15 maio, 2011

Caiu o pano sobre 30 jornadas invictos

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

assistência: --- espectadores.

Árbitro: Hugo Miguel (Lisboa); Assistentes: Nuno Pereira e Paulo Soares.

Marítimo: Marcelo, Briguel, Robson, Roberge e Luciano Amaral; Rafael Miranda, Alonso e Benachour; Djalma, Baba e Kléber.
Substituições: Rafael Miranda por Marakis (30m), Alonzo por Danilo Dias (59m), Kleber por Heldon (72m).
Não utilizados: Peçanha, Ricardo Esteves, Luís Olim e Tchô.
Treinador: Pedro Martins

FC PORTO: Beto, Sapunaru, Rolando, Otamendi e Álvaro Pereira; Souza, Guarin, Ruben Micael ; Varela, James Rodriguez e Walter.
Substituições: Sapunaru por Sereno (46m), Guarín por Belluschi (61m), Walter por Mariano (78m).
Não utilizados: Kieszek, Maicon, Falcao e Christian Atsu.
Treinador: André Villas-Boas.

Marcadores: Varela 21m, Walter 32m.

Cartões amarelos: Sereno 70m, Robson 75m..

27 vitórias e apenas três empates. Foi este o percurso notável do FC Porto na Liga 2010/11. Uma equipa invencível construída por André Villas-Boas, que hoje até se deu ao luxo de poupar muitos dos habituais titulares na deslocação aos Barreiros para defrontar o Marítimo.

Contudo, é também um luxo poder contar com uma segunda linha que não apresenta quebras de rendimento significativas e que esta noite bateu os maritimistas por 2-0. Sem Helton, João Moutinho e Hulk, e com Belluschi e Falcao no banco, os dragões entraram bem no encontro.

Sem forçar o ritmo, a equipa azul e branca assentou com facilidade o seu jogo e desde cedo limitou a manobra dos madeirenses, que já entraram para esta partida com a sua situação na Liga - manutenção – perfeitamente definida.

Assim, parecia uma questão de tempo até o FC Porto marcar. E foi preciso esperar apenas 21 minutos pelo golo pleno de classe de Varela, na sequência de uma assistência perfeita de Guarín.

Pouco depois, foi a vez de Walter reforçar a sua imagem de eficácia e aproveitar os poucos minutos que dispõe para marcar, assinando o 2-0 aos 32’, numa cabeçada exemplar, após um grande cruzamento de James Rodriguez.

Com a vantagem construída no primeiro tempo, os dragões limitaram-se a gerir a partida na segunda parte. Apesar de o Marítimo ter reagido e mostrado empenho em chegar ao golo, a equipa portista conteve sempre as ameaças e exibiu solidez e muita competência.

Acto contínuo, chegou o apito final de uma temporada imaculada do FC Porto. Melhor ataque, melhor defesa e campeão sem uma única derrota. Melhor era (praticamente) impossível para André Villas-Boas…

DECLARAÇÕES NO FINAL DA PARTIDA

André Villas-Boas: «Isto é algo que fica para a história, na memória de todos nós. É muito complicado terminar um campeonato sem derrotas no futebol moderno. Seguramente não voltará a acontecer. Temos um sentimento muito forte de orgulho pelo que fizemos. Espero que fique na memória o campeonato sem derrotas e a maior distância pontual para o segundo classificado, sobretudo quando os clubes investem tanto dinheiro. 84 pontos com 16 equipas são muito pontos. Vencer a Liga Europa é complicado. Estamos confiantes, mas tudo pode acontecer. O SC Braga tem muita qualidade e desejo em vencer. Nós também queremos a liga Europa e esperemos que a nossa organização seja suficiente para vencer o SC Braga.»

Varela: «Foi um grande jogo e a equipa foi séria. Conseguimos um grande vitória e com 21 pontos de avanço sobre o segundo, uma vantagem histórica. É um motivo de orgulho para todos nós. Fizemos um feito muito difícil e estamos muito felizes. Na 4ª feira, é uma final e numa competição diferente. Vamos estar atentos ao SC Braga, é uma grande equipa.»

VÍDEO DO JOGO

12 comentários:

  1. PORTO CAMPEÃO! Melhor ataque, melhor defesa! 30 jornadas, 30 jogos a marcar golos! 16 vitórias consecutivas, um recorde! Campeão SEM DERROTAS, um feito! MAIOR DIFERENÇA DE SEMPRE para o 2.º classificado (21 pontos), excelente! MELHOR MARCADOR do Campeonato, Hulk!

    Época de sonho, fantástica! Não dá para dizer mais nada… Estou muito feliz, radiante. Obrigado meu grande, meu querido FC PORTO!

    BIBÓ PORTO! BIBÓ PORTO! BIBÓ PORTO! BIBÓ POoooooooooRTO!

    ResponderEliminar
  2. Boas,

    infelizmente não vi o jogo, foi a primeira vez esta epoca, mais ainda que as radios portuguesas só transmitiram o jogo entre o 3º e 4º lugar, deixando de foram o campeão e o feito historico (depois do 25 de abril) de ser a unica equipa invicta do campeonato.
    Com os nossos melhores marcadores de fora da equipa demonstramos mais uma vez que somos um todo ... esse é o nosso segredo ... e felizmente temos um treinador que compreende o que é SER PORTO !!!
    Independentemente do resultado das 2 finais que faltam a grande contratação da epoca é o "miudo" AVB !!! não tenho adjectivos para descrever o fabuloso trabalho que fez esta epoca.
    Ter um treinador de sangue azul, humilde, dedicado e trabalhador é o ingrediente principal para fazer deste porto campeão.

    Um abraço

    http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. azia dos encornados já é tanta com este feito do nosso porto k hoje passando apenas meia hora do jogo a bíblia e rescarro dos encornados publicaram mais uma video do youtube do Jacinto Paixão confirma confissão k tinha feito antes.da parte do porto so temos agradecer a essas pessoas por mostrar k o glorioso FC do Porto contra tudo e contra todos vai continuar a ganhar e mostrar com estas coisas são as vitaminas k o porto toma para partir para novas conquistas.

    ResponderEliminar
  4. Dragão Azul Forte disse tudo. Só faltou uma coisa. Melhor marcador e segundo melhor marcador.

    Sem palavras. Temporada HISTÓRICA! para um dia recordar.

    ResponderEliminar
  5. Campeonato notável com um resultado histórico.

    Do jogo de hoje apenas dizer que o Otamendi e o Rolando têm de ter muito mais atenção e concentração pois facilitaram em demasia como aliás já tinha acontecido com o Paços.

    Parabéns a todo a equipa e é um prazer enorme ter à frente destes fantásticos jogadores um técnico jovem e um portista que vibra com os golos como qualquer um de nós, adepto de bancada.

    PORTO SEMPRE!

    P.S. Roger, esse jornal deixei de o utlizar (nem sequer no wc para limpar o ... pois podia criar alguma alergia). O Paixão deve é mostrar a conta bancária e as últimas transferências.

    ResponderEliminar
  6. Meus caros amigos, não vi o jogo, nem ouvi o relato, não sei se jogamos bem, mal ou assim-assim, mas também não interessa. O que é importante referir é que esta época foi fantástica e histórica. Este Porto de André Villas-Boas é o melhor de sempre, com 27 vitórias e apenas 3 empates, em trinta jogos, melhor defesa, melhor ataque, os dois melhores marcadores do campeonato. Para além disso e que já é muitíssimo, esta equipa jogou mal poucas vezes, bem muitas vezes, deu espectáculo por várias vezes. Sem esquecer a cereja no cimo do bolo, CAMPEÕES na Luz, supremo vexame para o mais, maior, melhor, grande clube do mundo, que, incapaz de qualquer gesto de fair-play, lamentavelmente só lhe ocorreu apagar a luz e ligar a água.

    A superioridade deste PORTO VINTAGE, colheita 2010/2011, é esmagadora e deixa o segundo a 21 pontos, maior diferença de sempre e o terceiro a 36. Perante todos estes argumentos, que só quem é cego não vê, o que fazem aqueles que deviam ser os primeiros a destacar o brilhantismo do campeonato portista? Entretêm-se, com ajuda de uns vermes, uns sabujos e um saco de mijo, perfeitamente identificados, a denegrirem o melhor clube português. Quando já era praticamente garantido que um dos finalista da Liga Europa seria o F.C.Porto e o outro, pensavam eles, seria o Benfica - é só ver o que andava e ainda anda por aí, com promoções para Dublin e tentativa de vender bilhetes e viagens ao desbarato... -, as ratazanas de esgoto e para marcar terreno, começaram com as mais miseráveis campanhas contra os Dragões. Primeiro e com a ajuda de vários "artistas", que já estão identificados, a campanha para denegrir o F.C.Porto junto de jornais espanhóis; depois, quando os Tribunais deram razão ao F.C.Porto e a Pinto da Costa, apareceu um áudio, sem ponta que se lhe pegue, para cortar o impacto da notícia; finalmente, quando o Porto faz história, um vídeo ridículo, que só convence débeis mentais ou alcoólicos, que, frustrados e aziados, encontram nestes patetices, sem ponta por onde se lhe pegue, as alegrias de uma época desastrosa, com várias enrabadê-las a sangue frio.
    Coitados dos tristes! Será que eles pensam que é assim que nos vão desmoralizar, para depois derrotar? Será que depois de tantos anos e com tantos exemplos, ainda não perceberam que esse caminho só nos dá força e motivação? Continuem por aí, a vossa má língua é directamente proporcional às nossas vitórias. Mas atenção, isto ainda não acabou e se houver normalidade, ainda vão ter de fazer mais duas campanhas difamatórias.

    Notas finais:
    Como vi o pequeno resumo do jogo, que obviamente não dá para muito, apenas destaco o passe, maravilhoso, de Guarín e o grande trabalho de Varela no 1º golo. O passe de James, que não fica trás do seu compatriota, para o 2-0 de Walter.
    Não houve lesões e quarta-feira teremos em Dublin um Porto forte, confiante, motivado para continuar o compromisso com a vitória, porque esse é o nosso destino. Não é em vão que o nosso lema é: F.C.Porto a vencer desde 1893.

    Muitos portistas no aeroporto e nos Barreiros a apoiar o Campeão. Tenho Maradona no pensamento quando me lembro de todos aqueles que, cegos pelo facciosismo e o sectarismo, são incapazes de reconhecer a grandeza nacional do F.C.Porto. Mas falta apenas uma semana para acabar a época... Depois vai haver muito tempo para tratar dos Serpas e afins, de todos aqueles que, por acção ou omissão, passam o tempo a sujar o nome do F.C.Porto.

    Agora, concentração absoluta nas duas finais que temos para disputar, finais que queremos muito ganhar. O Céu é o limite, FORÇA PORTO!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  7. http://www.plubee.com/porto
    Viagem a Dublin

    ResponderEliminar
  8. Bom dia,

    Ontem esta equipa 2010/2011 escreveu mais uma linda página da história do nosso clube. Fizeram um campeonato notável, e com todo o mérito conseguimos o ambicionado "resgate" do título que por linhas travessas nos foi dificultada a conquista na época transacta.

    21 pontos de vantagem sobre o segundo classificado resume a época. Fomos implacáveis e vencemos com toda a justiça este campeonato, sem qualquer derrota. Fica o sabor amargo de 3 empates. Um diante do V. Guimarães por demérito nosso. Um em Alvalade fruto de uma arbitragem vergonhosa de Jorge Sousa, e outro diante do Paços com mais uma arbitragem vergonhosa do palhaço "Cómico" Machado.

    Agora, a equipa tem como diz o Futre estar "concentradissima". Na quarta-feira temos uma Liga Europa que sonhamos conquistar e respeitando o Braga e com muita humildade e garra, poderemos vencer e fazer mais uma vez história a nível europeu.

    Abraço e bom domingo

    Paulo

    http://pronunciadodragao.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Mais um feito fantástico, invictos...

    Agora preparar muito bem Dublin com concentração, garra e humildade sem nos colocarmos como favoritos.
    E ter atenção na defesa que ontem deu umas baldas...
    Viva o Porto.

    ResponderEliminar
  10. Época de sonho sem dúvida alguma!

    Mais um objectivo alcançado, num estádio sempre difícil. Campeões invictos, pela primeira vez!

    Não há adjectivos capazes para classificar este momento histórico.

    O jogo não foi um bom espectáculo de futebol, face ao ritmo de treino e quiçá ao instinto de defesa de alguns atletas, salvaguardando o mais possível a presença nas finais que se avizinham, muito mais importantes que a manutenção da invencibilidade. Não fora a bela exibição de Beto, na segunda parte e talvez esse desiderato não teria sido conseguido.

    Relevo naturalmente a atitude dos atletas tendo em conta a sua predisposição para se aplicarem nos dois próximos confrontos, que espero, sejam para festejar.

    Eu confio muito nesta rapaziada!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  11. Mas o Marítimo só não marcou porque Beto teve um desempenho
    de elevado nível.



    Abraço

    ResponderEliminar
  12. Carlos M.15 maio, 2011

    Segundo o Horóscopo Chinês, 2011 é o ano do Coelho, mas em Portugal é mais do que evidente que estamos perante o ano do Dragão.
    O FC Porto vence em todas as frentes no futebol, fazendo História e batendo recordes; vence em outros desportos, como o andebol; e vence também na justiça.
    É o desmoronar completo dos fazedores da "verdade desportiva" caseirinha. Quando parece que não é possível o benfica ser ainda mais humilhado do que já foi esta época, eis que surje a justiça a repôr a verdade nas movimentações fraudulentas e hipócritas do benfica nas fantochadas de apitos "amarelados" (pela vergonha encornada) e "finalizados" (pela justiça dos tribunais). Falta agora repôr a verdade sobre a época passada, tendo o FC Porto já pedido uma indemnização á FPF, e seguramente que, também neste caso, o Porto sairá vencedor, pois os factos são óbvios e já ficaram provados o ano passado (um rapazinho encornando na Liga ofereceu o campeonato ao benfica, através de uma decisão contrária áquela que os juristas isentos e a FPF posteriormente decidiram).
    Quanto ao Villas-Boas, até há pouco tempo sempre pensei que o legado do Mourinho era imbatível. Para mim o Mourinho não é apenas o melhor treinador da actualidade, mas o melhor treinador de todos os tempos, por tudo que já ganhou em apenas 11 anos. Mas, quando pensava que dificilmente poderia surgir algum treinador a rivalizar com Mou, eis que aparece um "miúdo" - seu antigo pupílo - a desafiar o outrora mestre e a mostrar que talvez o título de melhor treinador de todos os tempos não esteja encerrado. Daqui a 10 anos farei nova avaliação! :)
    Mas desde já podemos perceber duas qualidades em que o Villas-Boas suplanta o Mourinho:
    1ª É um PORTISTA.
    2º É mais simpático e bem-humorado que o Mou.
    E onde despontaram estes dois grandes treinadores da actualidade, fazedores de História, criadores de mitos, feiticeiros do futebol?
    Na invicta cidade do Porto do agora invicto FC Porto!
    Parabéns PORTO!

    ResponderEliminar