31 julho, 2007

Dez anos de perseguição ao nosso clube

Na época do tri, em 96/97, a SIC, A BOLA e o RECORD (actualmente podem ainda acrescentar a tvi) encetaram uma perseguição voraz ao FCPorto e ao seu Presidente. Houve uma altura da época em que saíram diariamente grandes capas com escândalos envolvendo o clube azul e branco. Ainda hoje me recordo, que todos os dias me deslocava ao quiosque mais próximo e espreitava as capas desses 2 jornais, sempre receoso de iniciar mais um dia tendo de «arranjar defesa» para as bocas dos meus colegas lampiões, que na altura estudavam comigo em Braga. Ainda se lembram, com certeza, do Sr. Barata, do árbitro que diziam ter sido subornado num jogo Internacional do Porto, do «off the record» do nosso treinador Oliveira, casos esses tornados públicos à sexta feira nos «Donos da Bola» e que depois eram explorados, sem qualquer sentido de ética, e sem o mínimo de imparcialidade pelos 2 pasquins de serviço.

Quando o FCPorto venceu o tricampeonato, eu cheguei a afirmar que dentro de trinta ou quarenta anos ainda manteria a opinião de que aquele teria sido o campeonato mais saboroso da história do clube pela campanha suja que orquestraram contra nós. Como eu estava enganado.


Nessa época o FCPorto jogou na Luz em hóquei em patins e empatou 3-3, um resultado que até não nos beneficiou em nada. No final desse jogo fizeram uma espera ao autocarro do Porto e agrediram de forma selvagem os nossos atletas tendo um deles, Filipe Santos, sofrido um traumatismo craniano que o obrigou a duas operações. Se é certo que a reacção de muitos adeptos do Benfica e Sporting (mais dos primeiros) aos constantes êxitos do FCPorto, desde os finais dos anos 70, já não era muito pacífica, a verdade é que com Pinto da Costa a Presidente o nosso clube deixou, em definitivo, de ser o clube simpático do Norte do país que estava sempre pronto a prestar vassalagem a Lisboa.

Agora, o FCPorto passou a ser um clube competitivo com ambição e que disputa arduamente todos os títulos Nacionais, ganhando até a maioria deles (e por vezes até ganha títulos internacionais). O FCPorto passou a ser uma espinha cravada no centralismo exacerbado que ainda existe no nosso País. Mas, não duvidem que essa campanha da imprensa de 1996/97 acabou por acicatar ainda mais a animosidade ao FCPorto. O ódio, a inveja do nosso poderio, aumentou exponencialmente e, as equipas do FCPorto sofriam na pele as consequências, tal como aconteceu nesse episódio (acima relatado) do hóquei em patins com contornos muito graves, mas outros mais existiram sendo naturalmente abafados pela imprensa sulista. Eles sabem que influenciam as massas, sabem que tiveram responsabilidade, mas outros interesses se levantaram e o objectivo da campanha era o mesmo de hoje. Derrotar Pinto da Costa e o FCPorto.

Dez anos se passaram. O FCPorto está ainda mais forte e detém uma hegemonia clara no Desporto Nacional. A cegueira, a inveja, o ódio não permitem que sejam racionais. Também não se esforçam por o serem. Nem tão pouco imparciais. Voltou a perseguição, a campanha orquestrada pelos média, os escândalos do apito dourado com um só sentido. Tudo o que indiciar outro sentido que não o da Cidade Invicta, é abafado de forma vergonhosa mas, infelizmente, já habitual. Até o Ministério público se deixou levar na onda. Campanha diária, intoxicação social, livros, filmes, acusações ridículas, tudo contra nós... Ganhamos os 2 últimos campeonatos de futebol com arbitragens inacreditáveis, fomos prejudicados de forma sistemática, os próprios árbitros sofreram pressões diárias para apitarem sempre da mesma forma. Tudo e mais alguma coisa... Não conseguiram em campo derrotar aqueles heróis que vestem de azul e branco. Mas conseguiram associar o nosso clube e o nosso Presidente a actos de corrupção, conseguiram o principal objectivo que era «intoxicar» as massas, conseguiram que o nosso Presidente fosse julgado (e acusado) em termos públicos antes de o poder ser na justiça civil. Conseguiram acima de tudo, aumentar ainda mais o ódio ao nosso clube, com contornos cada vez mais perigosos.

As equipas do FCPorto enfrentam, actualmente, climas terrivelmente intimidatórios em vários estádios e pavilhões do Sul do País, e acredito mesmo que este fenómeno tem muito a ver com todas as falsidades que são escritas pelos média deste País.
Os autocarros das equipas do FCPorto raramente regressam de Lisboa incólumes, até nos miúdos este fenómeno já se revela. Leiam e escandalizem-se, caros Portistas:

«Assisti ao FC Porto - Inter Milão em Infantis na Pontinha... e vi um dos espectáculos mais degradantes em toda a minha vida. Uma turba fanaticamente anti-portista apoiava entusiasticamente o jogo violento dos rapazes do Inter (insurgiram-se até contra a expulsão de um jogador do Inter após este ter pontapeado ostensivamente um jogador do FC Porto), vociferava caluniosamente contra o árbitro e insultava grosseiramente os jogadores do FC Porto. Numa destas situações, vi a menos de 4 metros de mim (após um disputa rija entre um jogador do Inter e outro do FC Porto) um tipo com mais de 40 anos, com uma camisola do SLB vestida a levantar-se e vermelho de raiva dirigiu-se ao jogador do FC Porto que se encontrava junto à linha lateral (ou seja nem a distância de um braço os separava) nestes termos: "Ó seu filho da p*ta, se voltas a fazer uma m*rda dessas arrebento-te com os cornos!". Nunca pensei ver semelhante coisa num jogo de futebol jovem... que ainda por cima só de maneira indirecta poderia interessar ao clube desse sujeito. É tal a inveja, o recalcamento, o ódio... No apito final... meio estádio em festa. Os Italianos ganharam. Ou melhor, o Porto perdeu.»

(relato de uma pessoa que esteve presente no torneio da Pontinha, disputado por miúdos de 10 e 11 anos, em Abr-07)

Isto é absolutamente lamentável. Se fossem adeptos do FCPorto a terem este comportamento deplorável imaginem o que já teria sido dito... Mas já sabemos que os maus exemplos só existem do Mondego para cima... Hoje desabafei convosco. Estou farto de tantas injustiças.

ps - Ainda na semana anterior, estava eu de férias, na Lourinhã, quando logo pela manhã de 5.ª feira chego ao quiosque e peço o jornal «o Jogo». Só tinha o «Record». Desculpe, mas esse não compro. Dê-me o «JN». E assim continuo a cumprir a promessa que fiz desde há 10 anos atrás, a de nunca mais comprar a «Bola» e o «Record». Um Portista que se preze não «alimenta» estes pasquins.

Saudações azuis e brancas,
Lucho.

23 comentários:

  1. Sobre a situação dos miúdos já vivi uma situação igual num Leixões-FCP ainda o Ricardo Carvalho joga nos júniores do FCP. E à 2 anos atrás uma família leixonense ( ou anti portista) que tinha o filho a jogar no FCP andou à porrada com leixonenses por aquilo que diziam ao filho, até de mercenário lhe chamavam, a um miúdo de 18 anos, mercenário...

    Quanto à "ABola" eu compro, não habitualmente, mas alguns dias. A razão : é o jornal que tem os melhores cronistas de desporto, destaco 2 : Luís Freitas Lobo e Jorge Valdano.

    Já o Record acho que só o comprei, nos últimos anos, 5/6 vezes e todas elas para ficar de recordação porque o FCP acabava de conquistar títulos europeus / mundiais.

    ResponderEliminar
  2. Bruno Tavares31 julho, 2007

    Bom post, parabéns.
    Sinceramente adoro o ódio que a mouraria nos tem.É sinal que somos fortes.
    Reparem bem, quanto maior o ódio mais vitórias temos.
    abraço

    ResponderEliminar
  3. Lucho, ainda bem que estamos irmanados no mesmo clã. És um osso dificil de roer para os adversários:)
    Olha, quanto aos jornais, já somos dois. JN e Jogo, apenas e só. Quanto ao resto, puro lixo. O teu texto está fantástico. Ao lê-lo, senti uma raiva surda a crescer dentro de mim. Memórias já recalcadas a regressarem em força. Também eu me lembro desse ano. A perseguição foi feroz. O "donos da bola" foi o mais execrável programa k existiu, cujo unico motivo era a perseguição ao FCP. Dois momentos retenho desse programa. O Porto tinha acabado de escrever uma das mais belas páginas europeias, vencendo em Milão, por 3-2, com um bis de Jardel. Dois dias depois, esperava eu um programa sobre o feito e, qual é a minha surpresa, o assunto do dia foi uma pretensa má arbitragem num U.Leiria/Porto, vencido pelos portistas por claros 3-0. O motivo dos ataques ferozes: a não expulsão de Aloisio, que desencadeou duras críticas por parte de dois "paineleiros", k a partir daí figuram na minha lista de personnas non gratas: Manuel António, então jornalista da Bola e o inefável José Manuel Delgado. Confesso que nesse dia me custou imenso a adormecer, tamanho era o ódio que avassalava o meu espírito. Uma semana depois, o Porto tinha destroçado o Benfica na Supertaça, por humilhantes 5-0. Pensam que o programa incidiu sobre isso? Puro engano! Novamente o mesmo folhetim, desta feita com entrevistas, reportagens e tudo o k pudesse confirmar a tese k o programa tentava passar. O Porto venceu em Leiria pk foi beneficiado. Foi nojento demais, sobretudo tratando-se de um jogo da 2ª ou 3ª jornada, se não me falha a memória.
    Se precisasse de mais provas, essas duas semanas foram elucidativas. Este país não nos merece. Alimenta-se de um ódio primário contra um clube k se atreveu a afrontar o sistema e a vencer.
    Sinto mágoa pela falta de reconhecimento, mas tb um regozijo enorme por não vacilarmos na defesa do nosso clube. Granda Lucho, um abraço!

    ps: Infelizmente, se fosse só no futebol k vemos comportamentos destes. Até no atletismo, assisti eu, numa prova na Praia da Vagueira, os atletas do Porto a serem insultados por gentinha sem nível. É um País de gente mesquinha, frustrada e de uma enorme pobreza de espírito.

    ResponderEliminar
  4. Menphis: A Bola além desses 2 cronistas q referiste tem lá o M.Sousa Tavares mas mesmo assim n precisamos de a comprar, lemos aqui no biboporto à quarta feira.

    bruno: é verdade o q dizes, mas este ódio acaba em episódios infelizes como os q descrevi.

    Paulo: lembro bem do q falaram desse jogo...uma vergonha de comunicação social...esse leiria-porto ficou 0-3...foi apitado por pinto correia de lisboa e recordo bem a crónica no record de josé manuel delgado, deixou-me enojado.

    ResponderEliminar
  5. Traficante de pneus31 julho, 2007

    Estive presente na Gala das 7 Maravilhas. Grande parte dos inergumenos festejaram o facto de nenhum dos monumentos do Porto ter sido escolher. Sempre a insultar o Pinto da Costa, até que me levantei e ameacei um deles que se voltassem a tocar nesse nome haveria problemas...Não é que resultou!? Depois sempre aquele discurso de chico-espertismo que "gostam muito do Porto", "das gentes do Porto", blá! blá!.
    À custa de toda esta campanha propagandista o resto do país já nos olha com desconfiança. Parecemos Curdos...Nem quero falar como somos tratados no Algarve!

    ResponderEliminar
  6. Boas Amigo Lucho... e com textos sempre a morder os calcanhares da lampionagem invejosa ;-P
    Sobre os «tratamentos», apenas digo que é um habitué deste país de medíocres invejosos a sul do mondego... sabes uma coisa? sei que por vezes me incomoda, mas incomoda mesmo algum tipo de tratamento, mas quando paro para pensar e reflectir, apenas interiorizo que de facto, é bom sinal, muito bom sinal que assim seja, porque é sinal que ganhamos, vencemos e conquistamos... ao contrário daquela gentinha medíocre e invejosa que vive ainda nos tempos da tv a p/b. Agora, quando os começo a ouvir a falar bem, ai sim, preocupo-me e muito, porque esses 'elogios' trazem água no bico... por isso, c*ga nisso e deixa-os rosnar à vontade!
    No que diz respeito ao tratamento dado a tudo o que equipa de azul e branco, são tantos e tantos exemplos que nunca mais acabávamos aqui de escrever... era um tal andar que nunca mais acabava.
    Apenas te digo... se o BICHO hoje aqui passar no blog e ler isto que estou a dizer, deixo para ele as palavras sentidas do que aí dizes, porque ele irá descrever na 1ª pessoa por conhecimento de causa e por já ter sentido na pele esse sentimento, o que se passa pelos caminhos deste país de medíocres e invejosos.
    Ele que escreva e logo perceberás o que te quero dizer.
    aKeLe aBrAçO,
    http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  7. ahhh e só mais uma coisinha... sobre os jornais, admito, compro tudo o que é jornal nas alturas das conquistas europeias para mais tarde recordar, mesmo os tais invejosos d'asBola e Rascord... fora disso, apenas e só O JOGO! nada mais!!
    aKeLe aBrAçO,
    http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  8. tal como o blue boy só compro esses pasquins no seguimento das conquistas nacionais e internacionais.
    tenho um belo arquivo iniciado por volta de '84 :)

    em relação às crónicas do MST, consigo vê-las no "Souportistacomorgulho" na própria 3º feira.

    ResponderEliminar
  9. Lucho, parabens pelo post, ainda hoje guardo alguns recortes de jornais desse tempo para mostrar aos mais novos aquilo que nós fiezeram, raramente compro jornais e os que compro são o JN e o jogo, de vez em quando leio o record on line para ver a palhaçada que lá se escreve.
    Quanto à forma como é tratado tudo o que é AZUL E BRANCO, nós chegamos para eles, pode tardar a resposta mas ele bem sempre, sò fico preocupado é quando começão a dizer bem de nós, como aqui já foi dito.

    ResponderEliminar
  10. Sermos perseguidos é a nossa sina, era quase fastidioso enumerar o que tem acontecido e o tratamento dado pela comunicação social e quejandos.
    Veja-se o escandalo do controlo anti-doping ... tivemos 30 c0ntrolos ... 30 !!! contra 10 ou 12 aos outros ...
    Mas quanto mais nos perseguem, mais fortes ficamos e continuamos a ganhar.
    E 10 anos de perseguição são curtos, eu sempre me habituei a essa realidade, embora agora tenha recrudescido.

    ResponderEliminar
  11. traficante: Um dos q festejou deve ter sido Rui Rio:)

    blue: O Bicho? Com aquele cabedal... Eu sei, eu sei, q usar um cachecol azul em alguns sítios é mt complicado...

    offshore e dragão azul: Tb tenho um arquivo interessante...qq dia comparamos:)

    jorge: eu sei q a perseguição já deve ir numas 3 décadas...mas esta última foi a pior.

    ResponderEliminar
  12. Qual a verdadeira idade de Adu ?

    http://oantilampiao.blogspot.com/2007/07/o-que-tem-mantorras-e-adu-em-comum.html

    ResponderEliminar
  13. http://tribunaldofutebol.blogspot.com/2007_07_01_archive.html

    Titulo do Post: Donos da Bola encarnada!

    Penso que os portistas estão em sintonia!

    Estamos atentos!

    ResponderEliminar
  14. Lucho, olha que o BICHO que falo é o nosso do blog e não o nosso mítico ex-Capitão, Jorge Costa... ou fui eu que percebi mal?
    O daqui da tasca, já andou largo tempo com a mágica camisola azul-e-branca do FC Porto a dar umas ganda corridas pelos caminhos deste PORTOgal e sentiu bem na pele o que é ter que andar com aquela camisola vestida no que toca a desporto... e até se deu ao cúmulo de largar uma prova a meio para acertar umas contas com um invejoso e medíocre LoL, pronto, mas isso deixo para ele vos contar, senão perde a graça toda ;-P
    aKeLe aBrAçO,
    http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  15. http://www.voteyourteam.com/Europe/Portugal/FC-Porto.aspx


    força ai a votar neste site... que elege o melhor e maior clube do mundo... força a entrar e votar no GRANDIOSO CLUBE DE PORTUGAL.... fc.porto.....

    ResponderEliminar
  16. Belo texto, pondo por palavras os nossos sentimentos. Somos perseguidos mas a história tem inumeros exemplos desses. Só é perseguido quem é temido, por isso, até é bom sinal. Antes isso do que o paternalismo com que eramos encarados nas décadas de 60, 70 e 80, considerados uns "andrades", tipos simpáticos e de sotaque esquisito. Palmadinhas nas costas, tratados como aquele parente distante que vemos de vez em quando e de quem contamos umas piadas, sem ele ouvir. Isso sim é que era dificil de suportar. Mas, depois de PC e de Pedroto, começaram a olhar para nós de outra forma. Viram que afinal, os tipos do sotaque engraçado eram mais fortes e, quando deram por ela, já detinham a hegemonia. Por isso, digo eu, insultem-nos à vontade. Antes isso para descarregar a frustração, do que irem para casa e espancarem a mulher e os filhos:)

    Um abraço. Deixem a vossa opinião no forum do FC Porto, onde todos os temas são debatidos.

    ResponderEliminar
  17. Lucho, o teu texto retrata na perfeição a inveja e o mau carácter desses imbecis.

    Estou desde há muito habituado e por isso preparado para desvalorizar esse tratamento, que em meu entender nos tem dado mais força para reagirmos positivamente e para nos unirmos cada vez mais.

    Os resultados estão à vista. Somos mais fortes e melhores.

    Os rivais, os protegidos vivem num mundo artificial, embalados no colinho desses pasquins e de outras forças que os tornam nuns frouxos.

    Enquanto isso, nós continuaremos a espalhar a nossa superioridade, a nossa força e a nossa classe, contra tudo e contra todos, imunes a qualquer tipo de perseguição.

    Somos Dragões, carago!

    ResponderEliminar
  18. Vasco Miguel Costa31 julho, 2007

    Gostaria de saber o contacto do Miguel Sousa Tavares, pois queria informações sobre o melhor jogador que alguma vez jogou por um clube português: o peruano Teófilo Cubillas. Obrigado.

    ResponderEliminar
  19. Não sei o contacto dele. Mas no jornal a Bola devem saber. Ou no Expresso, onde ele tb escreve. Tenta por aí. Um abraço.

    ResponderEliminar
  20. Blue, eu estava a falar do bicho do blog, tb tem um cabedal parecido com o jorge costa...Não sabia q tinha praticado atletismo(?)

    xeio de xono: já votei algumas vezes, vou lá outra vez:)

    dragão: gostei q lhes tenhas chamado frouxos...é o termo adequado

    tiago: sabes q passo pelo fórum www.fcporto.ws muitas vezes e comento quase só no sector das modalidades. Um abraço.

    mítico: sintonia a 200% :)

    antilampião: deixem jogar o adu:) enqt n chega aos 30...

    ResponderEliminar
  21. lucho parabéns por este excelente texto!!!

    ResponderEliminar
  22. caro lucho, a tua visão é exactamente o que se passa... a macrocefalia associada a lx nunca nos permitirá evoluir... enfim...
    o que me deixa cheio de satisfação é que os 2 anos que estive em lx entrei tricampeão e saí pentacampeão.
    e a unica vez que visitei o antigo alguidar da luz... foi o dos 0-5... mas confesso que só comemorei até ao 2º golo! ;)

    ResponderEliminar
  23. Templo do Dragão05 agosto, 2007

    lembrem-se do que fizeram aos primeiros cristãos !

    O que não derruba faz crescer e nós ESTAMOS ENORMES!

    FCP SEMPRE

    ResponderEliminar