29 novembro, 2008

O FC Porto na revista "SO FOOT"...

A revista Francesa “SO FOOT” tem uma edição diária on-line e uma edição mensal em papel. Ambas não são idênticas. A edição papel tem um imenso sucesso. Com efeito, é comprada por um leque variado e impressionante de pessoas. O sucesso da edição mensal leva a que a edição diária on-line seja, igualmente, muito consultada.

A revista é já uma referência para a sociedade Francesa. Há quem escreva que ela está para o futebol, a sociedade Francesa e o mundo como a revista “Inrockuptibles” está para a música, a sociedade e o mundo. Isto é, “SO FOOT” é lida por homens e mulheres de todas as idades e profissões. É uma referência no âmbito da imprensa Francesa.

A edição on-line de terça-feira de 25 de Novembro, do ano em curso, apresentou, destacadamente, o seguinte artigo que passo a traduzir:

    FC PORTO - O FUROR DO DRAGÃO

    No inconsciente colectivo, quando se pensa na Champions League, pensa-se no Real Madrid ou no Manchester United e, por extensão, quando se pensa futebol e benefícios, pensa-se no Manchester United ou no Real Madrid. Erro. Tudo errado. Existe um clube na Europa que, em dez anos, vendeu jogadores por cerca de 250 milhões de euros e que conquistou não longe de catorze títulos. Esse clube chama-se Futebol Clube do Porto.

    Esta noite, o FC Porto vai à Turquia para jogar contra o Fernarbahçe e, pela mesma oportunidade, tentar qualificar-se para os oitavos-de-final. Classificando-se no segundo lugar do grupo G, este clube, duas vezes vencedor da Champions League, não vai cuspir no maná financeiro que constitui uma presença regular na Liga dos Campeões em Fevereiro.

    Por outro lado, desde que se fala de dinheito, o clube do Dragão nunca está muito longe. O FC Porto acaba de encerrar o último exercício nacional com um terceiro título consecutivo e, paradoxalmente, vendeu os seus dois melhores jogadores este Verão. Quaresma ao Inter e Bosingwa ao Chelsea por um total de 45 milhões de euros. Para resumir, o FC Porto vende, sistematicamente, os seus melhores elementos e continua a ganhar.

    Em 2003/ 04, Mourinho e as suas tropas realizaram uma dobradinha continental excepcional, a taça UEFA logo seguida pela Taça da Europa dos Clubes Campeões. Nesta caminhada, os portugueses separaram-se de Deco, por 21 milhões, em direcção do Barça, e, de Ricardo Carvalho e Paulo Ferreira, por 50 milhões, em direcção dos Londrinos do Chelsea.

    Na época seguinte, o FC Porto conquista a Taça Intercontinental e torna a realizar a sua grande especialidade: o pacote de jogadores. Desta vez para os Russos do Dínamo de Moscovo, 30 milhões por Maniche, Costinha e Seitaridis. O presidente Pinto da Costa e o seu braço direito Antero Henrique fazem as contas, riem e anunciam o balanço: em dois anos, venderam 6 jogadores, conquistaram 5 títulos de importância maior e ganharam um pouco mais de 100 milhões de euros.

    Em 2005, são , sobretudo, o Chelsea e o Dínamo de Moscovo quem pagam; um ano mais tarde, são o Manchester United e o Real Madrid que passam pela caixa. O Real compra o defesa Brasileiro naturalizado Português, Pepe, pela módica quantia de 30 milhões de euros (note-se que, dois anos antes, este jogador teria sido comprado por 3 milhões de euros).

    Vendedor incomparável, Pinto da Costa impinge Anderson e as suas tranças aos Red Devils pela bonita quantia de 31 milhões de euros. É fácil. O clube nunca encaixa os golpes e por causa: o método está bem oleado, é eficaz e histórico.

    É em 1998 que assenta lugar esta técnica. O médio, Sérgio Conceição, é vendido, por 10 milhões, à Lazio de Roma e o clube ganha o campeonato e a supertaça de Portugal.

    Na época 2001-2002, o sempre mais que cotado Jardel faz as malas para o Galatasaray (16 milhões de euros) e o FC Porto conquista a taça UEFA, a Taça de Portugal e de novo a Supertaça de Portugal.

    Mesmo castigo nas épocas que se seguem: Jorge Andrade no Corunha por 16 milhões e Postiga no Tottenham por 10 milhões, enquanto os fins de exercícios acabam, novamente, com sucessos.

    Única nódoa no quadro do mestre, o Brasileiro Diego. Com apenas 19 anos, é comprado por 8 milhões ao Santos. Não se impõe e é vendido aos alemães do Werder Bremen por 6 milhões de euros, o que faz dele a tranferência menos rentável destas últimas dez épocas para o clube Português.

    No final do exercício 2008/09, o FC Porto venderá, sem dúvida a preço de ouro, os seus Argentinos, o “el comandante” e capitão Lucho Gonzalez e o artilheiro Lisandro López, para melhor continuar a ganhar.

    Em tempos de crise financeira, o modelo ecónomico a acompanhar joga em azul e branco e chama-se Futebol Clube do Porto.

    artigo de opinião: Alexandre Gonzalez, revista SO FOOT.

Achei o artigo questionante e deixo o debate em aberto.

E Viva o Porto !

Obs: a tradução tentou ser o mais fiel possível, sabendo-se que nem sempre é fácil traduzir palavras ou expressões oriundas do calão ou da gíria popular. O texto em Francês encontra-se, é claro, no site da revista. A fota ilustra a capa do mês de Novembro da “SO FOOT”.

16 comentários:

  1. Dão mais destaque ao FC POrto fora de portas do que na imprensa Lusa.

    Mas isso une-nos, fortalece-nos, torna-nos imponentes.

    Parabéns PortoMaravilha pelo tema escolhido.

    A capa da revista está excelente, muito atraente:)

    ResponderEliminar
  2. PortoMaravilha,

    Tudo muito bonito, mas aonde é que pára o dinheiro?

    Ou aonde é que pára a polícia 2 1/2?

    ResponderEliminar
  3. Numa época em que se fala amiude de Benitezs e afins, é salutar ver que o mérito ao modelo do Porto é reconhecido...fora de portas.

    Dirão alguns que, a ser verdade este toque de Midas, o dinheiro anda a ser mal gerido. Talvez. O Porto continua a debater-se com um passivo enorme, preocupante, mas similar a outros grandes emblemas do velho continente.

    E isso resolve a questão? Claro que não, mas tambémnãp nos torna uns gastadores inveterados. O Porto é um clube que necessita de vender. Todos os anos. Sem se tornar um entreposto de jogadores, é certo e sabido que tem conseguido gerir com eficácia a saída de peças fulcrais, mantendo a bitola ganhadora.

    Não existe uma fórmula perfeita. Mas esta, intramuros, é sem dúvida a mais rentável. Rende dinheiro e continua a coleccionar títulos.

    ResponderEliminar
  4. Não percebo nada de Francês, negócios á parte. mas gosto bastante da capa ......
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. O link directo é este:
    http://www.sofoot.com/article-109246-fc-porto-la-fureur-du-dragon-sofoot.html

    Portomaravilha era de enviar uma cópia do artigo, sem qualquer tradução, ao Sr. Platini.

    ResponderEliminar
  6. Grande ideia!! Mas será que o gajo sabe ler?????

    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Fantástico.

    http://legionofdragons.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Retirado da versão online do diário desportivo espanhol As:

    "El extremo portugués Ricardo Quaresma y el delantero con pasaporte italiano Mario Balotelli han sido señalados como culpables de la derrota en ''Champions'' frente al Panathinaikos (0-1) por el entrenador del Inter de Milán, José Mourinho, que no cuenta con ellos para enfrentarse mañana al Nápoles debido a su mal estado de forma.

    El polémico entrenador portugués señaló públicamente a su compatriota Quaresma, en especial después de la derrota. El jugador luso firmó este verano por el conjunto interista procedente del Oporto por 18,6 millones de euros. El internacional italiano sub-21 Mario Balotelli también ha sido excluido para jugar el partido perteneciente a la Serie A frente al Nápoles.

    "Ellos han bajado físicamente debido a que durante la semana no trabajan lo suficientemente duro", dijo hoy en rueda de prensa Mourinho. Marco Materazzi también se cae del equipo en favor de una nueva zaga defensiva formada por Walter Samuel e Iván Córdoba con el posible cambio de Nicolás Burdisso en el banquillo.

    El enfado de Mourinho es tal que ha cambiado la decisión que en un principio tenía el técnico de dar descanso al delantero sueco Zlatan Ibrahimovic de cara al partido frente al Werder Bremen. "La clasificación está discutida. No quiero clasificarme con ocho puntos y habiendo perdido en Alemania. Quiero ganar al Werder y mi equipo debe tener esa mentalidad"

    En lo que se refiere a ser primero o segundo de grupo, Mourinho le restó importancia: "Una vez más el ser primero o segundo de grupo es relativo. Se puede ser segundo y jugar contra el Barcelona o el Manchester, o terminar primero y enfrentarse al Real Madrid o al Chelsea".
    "

    Para quem queria à viva força sair do Porto, parece que Quaresma ainda vai senti muitas saudades da Invicta.

    ResponderEliminar
  9. Viva !

    Hurakatai :

    O artigo não é da minha autoria. Não fiz mais que traduzir ( o que não foi fácil devido à gíria ).

    Por uma vez que o Porto é posto, devidamente, em valor ,na imprensa internacional, as outras ou referentes perguntas parecem-me de menor importância.

    Estilhaço :

    Muito Obrigado Dom Link :-) ! Mas para quem seja azelha ( como eu ) ir a "voir articles" e, em seguida, após clicar, deixar correr os artigos até à data do artigo.

    Bem Hajas Dom Link !

    Eu acho que este artigo assinala um enorme reconhecimento do mérito e da história do Porto. Ele dá visibilidade ao Porto ! Que mais pedir ?

    Dragão Penafiel : Claro que Platini sabe ler. Mas entender não sabe. Ele é o homem das falsas promessas.

    E Viva o Porto !

    ResponderEliminar
  10. Em contrapartida ao futebol, o basquetebol portista continua numa curva descendente. Nova derrota, perante o Física, por 73-71.

    Pensei que depois da vitória em Ovar os indices animicos voltassem ao normal. Mas, aparentemente...

    ResponderEliminar
  11. No hóquei ganhamos 3-1. Estive em Fãnzeres com o Estilhaço.

    ResponderEliminar
  12. Viva !

    Paulo Pereira, sem qualquer ofensa, tive dificuldade em compreender tudo o que aqui transcreveste em Castelhano.

    Não é a minha língua !

    Viva "O comandante" e não "el comandante" !

    Viva a Lusofonia !

    E Viva o Porto !

    ResponderEliminar
  13. Portomaravilha:


    Seja por inveja, maldade ou distracção , a verdade é que ,
    em Portugal , não se reconhece (como devia) o mérito do F.C.PORTO .

    Mas , felizmente , no mundo do futebol ainda existem pessoas atentas e , especialmente , isentas !

    ResponderEliminar
  14. A isto chama-se grandeza e o mais engraçado é que apenas são utilizados factos no artigo, não há qualquer especulação, a não ser na parte final onde afirmam que Lucho e Lisandro serão vendidos no final da época.

    http://chutodeletra.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  15. PortoMaravilha:

    Parabéns, mtos parabéns por nos teres trazido ao conhecimento esta coluna de opinião que tal como aqui já foi dito, relata apenas factos verdadeiros... tudo o resto, o diz que disse, o ouvi dizer, o contaram-me, faz parte d'outro rosário d'um mundo imaginário de quem até fantasmas consegue ver na sua própria sombra.

    É verdade que no meio de muita da fruta de excelente qualidade, também aparece algumas peças podre ou com indicios de, mas alguém imagina ser imune a este tipo de situações?

    Mais uma vez, parabéns, mtos parabéns!!

    ResponderEliminar
  16. Segundo a "malta do napron" isso tudo deve-se ao apito dourado... :D

    Este ano mais do que nunca temos que ser campeoes, e os lampioes encornados nao podem ir a champions!

    ResponderEliminar