08 abril, 2013

Bitinha, meu bom e velho Amigo, descansa em paz!

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

6 de Abril, sábado de manhã, 11h20, o telemóvel toca. Era a Célia, num tom de voz engasgada.

"Paulo, o Vítor morreu!"
"Célia, o quê? O que estás a dizer?"


Fodasse, era mesmo verdade... um dos meus melhores Amigos, o "Bitinha", já não estava cá entre nós!

O Bitinha, esse FANTÁSTICO Amigo de tantas e tantas lutas, de tantas e tantas batalhas, de tantas e tantas borgas, de tantas e tantas viagens, de tantas e tantas horas de conversa, de tantas e tantas confidências, de tantas e tantas alegrias, já tinha já partido para o outro mundo, num acidente estúpido como a merda.

Esta fotografia, representa os anos da nossa linda e sincera Amizade. Era a tarde do dia 08-01-1995, a primeira vez que fizemos "juntos", a primeira de tantas outras vezes, um Espinho-Porto-Espinho de comboio até Campanhã, para ir ver o "nosso" FC Porto ganhar ao SC Salgueiros por 5-2, com 2 golos de Domingos, e 1 para Aloisio, Zé Carlos e Yuran.

Acreditem ou não, ainda espero encontrá-lo amanhã, 2ª feira, quando baterem as 20h00 no Estádio do Dragão, vê-lo sentado atrás de mim na sua "Cadeira de Sonho".

É que não dá mesmo para imaginar que nunca mais o vou ver, que nunca mais me vou rir das asneiras dele, que nunca mais vou ver o sorriso dele, que nunca mais vou ouvir a voz dele, que nunca mais o vou encontrar na rua ou no Dragão. Não é possível, não dá mesmo para imaginar.

Como ainda ontem me diziam, quando se trata de alguém com 70, 80, 90 independentemente de tudo, é "compreensível". Mas onde está a lógica de tudo quando é alguém tão novo e com tanto para dar?!?!

É indescritível o sentimento de impotência nestas alturas.

Sei que vou sentir muito a tua falta. Um AMIGO assim como tu, um AMIGO que confiava em mim como já não há hoje igual.

Não tive oportunidade de te prometer isso em vida, mas sabes que podes contar comigo, tal como sempre contaste até ao passado sábado. Tudo farei para que nada falte à tua pequena e linda filha, Bruna, e sei-o também (lembras-te Bitinha da tal madrugada?!), ao grande amor da tua existência, a Célia.

“The show must is go one”, o espectáculo tem de continuar.

Nesta roda raiada, que é a existência, vão caindo raios e sendo substituídos por outros até ao crepúsculo da vida de cada um de nós. Assim será eternamente.

Até sempre, Bitinha!

Vais fazer-me falta, carago. Ao menos, podias ter-te despedido de mim. Mas pronto, estás perdoado.

Descansa em paz, meu "bom e velho" Amigo!

16 comentários:

  1. Blue, tinhas que que me deixar com lágrimas nos olhos.....

    Vítor, amanhã prometo que vou torcer por ti e por mim, e acredito que vais estar lá a torcer pelo nosso Porto...;(


    Bibó Porto

    ResponderEliminar
  2. Um abraço Blue.. Não é fácil dizer muito mais perante isto.

    Enorme texto, enorme homenagem.

    Muita força para quem fica, familia e amigos.

    ResponderEliminar
  3. Passei aqui por acaso porque o meu Benfica ganhou hoje e fui espreitar o que diziam os blogs azuis na preparação do jogo de amanhã com o Braga.

    O que me levou a escrever este comentário é o facto de ontem à noite ter sabido da (estúpida) morte do Vítor. Fui completamente apanhado de surpresa. Conhecia-o apenas de vista e sou muito próximo de uns familiares dele que neste momento sofrem imenso.

    Enfim, os meus pêsames, boa sorte para o jogo de amanhã e que o FC Porto faça das tripas coração para ganhar (mas só amanhã :P). O Vítor merece.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  4. Os meus sentimentos sinceros de um sportinguista nestas ocasiões temos de deixar o clubismo de parte e dar valor ao mais precioso que temos a vida!

    ResponderEliminar
  5. Conheci o Vitor nas nossas viagens acompanhar o FC Porto sempre com aquela camisola do FC Porto amarela, aquela viagem ao Monaco e algumas a Lisboa, era um doente pelo FC Porto e um amante de desporto.

    Não há muitas palavras de conforto que se possam dar à família e amigos nestas alturas e no caso do Vitor todas ficam aquém...

    Vitor um até sempre, Grande Portista!

    ResponderEliminar
  6. Já gastei as palavras... Parece que as dizemos e depois deixamos de compreender o porquê.

    Chocamo-nos e não conseguimos perceber por que razão… não somos nada.
    Descansa em paz, Vítor.

    ResponderEliminar
  7. Blue, um grande abraço de solidariedade para ti e para a família do Vítor que conheci através de ti e estava muitas vezes ao meu lado no Dragão a ver o F.C.Porto.
    Sentidos pêsames.

    ResponderEliminar
  8. O que dizer desta vida?
    Tantas injustiças vão acontecendo.

    Quando uma coisas destas sucede colocamos tudo em causa.

    O Vítor era um bom amigo.

    Descansa em paz.

    ResponderEliminar
  9. É, a maior parte das vezes andamos distraídos.
    Fodidos com isto e com aquilo e nem sequer nos lembramos do mais importante...

    Força, muita força para todos os amigos e família.

    Quanto ao Vitor de certeza que estará lá esta noite comnosco.
    Com a sua camisola amarela.

    ResponderEliminar
  10. Só o conhecia de vista, de uma ou outra viagem (salvo erro, ao Jamor), sempre com a tal camisola amarela. Nem sei que dizer senão que desejo muita força à sua família e amigos. Vida estúpida e sem sentido. Nada está nas nossas mãos, além da possibilidade de fazermos o melhor por aqueles que amamos enquanto cá estamos todos. Um abraço.

    ResponderEliminar
  11. Apesar de não o conhecer pessoalmente, deixo os meus sinceros votos de solidariedade para com a sua família e amigos nesta hora difícil.

    Paz à sua alma.

    ResponderEliminar
  12. Amigo, nem sei bem o que dizer... é a dura realidade da vida. Um dia, aquilo que mais amamos está ao nosso lado, no outro dia tudo partiu...

    Nunca confidenciei com o Vítor, mas lembro-me perfeitamente dele, em varias idas ao Jamor, e na nossa eterna viagem ao Mónaco. A sua brilhante e vistosa camisola amarela do Porto perdurará, e também ele será eterno.

    Os meus profundos sentimentos à sua família, aos seus amigos, e a ti chefão. Um abraço.

    ResponderEliminar
  13. Um grande abraço à família e amigos do Victor e muita força, mesmo muita força que é o que é preciso nestas alturas.

    TRIPEIRO EU SOU
    E TENHO O PORTO NO MEU CORAÇÃO
    SERÁS SEMPRE A MINHA PAIXÃO
    EU DOU A VIDA PARA SERES CAMPEÃO
    A MIM NÃO ME INTERESSA ONDE TU VAIS JOGAR
    SEJA ONDE FOR SABES QUE EU VOU LÁ ESTAR
    NEM A MORTE NOS VAI SEPARAR
    ATÉ NO CÉU POR TI EU VOU CANTAR...

    ResponderEliminar
  14. xeio_d_xono08 abril, 2013

    Ele o GRANDE BITINHA estará sempre presente... Farei por isso... nem que seja uns breves momentos de pensamento e imaginar so para mim que o amigo de infância do BELHOTE do meu irmão e que eu me habituei á FORTE AMIZADE dos 2 desde muito novo, ELE estará ao nosso lado, naquela cadeira do dragônBUS ou naquela cadeira no estádio, seja ele qual for, a cantar, a gritar ,a bater palmas a festejar e a vibrar com as muitas e eternas BITÓRIA que o nosso CLUBE e do BITINHA nos irá dar no futuro... REST IN PEACE OLD FRIEND !!!

    ResponderEliminar
  15. Um grande abraço e as condolências. Tive a oportunidade de viajar com ele para o Mónaco e sempre foi uma pessoa de trato fácil e bem disposta.
    Muita força!

    ResponderEliminar