arbitragem e comentários vergonhosos...

    ResponderEliminar
  4. 2 penaltis escandalosos...perdoada a explusão a jogadores do benfica e uma profusão de cartões à equipa adversária.

    Golo em fora de jogo...

    Yebda porrada neles sem um amarelo... Inacreditável...Mas é este tipo de jogos que arrastam publico aos estádios.
    Depois da vergonhosa arbitragem em Guimarães a verdade desportiva está a vir ao de cima. Isto sim é futebol limpo e honesto.

    Que parvalhões de burros...

    ResponderEliminar
  5. O árbitro é o Paulo Baptista...

    ResponderEliminar
  6. Deixem-nos ganhar dentro de campo... vá lá...

    ResponderEliminar
  7. Só espero que os do costume apareçam agora nos túneis que normalmente habitam para reclamar sobre esta vergonhosa arbitragem...

    Bem se esforçam os comentadores em passar as culpas para os assistentes, mas o árbitro é o verdadeiro culpado. Um homem que fecha os olhos à falta cometida por Luisão, e apita prontamente uma queda do senhor 3 milhões, deveria ser banido do futebol.

    Porque raio não são chamados e entrevistados a comentar os lances?
    Isto sim é que era transparência.

    ResponderEliminar
  8. As galinhas lá conseguiram "cagar" um ovo em fora-de-jogo.

    Uma arbitragem vergonhosa e escandalosa.

    Estes galináceos não metem medo. Não jogam nada. Não acredito que a roubalheira os vá beneficiar em todos os jogos. Em breve, estarão com mais de 10 pontos de atraso.

    ResponderEliminar
  9. Eu sei que o árbitro é o Paulo Baptista, mas o Bruno Paixão fartou~se de acalmar o Jorge Jesus, e está presente por algum motivo.
    É das tais coincidências...eh...eh.

    Está descoberta a grande verdade.

    Dizia O COMENTADOR da rádio...Os árbitros não deixam outras equipas que não os 3 grandes serem campeões...
    Hilariante
    Só contaram para você!!!

    ResponderEliminar
  10. Não vale a pena prégar no deserto!
    Que isto é um escandalo é um facto!
    Mas essa gente rouba á descarada e em
    conivencia com os media!A nós só nos
    resta ganhar os nossos jogos,e que os nossos jogadores interiorizem o
    facto de que não podem ficar no chão
    á espera que o árbitro marque a falta que sofreram!Nem nos tempos de
    Salazar a vergonha era tão grande,mas
    aposto que o Jesus umas vezes tão caustico hoje se calhar não vai mandar umas bocas!É para não ferir susceptibilidades!

    ResponderEliminar
  11. Gostava de saber se este ano ouve alterações a regra do fora de jogo ?????

    Eu vi mesmo agora um golo e deu-me impressão que era FORA DE JOGO !!!!!

    Abraço

    ResponderEliminar
  12. Acabei de ver o jogo do Benfica, uma aldrabice de 1ª, eu estava a favor do braga, agora o benfica a marcar em fora-de-jogo por amor de deus.

    Um abraço e vou ver o jogo aqui no blog.

    blue,

    já me mandas-te as instruções de como se por a dar a transmissão de um jogo?

    ResponderEliminar
  13. O benfica é um gatuno caralho!

    ResponderEliminar
  14. O Rodriguez tá a aquecer já mandou uma ao poste

    ResponderEliminar
  15. Intervalo e frustração. O jogo já deveria estar resolvido, tantas foram as oportunidades. A partir dos 20 minutos, o Porto como que desapareceu, esquecendo o que de bom tinha feito. E é penalty sobre o Fucile, digam o que disserem. Aquela entrada do Areias, em qualquer zona do terreno, era falta.

    ps: O Jesus, para já, falou. E partiu a loiça. Claro como a água. Espero que o não mandem calar. Vai ser uma semana gira, pressionando já o árbitro para o Braga- Porto. Vamos apanhar as favas.

    ResponderEliminar
  16. E o jesualdo continua sem colocar o Farias! O que precisamos é de mais poder de fogo. Não de marianos...

    ResponderEliminar
  17. defenitivamente não nos damos bem com equipas que poem o autocarro à frente da baliza...

    ResponderEliminar
  18. Para além do àrbitro, mais uma vez se provou que o Senhor Jesualdo, vai ter que colocar o Adriano a jogar quando aparecem equipas que se metem todos atrás da linha de bola.
    Não temos um bom cabeçador para ganhar bolas na área.

    É aqui que acho que o Senhor Jesualdo está a cometer um erro enorme de palmatória.

    Adriano no meio, Lisandro e Hulk nas laterais, com o Rodriguez e Lucho, e Meireles no meio.

    Não é com Farias de metro e meio que lá vamos...

    ResponderEliminar
  19. Meus caros amigos:
    Fica para mim certo que seremos mais uma vez Campeões!...O jogo de hoje só demonstra essa irrecusável realidade, somos e fomos melhores mas eles -Trofense- também mereceram pela luta que deram...Houve infelicidade e alguma inoperância. E mais 60 minutos de avanço! Fucile na esquerda e Fernando na direita, Carago!...Ou talvez não agora que chegou Cissoko!...Nem quero falar na vergonha da Luz, não vale a pena, apenas dizer à Mitsé: Investigar!... Um abraço para todos.

    ResponderEliminar
  20. Querem o Tetra???Não deve ser com este ataque da treta!!!!
    Sinto-me envergonhado...nao pelo facto do futebol apresentado mas pela ineficaçia clamorosa...2 jogos em casa em nem um golo para amostra..
    Penalys, ainda na 5ª feira ouve 2, agora acabou o stock...Uns veem-lhe ser assinalados 2 contra num apice outros veem ser-lhes perdoados 3 em 180minutos...
    Continuando numa de proverbios...
    Não te rias do vizinho que o teu mal vem a caminho!!!!!
    E querem publico no Dragão....marquem golos!!!!
    Qualquer ekipa contra nós com 12 cantos a favor nos faz um golo....nós pelo contrario nao criamos um lance k jeito tenha de bola parada...
    Mancos, comprem um homem golo..vejam o sporting nao cria metade do volume de jogo que o Dragão cria mas o levezinho resolve.
    Lisandro está uma nodoa..nao chega ser abnegado...enkuanto se mantiver o sistema hibrido de atake em que Hulk e Lisandro trocam de posição , lisandro perde as rotinas de area e o sentido felino da baliza...é de facto um jogador de inegavel entrega ao jogo mas começa a perder influencia pelo simples facto do que se vê obrigado a fazer pra ter bola...
    O mestre jesualdo ainda vai perceber pork nao consegue marcar..é k nem todos os jogos nos caiem penaltys do céu!!!
    É um desgoverno, é atacar por atacar sem kualker capacidade de pensar...
    Agora na pedreira de Braga...ui antes disso vai ser um tal de partir pedra na arbitragem....frustaçao é pouco para aquilo que sinto!!!!
    Vem ai a fase decisiva do campeonato e nao temos futebol pra almejar o titulo, esta equipa nao tem estofo...Nao tapem o sol com a peneira este Porto esta longe de dar qualquer tipo de garantias por muito que queiramos e a nossa fé clubistica nos seguem....


    Noticia de ultima hora: Benfica apresenta 2 reforços , Paulo Batista e o outro ate é reforço de nome!!!!

    ResponderEliminar
  21. Voltamos aos anos 60.
    No estádio da epul, uma arbitragem ao nível de campomaior, carregou as gaivotas à vitória. Foi inacreditável a actuação do árbitro. Não é possível silenciar este escândalo.
    No Dragão, fomos brindados com uma arbitragem, habilidosa. Permitiu o antijogo total e absoluto do adversário. jà não via isto há décadas. Quando tinha que actuar, aos 90 minutos, penalti que até o azedo Coroado confirma. Mas o senhor da APAF não quis marcar. Certo que tem a carreira lançada... Depois, a falta de pontaria, ou melhor, a pontaria ao poste. Já repararam quantas bolas o Porto já mandou esta época ao poste? Este jogo pareceu aquele da anedota. Jogando contra bidões,não vencemos!

    ResponderEliminar
  22. No comentário sobre o post anterior, eu tinha avisado ... Não se dê 45 de avanço ao adversário...
    Foi assim, o próprio Jesualdo o reconheceu, apesar das oportunidades fahadas houve falta de velocidade e de ideias. A seguir foi o que se viu.
    Continuam os problemas de construção de jogo ofensivo e sobretudo uma falta de qualidade de passe gritante.
    Além disso gente que esteve muito mal... Fucile,Rolando, Guarim..
    A finalizar, e sem escamotear as nossas culpas e responsabilidades, já não me lembrava de ver um tamanho anti-jogo como o do Trofense, absolutamente lamentável.

    ResponderEliminar
  23. A revolta tem que partir dos adeptos pois a Mizé amordaçou os dirigentes. Até quando vamos consentir esta roubalheira desavergonhada com a complacência de toda a gente. Não nos importemos com as criticas do Dr. Rui Moreira e façamos do nosso estádio o inferno para esses corruptos.

    ResponderEliminar
  24. Querem apostar que não vão haver imagens do golo anulado ao Porto e que Rui Moreira se vai esquecer de comentar esse pormenor!!!!!! Vergonha é não termos ninguém capaz de dar um murro na mesa e tratar esses bandidos de Lisboa e....do Porto, como eles merecem, à paulada.

    ResponderEliminar
  25. Os nossos dirigentes estão calados? Mas não deviam estar.

    Esta estratégia do FC Porto é errada. Os dirigentes do Sporting já vieram à praça pública bater no Inocêncio Calabote do novo século!

    Apenas Pinto da Costa não pode falar. Não há ninguém na direcção q saiba falar?

    Perdeu-se a vergonha. O campeão está mais q apontado!

    ResponderEliminar
  26. Quanto ao jogo de ontem no dragão não critico a equipa. Não fomos felizes. E jogamos contra 14.

    ResponderEliminar
  27. foi uma noite má do fc porto... perdemos 2 pontos importantes e perdemos a liderança. num jogo que teoricamente tinhamos tudo pra triunfar, não conseguimos vencer perante a equipa da trofa muito defensiva. faltou atitude ganhadora e alguma ambição á mistura... depois de ganharmos muito bem na madeira, demos 1 passo atrás rumo á conquista do título. nem sempre ganham ás melhores equipas!
    abraço

    a nação azul e branca
    http://anacaoazulebranca.blogspot.com

    ResponderEliminar
  28. Mais do mesmo: equipa sem chama, sem crença, incapaz de colocar em campo a vontade e o espírito necssário para ganhar e manter a liderança.
    Treinador medricas, tolhido pelo medo, que sabendo como o Trofense vinha jogar foi incapaz de ser ousado, arriscar, meter a carne toda no assador...não resolveu jogar com o Benítez, que não consegue passar a bola em condições com a mãos, quanto mais com os pés.
    Erros do árbitro?! Falta de sorte?!
    Foi a arranjar estas desculpas, para não ganharmos a equipas como o Trofense, que chegamos ao topo do futebol Europeu e Mundial? Não, não foi! Foi com ousadia, com valentia, com coragem e sem medo de nada...quem não for capaz de perceber, isto está no clube errado!
    2 pontos perdidos com o R.Ave, + 3 com o Leixões, + 3 com a Naval, + 2 com o Marítimo, +2 com o Trofense.
    Porquê? Porque somos uma equipa de contra-ataque - agora pomposamente chamado de transições rápidas - e que tem muitas dificuldades em jogar contra equipas fechadas que não saem para jogar. Este é o problema e tem sido o problema...o resto são desculpas esfarrapas, à boa maneira dos nossos rivais lisboetas.
    Será que nem contra estas equipas temos um jogo calmo e tranquilo?
    Um abraço

    ResponderEliminar
  29. Concordo inteiramente consigo, Vila Pouca.
    Já chega de lamentos, justificar os nossos resultados por culpa de terceiros também não me agrada de forma alguma.
    Somos clube para ganhar a qualquer equipa nacional mesmo que (hipoteticamente) favorecida pela arbitragem ...

    ps: quanto ao "meu" Braga, fiquei triste, mesmo triste :(
    Para ajudar à festa o próximo jogo é contra eles :(

    ResponderEliminar
  30. Para que os mais distraídos se apercebam do campeonato vergonhoso que estamos a fazer:

    Época 2002/03
    Treinador: José Mourinho
    Jornada 14 - 36 Pontos

    Época 2003/04
    Treinador: José Mourinho
    Jornada 14 - 36 Pontos

    Época 2004/05
    Treinador: Victor Fernandez
    Jornada 14 - 26 Pontos

    Época 2005/06
    Treinador: Co Adriense
    Jornada 14 - 31 Pontos

    Época 2006/07
    Treinador: Jesualdo Ferreira
    Jornada 14 - 37 Pontos

    Época 2007/08
    Treinador: Jesualdo Ferreira
    Jornada 14 - 35 Pontos

    Época 2008/09
    Treinador: Jesualdo Ferreira
    Jornada 14 - 28 Pontos

    ResponderEliminar
  31. Novo jogo... mais uma desilusão e não adianta irmos por ali porque isso é fazer o jogo que os ressabiados, invejosos e medíocres tanto gostam de fazer.

    Vamos lá por partes, o POSITIVO, o NEGATIVO e o PÉSSIMO:

    POSITIVO:

    - 28.408 heróis nas bancadas gélidas do Dragão... é preciso ser-se muito tolo e maluco pelo clube para numa diferença de apenas 72 de diferença, estar por ali por 2 vezes consecutivas a rapar com aquele grizo.

    - Fernando está a ficar um Senhor trinco de classe... e ainda estamos no inicio.

    - Rodriguez o mais esforçado e talvez aquele que mais merecesse o prémio merecido... não contava era que Guarin escolhesse estar no local errado, há hora errada.

    - Hulk, consegue arrancar muitos bruás nas bancadas, mas continuo a dizê-lo: ainda tem muito para aprender.

    NEGATIVO:

    - mais 2 pontos perdidos em casa... e vão 7, repito, 7 pontos contra equipas miseráveis (Leixões, Maritimo e Trofense) e onde eram exigidos apenas e só,9 pontos, o máximo possivel!!!

    - again, again, again, again... sempre a dar-se 45 minutos de avanço e depois, é no que dá... nem sempre resulta o forcing final.

    - o meio-campo (atacante) do FC Porto é uma nódoa autêntica, onde Lucho e Raul Meireles são quase inexistentes.

    - esta coisa de retirar o lugar fixo de Lisandro no centro do terreno é uma estupidez, quanto a mim, pelos motivos pelos quais o Bruno Rocha já os aqui enumerou e muito bem... Hulk e Lisandro andam muitas vezes ali perdidos sem saber qual o poiso certo e na grande maioria, lado a lado, faltando depois alguém estar no local oposto (centro ou direita).

    - é impressionante a quantidade de vezes que quando se fazem alterações a meio do jogo, com a entrada de jogadores frescos, nenhum deles, repito, nenhum deles é capaz de trazer nada de novo à equipa... e por norma, piora e de que maneira, parecendo andar ali perdidos sem saber fazer sabe-se lá bem o quê.

    - péssima arbitragem, pelo meio com ROUBOS e um estilo de arbitrar que irrita até um santo, quanto mais os jogadores e as bancadas, mas chamo a atenção, não foi por ele que perdemos 2 pontos, não foi mesmo.

    - por fim, aquele último lance de ataque, quando Rodriguez chuta contra Guarin com a baliza completamente descancarada, é o espelo deste jogo... mesmo num jogo tristonho e enfadonho, criaram-se oportunidades mais que suficiente para se ganhar, mas quem não marca, arrisca-se... a empatar, como foi o caso. Podia-se estar ali toda a noita que não havia forma da bola entrar.

    PÉSSIMO:

    - Bennitez, está mais que provado, não é jogador para o FC Porto... a bola queima, gela, pica ou lá o que lhe queiram chamar... é uma nulidade total e completa. Volta Lino, tás perdoado!!

    - Lucho, Lucho, Lucho... que se passa com este jogador? é irritante a forma de abordagem deste aos jogos nos últimos tempos... uma nulidade total e completa. Não corre, não luta, não se esforça, não rasga, não cria, não mostra raiva e vontade. É um ZERO total e completo. Mas não é o único culpado, porque culpa, tem quem o coloca a jogar e ainda o assume publicamente sem qualquer receio (Lucho, nem que manco, joga sempre! pois, muito bem, é uma forma excelente de motivar quem não joga... muito bem!! eu, no lugar de muitos deles se calhar, pensaria: para quê me matar a treinar ou esforçar? é sempre o outro que joga, nem que seja com uma perna às costas!)

    - por fim, o silêncio que já irrita do INTERIOR do FC Porto... para quando uma investida à matador sobre tudo o que se tem passado nos últimos tempos? têm medo do quê afinal? não tenham medo de falar, protestar, reclamar, insinuar, acusar, carago!! nós, seremos o vosso escudo protector... deixemos de ser os bonzinhos e mesmo que alguns puritanos da praça pública se queixem das VERGONHAS QUE SENTEM SER PORTISTAS, sabe-se lá para agradar a quem, nós cá estaremos para vos apoiar e pressionar. Chega de ser «anjinhos», dassse!!!

    Para o fim, dizê-lo sem medos ou receios... ou mudam a atitude e os factores motivacionais para jogar/treinar de Dragão ao peito, ou então, assim, é complicado, muito complicado conseguir-se almejar o TETRA. O grau de dificuldade dos próximos jogos terá que mostrar a nossa fibra... somos ou não somos TRICAMPEÕES?

    Então se somos, mostrem-no cara***!!! Deixem-se de ser «anjinhos», f*******!!!

    Tou convosco sempre e para sempre, nunca vos abandonarei, seja em que circunstância for, mas por favor, sintam e mostrem o orgulho de jogar no FC Porto!!!

    Não vos exijo mais nada para além de atitude, raça, luta, espirito de sacrificio, súor... o resto, virá por acréscimo!!!

    ResponderEliminar
  32. Cruzes, Blue :P
    Lá se foi o meu desenho....

    Basta ver o video dedicado ao Bruno para ter a certeza que vergonha do nosso Clube não é coisa que nos passe pela cabeça, não é meu amigo ?

    Orgulho, isso sim! faz parte da nossa história ;)

    Amialzone, esses dados são elucidativos, mas julgo que as equipas que não as 3 grandes estão também a melhorar, o que se transmite num equilibrio de pontos.

    ResponderEliminar
  33. Meus Amigos:
    BOM DIA Apesar de tudo. Porque como diz e bem o nosso presidente porque há uma coisa de que nós nos orgulhamos muito que é SERMOS DO PORTO É SERMOS DO FCPORTO. SEMPRE independentemente dos roudbos que este ano sabiamos de anntemão que iriam acontecer para favorecerem os vermes de lampionagem. Malditos sejam esses energumenos. Porem e apesar de tudo unamo-nos lutemos ainda com mais força em torno do que é nosso ao lado do que é nosso e pelo que é nosso. Na proxima jornada temos de apoiar ainda com mais animo para que os nossos herois se sintam motivados em prol da vitoria. Ignoremos os energumenos e quem nos quer tanto mal só por inveja. Tudo o que essa gente merece não é mais senão o desprezo. FORÇA PORTO CADA VEZ MAIS COM ORGULHO EM SER PORTISTA CARAGO.
    276mqj

    ResponderEliminar
  34. nao foi pela arbitragem que o porto perdeu 2 pontos? como é que ha portistas que se dizem portistas que dizem uma coisa destas. mas os portistas estao a ficar todos mansos ou que? fds, entao o fdp do arbitro nao nos anulou um golo limpinho? LIMPINHO, ninguem arranja justificacao para ele o ter anulado, mas o portistas fazem ate o favor de se esquecerem dele.
    alem disso nao nos deixou de marcar pelo menos um penalti clarinho???
    os portistas estao mesmo a ficar mansos demais, alias ontem viu-se bem isso durante o jogo. so sabem criticar a equipa que tambem tem direito a ter jogos de mais azar.

    ResponderEliminar
  35. Amiga Heliantia:

    Do pouco que me conheces, sabes bem que jamais sentirei vergonha de ser Portista... sinto isso sim, muito, muito orgulho de dizer/mostrar/evidenciar que sou Portista aqui, acolá, onde for, sem medos, nem receios... se os há os que sentem vergonha, então, concerteza estarão no clube errado!!!

    Mas isso sou eu a dizer...

    ResponderEliminar
  36. fcportosempre:

    "nao foi pela arbitragem que o porto perdeu 2 pontos?"

    É, pelos vistos, agora ser Portista, obriga-nos a não falar de arbitragem, virou moda dizer q somos superiores a isso. Mesmo q estejemos a ser levados por lorpas.

    ResponderEliminar
  37. FCPortoSempre:

    Por um acaso, eu fui um daqueles que disse que não foi pelo árbitro que perdemos os 2 pontos... e mantenho a mesma posição.

    E porque mantenho a mesma posição, não estou a dizer que o árbitro não errou... aliás, errou e muito, já o disse no meu comentário atrás.

    Digo até mais, para mim, é mais penalty o lance na 2ª parte sobre o Lisandro, esse para mim, claro como água (apesar de na saída do estádio, o fdp do comentador da TSF estar a desculpar a não marcação do penalty porque quem provocou o choque foi o Lisandro, quando ainda estou para perceber como é que ele consegue fazer isso, estando em linha recta em direcção à baliza e aparece julgo que o Valdomiro e estica a perna, derrubando-o, mas não, é o Lisando que tinha que se desviar porque o Valdomiro vinha aí), do que propriamente o lance sobre o Fucile na 1ª parte.

    A forma d'arbitrar a determinada altura, tornou-se irritante e desesperante... mas que fazer? eles não sabem mais!!!

    Depois, referes-te a um golo anulado... mas qual golo? sinceramente, não me recordo do que estás a falar... queres explicar melhor esse lance?

    Por fim, dizer apenas que o que eu critico não é a equipa... critico é o uso e abuso nos últimos tempos da p*** da mania de se dar 45 minutos de avanço sempre ao adversário e depois, é o cabo dos trabalhos.

    Mas se achas que eu pense que não se deve falar da arbitragem, relê então o que eu escrevi e perceberás que falamos a mesma linguagem... só que eu acrescento algo mais... entendo é que há outras coisas mais para justificar este resultado, que não só dizer que "foi por culpa do árbitro"!!!

    ResponderEliminar
  38. blueboy, desculpa que te diga mas és a prova de que os portistas estao a ficar muito mansos. nao me leves a mal mas esquecerem-se disso ja diz tudo. ve o resumo que colocaste no post ao segundo 25 em que o comico do jornalista ainda tem quase o displante de dizer que o golo foi bem anulado porque o cristian rodriguez tem a INTENCAO de tocar com a mao na bola. enfim, ao que chegamos. a equipa marca, sofre dois penaltis que nao sao marcados e ainda dizem que a culpa e dos jogadores. assim vamos continuar a ver as vergonhas que temos visto.

    ResponderEliminar
  39. Vou desalinhar na critica à equipa.
    Embora sejam neste tipo de jogos que se ganham ou perdem campeonatos acho que esteve, no geral, bem e com um desempenho bastante positivo pese um pouco a habitual fragilidade do lado esquerdo da defesa (que ontem nem foi necessária).

    Poder-se-ia jogar até agora e a bola dificilmente entraria.
    Azar? Sim, um pouco (até o Guarin foi defesa do Trofense) mas tb. falta de engenho final para quebrar (as muitas)equipas que trazem o autocarro e jogam para o pontinho.

    Quanto à arbitragem não vale a pena chamr já a polícia. Ainda vamos a tempo de demonstrar, dentro do campo, com que aço se forja o Campeão.

    ResponderEliminar
  40. O golo anulado penso que foi na primeira parte, na parte Norte.
    Segundo a tsf foi bem anulado pois o jogador (ñ me recordo agora quem)
    estava adiantado mais de um metro.

    ResponderEliminar
  41. Duas notas:

    O frio da noite dissipou-se com o desenrolar do jogo. Só reparei que tinha os pés gelados na saída do Dragão.

    Hélder Barbosa, aquando da sua substituição, passou das palmas para os assobios quando passou do ritmo de corrida para o de caracol.
    Parece que foi devido a uma reprimenda do Valdomiro.

    ResponderEliminar
  42. adiantado estilhaço? adiantado quem? vai la ver o lance. ah e nao se acreditem em tudo o que se diz na comunicaçao social, mas isso ja deviam saber.

    ResponderEliminar
  43. FCPortoSempre:

    Como nota introdutória, dir-te-ei apenas que, catalogar-me de "manso", teve até a sua piada... é porque quem me conhece, e então quando estou a ver o FC Porto (e não precisa ser apenas no futebol), diz exactamente o contrário, porque é tudo de FDP pra cima... mas tudo bem, fica pela parte da piada este comentário.

    No resto, só mais tarde me poderei pronunciar sobre o tal seg 25, pq só mais logo em casa posso ver o vídeo... depois responderei.

    Mas é certo que se não me recordava, é porque por algo tinha que ser... mas pareces ser o único a falar no lance. Mas, logo, direi mais.

    Entretanto, e voltando ao "manso", deixo-te umas palavras minhas já aqui deixadas mais acima... se isto é ser "manso", ok, então, admito, sou manso!!!

    "- péssima arbitragem, pelo meio com ROUBOS e um estilo de arbitrar que irrita até um santo, quanto mais os jogadores e as bancadas..."

    "por fim, o silêncio que já irrita do INTERIOR do FC Porto... para quando uma investida à matador sobre tudo o que se tem passado nos últimos tempos? têm medo do quê afinal? não tenham medo de falar, protestar, reclamar, insinuar, acusar, carago!! nós, seremos o vosso escudo protector... deixemos de ser os bonzinhos e mesmo que alguns puritanos da praça pública se queixem das VERGONHAS QUE SENTEM SER PORTISTAS, sabe-se lá para agradar a quem, nós cá estaremos para vos apoiar e pressionar. Chega de ser «anjinhos», dassse!!!"

    ResponderEliminar
  44. FCPorto sempre.
    Pois ainda não vi a tal repetição mas foi afirmado na tsf depois dos mesmos terem oportunidade de reverem o lance na tv.

    Entretanto nos jornais as referências ao mesmo são:

    o Jogo: nada

    O Record: "19' - Na sequência do canto, Lucho coloca a bola no fundo das redes mas o jogo já estava parado por mão na bola de Rodríguez."

    A Bola: "20' Lucho remata para o fundo da baliza do Trofense, na sequência de pontapé de canto de Hulk, mas o árbitro assinala carga sobre o guarda-redes Paulo Lopes. Ficam dúvidas."

    ResponderEliminar
  45. Blue, concordo contigo em algumas coisas, noutras não posso concordar. Par mim Benitez foi dos melhores em campo. Quanto a Raul Meireles e Lucho, sim, tens carradas de razão. Sobre a arbitragem, então, meu Deus. Se isto não foi encomendado e devidamente sincrinizada com a arbitragem da Luz, eu vou ali e já venho. O golo do Porto é anulado por falta sobre o GR e o jogador do Porto mais próximo está a mais de um metro do referido guardião. Ele choca com dois colegas defesas e o árbitro marca falta!!!!!! O penaltie sobre o Kisandro também é mais que evidente. Mas numa coisa tens razão. Temos que ser mais fortes que esses ladrões e já sabiamos que este campeonato seria uma roubalheira pegada para os corruptos de Lisboa. Temos é que ter atitude, equipa, equipa técnica e associados e cilindrarmos esses crápulas.

    ResponderEliminar
  46. Agora estou curioso.
    Não é que sirva de muito mas não se arranjam imagens desse tal golo anulado?

    ResponderEliminar
  47. Viva !

    Só vi a segunda parte. Do que vi concordo com o que Bruno Rocha escreveu ( o que também muitas vezes já foquei ): O lugar do Lisandro deve ser no eixo do ataque. É que alternando a sua posição, parece que está a desaprender o que aprendeu. Acho que o vi uma vez perdido, no meio campo, a procurar a bola.

    Existiu, quanto a mim, neste jogo, o problema das bolas paradas. Quantos cantos teve o Porto e quantos é que criaram perigo ?

    Como já escrevi, acho que não é só com tabelinhas e pelos extremos ( mas eu não percebo nada de futebol ) que se consegue vencer uma equipa que só joga para não perder ( e outras virão). Acho que é preciso tentar os remates de meia distância e isso, mas talvez me engane, foi algo que continuei a não ver.

    De qualquer modo, ainda falta muito campeonato e o Porto continua a depender só de si !

    E Viva o Porto !

    ResponderEliminar
  48. Vai nascer um blog talvez ainda hoje, dp digo mais alguma coisa.

    Terá este nome e servirá para se falar de arbitragem da época 2008/09:

    «http://deixem.ganhar.dentro.campo.blogspot.com»

    ResponderEliminar
  49. Bom dia,

    URGENTE!!!!!

    Sou um assiduo leitor do blog e confesso ser pouco participativo no mesmo, por isso hoje será uma excepção.

    Há muito tempo não tinha uma noite tão mal dormida, não conseguindo sair do meu pensamento o infeliz jogo de ontem.

    Fui um dos quase 29 mil adeptos que estiveram presentes no Dragão.

    A minha questão leva-me a vos pedir um conselho e o mesmo está relacionado com o seguinte:

    Imaginem e não sera muito dificil para muitos de vós, assistir ao jogo de ontem, com os nervos a aumentar, a adrenalina a acelerar e os minutos a escassear e verficar que o resultado se mantém inalterado.

    Ver que a equipa por mais que tente, por vezes não da melhor forma confesso, não conseguir se adiantar no marcador, ser confrontado com um adversário que a partir de certa altura aplica como estratégia o anti-jogo descarado tendo como juiz da partida um "REFORÇO" que desde o início deu a entender ao que vinha, ajudar e de que maneira ao aumento do meu desespero como adepto.

    Agora, acrescente-se aos ingredientes já colocados um "suposto adepto" sentado ao vosso lado, constantemente a criticar a nossa equipa: jogadores, terinadore, presidente e a partir de dada altura a torcer para que a equipa adversária marcasse um golo a rejubilar com a saida ao ralentí dos jogadores adversários no momento das substituições!!!!!

    Ajudem-me, o que fariam no meu lugar?

    Confesso que ontem passou-me pela cabeça os mais incrivéis cenários:

    a) Pedir-lhe amavelmente que se retirasse e fosse assistir ao jogo pela TV
    b) Dar um berro e pedir-lhe que se calasse
    c) Oferecer-lhe um leve empurrão de forma a que ele se situasse umas 10 filas abaixo de forma a ficar longe de mim
    d) Outras formas menos pacificas de retaliação

    Ajudem-me porque no próximo jogo em casa, lá vou ter que aturar a mesma personagem durante 2 horas e tenho 3 filhos para sustentar!!!

    Que fazer nestas situações?

    Aguardo pacientemente os vossos comentarios.

    ResponderEliminar
  50. AdeptoAzuleBranco, que tal tentares trocar o teu lugar?

    ResponderEliminar
  51. Oh AdeptoAzuleBranco, se vais ter que gramar, com essa "figurinha" ate ao final do campeonato, das duas uma...
    1- Ou pedes mudança de lugar ;)
    2 - Ou segues à risca a tua opção c) :)

    Se o "outro" pode ir apertar o pescoço ao árbitro, tou convencida que não te ocorrerá nada de grave se atirares alguem 10 filas abaixo :)

    ResponderEliminar
  52. FCPorto Sempre, tive já a oportunidade de ver o lance na rtp.
    Segundo a peça é o que tu dizes: foi anulado porque o Cebola tem a intenção de tocar com a mão na bola.

    ResponderEliminar
  53. Boas, Estilhaço e Lady in Blue,

    A opção a) não é muito exequivel porque tenho do meu lado dois dos meus filhotes, e à minha volta meus queridos pais, meu irmão e meus sobrinhos.

    E para exercer a opção c) e não não sofrer represálias teria que ir munido de cornos, o que não me parece nada agradavel!!! ;)

    De todas as formas as vossas observações deixam-me mais descansado e acreditar que afinal não estou a ficar maluco!!!

    rsrsrsrsr

    Obrigado pelo apoio!!!!

    ResponderEliminar
  54. blueboy, nao leves tao a serio a historia do manso, e so uma forma de falar.

    estilhaço, os jornais nem se entendem, um diz que foi mao do rodrigues na tv nao se ve ele a tocar a bola com a mao, so se ve a levantar o braço. o outro jornal diz que foi falta sobre o gredes qd a beira do gredes so tem um jogador do trofense. a tsf ate disse que era fora de jogo.
    enfim. arranjam uma desculpa e é como se não se tivesse passado e pior é que os portistas vao todos na conversa.
    o facto de so eu falar do lance diz tudo sobre o assunto. por isso mesmo insisto nele. quero que os portistas se revoltem. a equipa nao esta a jogar a 100%, mas esta a jogar o mais que suficiente para ganhar, apenas nao nos estao a deixar. ate nos anulam golos limpos e os portistas a deixar andar e criticar a equipa.

    ResponderEliminar
  55. AdeptoAzuleBranco, a questão que coloca tem muito que se lhe diga :)
    É complicado julgar os adeptos adversários quando estão a assistir a jogos em casa visitante.
    Eu falo por mim, porque costumava acompanhar o meu marido ao estádio da luz (eheheh) e acredite que no meio dos sócios encarnados eu estava com o meu cachecol azul e branco. E os ditos vizinhos tinham de "aturar" uma adepta Portista ali mesmo ao lado :P
    Tirando um jogo slb x V Guimarães tudo correu bem. Acho mesmo que depende da sorte de quem se senta perto de nós. No seu caso, rodeado de familiares acho que está muito bem. Não mude de lugar, dê-lhe uma lição de Portismo e se ele se portar mesmo muito mal, ignore-o! É mesmo o pior que se pode fazer. Acredite, eu sei do que falo ;)

    ResponderEliminar
  56. FCPortoSempre, claro que não levei a sério... estava apenas a explicar que no aspecto que invocas, de manso, não tenho nada... até bem pelo contrário.

    AdeptoAzuleBranco, não tem nada que saber: "desprezo total sobre aqueles que padecem de défice mental acentuado"... tb os temos por aqui e diariamente, sabe? vá por mim, ignore e retribua-lhe em dose maciça de desprezo... nós, sabemos do que falamos!

    ResponderEliminar
  57. Boa tarde Heliantia,

    Agradeço desde já a sua atenção, mas é que se o tal senhor até fosse adepto da equipa adversária eu talvez o entendesse, se bem que já tenho ido à Luz e a Alvalade com amigos benfiquistas e sportinguistas e quando o nosso FCP faz um bom resultado, felizmente para nós a maior parte das vezes, mantenho uma postura de respeito para os que me rodeiam, porque aprendi a não fazer aos outros o que não gostaria que fizessem comigo.

    O problema torna-se mais "bicudo" quando o dito "adepto" ???? é "portista"???? e detentor de lugar anual para mal dos meus pecados!!!!

    Socorro!!!!! ;)

    BlueBoy,

    Obrigado pelo conselho, mas valha-me Deus, a paciencia tem limites!!!! rsrsrsr

    ResponderEliminar
  58. eheheh

    Então... é um PORTISTA ?!!
    Olhe, elogie quem ele criticar !
    Sem dó nem piedade ;)

    ResponderEliminar
  59. Desculpa lá a pergunta, AdeptoAzuleBranco. Tens lugar ao lado de Rui Moreira?

    ResponderEliminar
  60. Se confirmares que é o figurão, a opção C é a mais acertada.

    ResponderEliminar
  61. Bruno Alves: já são muitos acasos
    [ 2009/01/12 | 08:48 ] Luís SobralÉ muito provável que este texto divida opiniões e possa até ser injusto. Mas mesmo assim escrevo-o.

    É sobre Bruno Alves.

    Mais concretamente sobre os cotovelos e os pés de Bruno Alves.

    Este fim-de-semana Reguila saiu do jogo com o F.C. Porto marcado por uma bota de Bruno Alves. O avançado do Trofense estava no chão, o defesa portista ao passar tocou-lhe com a sola da bota.

    Em outros jogos, outros adversários ficaram marcados. O lance é quase sempre parecido. Bruno Alves salta muito alto e algures na subida ou na descida o contacto dá-se. A imagem seguinte mostra, também quase sempre, o defesa portista justificando-se e o adversário agarrado a uma parte do corpo. A imagem depois desta mostra o árbitro, que não descobre razão aparente para punir o central.

    É evidente que Bruno Alves está entre os melhores defesas portugueses, também porque possui qualidades físicas ímpares. Essa é, de resto, uma das suas armas mais fortes.

    Dito isto, acho que é tempo de Bruno Alves analisar seriamente a forma de entrar aos lances, para que menos adversários saiam marcados dos jogos com o F.C. Porto.

    ResponderEliminar
  62. Tenho pena de ir a um estádio ver tanto antijogo. Eu vou para ver futebol e pago para isso...não é para ver jogadores a cair para o lado, a rebolar para dentro de campo, a esbracejar para andarem devagar, a demorar imenso para repor uma bola. Isso vale bilhetes? Se as equipas "pequenas" acham que devem jogar assim então deixo de ver jogos. Devem ganhar mais dinheiro, sem adeptos nem receitas e jogando mau futebol..

    ResponderEliminar
  63. Pior do que a (habitual) roubalheira no estádio da Luz, é assistir-se ao anti-jogo enervante e desprestigiante destas equipas de baixo nível. Pode achar que é mais uma desculpa ridícula, e que o porto so tem é de se queixar de si próprio - é verdade sim senhor, mas este constante anti-jogo desta equipas (antigamente era o belenenses, agr temos um novo), deveria ser punido. é ridiculo e acima de tudo insultuoso para o futebol ver HElton ter de levar quase ao colo um jogador que no flash interview admitir que foi bem expulso, para que este saísse do relvado.
    É irónico estarmos em tempos de se oferecer o prémio ao melhor do mundo, que por acaso é portugues, e prémios fair play, quando no nosso país, vemos as nossas equipas fazer esta palhaçada.
    Concordo com o Sr. Jorge Jesus, irritado diz que so os 3 Grandes em PT podem ser campeoes..MAs ele deverá perceber o pk de só eles term a maioria dos adeptos. É que infelizmente no nosso campeonato só estas é que querem correr e jogar á bola, na sua essencia da palavra.
    Eu á muito que reprovo e detesto estas pequenas equipas, é por isso que axo que o lugar delas, acaba sempre por chegar da melhor forma (na descida de divisão).

    Uma coisa é estratégia e em 90 minutos,a bola correr pelo menos 70% do tempo util, nem que isso implique levar uma jogada de contra ataque para a bandeirinha de canto e dar toques na bola. Outra coisa é o constante perder tempo, a ir para o chão a 1m da linha de saída.

    È este o nosso Futebol. Nunca sairemos daqui meus amigos.

    hasta

    ResponderEliminar
  64. APESAR DO FRIO QUE APANHEI ONTEM E TER VISTO O MEU PORTO A PERDER 2 PONTOS, EU ATÉ ACHO QUE OS COMENTARIOS POR AQUI , ATÉ ANDARAM COM ALGUMAS PIADAS, AINDA BEM!
    A UNICA COISA QUE ME DEIXA FELIZ E CONFIANTE, DEPOIS DE TUDO O QUE JÁ LI E VI ATÉ ESTE MOMENTO, É QUE NÃO VEJO NINGUÉM QUE CONSIGA SER CAMPEÃO, A NÃO SER O MEU PORTO!!!!!!!!

    100% POSITIVA!

    BIBÓ O PORTO

    ResponderEliminar
  65. FC Porto Sempre

    tens toda a razão.
    Acho inacreditável que o golo mal anulado seja escamoteado.
    VEJAM O SEGUNDO 25...PELO AMOR DE DEUS: FORA DE JOGO?!?!?! CARGA SOBRE O GR? MÃO DE RODRIGUEZ?

    ResponderEliminar
  66. Acabei de ouvir o Guilherme Aguiar na TV. Inacreditável.Com amigos destes não precisamos de inimigos. Para ele tudo normal...Lamentável...
    Até o seara estava comprometido e a aceitar tudo sobre o jogo dos abutres!!!
    Palmas para o Dias Ferreira.
    E para eu dizer bem dele!!!!!!

    ResponderEliminar
  67. Vamos ver a idade de cada um para ,
    podermos ser honestos.
    eu estive 19.
    sabem o que é 19?
    os Portistas sabem.

    ResponderEliminar
  68. FCPortoSempre:

    Vi ontem à noite com atenção o resumo do jogo (o que ainda não o tinha feito com atenção redobrada, admito) e verdade seja dita... afinal, ao tal seg25, aquele golo anulado, foi-o porquê?

    Quem souber, que responda!

    Não deixa de ser verdade que o árbitro apita antes do golo... mas tb é completa verdade que falta do CR10, não há, não houve, nem podia haver, porque é o GR que choca sozinho com 2 companheiro de equipa.

    Sendo assim, fica reposta a verdade... este, é mais um lance de claro prejuízo para o FC Porto.

    Parabéns pelo teu olhar (não de lince)... mas de Dragão!

    ResponderEliminar
  69. Meteu nojo a intervenção do Guilherme Aguiar ontem. Dias Ferreira é que disse com todas as letras que o Porto foi roubado. Vamos ver o que diz hoje o "bem comportadinho" Rui Moreira. Estará na trela do realizador?

    ResponderEliminar