12 julho, 2007

Exército conquistador

Pois, cá estou eu com a difícil tarefa – e o difícil é um eufemismo - de substituir o Sr. António. Imaginam o que sentiram os avançados que vieram para o Porto na fase pós-Jardel? É exactamente “la memme chose”. O termo de comparação é sempre, quer queiramos ou não, com o antecessor. E quando ele é do calibre do Sr. António, um neófito como eu nestas andanças fica numa situação delicada.


Poderão muitos estar agora a entreolhar-se e a formular a pergunta que assola as mentes “mas como raio é que este gajo cá veio parar?”. Sossego desde já os senhores da Procuradoria-geral da República. Não conheço pessoalmente o Blue Boy, não existe nenhuma escuta em que ele apareça a dizer “o Paulo Pereira…o Paulo Pereira pode ser” e tampouco me ofereceu um bilhete para assistir ao Porto-Manchester. Isso que fique bem claro. E mesmo que ele me oferecesse o bilhete eu declinava-o, garanto-vos! A sério. Deixando-nos de preâmbulos, que não é para isso que me pagam (eh eh, piadinha, Dª Mª José Morgado), vamos lá ao que interessa, que é a actualidade desse clube mágico, o nosso PORTO. E hoje, fica desde já prometido, que não falo do Apito Dourado (dasse…mas alguém é corrompido com a m*rd* de um bilhete para o futebol?). Não, o assunto agora é a bola. Dentro das quatro linhas.

Acabado o pior período do ano para mim, que corresponde ao descanso dos guerreiros azuis e brancos, importa saber o que vale esta equipa portista? Bem, a pergunta, para além de retórica, não está bem formulada. Um clube bicampeão, seja em Espanha, Inglaterra ou Luxemburgo, tem sempre a acompanhá-lo esse rótulo de qualidade. Campeões. É disso que se trata, como um certificado de qualidade, que já agora, noutro aparte, bem que poderia ser obrigatório na Superliga, tão paupérrimos são alguns espectáculos. Assim, desde já, o Porto parte como favorito. Algo inato à equipa, algo já absorvido pelos seus adeptos, que sabem com o que contam. É um ponto assente. Candidatos a vencer tudo…a nível interno. Por isso, o que importa aferir é se os reforços contratados irão dar uma dimensão extra ao FCP, capaz de dotá-lo de armas para competir externamente, marchando por essa Europa fora como um exército conquistador, ávido de troféus. Vamos lá então destrinçar esta equipa, armados em entendidos da bola:


Na baliza, nada de novo. Helton dono e senhor do lugar, uma imensa saudade no lugar que foi de Baía, agora destinado a outras funções, e mais dois nomes para completar o ramalhete obrigatório, mais ou menos consensuais. Nuno, que sempre me transmitiu uma imagem de profissionalismo, ficando na ingrata posição de nº 2, e o jovem Ventura, numa oportunidade de trabalhar ao mais alto nível. Na defesa, conseguida a proeza de vender o Ricardo Costa, e logo num bilhete premiado por 4 milhões, continua lá a defesa de betão. Os imperiais Pepe e Bruno Alves, com a companhia de Pedro Emanuel. Se perderem um minutinho, verão quantos “ses” vos passam pelo pensamento. Não é caso para menos. “E se algum deles se lesiona?”, e “E se existem castigos em barda?” ou ainda “e se o cansaço imperar, com tantos jogos previstos?”. São 3 “ses”, mas podem ser dezenas, facilmente. Só 3 centrais? Não, responderão vocês. O João Paulo também conta. Será, riposto eu? Parece-me que a manta fica curta. O lado direito da defesa tem dono. O supersónico Bosingwa, capaz de arrancadas irresistíveis, já a ser alvo da investigação da zelosa morgadinha, pois ninguém, segundo ela, consegue correr assim num campo de futebol. Fucile está lá, para o que der e vier. Do lado esquerdo, mais do mesmo. Um “deja vu” de outras épocas, com o corredor a ser feito pelo periclitante Cech ou pela incógnita Lino. Venha o diabo e escolha!


ps - Aqui, alto e para o baile! Com o texto escrito atempadamente, gozava eu o merecido sossego, quando um telefonema em tom jocoso de um amigo benfiquista (sim, eu penitencio-me. Tenho alguns, não muitos, amigos com péssimo gosto clubista) me provoca o desassossego. Pepe vendido. Levei as mãos à cabeça e amaldiçoei a perda de mais uma estrela. A minha primeira reacção foi de profunda irritação. Por me terem estragado o artigo e pela venda de um central como há poucos a nível mundial. E agora? Não teço mais considerações, ainda dominado pela emoção, acerca da razoabilidade (ou falta dela) do negócio. Prefiro fazer uma análise posterior, mais racional, não cometendo agora nenhuma injustiça. O que salta, para já, à vista de qualquer leigo, é que o Porto terá, forçosamente, que arranjar um central. E dos bons! E, neste caso, que se abata grandemente o passivo, já que o dinheiro reunido neste defeso (grosso modo, cerca 70 milhões de euros) permitirá a sua redução substancial. Perde-se mais do que um atleta fantástico. Não veremos outra vez aquela comemoração de azul e branco vestido: O braço erguido, após o golo, a arma agarrada com uma das mãos, enquanto a outra puxa a culatra atrás, a pontaria feita de imediato e a águia abatida, sem piedade. Já estou com saudades!

No meio campo, fez-se a vontade ao Professor. “Queremos jogadores mais robustos do ponto de vista físico e mental”, confessava Jesualdo numa entrevista ao Jogo. Aí estão eles. Robustez é o apelido de Kazmierczak, imponente figura, a nível físico. Mentalmente, deve estar avalizado, pois quem aguenta uma época com Jaime Pacheco, está apto para qualquer coisa. Temos ainda o fiável Raul Meireles, os novos Landro Lima, Luis Aguiar e Mario Bolatti.


Faço novo aparte aqui (sim, eu sei, ainda vou ficar conhecido pelo senhor dos apartes). Não sou o Luís Freitas Lobo, pretensamente conhecedor de qualquer jogador de futebol, jogue ele em Inglaterra, no Butão, ou numa província qualquer do Iemen. Eu não. Tenho conhecimentos bem mais reduzidos. Sou obrigado a socorrer-me da minha base de dados predilecta: o Football Manager. E o que diz o FM quanto a alguns dos reforços portistas: se depender dele, Leandro Lima, Luis Aguiar e Mario Bollati estão aprovados. Jesualdo Ferreira, já apelidado nestas paragens de Coração de Dragão, pode respirar aliviado. Vai ter qualidade técnica de sobra para desbaratar defesas adversárias. Mesmo com Jorginho…


E na frente, aquele lugar com que todos sonham, desde pequeninos? O momento imaginado e já cantado em verso, em que um avançado, vestido de azul e branco, se eleva por entre os centrais, para fazer explodir a multidão de alegria?


Temos Edgar, em quem deposito grandes esperanças. Alto, esguio, num jogo de cabeça que pode ser mortífero, com os centros teleguiados de Quaresma. Inexperiente? Sim, sem dúvida, mas também temos o mal amado Adriano, um dos principais responsáveis pelos dois últimos títulos, Postiga e Renteria. Bem…assim, vistas as coisas desta forma, parece-me francamente pouco. Renteria é uma nulidade. Ponto assente. Postiga anda a concorrer para tal, tamanha é a apatia que o invade, nos momentos menos aconselháveis. Falta um nome, poderoso, capaz de decidir jogos. Ah, e já agora, mais um extremo (e não, Sektioui foi uma brincadeira de mau gosto de Adriaanse), pois se queremos ter pretensões a vencer a Champions (e há algum portista que não sonhe com isso?) temos que nos reforçar com artilharia pesada. Uma espécie de Oscar Cardozo, o novo avançado dos ímpios. Se não acreditam, vejam só o relato da imprensa acerca da participação no jogo do paraguaio contra a Colômbia:


6’ – [Faz] falta sobre Vallejo
21’ – Remate contra a muralha colombiana
28’ – É o primeiro a abraçar Santa Cruz no 1-0
46’ – É (novamente) o primeiro a abraçar Santa Cruz, no 2-0
55’ – Perde um contra-ataque por esbarrar em Yepes
57’ – Aproveita um erro clamoroso de Yepes para atirar por cima
68’ – Substituído por Cabañas


Isto sim, é um ponta de lança. Gastaram 10 milhões mas ficam bem servidos. Destaco apenas dois momentos: os minutos 28 e 46. Formidável!


O plantel actual parece sólido, com alguns desequilíbrios, nos lugares já referidos, mas capaz de suportar as combinações em 4-3-3 ou num mais pragmático 4-4-2. Uma certeza, porém: QUEREMOS O TRI!


ps1 - Foi há pouco mais de 10 anos que se criou a Liga Profissional de Basquetebol. A modalidade, sempre geradora de inovações e primando pela antecipação, lançava os dados daquilo que se esperaria fosse o futuro da modalidade. Uma Liga pujante, com clubes bem organizados, alicerçados em sólidas estruturas. 2007/08 comprova precisamente o contrário. A modalidade mostra-se como veio ao Mundo. Dirigentes incapazes, projectos megalómanos que deixaram de existir, falta de dinheiro e a carolice como suporte da maioria dos emblemas. É pena. A Liga profissional, onde pontifica o Porto, corre agora sérios riscos de se tornar redutora. Apenas 8 clubes na casa de partida, numa prova minada pela chantagem de um clube do sul, incapaz de lidar com a realidade em que vive, preferindo tomar atitudes dignas de qualquer criança de 5 anos, mimada em excesso.


ps2 - Sr. António, a titularidade é sua. Sou apenas aquilo que no futebol se convencionou chamar "carregador de piano". As trivelas, passes de calcanhar, cruzamentos milimétricos e remates de letra não fazem parte do meu reportório. A magia é sua. Este lugar também. Quando e sempre que quiser!


ps3 - continua em construção o nosso [CoNtRa dOSsiEr] "o apito Bermelho"... se têm informações, elementos ou documentos que possam ser adicionados a este trabalho de fundo que estamos a realizar, e onde claramente identifiquem quem são os verdadeiros Jagunços & Gangsters desde nosso PORTOgal, não hesitem. Enviem-nos todo esse material para o email: blogdoblueboy@gmail.com, devidamente catalogado com a ORIGEM e DATA respectiva, para que depois de trabalhado, possa ser adicionado ao [CoNtRa dOSsiEr]. Porque pretendemos fazer a apresentação do mesmo por aqui muito em breve, também dependemos e muito da vossa colaboração, portanto, AJUDEM-NOS carago! No final, quem sabe, não possamos gratuitamente facultar toda esta documentação a uma (outra) VACA qualquer, e quiçá, até descobrir uma nova escritora literária com algum (outro) talento escondido que possa vir a causar espanto nuns tais 6 milhões de rídiculos?"

17 comentários:

  1. ola amigos tuaregs dragons;

    parabens pelo post PAULO, bem "relatado"...ehehehhe...axo que falta algo mais do que falas, mas e melhor esperar pra ver,roma nao se construiu num dia só,a ver vimos!!!!ehehehehe
    gostei muito do titulo deste post!!!!

    aquele abraço aos tuaregs dragons

    ResponderEliminar
  2. Afonso Castelo Branco12 julho, 2007

    Paulo, subscrevo totalmente a tua opiniao. Sim senhor. Nao tens a eloquencia do Sr. Antonio, mas tens toda a sua paixão, e é só isso qe preciso para ler o teu post com avidez (além disso, também usei o FM para investigar esses jogadores, qe andava meio desconfiado :D ). Parabéns e continua o bom trabalho!!!

    PS- Sou de Coimbra e, portanto, fui ver o Académica - Porto e fiquei muito bem impressionado com o Lino...A ver vamos...

    ResponderEliminar
  3. Caro Paulo Pereira

    O texto está muito bom!Parece que temos um excelente subbstituto do Sr_Antonio!
    Quanto a algumas coisas que abordas no teu post, acho que a tua análise aos sectores da equipa está muito bem feita e bastante lúcida!
    CONCORDO INTEIRAMENTE contigo quanto à questão da linha avançada... ou muito me engano(e espero que sim!)ou o Renteria e Postiga são mesmo jogadores fracos para um clube tão grandioso como o FCP!Por mais que se esforcem e corram parecem-me jogadores com pouca qualidade...enfim é a minha opinião!
    Quanto aos extremos, parece que o Mariano Gonzalez (ex-Inter) vem a caminho do Dragão!
    Caro amigo, os constantes assédios de que os nossos jogadores são alvo por parte dos grandes clubes europeus também são a prova de que os colossos procuram os jogadores realmente bons...por acaso alguém quis o Simão?Alguém se mostrou interessado no Luisão?Ou ainda no Nuninho Gomes? Enfim, mais uma vez, os benfiquistas devem estar é bem caladinhos porque os jofgadores deles ninguém quer!!!

    Um abraço e continuação de posts com tanta qualidade como este!

    ResponderEliminar
  4. Antes demais, bom dia a todos. Claro k vim logo a correr, pela manhã, para ver o artigo publicado. Confesso k ainda me provoca alguma emoção, vê-lo assim, tão lindinho. E isso tenho k agradecer ao génio artístico do nosso presidente, k de uma amálgama de linhas e fotos, transforma o artigo em algo visualmente apelativo. Gracias, Blue Boy!
    Ainda bem k gostaram pois aquilo k disse no inicio do texto não é exagero. Um nervosismo inexplicável tomou conta de mim, e continuará de certo a fazer mossa no meu sistema nervoso, quando soubre que teria k substituir o sr. António. E eu, k até nem sou um tipo dado a religiões, ando a apelar a todos os santinhos para que o retiro sabático do Sr. António seja bem pequenino:)

    Caro Afonso, espero k assim seja e o Lino seja uma agradável surpresa. Não me importo de dar o braço a torcer, desde k ele consiga suprir a lacuna do lado esquerdo da defesa.

    RCBC, falta mesmo algo para a linha da frente. Julgo k todos sentimos isso. Felizmente, e sem gastarem dinheiro, aí está um extremo, k bem falta faz. Esperemos k Mariano Gonzalez seja da mesma cepa do Lisandro e Lucho. As contratações dos jogadores do Porto reflectem a imensa qualidade de que os plantéis azuis e brancos, ao longo dos anos, têm tido. Bem k podem tentar impingir o Sumulação Sabrosa aos ingleses, aureolado com o pretenso titulo de melhor jogador da superliga, k ninguem lhe pega. E quem fala desse, fala de todos os outros, endeusados por esta imprensa portuguesa subserviente, parcial e claramente desconhecedora da deontologia que devia mover a sua profissão.

    Um abraço,

    ResponderEliminar
  5. Antes de mais, os meus parabéns ao Paulo por mais um artigo excepcional. Depois o facto de o Blue boy ser responsável pela apresentação visual do artigo tb merece um comentário meu. Nos meus posts tb acontece o mesmo, o blue é q trata dos últimos pormenores e sempre com toda a classe. O título do post encaixa q nem uma luva com a mística q sabemos q existe no palntel de todos os anos do FCPorto. É um título que me seduz, confesso. Depois tudo o resto é linguagem futebolística de alguem q adora o clube mas q tb percebe do q escreve. O SrAntonio, agora dedicado ao ócio, pode dormir descansado:) O Paulo Pereira é um eficiente carregador de piano e o eficiente é um eufemismo...:) abraço.

    ResponderEliminar
  6. Paulo, excelente análise do plantel, comungo as preocupações na linha da frente, hoje li que o Renteria falhou um penalti, n oportunidades de golo e foi trapalhão qb.Esperemos que o tipo acorde e que possamos contratar um bom avançado para acompanhar o ADRIANO, o melhor que lá está e a quem temos muito a agradecer.

    ResponderEliminar
  7. Bruno Tavares12 julho, 2007

    Antes de mais parabéns pelo Post.
    Está muito bom.
    Quanto ao plantel concordo com tudo o que já disseram.
    Lino??até parece mal um gajo com este nome jogar no grande FCP.
    Desconfio que quanto ao ponta de lança deve estar iminente uma grande contratação de um cepo qualquer brasileiro.Sempre se ganha mais umas comissões.
    Abraço aos Blues
    O FCP somos nós

    ResponderEliminar
  8. Paulo, é uma boa análise, olvilhada com un toques de humor. Quanto ao plantel, as lacunas serão, de certeza, colmatadas até ao início da época. Mariano Gonzalez já veio, ficando Jesualdo com mais uma excelente opção para extremo. No ataque é que sinceramente parece faltar algo. Não embarco em críticas, injustas, à SAD e à mania que alguns agora apanharam de criticar o comissionamento. Falta, claramente, um homem golo, mas daqueles mortíferos, que marquem mesmo e não façam como o outro, que é o primeiro a abraçar os colegas:)

    Quanto ao basquetebol, continua infelizmente a indefinição, o que é pena. A projectos claramente desajustados - e parabéns a ti, pois a ADVagos vai para a primeira - junta-se o amuo de qum sempre se habituou a não ser contrariado. A esses, era bom ficarem de fora.

    Um abraço,

    ps: Passem por www.fcporto.ws e participem nas discussões do forum.

    ResponderEliminar
  9. Afonso Castelo Branco12 julho, 2007

    Cá está um soldadinho catita para o nosso exército.

    http://youtube.com/watch?v=g-RChk1NsG0

    O primeiro golo é dele.
    Enjoy :D

    ResponderEliminar
  10. Paulo, mais uma vez, em grande, carago! Parabéns por mais este post com muito sentimento e paixão enraizada pelas mágicas cores do azul-e-branco do nosso FC Porto.
    Quanto ao «sumo», é assim:
    BALIZA - não há dúvidas nenhuma... só não percebi o pq de se ter mandado o Bruno Vale mais uma vez ir pastar para outras paragens e ir buscar o Nuno, mas adiante.
    DEFESA - depois do cepo do Ricardo (B)osta, foi a vez do Super Pepe... há que pensar em ir buscar alguém de crédito +- reconhecidos, mas que não se ponham é a estourar dinheiro à maluco com qq tône com estilo de jogador... a ver vamos quem ai vem.
    MEIO-CAMPO - a confirmar-se a saida de Lucho, por mim, era recuperar o Ibson e problema resolvido, mas isso sou eu a falar, só porque sempre admirei o Ibson... e ademais, já ai vem tb o Mariano, por isso, é deixar andar que está bem assim.
    FRENTE - pois, aqui é que a porca torce a focinheira... na minha opinião, falta ali um artilheiro-mor, com peso, estão a ver? continuo na minha, Saganowky caia ali que nem luva (apesar de não ser um goleador nato, mas com a estrutura fisica que o meio-campo agora tem, era capaz de ser uma boa alternativa)... e se a ideia é ir para alguém com nome na praça, fosga-se, tratem de ir pedir o empréstimo por 1 ano do Maxi López e no final, logo se veria se o rapazito se portou bem ou não com as nossas cores.
    Quando ao Karadoso, já tou cheio de medo dele... ui, que quando ele chegar, é que vão ser capas garrafais nos jornais com tantos golos nos treinos... uiii que não vai ser... não mete medo nenhum. É deixá-los aos tristes viver a ilusão habitual nesta altura da época.
    aKeLe aBrAçO,
    http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

    ps - tks pelos elogios ao lay-out das postagens, mas o critério é apenas uniformizar um modelo único, coisa de só-menos... justiça seja feita, isso sim, é aos vossos escritos que têm sido enormissimos... ai sim, mérito todo e único vosso.

    ResponderEliminar
  11. Paulo, 5 estrelas.
    Ficas, para mim e desde já no comando de um pelotão da nossa esquadra. Nem sequer começas por aspirante, posto minímo Alferes já com meia fita para Tenente.
    Ordenado é com o Presidente.
    Bilhetes prá bola vai no Batalha, mas camisola ainda é capaz de se arranjar, queres em cor-de-rosa ?

    Em relação à esquadra acredito nas decisões e pouco percebo para opinar (sou adepto do tudo ao molho e fé em Deus, tipo 3-7 e o guarda-redes até vai á frente nos cantos) mas gostei da tua base de dados. Cá o meu miudo é mais wrestling e eu até contratava o Cena para defesa central.

    Nunca mais começa a bola carago.

    ResponderEliminar
  12. Paulo Pereira :

    Excelente !

    Mas , toma nota que vais ter que pedir desculpas ao RENTERIA ...

    ResponderEliminar
  13. paulo, confesso que me fizeste-me rir com essa da actuação do Oscar QueGOzo pá!! ..LOL...os minutos 28 e 46, é já para preparar a próxima época quando estiverem todos vestidinhos com o equipamento alternativo rosa..LOL

    Parabéns pelo post!

    www.flthedagon.blospot.com

    ResponderEliminar
  14. bruno sousa12 julho, 2007

    Gostei da comparação do Porto com um exército, caminhando imparável. Mesmo com as vendas. Não sei se viram ontem o Espanha-Brasil, no Mundial sub-20. Leandro Lima, reforço do Porto, deixou água na boca. Para além de uma série de pormenores, que mais uma vez foram compleamente ignorados pelos jornais (e pensar que fizeram crónicas do Cardozo na Copa América)marcou um golo magistral. Podemos ter ali mais um diamante por lapidar. Parece-me franzino, o que é mau para quem vai apanhar com o Katsouranis ou Petit pela frente, mas com estes reforços estou confiante para mais uma excelente equipa. E Paulo, quem sabe, não surpreendemos na Europa? Seria mais fácil na UEFA, pois o nível é + baixo, mas podemos ser uma agradável confirmação.

    Um abraço,

    ResponderEliminar
  15. Paulo, é bom mesmo que venha um reforço sonante para a frente de ataque, pois os outros sectores parecem-me estar bem servidos. É que com o início da Superliga, com o calendário que nos calhou, vai ser um inicio tremendo! Braga, Sporting e Leiria, onde por acaso fomos derrotados na época passada. Prova de fogo!

    ResponderEliminar
  16. Uma dica: que acharam do Cabañas? Eu julguei-o combativo, rápido e com um remate muito fácil e perigoso! Para mim é mais completo que o Grandalhão e deve ser mais baratinho...A avaliar pelo peso!Fez-me lembrar o "velho" Djalma ou o "ido" Derlei dos bons tempos, mas em ambos os casos mais completo...

    ResponderEliminar
  17. Antes de mais: boa estreia.
    Uma pequena reflexão: imaginando que lucho e quaresma vão embora e que temos renteria, adriano, postiga, edgar, lisandro, rui pedro(que n pode jogar)... a compra de mais um jogador seria sinonimo de alguma venda ou dispensa... penso eu de que... e gastar 10 milhões num jogador, não é para equipas que ganhem taças UEFAs e Champions num passado recente... mas sim para equipas que equilibram as contas, a perder titulos e a jogar de cor-de-rosa...ab

    ResponderEliminar