03 julho, 2013

Maicon de regresso ao Olival

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

02/07/2013

A novidade do treino desta terça-feira do FC Porto foi o regresso de Maicon, após o atraso das ligações aéreas que motivou a sua ausência no dia de ontem. Assim, foram 25 os jogadores à disposição de Paulo Fonseca para o segundo treino da época no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia.

Ainda ausentes, com devida autorização, estão o colombiano Jackson Martínez e os reforços mexicanos Héctor Herrera e Diego Reyes, bem como Ricardo (a participar no Mundial de Sub20).

Para amanhã está prevista uma superflash com declarações de um jogador, às 10h15, seguida de treino às 10h30, com os primeiros 30 minutos abertos à comunicação social. Às 17h haverá novamente treino, mas desta vez à porta fechada.



PAULO FONSECA: "Aqui só podemos ter um pensamento: vencer"

Paulo Fonseca visitou, nesta terça-feira, o Campo de Férias Dragon Force no Vitalis Park e, em declarações à margem do evento, o jovem treinador foi peremptório em realçar a organização do seu novo clube, garantindo não sentir pressão nenhuma além da normal no FC Porto: vencer.

Após um primeiro momento de confraternização com os jovens portistas, numa experiência que o próprio declarou como "única e agradável, no local onde começa a cultura do FC Porto", Paulo Fonseca acedeu a deixar, em declarações ao www.fcporto.pt, as suas primeiras impressões. "É o sonho de qualquer treinador poder representar um clube como o FC Porto e, naturalmente, era um sonho que eu acalentava também. Aconteceu nesta altura, que acho que é a exacta", declarou o técnico, que confessou que o convite do clube surgiu "mais rapidamente do que pensava".

Paulo Fonseca garante que não podia "esperar mais" dos primeiros momentos como treinador dos Dragões. "A impressão que tenho da estrutura é óptima e é realmente um privilégio estar inserido no FC Porto, com pessoas tão competentes e que nos proporcionam todas as condições para desenvolvermos da melhor forma o nosso trabalho. Aliado a isso, temos também um excelente grupo de trabalho, que tem correspondido da melhor forma àquilo que tem sido exigido nestes primeiros dois dias", afirmou.

A pressão do lugar e a responsabilidade de dar continuidade a um tricampeonato não o pressiona nem assusta: "Sinto apenas a pressão normal. Qualquer treinador que ingresse neste clube tem perfeita noção que aqui só podemos ter um pensamento, que é vencer. O FC Porto é um candidato – como será o Benfica e como vão ser o Braga e o Sporting, o que é natural – e nós não fugimos à nossa responsabilidade. Temos como principal objectivo conquistar o primeiro lugar do campeonato".

Em relação à filosofia de jogo que pensa implementar, o técnico foi sucinto: "Todos nós temos ideias próprias e eu vou tentar implementar as minhas, não fugindo do que tem sido a matriz principal do FC Porto nos últimos anos".



fonte: fcporto.pt

0 comentários:

Publicar um comentário