10 novembro, 2008

Nas mãos de Hélton...

assistência: 27.800 espectadores.

árbitros: Bruno Paixão (Setúbal), António Godinho e Paulo Ramos; António Artur Taia.

Sporting CP: Rui Patrício; Abel, Caneira, Polga e Miguel Veloso; Rochemback; João Moutinho, Romagnolli e Izmailov; Postiga e Liedson.
Substituições: Romagnolli por Pedro Silva (65m), Postiga por Yannick (82m), Izmailov por Tiuí (119m).
Não utilizados: Tiago, Daniel Carriço, Ronny e Pereirinha.
Treinador: Paulo Bento.

FC Porto: Helton; Fucile, Rolando, Bruno Alves e Pedro Emanuel «cap»; Lucho, Fernando e Raul Meireles; Lisandro, Hulk e Mariano.
Substituições: Mariano por Tomás Costa (46m), Raul Meireles por Rodríguez (55m) e Fucile por Lino (100m).
Não utilizados: Nuno, Stepanov, Sektioui e Pelé.
Treinador: Jesualdo Ferreira.

disciplina: cartão amarelo Bruno Alves (36m), Pedro Emanuel (41m e 82m), Lucho (47m), Caneira (54m e 67m), Polga (64m), Hulk (67m e 117m), Liedson (72m), Pedro Silva (75m), Miguel Veloso (102m), Abel (113m), Helton (120m); cartão vermelho a Caneira (67m), Pedro Emanuel (82m), Hulk (117m).

golos: Liedson (28m), Hulk (58m).


É o regresso a um local onde, recentemente, fomos felizes. Paradoxalmente, num frente-a-frente com a nossa “besta negra”, listas verdes e brancas que nos derrotaram, consecutivamente, em 3 finais. O que esperar do jogo de hoje?

Vitória, dirão os mais afoitos, sempre crentes e imbuídos de fé no catecismo do Dragão. Sim, queremos ganhar. Parafraseando o recente presidente do colosso americano, “YES, WE CAN!”.
Mas, para isso, vamos ter que sofrer. Não temos que escamotear nada. O Porto é, metaforicamente, um doente em convalescença. Depois de consecutivos atentados ao seu sistema imunológico, que o colocaram em estado comatoso, ligado à máquina, apresentou melhorias. Ténues, é certo, mas permitindo aumentar os níveis anímicos, depois da dramática vitória em terras ucranianas.

Pressentindo as fraquezas dos azuis e brancos, logo os encartados inimigos figadais aproveitaram as maleitas para lançar mais umas achas para a fogueira. Cirurgicamente, no meio das derrotas consecutivas, Cartaxanas e Delgados mostraram à sociedade novo factor de polémica: os chorudos ordenados e comissões que grassam na SAD (e não, não pretendo reavivar discussões aqui no blogue sobre o estafado assunto). Cirurgicamente, o assunto que poderia (e deveria) ser debatido entre o clã portista, torna-se alvo de controvérsias no quotidiano futebolístico, aumentando o ambiente de crispação em redor dos pupilos de Jesualdo.

Não se ficaram por aqui. Nem tal seria previsível. O Porto, nesse aspecto, desde à muito que se colocou a jeito. Findo o jogo com a Naval, novo tema acalorado tomou conta dos média. Sem pudores. Com maniqueísmo. Bruno Alves e os sumaríssimos voltaram à ribalta. O ímpeto do defesa central foi novamente alvo de acaloradas dissertações. E o rótulo de “violento” voltou a ser pregado nas costas do internacional luso. Sem que qualquer defesa se tenha levantado, em seu nome. Pelo menos, por parte do clube.

Como se não bastasse, Bruno Paixão dono do apito. E eu, na véspera desta partida, acordei a meio da noite. Transpirado. Com a boca seca. Revivendo o enorme pesadelo que foi o jogo de Campo Maior, arbitrado com demasiada Paixão, sonegando um título mais do que certo aos azuis e brancos.

E é isso que o Porto tem em cima do tabuleiro da partida. Um imenso desafio, com inúmeros escolhos.

O apito inicial trouxe, como já se tornou habitual, interjeições de espanto. Adivinhava-se a titularidade de Fucile, após Sapunaru ter passado a ser o novo proscrito. Por via disso, calculava-se também que o lado esquerdo da defesa estaria entregue a Pedro Emanuel, 4ª escolha da temporada para o lugar específico. Aventava-se o nome do titular do flanco direito. Uns, mais ousados, proferiam indómitos o nome de Tarik. Marroquino que faz da velocidade e técnica as bases do seu futebol, capaz de criar dificuldades inesperadas ao seu marcador directo e, mais importante, esticando o futebol dos Dragões até ao limite. Outros, menos afoitos, preferiam a solidez do futebol de Tomas Costa, médio direito de inegáveis talentos. Jesualdo, professoral como o título que ostenta indica, é que sabe da poda. Aparentemente. E tornou a sacar do seu fetiche predilecto: Mariano Gonzalez.

A grande surpresa, no entanto, estava reservada para Rodriguez. Se as exibições do extremo uruguaio não têm sido brilhantes, confesso que estava longe de imaginar a condição de suplente do Cebola.

Foi pois com Hulk na equipa que o jogo começou. E logo com as batidas cardíacas em ritmo acelerado. O brasileiro que aterrou na Invicta proveniente do Japão tem um lance sublime, sobre a esquerda, logo no minuto inaugural. Com Lisandro isolado no centro da área, o passe pecou por ser pouco lesto, gorando-se uma oportunidade soberana.

E pronto. A partir daqui, só deu Sporting. Sem ponta de exagero. Dotados de enorme mobilidade, com rápidas transições, beneficiando da ausência de pressão na zona nevrálgica do terreno, os leões aproveitaram as debilidades costumeiras do Porto nas laterais.

O Porto ripostava, a espaços, em rápidos contra-ataques, mas sem criar mossa na defensiva leonina. Meireles, Lucho e Fernando viviam num sufoco literal, sem tempo para criar jogo, acorrendo a todos os fogos. Ía valendo Helton. Seguro, elástico, foi sustendo a avalanche ofensiva leonina, onde Romagnoli assumia o papel de maestro, municiador dos dois avançados.

E foi numa altura em que o Porto respirava melhor, procurando serenar a exibição, que uma sequência bizarra de erros provocou a explosão de alegria em Alvalade. Péssima intervenção de Fernando, enviando a bola para dentro da área, encontrando um par de compleição física distinta. Pedro Emanuel e Liedson. Uma reedição do duelo entre Golias e David. Tal como na história bíblica, o David de chuteiras superou o seu opositor. O “levezinho”, numa impulsão primorosa, deixou o guerreiro de inúmeras batalhas pregado ao solo. O resultado foi o que se viu: a bola a anichar-se nas redes de Helton.

Aos 29 minutos o Porto conhecia o travo amargo de se encontrar em desvantagem. Justa, diga-se em abono da verdade. Lisonjeira, acrescento ainda, devido à gritante diferença entre a agressividade competitiva dos anfitriões e a apatia generalizada nas hostes azuis e brancas, onde a habitual clarividência deu lugar a uma aflição que fez recordar o naufrágio de Londres.

O apito indicador de tempo de descanso funcionou como um bálsamo. Durante 15 minutos, pelo menos, tenho a esperança intacta de que, quando subirem ao relvado, os pupilos de Jesualdo sejam novamente uma equipa. Na verdadeira acepção da palavra.

O destempero de Jesualdo, relativo à obsessão por Mariano, durou 45 minutos. O intervalo, bom conselheiro, assistiu à troca do argentino por outro compatriota. Tomas Costa, mais solidário na hora da defesa, teria por missão colocar um tampão acima de Fucile, permitindo que Lucho se soltasse para missões mais ofensivas, apoio precioso aos homens da frente.

O flanco esquerdo leonino, extremamente activo na 1ª metade, ficava com oposição. À altura. E o jogou mudou. Finalmente, com 45 minutos de atraso, a equipa portista assentou arraiais em Alvalade. Jesualdo tornou a mexer, trocando Meireles por Rodriguez.

O jogo tornou-se mais vivo, vibrante, numa toada de parada e resposta. Até que, aos 64 minutos, os Dragões foram recompensados. Com um golo monumental. Cavalgada, no flanco esquerdo, de Hulk, ainda no meio campo portista, com um poder físico espantoso, vencendo a ténue oposição de Caneira para, já na área de Rui Patrício, fuzilar o desamparado guardião. Um golo magnífico, espelhando bem todas as potencialidades do jovem brasileiro. O Porto tem um verdadeiro diamante em mãos. Por lapidar, é certo, com várias carências a nível de jogo colectivo, mas que devidamente trabalhadas o podem transformar numa arma tremendamente poderosa.

Empate feito, e novamente tropelias de Hulk. Um aríete humano, imparável, em jogada tirada a papel químico, apenas travada no limite pela defesa leonina. Um lance polémico, mas que as sucessivas repetições na TV permitem aferir a inexistência de qualquer falta.

Era o melhor momento portista na partida. Tomas Costa, imperial no flanco direito, permitia que Fucile, até então desaparecido, se libertasse dos espartilhos e estendesse o jogo até à linha de fundo. Mas faltava algo. Um pormenor.

Bruno Paixão. O pesadelo voltou. Em força. Aos 67 minutos, uma bola em profundidade, aparentemente inócua, vê Rui Patrício a carregar Hulk. Penalty claríssimo. Evidente. Inequívoco. Em qualquer lado. Em qualquer campo. Com qualquer árbitro. Menos com este. Resultado desvirtuado.

Na sequência do lance, um arrufo entre Caneira, desgastado pelas tropelias de Hulk, e o avançado portista, redunda na expulsão do defesa sportinguista.

O Porto via-se, novamente, em vantagem numérica, num clássico contra as equipas de Lisboa. E, pela 2ª vez esta temporada, incapaz de vencer um adversário em inferioridade.

Abdicando de uma pressão que asfixiasse o opositor, os Dragões mudaram o interruptor para a posição de “cautela”, tão do agrado do seu timoneiro, permitindo que o Sporting equilibrasse as operações. Com doses intensas de testosterona em campo e com as faltas a sucederem-se a um ritmo alucinante, Pedro Emanuel comete uma falta sobre a lateral, levando a que a contenda ficasse empatada, com a admoestação do cartão vermelho, tão reclamado pela assistência. Com as equipas a ficarem numericamente idênticas, Fernando recua para a lateral-direita, passando Fucile para o lado oposto, colmatando a saída do capitão portista.

Foi sob o sinal mais do Sporting que o jogo terminou, no tempo regulamentar. Não sem o habitual escarcéu das virgens impolutas, clamando sobre uma eventual irregularidade na área portista, apenas descortinada em certas televisões, com certos e venenosos comentadores.

Com Lucho a jogar em baixas rotações, Fucile esgotado, Jesualdo encarava o tempo extra com um dilema. Quem meter?

Optou pela mais básica substituição. Retirada de Fucile para a entrada de Lino. O encontro voltou à fórmula inicial. Domínio intenso leonino, com o Porto a ripostar esporadicamente, vivendo das iniciativas individuais de Hulk ou do esforço tremendo de Lisandro.

Sem profundidade no lado direito, Rodriguez criava algumas dores de cabeça ao seu adversário directo, numa altura em que o espectro das grandes penalidades pairava sobre o Estádio. A glória esteve perto. Por duas vezes. Ambas por Lisandro, sempre um exemplo na defesa do emblema que tem no peito, lutando bravamente em todos os centímetros de relva.

Num jogo intenso, nova expulsão, com Hulk a ser contemplado no sorteio. Atitude infantil do brasileiro, quando realizava a melhor exibição de Dragão ao peito, simulando uma falta de forma burlesca. Era o final. Vinha aí a lotaria.

E, noutro exemplo de que a sorte virou, vencemos. De forma dramática, como em Kiev. Com sofrimento, numa final antecipada. Com justiça, pelo empenho dos jogadores. Lucho falhou a primeira, mas Helton hoje deu uma bofetada. De luva branca. Em todos aqueles que o criticaram, sem sentido. O brasileiro foi enorme.

Dominado por intenso nervosismo, falta-me a lucidez necessária para escrever como gosto. Com serenidade. Mas repito, vitória justa pelos jogadores. Isso diz tudo. Uma primeira parte vergonhosa, novamente perdidos nos labirintos obscuros da mente do treinador. Pedro Emanuel, encostado à esquerda, foi literalmente varrido, manifestando falta de velocidade e sentido posicional. Já com amarelo, permaneceu em campo, convivendo com o risco. Até à esperada expulsão. Lisandro, estranhamente recuado, com Hulk lá na frente, desgastou-se em tarefas defensivas (enorme o trabalho feito, na 2ª parte e prolongamento, numa entreajuda preciosa na luta do meio-campo), perdendo clarividência quando apareceu nas zonas de finalização. Mariano, sem ter estado mal, nunca foi capaz de dar profundidade ao ataque portista. Finalmente, procurando rectificar os erros de casting, Jesualdo teve que “correr atrás do prejuízo”. Retirou Meireles, na ânsia do empate, metendo Rodriguez, mas concedendo o prolongamento ao adversário, quando Lucho se eclipsou.

Vitória épica, imprópria para cardíacos. Continuamos vivos. Mas ligados à máquina, ainda, sobretudo pela incúria do “cirurgião” da equipa.

Melhor do Porto: Helton. Soberbo entre os postes, imponente nas saídas aos cruzamentos, elástico na resposta aos remates. Defesa brilhante, impedindo o 2-0, logo no início da 2ª metade. Magnífico, na 1ª parte, sacudindo para canto uma bomba de Rochemback. Enorme frieza no prolongamento. Glacial nas grandes penalidades.

Arbitragem: O currículo de Bruno Paixão é elucidativo quanto à qualidade da sua arbitragem. Será, estou certo, o bode expiatório perfeito para a frustração da turba leonina. Foi-o, durante toda a partida, dos comentadores da TVI, numa manifestação de facciosismo que deveria envergonhar o órgão de comunicação. Nos disparates cometidos pelo homem do apito, salta à vista o primeiro, cronologicamente. Grande penalidade clara cometida sobre Hulk, com Rui Patrício a escalar o gigante portista perante a benevolência arbitral. Expulsão forçadíssima de Pedro Emanuel, com João Moutinho a voar por antecipação perante o carrinho do capitão azul e branco. Novo lance polémico, no prolongamento, com Rochemback a mimosear Rolando com um cotovelo na cara.

Queixam-se os sportinguistas, com enorme eco na boca de Rui Santos, de um pretenso penalty cometido por Rolando, com a bola a embater, segundo os entendidos, no braço do defesa portista. Até agora, nas duas parcas repetições, não é possível aferir a veracidade dos queixumes. Mas, sinceramente, soam a azia. E das grandes!

80 comentários:

  1. Foda-se, o professor já está a inventr outra vez. O que é que custava jogar da mesma forma como jogamos para o campeonato?

    ResponderEliminar
  2. Para já, uma aflição, sobretudo pelas laterais...

    ResponderEliminar
  3. Uma aflição, Paulo?

    Pressente-se o golo do Sporting, a qualquer momento.

    Caralho, sabendo que o ponto forte do Sporting é o meio-campo, julgo que a tatica ideal é a utilizada em Alvalade. Andamos aos papeis no meio, apostando apenas no contra-ataque.
    Vai ser um sofrimento.

    ResponderEliminar
  4. Tem-nos valido Helton!

    ResponderEliminar
  5. Já está. O que se pressentia, aconteceu.

    Começou em Fernando, terrivelmente mal, e termina em P.Emanuel, batido em toda a linha por Liedson.

    Incrivel a forma como se sofre este golo.

    ResponderEliminar
  6. Mais uma vez a teimosia do Jesualdo em alta. Tem que inventar em todos os jogos, Jesualdo para a Faculdade de Ciências, JÁ...P.F. tire o Pedro Emanuel e o Mariano, transite o Fcucile para a esquerda, o Fernando para a direita, meta o Pelé ao centro e Rodriguez sobre a esquerda...Não digo mais nada!...Irritante, sempre a dar vantagem de 45 minutos...

    ResponderEliminar
  7. Pele no banco? Mariano titular ? Este jesualdo cada vez me desilude mais :-( Precisamos de um treinador

    ResponderEliminar
  8. Tou como o Meireles. 45 minutos de avanço que nos podem custar caro. Mas o pior foi mesmo ver a equipa incapaz de qualquer ligação, à deriva.

    ResponderEliminar
  9. Se esse 11 se confirma, está a caminho mais uma derrota. Nunca mais o Medroso há-de aprender. O 11 do FCPORTO para ganhar ao sporting seria o seguinte: Hélton-Tomás Costa-Rolando-Bruno Alves-Fucile-Pelé-Meireles-Lucho-Hulk-Cebola-Licha. Que saudades do Co Adriansee!!! Tinhamos futebol de ataque e atractivo, mas nao soubemos dar o devido valor. Agora é levar com o Medroso, até nao poder mais. Haja paciência.

    ResponderEliminar
  10. Concordando em absoluto com o que está escrito, o golo tem no entanto o dedo de Paixão. Existe uma falta na lateral, de Liedson sobre Fucile, que se ve bem na tv, com Jesualdo a protestar e com razão. No seguimento do lance, apareceu o golo.

    ResponderEliminar
  11. Paulo Renato,

    Não é por aí. Aliás, acabei de ver a repetição do lance e, sinceramente, tenho dúvidas. Mas repito, não é isso que explica o descalabro.

    Olha, vai entrar o Tomas Costa pelo Mariano, parece-me. Mais do mesmo.

    Esta teimosia de Jesualdo em relação a Mariano parece cada vez mais a de Mourinho com Quaresma, alvo de críticas em todos os quadrantes. Afinal, os assobios não eram só dos "broncos" portistas. Parece que a malta de Milão aderiu à moda. O cigano ainda vai sentir a falta do FCP...

    ResponderEliminar
  12. GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

    Mamem, comentadores do caralho. Foda-se, já nem os podia ouvir, sempre a falar mal do Hulk. Calou-os como deve ser. À bomba!

    ResponderEliminar
  13. foda-se... estes comentadores metem-me nojo! já tirei o som da tv...

    ResponderEliminar
  14. Diz o BURRO DO SUPOSTO comentador que o golo do HULK foi sorte, ele que vá á MERDA.

    Abraço

    ResponderEliminar
  15. JOSÉ CAMPOS liga o som para ouvir os super dragões

    ResponderEliminar
  16. ROUBALHEIRA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Penalty claro do Rui Patricio sobre o Hulk. E os nojentos de merda da TV falam da expulsão injusta do Caneira.

    São uns cães, estes gajos!

    ResponderEliminar
  17. O bairro do lado direito vai jogar com 10 senhor professor vamos lá para cima deles ATÉ OS COMEMOS CARAGO......

    ResponderEliminar
  18. vamos lá... mais meia horita a sofrer!

    ResponderEliminar
  19. Lotaria!

    Vamos lá, Porto!

    ResponderEliminar
  20. a puta k os pariu!!!!
    ganda PORRRRTTTTTOOOOOO!

    desculpem o desabafo!

    ResponderEliminar
  21. GANHAMOOOOOS CARAGO..... FORÇA PORTO OLÉ .OLÉ

    ResponderEliminar
  22. Que sofrimento! Mas GANHAMOS, CARAÇAS, E ISSO É QUE CONTA!

    Amanhã, já se sabe, vai ser mais do mesmo. Choradinho já preparado sobre a arbitragem.

    Grande vitória, pelo sacrificio dos jogadores, pelo empenho e capacidade de luta. Mas, mais uma vez, inacreditável a forma como Jesualdo ia destruindo a equipa, nos habituais erros de casting...

    ResponderEliminar
  23. Esta vitória vai direitinha para as meretrizes que pariram aqueles comentadores da TVI.



    SOMOS NÓS OS CAMPEÕES NACIONAIS!!!!

    ResponderEliminar
  24. Os comentadores da TVI que vaõ comer MERDA .....

    ResponderEliminar
  25. Contra tudo e contra todos.
    Hoje houve mistica.

    PORTO !!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  26. Pois, mas não é verdade que este senhor -Jesualdo- tem na cabecinha sempre qualquer coisa para nos surpreender pela negativa. Apesar disso ganhámos. Ganhámos, porque quer ele faça asneiras ou não, o Porto e o ambiente que nele se vive é suficientemente forte para aguentar tudo isto...Não se estava a ver que o elo mais fraco eram mais uma vez os laterais?...Fucile ganhou rotinas na esquerda, Fernando na direita, o que faz Jesualdo?...Fucile à direita e Fernando no Centro. Depois quando Fernando vai para a direita a coisa melhora, mas Fucile já está todo desgastado...Ainda bem que os lagartos também estão!
    Uma palavra de apreço e recriminação para o Hulk: Aprewço pelo golaço marcado, recriminação pelas constantes simulações e pelo exagerado individualismo. Com mais miolos e menos feijão, vai dar um patacão de dinheiro e títulos ao FCPorto!...Bruno Paixão foi mais do mesmo, sempre, sempre contra nós, por isso esta vitória tem mais sabor, tem um sabor a vitória de onze contra quatorze, sem contar com os locutores e o lugar do jogo!...Parece incrível como o nosso Treinador não aprende! -Parece incrível como o Sporting -que se diz um Grande- numa eliminatória deste nível, não consegue fazer mais que meia casa...
    Tassssssssssssssss! Viva o PORTO!!!!!....

    ResponderEliminar
  27. Bem melhor o resultado que a 1ª. parte mas que se lixe a exibição pois no hóquei foi precisamente o contrário.

    Mais um passo em direcção ao Jamor e mais um pontapé na dita crise.

    Boa viagem para Norte Presidente.

    ResponderEliminar
  28. Quando é que este filho da puta de ladrão de nome Bruno paixão vai preso. Penalty de Polga, Penalty expulsão do GR e do Caneira por agressão. Este filho da puta é mesmo corrupto

    ResponderEliminar
  29. Agressão e penalty de Rochembac sobre Rolando, 2 penalties sobre o Hulk, cambada de ladrões do caralho. Nem assim ganham o jogo.

    ResponderEliminar
  30. Se os dois se entenderem, meus amigos, vamos ser demolidores. Hulk e Lisandro arrebentam qualquer defesa à bomba...

    É triste mudar da TVI para a RTP Àfrica e os comentadores sempre a cascar no FCP. Mas que raio de país é este?

    Ainda ontem estive no Dragon Force a ver os miudos a jogar à bola. É inacreditável ouvir pais de outras equipas convidadas dizerem aos miúdos o que dizem.

    O FCP é mesmo diferente. Eu não consigo compreender tanto ódio ao FCP. Mas que se cozam.

    Ganhamos ...ganhamos pois a sorte também esteve com o grande FCP.

    É inacreditável, Hulk ter sido agredido pelo Rui Patrício, e este nem admoestado, foi. Ganda Bruno Paixão. Até admira de não ter marcado penalti, na simulação do Abel contra o Bruno Alves.

    Quanto ao lance estre Polga e Hulk na 1ª parte é penalti, pois Polga pisa no pé de apoio de Hulk. Vejam o toque/pisadela, no pé direito do Hulk.
    Se este estivesse na academia de alcochete, teria parado e seria albarroado por polga.

    Quanto aos comentadores, eles que se cozam com as mãezinhas deles, pois já nem os ouço.
    Corta som e mete música, infelizmente.
    Tiram a paciência a um santo.

    Só gostava de ter o preparador físico do Sporting. Os moços correm que se fartam. Até o dorminhoco do Postiga corre que nem o vento.

    VIVA O FCP :-)

    ResponderEliminar
  31. Quando depois da 3ª derrota consecutiva frente à Naval 1º de Maio realcei que era preciso apoiar a equipa por mais problemas que houvessem, não estava enganado…
    A equipa, com as dificuldades normais no processo de evolução de uma equipa que perdeu 3 peças fundamentais, mostrou nestes dois jogos muito difíceis em Kiev e Alvalade que tem carácter, força e espírito de sacrifício, ingredientes também necessários a uma equipa que se quer campeã…
    Em suma, mantemo-nos na Taça, na Liga dos Campeões mantemos intactas as hipóteses de atingir a próxima fase…No campeonato estamos a 4/5 pontos da liderança, o que não é uma desvantagem muito grande para a fase em que nos encontramos no campeonato…
    É preciso apoiar e acreditar nesta equipa…Só assim voltaremos ao nosso melhor nível…Bibó Porto!!!


    PS: Quanto aos comentadores da tvi, não há muitas palavras para descrever…apenas dizer que hoje depois daquele jogo devem ter ido à farmácia comprar pomada para os cotovelos…

    ResponderEliminar
  32. Jesualdo é favor não mexer mais na equipa.
    Helton, Fernando, Rolando, Bruno Alves, Fucille,
    Tomás Costa, Lucho, Meireles, C.Rodrigues, Lisandro, Hulk.

    Os viscondes já foram e agora amanhã lá vão as gayvotas....

    ResponderEliminar
  33. No lance do segundo amarelo o "BrunoLadrão" tem razão, o Hulk simula e merece o amarelo. Mas, no lance do 1º amarelo do Hulk, este é amarelado porque leva uma "carga" do Rui Patrício e "carícia botildesca" do Caneira...Era Penaltie e expulsão do Caneira. O Penaltie referiria-se à falta do Rui Patrício. Logo a expulsão do Hulk é ERRADA!
    No lance do golo do Sporting o lançamento lateral é do Porto, mas como sempre, o "BrunoLadrão" queria chegar rapidamente à área do Porto. Sabíamos que tendo sido Expulso Caneira o "Ladrão.de.Serviço" viria expulsar um jogador do Porto na primeira oportunidade, sabíamos nós e sabiam os relatadores do Jogo -eles confessaram-no, só não sabiam quem seria- em muitos momentos vivemos o passado em tempos idos em CampoMaior, valia tudo contra o FCPorto...Este "BrunoPaixãodeLadrão" tem de ser irradiado ou erradicado do Território Nacional! Mandem-no para Valbom que nós tratamos dele...Damos-lhe uns docinhos de mel e amêndoas...Com muita estriquinina...Depois há a falta do amarelo a Rolando, este ´e agredido duas vezes dentro da área do Sporting e leva amarelo!...Grande BrunoPaixãodeLadrão!...No lance do PEmanuel até dou de barato, ms se oi Hulk leva amarelo por simulação o que não levará Moutinho?...E o Liedson, que só deu porrada todo o jogo!...
    Professor esta é para si: -meta o Fernando à direita, não lhe dizia eu?...Porque é que teima em ser teimoso até à exaustão?...Não há pachorra!...

    ResponderEliminar
  34. Não é para os cotovêlos, é Proctolog!...

    ResponderEliminar
  35. Proctolog, pomada para problemas proctológicos!...

    ResponderEliminar
  36. A lata dos lagartos é fenomenal, ainda bradam contra o Bruno Paixão, queriam mais!...E aliados a estes toda a comandita de comentadores da TVI, Rui Santos e José Fidalgo!...PQVPSFDPHÀPQVP...Tassssssssssssssssssssssssssss!!!!!!!!!..........

    ResponderEliminar
  37. Ha alguem que faça anos sabado!!é que de prenda em prenda la vamos abafando a crise...
    Esta dedico-te a ti....Lucho !!!Parabens!!!!Marca la o lugar no jamor..caiu o fatima o atletico tb ja nao consta...o papa taças tombou em casa..^perdeu com quem.????..so tenho medo de ir outra vez a naval....eheheh

    ResponderEliminar
  38. MAGNÍFICA VITÒRIA! O prédio onde moro tem 12 andares e toda a gente ouviu quer o golo do Porto quer a defesa final do Helton.

    Inacreditáveis comentários daquela dupla de supostos comentadores da TVI. Os jogadores dos lagartos foram todos fantásticos e os do Porto perdidos, individualistas, fora de forma, etc. Há muito tempo que não via comentários tão facciosos e completamente disparatados. Vou, seguramente, enviar para a TVI um mail a dar conta destes FDP de comentários e comentadores que se dizem imparciais. PQP

    Mais uma vez o Prof Pardal entrou em acção e ia estragando tudo. O Mariano deve andar metido com ele. Em vez de apostar no que tinha dado certo volta a fazer asneiras. Já não há pachorra para o aturar.

    Os jogadores andaram completamente perdidos na 1ª parte mas, no intervalo, falaram entre eles, mandar o prof para o c* e entraram para jogar, correr e lutar muito.
    Que grande arrancada de Hulk e várias perdidas do Lisandro. Helton muito bem, foi hoje aquilo que não foi em muitos jogos anteriores. Querem ver que lhe fez bem ter ido para o banco?

    Fucile fez um belo jogo e muito consistente a defender e a subir. Bruno Alves lutou tremendamente e tentou muito no ataque. Fernando também muito combativo e muito bem a defesa direito. P. Emanuel tentou dar máximo mas aquele não é o lugar dele e foi expulso pelo chorão. Lucho perdido na 1ª parte melhor na 2ª mas sem força nem velocidade. Lisandro correu quilómetros, esteve em todo o lado e só não foi capaz de marcar nas 2 ou 3 oportunidades de que dispôs. Cebola, Tommy e Lino entraram bem no jogo melhoraram a qualidade de posse de bola.

    Que dizer de um árbitro que anda na 1ª liga há mais de 10 anos, que nos ROUBOU escandalosamente no célebre jogo de Campo Maior que é 1 dos piores árbitros da liga e consegue chegar a internacional. Hoje, para além de 1 data de cartões amarelos incrivelmente mal mostrados a jogadores do Porto comparando com Liedson e Postiga que fizeram para aí 20 faltas fora as que ele não marcou. E que dizer de 2 penaltis (sim Paulo Pereira, até os facciosos dos comentadores acabaram por dizer que o do Polga também era penalti) sendo que o abalrroamento do Patricio ao Hulk é absolutamente inqualificável. E que dizer das cotoveladas dos jogadores dos lagartos (Rockembach, Liedson, Polga) e nada e o Bruno Alves toca com a mão no chorão e leva logo amarelo. Reconheço que podia ter marcado pénalti do Rolando mas isso era motivo para um apito esverdeado.

    Mesmo assim, POOOOOOOOOOOOOORTTTTO

    ResponderEliminar
  39. E amanhã sou do AVES desde pequenino!

    AAAAAVVVVVVEEEESSSS!

    ResponderEliminar
  40. É bom não esquecermos que o próximo jogo é em casa com o Vitória e que temos de ganhar. Não é para a Champions nem contra GAYvotas nem lagartos mas é ainda mais importante. É contra uns badamecos que se acharam muito importantes e quiseram deitar abaixo o PORTO.

    Gostava muito que fossem para a 2ª

    ResponderEliminar
  41. Meu caro Bruno, obrigado:)

    Mas q prenda de aniversário, carago:) Cheguei a antever um 10 de novembro sombrio, mas não:)

    Sofri muito, muito, e berrei q nem um doido no golo de hulk e na defesa final de helton.

    Os jogadores mereceram. Tenho muito orgulho neles.

    ResponderEliminar
  42. 3 COISAS:

    -Excelente a crónica do Paulo Pereira, como sempre.

    -Excelente a viagem de regresso a Esmoriz para o Blue Boy, com mais esta gloriosa vitória.

    -Vergonhosa a actuação dos jornalistas da TVI. Esse Valdemar Duarte é um fdp.

    ResponderEliminar
  43. Eu já fui ao site da TVI, e enviei uma mensagem para o seu correio electrónico, a dar conta da minha indignação, aos comentários efecuados pelos dois senhores que estiveram a narrar o jogo. Aconselhava a todos os portistas para fazerem o mesmo.

    ResponderEliminar
  44. ENORME PORTO! Meus caros, ganhámos uma equipa, desta até o jesualdo deve ter percebido! Helton, fernando, rolando, bruno, fucile, péle, meireles, lucho, t. costa (losangulo) e hulk e rodriguez!

    Grande jogo do helton e grande arrancada do hulk. rodriguez continua a não ter lugar na equipa. estava a espera que o t. costa se safasse melhor a defesa direito, mas não...

    Uma nota para os comentadores da tvi: vergonha!

    um grande abraço para todos!

    ResponderEliminar
  45. ENORME PORTO! Meus caros, ganhámos uma equipa, desta até o jesualdo deve ter percebido! Helton, fernando, rolando, bruno, fucile, péle, meireles, lucho, t. costa (losangulo) e hulk e rodriguez!

    Grande jogo do helton e grande arrancada do hulk. rodriguez continua a não ter lugar na equipa. estava a espera que o t. costa se safasse melhor a defesa direito, mas não...

    Uma nota para os comentadores da tvi: vergonha!

    um grande abraço para todos!

    ResponderEliminar
  46. ENORME PORTO! Meus caros, ganhámos uma equipa, desta até o jesualdo deve ter percebido! Helton, fernando, rolando, bruno, fucile, péle, meireles, lucho, t. costa (losangulo) e hulk e rodriguez!

    Grande jogo do helton e grande arrancada do hulk. rodriguez continua a não ter lugar na equipa. estava a espera que o t. costa se safasse melhor a defesa direito, mas não...

    Uma nota para os comentadores da tvi: vergonha!

    um grande abraço para todos!

    ResponderEliminar
  47. Desculpem a repetição do comentário, penso que houve um problema na altura do envio.

    ResponderEliminar
  48. Estranho apenas o facto de haver pessoas que não reconhecem um minimo da mérito no Jesualdo ( de que não sou fã) e todas as responsabilidades lhe são assacadas nas derrotas. É demais.... Qt á TVI confesso que sendo eu uma pessoa tranquila, hoje me senti mal com aqueles dois sujeitos que comentaram o jogo, uma vergonha de que dei conta telefonando para a TVI e manifestando a minha indignação, deviamos inundar e redação com queixas.....foi escandaloso. Ainda não perceberam que é assim , com este tipo de atitudes que alimentam a alma do dragão....Imbecis....Viva o Porto.

    ResponderEliminar
  49. Crónica de Um Treinador Enlouquecido!...

    ResponderEliminar
  50. O homem já não sabe o que é o lado direito e qual é o lado esquerdo, faz-me lembrar o Alentejano da Tropa!...

    ResponderEliminar
  51. Malta, ganhamossss CARALHO!!
    Diziam eles, fartavam-se de passar nos ecrâs gigantes e de ter um papagaio a cantarolar sempre a mesma cassete... queriam eles bater um record... o da 3ª taça de Portugal consecutiva.
    FODERAM-SE... embrulhem calimeros!
    Bem, tou que nem o cão do miguel... são 5:25 da matina, chegado de Marrocos... às 7:30 o despertador não me vai dar descanso.
    Mais conversa, fica pa mais daqui a nada... PORTOOOOOOOOO mai'nada!

    ps - como sempre, nunca desistindo, nunca emsorecendo, nunca baixando a guarda na defesa dos «nossos», sempre orgulhosamente PORTISTA a 101%!!!

    ResponderEliminar
  52. Este Sporting-F.C.Porto, foi paradigmático do que tem sido a época portista.
    Quem visse a primeira-parte dira sem problemas:- não temos jogadores, não temos equipa, é, talvez, o pior Porto dos últimos dez anos.
    Quem visse depois, a segunda-parte, principalmente, até à saída de Caneira, diria:- afinal, temos gente a equipa tem qualidade e há bons jogadores, alguns até, muito bons.
    Depois e até ao fim, surgiria a dúvida.
    Eu continuo a pensar - não saio disto - que o treinador tem muitas culpas no cartório, desta instabilidade que a equipa dá mostras. Jesualdo, inventa, altera, confunde, perturba e intranquiliza a equipa, os jogadores e isso notou-se particularmente, na primeira metade do jogo de ontem.
    Mas, o Sporting-F.C.Porto, também mostrou que esta equipa e estes jogadores, têm brio, espírito de vencedores e crença. Depois de três derrotas seguidas - com tudo que isso significa num clube habituado a ganhar, quase sempre - e tendo pela frente dois desafios decisivos, o conjunto azul e branco, deu uma excelente resposta e teve capacidade, para alcançar os objectivos pretendidos, mesmo em circunstâncias muito difíceis, em que teve de correr atrás do prejuízo.
    Se Jesualdo conseguir estabilizar, encontrar as melhores opções e apostar nelas, sem andar sempre a mexer, temos gente capaz de atingir o que pretendemos e fazer uma época à altura dos pergaminhos de um F.C.Porto, Tri-Campeão.
    Nota final:se às vezes as claques merecem forte censura, ontem, merecem uma grande palavra de parabéns, pois sem elas, o F.C.Porto estaria praticamente sózinho em Alvalade.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  53. Boas pessoal ! Mais uma vez o pardal inventou e demos 45 mn de jogo. arrrrree ke já começa a ser demais. Ke vê ele no Mariano ? Quanto ao jogo, bem bom até. O Paixão ? Hummmm ... Axo ke já tá tudo escrito acima nos outros post´s.. Mas incrivelmente os largatos ainda se keixam.. porra... Quanto aos paineleiros da TVI, só uma palavra VERGONHA.... Ainda bem ke eles ficaram sem futebol..

    ResponderEliminar
  54. Eu estou como o Vila Pouca. Temos matéria prima, temos classe e muito brio em grande parte da equipa. Temos espírito de equipa. Temos um treinador sofrível mas ainda tenho uma ténue esperança q ele saiba encontrar o rumo, a estabilidade. Acredito sempre no FC PORTO. Sempre.

    ResponderEliminar
  55. num jogo em que o fc porto começou muito mal, para não dizer outra coisa, após o intervalo a postura da equipa foi outra. tivemos uma atitude de tri-campeão com garra e sofrimento, onde a união da equipa deu frutos. perante tantos erros acumulados pelo jesualdo em que foi destruindo a equipa desde o apito inicial, a qualidade da equipa veio ao de cima e ganhamos com toda a justiça.
    grande noite de helton, criticado nos últimos jogos mas ontem esteve simplesmente perfeito...
    pessima realização televisiva em que os dois comentadores não conseguiram esconder a grande falta de conpetência para efectuar um trabalho de qualidade num clássico como este sporting-fc porto. sofremos e fomos mais felizes mas fizemos por conseguir conquistar essa felicidade.
    abraço.

    a nação azul e branco

    http//anacaoazulebranca.blogspot.com

    ResponderEliminar
  56. Não partilho da opinião geral que entramos mal na 1ª parte... acho que nem sequer entramos...

    Por vezes metia dó ver a forma como (não) jogávamos...

    Na 2ª parte a coisa mudou de figura e conseguimos deixar a lagartada a tremer com maior consistência defensiva e contra-ataques venenosos.

    Hulk no melhor e no pior:
    - Grande arrancada no golo e outras perigosas;
    - Muito individualista e "piscineiro".

    Decididamente, o Lucho dá-se mal com o Sporting...

    No geral, não fizemos um bom jogo, mas ganhamos e, neste momento, isso é o mais importante...

    Venha o próximo... :)

    Já que tanto se fala dos comentadores, deixo um link para o vosso "divertimento":

    http://www.youtube.com/watch?v=OBeQRellrzA

    ResponderEliminar
  57. Está confirmado que quando o porto não joga na SportTv 1 ganhamos. lool Mas também com comentadores destes, quando o jogo for na TVI perfiro a RTP África entao. Vergonha, mas nem comento mais isso.

    Parece que o Prof. andou aqui a ler algumas coisas, e pos Hulk a titular e em 4 3 3. Esta tb foi pa provar ao meu irmao que eu tinha razao, e apesar da sua alguma extrema individualidade, temos ou nao ali diamante a Lapidar. O gajo é dinamica e força bruta, que saka faltas e cartoes e manda bombas que fazem a ETA e a AL Qaeda ter medo. Temos PORTO, e equipa, e um granda Defesa Central. Bruno Alves numa palavra: IMPERIAL, tem que ser o nosso capitao já!

    Quanto ao árbitro. muito fraco, mas já é um velho conhecido ladrao que ainda anda á solta.

    2 Penalties sobre Hulk e bem expulso. Rui patricio, faz 2 faltas perigosissimas sobre Hulk, uma penaltie, outra á entrada da área, deveria ter sido expulso. Caneira, agressão, vermelho directo. Pedro Emanuel, bem expulso. Polga cotovela Rolando na Área, e ainda este leva amarelo. Penaltie claro e amarelo, que a ser prefazia 2 amarelos para Polga se nao me engano. Penaltie tb de rolando na área e simulçação de abel, sendo amarelo pa este. Portanto em suma:

    FC PORTO: 3 Penalties por marcar. Expulsao de hulk e p emanuel justificáveis.

    SCP: 1 Penaltie por marcar, Rui patricio, deveria ter sido expulso, Caneira bem Expulso, mas deveria ser com cartao directo. amarelo e consequente expulsao para polga, por acomulação, uma vez que dps á frente levou um Amarelo.

    Quem foi roubado srs comentadores?

    hasta

    hasta

    ResponderEliminar
  58. Se o verdadeiro Rui Moreira vem aquim, que tenha coragem de desmascarar este ladrão de árbitro e os pobres calimeros que se queixam até de terem nascido. Esta gente só merece desprezo.

    ResponderEliminar
  59. Caros AMIGOS PORTISTAS
    VITORIA VITORIA VITORIA sobre a lagartagem.PORTO de RAIVA PORTO de sacrificio PORTO de dedicação PORTO de LUTA e estoicismo. Um PORTO a lutar e amostrar aos energumenos que nos querem destruir que estamos vivos unidos e prontos a lutar pelos nossos ideais.Não são meia duzia de meias lecas de pseudo comentadores que nos farão ir abaixo. Que a familia do DRAGÃO se una cada vez mais para vencermos no campo essa treta de gente esses meias lecas de coisa nenhuma.FORÇA PORTO
    ETERNAMENTE PORTISTA
    276mqj

    ResponderEliminar
  60. http://estadiodragao.com/televisao-pouco-independente/

    ResponderEliminar
  61. http://estadiodragao.com/televisao-pouco-independente/

    ResponderEliminar
  62. http://estadiodragao.com/televisao-pouco-independente/

    ResponderEliminar
  63. http://estadiodragao.com/televisao-pouco-independente/

    ResponderEliminar
  64. Penso ser necessário e urgente estabilizar a equipa, começam a aparecer soluções alternativas, pelo menos até Janeiro para se adquirir pelo menos mais um lateral esquerdo mas desta vez que o seja mesmo.
    Fucile pode até jogar mal mas é brioso e " à Porto ", precisa jogar mais, debelar lesões e que o Uruguai o deixe em paz.
    Fernando parece boa alternativa para a direita.
    Esperemos que o Tarik melhore, ainda vamos a tempo embora estejamos intermitentes.
    Da imprensa, enfim, mais do mesmo, lamentável.

    ResponderEliminar
  65. Rui Moreira classifica a arbitragem de Bruno Paixão no Sporting-FC Porto de domingo à noite como "apaixonada" e plena de "asneiras".
    Em declarações à Antena 1, Rui Moreira junta-se ao coro de críticas à arbitragem de Bruno Paixão no clássico da quarta eliminatória da Taça de Portugal.

    "Foi uma arbitragem apaixonada, como é costume de Bruno Paixão, e que ia estragando o jogo e poderia ter tido piores consequências", considera o antigo membro do Conselho Consultivo do FC Porto.

    "É extraordinário como é que este árbitro é sempre nomeado nestas circunstâncias, não se compreende muito bem. O árbitro acabou por fazer tantas asneiras que, num ou noutro caso, prejudicou o Sporting", admite.

    Rui Moreira aponta detalhadamente as "asneiras" do árbitro: "Contei quatro penálties a favor do FC Porto que não foram assinalados, um que não foi assinalado a favor do Sporting. Contei uma agressão do Liedson ao Fucile aos cinco minutos, que não foi devidamente sancionada".

    "Até ao princípio da segunda parte, o FC Porto fez seis faltas e levou três cartões amarelos. O Sporting tinha 15 faltas e não tinha nenhum cartão amarelo ao intervalo", acrescenta.

    "Dentro das asneiras habituais do Bruno Paixão achei a arbitragem dele apaixonada", remata.



    Rui Moreira acredita que foi bom para Helton não ser titular durante alguns jogos, e sublinha que as balizas não devem ter dono. O comentador lembra ainda que o FC Porto tem agora pela frente dois grandes encontros.
    Helton voltou em grande forma na noite passada à baliza do FC Porto. Ouvido pela Antena 1 sobre o momento do guardião, Rui Moreira afirma que foi bom estar parado.

    "Fez bem a Helton parar um tempo para ganhar forma. O Helton ontem fez uma exibição muito boa, e acho que neste momento deve jogar", começa por dizer.

    "Acho é que a baliza não deve ter patrão. A baliza deve ser como o meio-campo. Quando os jogadores estão em baixo de forma devem descansar, devem apurar a forma para voltarem. Como o FC Porto tem três grandes guarda-redes, é excelente que assim seja", acrescenta.

    Em relação à epoca do FC Porto, o comentador da RTP e antigo membro do Conselho Consultivo do Dragão lembra que há dois jogos fulcrais pela frente.

    "O FC Porto agora tem jogos importantes. Tem um jogo importante com o Vitória de Guimarães em casa. O Guimarães não está na forma do ano passado, mas é sempre um adversário difícil. Tem ainda um jogo muito importante em Istambul, em que o FC Porto tem que pontuar. Se não pontuar ficará muito dependente de uma jornada final com o Arsenal", frisa.

    Ao nível do campeonato, Rui Moreira diz que ainda é cedo para tecer considerações: "O Sporting também tem tido umas variações, o Benfica também, e, portanto, esta época ainda não podemos dizer que há uma equipa dominadora no panorama nacional".

    RTP

    ResponderEliminar
  66. Helton: melhor seria impossível ao defender as grandes penalidades;

    Mariano: já não há paciência que aguente;

    Hulk: promete levar tudo à frente, mas tem que aprender a controlar-se mais;

    Lizandro e Lucho: saudades da dupla argentina;

    Cebola: ainda não provou nada;

    Jesualdo: aquela ansiedade constante faz-me querer que os dois bons resultados nestes ultimos jogos cairam-lhe no colo sem saber ler ou escrever.

    ...


    quanto ao sporting: o guarda-redes e o j moutinho deveriam ser castigados exemplarmente :(

    ResponderEliminar
  67. vamos todos tentar dar mais uma chance ao jesualdo,isto apesar de eu tambem já nao poder com o homem,mas temos que ver que ele nestes ultimos 2 jogos as vitorias foram de todos,nao ´so dos jogadores mas do treinador tambem...
    ontem vivi mais um grademomento no wc,sim fui ao estadio como quase sempre vou,e neste momento é que o clube nessecita de nós,e agora é que temos de fazer ver o "pobo"que somos...


    quanto ao arbitro pensei que quisesse igualar o lucilio calabote,mas ficou a 1 penalti de o fazer,e por certo tentara de forma desenfriada numa próxima tentativa...
    quanto ás expulsões é de bradar aos ceus,quase,sim digo quase porque o jogo de campomaior ainda fermente na minha cabeça depois de tantos anos,quando se fala de paixão o meu cerebro dsliga-se automaticamente!


    agora os adeptos,os 2400 que la estiveram do porto de lisboa e arredores(e eram muitos) fizeram o que tem que ser feito em todos os jogos do nosso grande porto,cantar,cantar,saltar,bater palmas etc...
    mas nunca e nunca assobiar...

    ResponderEliminar
  68. Foi apenas e só mais uma viagem, igual a tantas outras que tenho a felicidade de viver in-loco... de Bitória em Bitória até à glória final... e que melhor local para mostrar a nossa SUPERioridade, senão em MARROCOS, onde todos os triunfos têm um duplo sabor?

    Não fora a chegada e entrada na cabana pelas 04:40 da madrugada, todo pedrado de sono e cansaço... ainda ter de ir ao blog pa dar uns retoques habituais e actualizar-me com comentários dos nossos ilustres visitantes, como dizia, não fora isso, tasse bem, muito bem, afinal, quem anda por gosto, NUNCA, JAMAIS SE CANSA!!

    No onze, o sistemático equivoco do Prof. Jesualdo com a entrada em cena do sistemático e inconsequente Mariano, que por muita boa vontade que tenha, vai de mal a pior, apesar de se esforçar, tentar e tal e coisa... das duas, uma: ou o homem é fenomenal nos treinos e faz aquilo que mais ninguém sonha, ou então, há coisas que só podem ser obra do além, só pode mesmo.

    Fernando a meio campo, foi um desaste total... quando derivou para o lado direito, melhorou significativamente.

    Lucho, aguenta 45 minutos e dá o estouro... mais uma exibição fraca, fraquinha... mas quando a classe mora lá, vai-se conseguindo aqui e acolá enganando o zé-povinho. Que se passa com ele?

    Pedro Emanuel, pois, ele bem que tenta, mas já é estar a pedir-lhe sacrificio a mais, para mais, encostado a uma linha, normalmente, o lugar onde os velocistas adversários moram. No 1º golo, foi comido ao bom estilo das camadas jovens... nem parece dele.

    Helton, pois, o Helton... direi apenas que o «velho» Helton está de regresso... e como eu agradeço. Esteve fantástico.

    Hulk, o incrivel Hulk... um poço de energia que quando sober dosear o esforço, melhorar o jogo colectivo e perder o hábito ridiculo de «teatralizar» aqui e acolá, aposto que vai sair bomba dali... vai uma aposta? (ahhh, e já cansa ver este e Lisandro a protestar em simultaneo, mas tomara, eu no lugar de Lisandro faria o mesmo; tenho ainda bem presente 2 lances com Lisandro a fugir sozinho e Hulk, olha, vê e faz de conta que no passa nada, o que até a mim me irrita).

    No geral, comungo da opinião do «risco ao meio»... de facto, a arbitragem portuguesa é um NOJO pegado... mais 2 penalties gamados em pleno WC XXI... tudo normal, digo eu (mas quem berra no final, são sempre os mesmos merdeiros de sempre... são calimeros e basta, dasseeee).

    Por fim, dizer apenas que o POBO do FCPORTO é qualquer coisa de brutal... só quem lá está percebe o significado... como costumo dizer, quem esteve, esteve; quem não esteve, estivesse; Eu, again, ESTIVE e mai'nada!!!

    ResponderEliminar
  69. Kem ouvir o risco ao meio falar, até pensa ke tem razão.Mas normal num Pais onde uma mentira dita 4 vezes seguida passa a verdade.Então se for a gôto dos f.d.p. dos jornas lisvoetas e paineleiros. Mas seguindo ke atrás vem bixo ruim. Levezinho ataca fucile com massa cotobelo,(cartão bermelho).Penálti sobre Hulk do Patrício e cartão bermelho.Ou penálti do Caveira e cartão bermelho. Penálti sobre o Hulk do Polga. Agressão e Penálti do Rocha sobre Rolando e cartão bermelho.Bom mas como tenho dois olhos. vou dár de brando o penálti do Rolando. Agora a obstrução do Bruno Alves ao abel no máximo libre indirecto.. O Moutinho ao fazer akelas tristes figuras da entrada (má) mas sem lhe tocar do Pedro Emanuel, fez jus ao tamanho pekenino..Depois disto kem tem razões de choramingar ? Mas enfim.. Paixão desde Campomaior.. Hoje espero pelos nossos defensores a nível televisivo PORTO CANAL pois ke infelizmente o da SIC, esse vai se calar perantes os urros do burro do sporten .. O dia seguinte já nada me diz, akilo é muito VIP.. gosto mais do tipo terra a terra....

    ResponderEliminar
  70. Viva !

    Acabei por ceder à tentação. Vi o jogo.

    Não creio que tenha dado na rtpi.

    Comecei a ver a partir dos primeiros dez minutos. O prolongamento nem os penaltis estavam nos meus planos. Para que tem que se levantar cedo... e estar com os neurónios em forma...

    Excelente crónica cujo título tudo resume.

    Não vou comentar o que já foi escrito. Apenas continuo para escrever que gosto cada vez mais de Tomas Costa .

    Helton como qualquer génio, como já o escrevi, é capaz do pior como do melhor. Sempre foi o melhor guarda redes do Porto após Vítor Baía.

    Bom : São mais belas defesas para o youtube !

    Continuo a pensar que o lugar de Lisandro é no eixo central. Ora ontem pareceu-me que, por vezes, ele não estava bem lá. Por vezes parecia recuado.

    Mas ver um jogo pela câmera ( que por definição é mentirosa) não permite um real apanhado do real.

    Quanto a Hulk, sobre o qual tanto se escreve : Esperar e ver !

    Marcou um grande golo porque tinha dez companheiros empenhados !

    Estou a gostar do Hulk !

    Agora tem que entender que o futebol é um jogo colectivo !

    Uma coisa é certa : Não suporto os simuladores.Muito mal fazem à modalidade. Que necessidade tinha de se atirar para o chão ? Ainda não tinha entendido que o árbitro não assinalava penaltis ?

    Outra vez a minha racionalidade !

    Vinte mil espectadores num clássico ? É verdade que é uma competição para consumo interno. Não dá direito a nada. Mas ainda assim !?

    Mas o horário do jogo não terá culpa ? Dentro de momentos os jogos serão às 11 da manhã. LOL !

    Mais uma Vitória mais uma Alegria !

    E Viva o Porto !

    ResponderEliminar
  71. esta soube tão bem....acho que o paulo bento lavou bem os dentes desta vez...só foi pena o porto jogar cada vez pior....a primeira parte assustou a todos os niveis..incrivel o onze, incrivel a falta de fio de jogo, etc etc etc....
    quando ao arbitro bem tentou....eles andam inchados..que até lhes afecta a visão....

    foi lindo lindo...mesmo no ultimo penalty pa saber melhor ahahahah ahahah

    no entanto caindo na real..muito há a fazer para mudar o nivel FRACO do futebol praticado...nc vi o porto a jogar TÃO MAL.
    somos dragoes, somos campeões...

    ResponderEliminar
  72. Divulguem este roubo de igreja. Unam-se portistas... . Isto foi uma vergonha, que não pode passar em claro.

    Lances de clara extorsão, passíveis de serem investigados pelo Ministério Público:

    Minuto 8 - Lidson agride com o cotovelo Fucili; lance para cartão vermelho directo; o árbitro nem amarelo deu...;
    Minuto 62 - Toque deliberado de Pulga sobre Hulk na grande área verdinha; Penálte por assinalar e faltou o respectivo amarelo a Pulga;
    Minuto 64 - Pulga levou o 1º cartão amarelo quando devia ser o segundo;
    Minuto 68 - 2 penáltes por assinalar; Rui Patrício na sua área, agride barbaramente Hulk; Quando este se encontrava no chão, Caneleira agride-o ao coice de forma subreptícia e cobarde tal como um pónei desmamado; Nestas duas agressões, ficaram por assinalar dois penáltes e outras tantas expulsões; o Caneleira devia ter sido admoestado com o cartão vermelho directo e não com o 2º amarelo; o Hulk nada fez para ter levado amarelo, ou melhor, a sua habilidade, técnica e força fizeram com que levasse umas boas porradas dos dois defensores do Sportingue!;
    Minuto 73 - Lidson leva o 1ºamarelo por conduta violenta sobre o Bruno Alves!!! Este tipo andou 112 minutos a mais em campo!?! Razão tinha o pai do Bruno Alves, quando disse para repararmos no número de faltas de Lidson e na sua forma selvática, violenta, brutesca e animalesca, como trucida os seus oponentes.
    Minuto 116 - Rocha agride Rola na grande área do Sportingue; Penálte por marcar e respectiva expulsão de Rocha;
    Minuto 117 - 2º amarelo a Hulk originando a sua expulsão; Em relação ao 2º amarelo de Hulk nada a dizer, mas e o 1º que foi dado de forma injustíssima?!?

    Os Lances do Sportingue:

    Minuto 87 - Rola joga a bola com a mão; penálte por assinalar; Devia ser exibido o cartão amarelo a Rola;
    Minuto 109 - pseudo-obstrução de Bruno Alves sobre Abelha na grande área portista; quando muito daria direito à marcação de um livre indirecto (palavras do Sr. Rui Tolo); Caso a falta fosse assinalada, o nosso central teria que levar o 2º amarelo e consequente vermelho. Na minha opinião, o Abelha é quem provoca o contacto, mas dou esta falta ao desbarato; "

    in http://tripeiroconbictu.blogspot.com

    ResponderEliminar
  73. A verdade é que foi uma bela vitória mas com muitos erros pelo meio. A começar na constituição da equipa com o Mariano e um meio campo completamente perdido. Hulk precisa de ser mais colectivo e Fernando à frente da defesa em vez de melhorar está a piorar. Pedro Emanuel não pode ser defesa esquerdo ou então tem que ter um colega a defender com ele.

    No entanto, o jogo também mostrou que o Porto não está morto e que existem alternativas válidas.

    O treinador é BURRO e NÃO SERVE.

    O plantel é desiquilibrado mas é melhor do que o dos lagartos e o dos GAYvotas. É preciso é que o Pardal não invente e não baralhe os jogadores.

    Não há nenhum jogador no Porto, do meio campo para a frente, que, em cada jogo, não desempenhe 3 ou 4 posições diferentes.
    Bolas! Isto não é o Kamasutra!!!!!

    A semana que passou podia ter sido uma semana dramática e termos ficado fora da Champions e da Taça de Portugal. Mas, os jogadores (não os treinadores) mostraram garra, vontade e mesmo com as confusões do Pardal mostraram que têm qualidades que até o mais indefectível adepto portista já duvidava.

    Volto a repetir: O TREINADOR É BURRO

    P.S. O Paulo Bento é ainda pior do que o Jesualdo.

    ResponderEliminar
  74. Uma palavra para Helton que foi tão criticado inclusivé por mim. Esteve muito bem e muito tranquilo. Espero que seja para manter esta forma e ajudar a defesa a acalmar. PARABÉNS!

    ResponderEliminar
  75. Há quem queira fazer de nós burros isto nimguem pode apagar...


    Minuto 8 - Lidson agride com o cotovelo Fucili; lance para cartão vermelho directo; o árbitro nem amarelo deu...;
    Minuto 62 - Toque deliberado de Pulga sobre Hulk na grande área verdinha; Penálte por assinalar e faltou o respectivo amarelo a Pulga;
    Minuto 64 - Pulga levou o 1º cartão amarelo quando devia ser o segundo;
    Minuto 68 - 2 penáltes por assinalar; Rui Patrício na sua área, agride barbaramente Hulk; Quando este se encontrava no chão, Caneleira agride-o ao coice de forma subreptícia e cobarde tal como um pónei desmamado; Nestas duas agressões, ficaram por assinalar dois penáltes e outras tantas expulsões; o Caneleira devia ter sido admoestado com o cartão vermelho directo e não com o 2º amarelo; o Hulk nada fez para ter levado amarelo, ou melhor, a sua habilidade, técnica e força fizeram com que levasse umas boas porradas dos dois defensores do Sportingue!;
    Minuto 73 - Lidson leva o 1ºamarelo por conduta violenta sobre o Bruno Alves!!! Este tipo andou 112 minutos a mais em campo!?! Razão tinha o pai do Bruno Alves, quando disse para repararmos no número de faltas de Lidson e na sua forma selvática, violenta, brutesca e animalesca, como trucida os seus oponentes.
    Minuto 116 - Rocha agride Rola na grande área do Sportingue; Penálte por marcar e respectiva expulsão de Rocha;
    Minuto 117 - 2º amarelo a Hulk originando a sua expulsão; Em relação ao 2º amarelo de Hulk nada a dizer, mas e o 1º que foi dado de forma injustíssima?!?

    Grande palhaços estes viscondes.



    Força PORTO.

    ResponderEliminar
  76. Inchem!!!!!!!! lagartos,paixões,valdemares,searas,costas,bentos,tavares,etc,etc....
    Somos Dragões ... Somos Campeões!!!
    Desde 1893 a varrer feiras ......

    ResponderEliminar
  77. Tarik aconselhou Helton a escolher o mesmo lado

    CARLOS GOUVEIA

    Uma, duas, três, quatro e cinco vezes. Todas para a direita. Foi assim que Helton enfrentou as primeiras cinco grandes penalidades em Alvalade, acabando por defender uma delas (a primeira), da autoria de Rochemback. Helton levou à letra a indicação dada momentos antes por Tarik.

    Explicando: após o prolongamento, quando os jogadores se preparavam para as grandes penalidades, não passou despercebida uma conversa entre o marroquino e o guarda-redes brasileiro, captada pela transmissão televisiva. Questionado no final por O JOGO, Tarik não escondeu a mensagem. "Disse ao Helton para se atirar sempre para o mesmo lado. Ele respondeu que ia pensar nisso." Pois bem, o brasileiro parece ter pensado e aceitou a indicação. Logo a abrir, Rochemback escolheu o lado direito de Helton e possibilitou a defesa do remate. Nos penáltis seguintes, de Miguel Veloso, Tiuí, João Moutinho e Polga, Helton voltou a atirar-se para o lado direito, mas a bola escapou-se-lhe. Ora, isso acabou por induzir Abel em erro a abrir a segunda série de penáltis. "Nos cinco primeiros penáltis, o Helton lançou-se sempre para a direita. Reparei nisso e rematei para a esquerda", disse o defesa-direito do Sporting no final do clássico. Ou seja, a indicação do marroquino acabou por ter um duplo efeito. Porque Helton mudou de estratégia na segunda série. Ficou por saber se, a prolongar-se também esta rodada, o brasileiro escolheria sempre a esquerda, seguido os palpites do especialista inesperado: Tarik.

    ResponderEliminar