26 agosto, 2012

FC Porto B batido com golo irregular

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

FC Porto 1-2 Desportivo das Aves

II Liga 2012/13, 4.ª jornada.
26 de Agosto de 2012.
Estádio de Pedroso, em Vila Nova de Gaia.


Árbitro: Renato Gonçalves (Guarda).
Assistentes: Pedro Ribeiro e Miguel Aguilar.

FC PORTO: Stefanovic; Diogo, Zé António, Tiago Ferreira, Victor Luís; Mikel, Edú, Pedro Moreira; Sebá, Dellatorre e Fábio Martins.
Substituições: Frédéric por Mikel (57’), Vion por Fábio Martins (68’), Tozé por Edú (73’).
Não utilizados: Elói, Bruno Silva, David e M’Bola.
Treinador: Rui Gomes.

DESP. AVES: Marafona; Leandro, Élvis, João Paulo, Mamadou, Tito, Grosso, Romeu, Lourenço, Vasco Matos e Rabiola.
Substituições: Renato por Romeu (45’), Romaric por Rabiola (66’), Vasco Rocha por Lourenço (82’).
Treinador: José Vilaça.

Ao intervalo: 1-1.

Marcadores: Dellatorre (5m), Grosso (26m) e Rabiola (55m).

Cartão vermelho: Dellatorre e João Paulo (49m).

O FC Porto B sofreu este domingo a primeira derrota na Segunda Liga, cedendo perante o Desportivo das Aves (1-2) num jogo globalmente controlado pelos azuis e brancos. Dellatorre voltou a marcar e colocou os Dragões na dianteira, mas Grosso e Rabiola – este em fora-de-jogo – viraram o resultado.

A turma de Rui Gomes entrou bem na partida, puxou dos galões de anfitrião e inaugurou o placar logo aos cinco minutos numa jogada trabalhada: Sebá criou o lance e assistiu Dellatorre para o seu terceiro golo na liga.

Já em vantagem, os Dragões não refrearam o ímpeto atacante e tentaram rapidamente ampliar as contas. Victor Luís, aos 13 minutos, quase surpreendeu o guarda-redes avense na marcação de um canto, seguindo-se uma boa iniciativa de Fábio Martins.

O Desportivo das Aves respondeu sobre os 20 minutos e com perigo, com Mamadou a atirar ao poste. A defesa portista não prestou a devida atenção ao aviso e acabou mesmo por ver o adversário marcar perto da meia-hora de jogo, depois de um remate de Grosso na pequena-área.

O FC Porto B voltou a subir no terreno e tudo fez para chegar ao segundo golo, que quase surgia aos 40 minutos, novamente por intermédio de Dellatorre, mas o lance haveria de ser anulado pelo facto de a bola ter alegadamente saído do terreno de jogo antes do último toque que a desviou para as redes.

A fechar o primeiro tempo, Rabiola permitiu uma boa defesa a Stefanovic, mas deixou a dica para o que viria a fazer na segunda parte. Já depois de Dellatorre e João Paulo verem o cartão vermelho - por se envolverem numa jogada de penálti para os Dragões... - o número 9 das Aves bateu o guarda-redes dos azuis e brancos num lance em que parte claramente em fora-de-jogo. De nada valeram os protestos do guardião portista, porque, desta vez, o árbitro validou mesmo o golo.

Sem nunca baixar os braços, os comandados de Rui Gomes procuraram incessantemente o empate e, possivelmente, a vitória, mas o azar também esteve presente em Pedroso: Tiago Ferreira beneficiou de uma grande penalidade aos 59 minutos e não conseguiu bater Marafona; Edú e Frédéric viram os seus remates do meio da rua passarem a rasar as redes; Victor Luís estacou ao ver a sua bomba de pé esquerdo embater na trave e Sebá a falhar a recarga; e Vion, ao cair do pano, não fez melhor do que cabecear por cima.

fonte: fcporto.pt



RESUMO DO JOGO

0 comentários:

Publicar um comentário