21 fevereiro, 2008

Último segundo fatal!



FC Porto, 33 - SL Benfica, 33
- Liga Portuguesa de Andebol, 21ª Jornada -
1º ABC (54 pts, 20 jgs), 2º Benfica (46 pts, 19 jgs), 3º FC Porto (46 pts, 19 jgs).

Desalento, frustração e revolta foi tudo o que senti no segundo final da partida de ontem à noite no Pavilhão de Santo Tirso a que assisti ao vivo. O FC Porto não se pode queixar de falta de apoio... nós, os adeptos, fizemos tudo o que nos era possível.

O jogo começou bem para os Dragões (7-3), mas, como habitualmente nos últimos jogos, a equipa desconcentrou-se e foi para o intervalo a perder por 19-18, numa partida onde se defendeu muito mal. Na 2ª metade, estivemos a ganhar por 3 golos com Bosko e Filipe Mota em bom plano, mas na ponta final, o equilíbrio voltou e o Benfica chegou mesmo a liderar por 1 golo.

Nos últimos minutos com Ricardo Moreira (melhor marcador com 7 golos) e Tiago Rocha em grande, o FC Porto chega aos 33-31 e o pavilhão em êxtase já canta vitória. No ataque seguinte, os árbitros permitem jogo passivo ao Benfica que a muito custo reduz para 33-32. Logo de imediato, e sem qualquer justificação, levantam o braço para assinalar jogo passivo ao FC Porto, obrigando a um remate em desespero sem sucesso. Depois o Benfica perde a bola, mas é-lhes assinalada uma falta a favor, e com os jogadores do FC Porto completamente desconcentrados, permitem a 1 segundo do fim que Rui Silva empate o jogo de 9 metros e sem qualquer oposição.

Uma equipa que quer ser campeã, não pode sofrer golos destes... as desconcentrações pagam-se caro. Da arbitragem devo dizer que na parte final demonstraram ao que vinham, para azar do FC Porto.

Não me lembro de sair de Santo Tirso tão desanimado, como ontem. Com este empate e a 1 ronda do fim da fase regular, FC Porto e Benfica têm os mesmos pontos, mas o 2º lugar é dos Lisboetas. Na última ronda (domingo 18h), o FC Porto vai a Águas Santas e tem que ganhar e esperar uma escorregadela do Benfica em casa diante do Madeira SAD. Se tudo correr normalmente, o Porto ficará em 3º e nas meias finais a vantagem do factor casa será do Benfica.

O ABC é que parece jogar noutro campeonato, tal como o FC Porto em hóquei que ontem somou mais uma vitória: 4-1 em Alenquer.

7 comentários:

  1. Foi pena...

    E acredito piamente k te sintas assim, desanimado. Tb eu, à espera do resultado final (sabia k perdiamos ao intervalo, por informação do Dragão Vila Pouca), ansiando pelas boas novas...

    Estas não só não chegaram, como ainda por cima, numa reviravolta do Destino, sofremos o empate, com sabor a derrota, no último instante...

    Coisas em k o Desporto é usual. Em Paris comemoramos efusivamente o golo no último lance. Otem coube-nos o inverso. Nada está perdido, mas foi pena tantas desconcentração junta...e "+ alguma coisa"...

    ResponderEliminar
  2. Lucho, como é que estava o Pavilhão?
    Composto a nível de assistência?

    ResponderEliminar
  3. Muito bem Estilhaço. Muita gente. Alguns mouros também. 70% da lotação...Não foi por falta de apoio...Das claques é q nada. Tirando o hóquei q tem acompanhamento excepcional dos SD Gaia, no andebol e basket quase nunca aparecem. O que se lamenta.
    Estavam lá a apoiar Alberto Babo e Júlio Matos do basquetebol E também o Prof.António Cunha, ex-treinador de andebol do FC Porto.

    ResponderEliminar
  4. Pois, o facto de ser a meio da semana e em Sto. Tirso impede muita gente de se deslocar.
    Mudará, de certeza, quando for no Dragão.
    A ver é se não nos lixam lá com o preço dos bilhetes:-)

    E essa falta contra, nos últimos segundos?
    Alguma explicação?

    ResponderEliminar
  5. Lucho, as claques só vão onde sabem, que quem dirige ( a seccção) gosta de os ver lá.Posso-te dizer que no Basquetebol eles não são bem vistos. Quem dirige o basquete não os quer lá.
    Esperemos que quando for no dragaozinho acabem todos os problemas de apoio.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. A arbitragem nos últimos segundos ajudou claramente o Benfica. O banco do FC Porto foi uma vez mais mt macio... O Donner é q n se calava, penso q até mete medo a alguns árbitros. No último lance não me pareceu falta mas nada justifica q todos estivessem a dormir. Doeu-me mt aquele golo. A viagem até Vila do Conde durou uma enormidade.

    ResponderEliminar
  7. É, parece que esta semana está a demorar uma eternidade... pq será? e eu a pensar que isto só sucedia pós futeboladas nas noites de 6ªs feiras.

    Lucho, vendo o filme através das tuas palavras, é realmente incrivel como se deixa empatar um jogo desta forma... e logo no último minuto.

    Quanto à falta, deduzo que está implicito nas tuas palavras que o foi... o problema ali foi outro... a sonolência dos nossos campeões.

    Mas vamos com calma... nas «meias», acertamos contas com esses nenucos.

    ps - quanto ao tal apoio das claques e não só, posso apenas dizer-te que te dou o meu exemplo... sempre gostei das modalidades e vi muito e muitos jogos no antigo pavilhão das Antas, mas desde a demolição, fruto da deslocalização das amadoras, deixei de as acompanhar... lembro-me ainda de ter ido ao Rosa Mota ver uns joguitos e pouco mais que isso... e a Fânzeres, tendo ido agora com mais assiduidade, pelas saudades e para matar o vicio, e porque por norma estão lá o Lucho e o Estilhaço, caso contrário, o mais certo era mesmo ficar por casa. Mas qd o Dragãozinho «nascer», com toda a certeza, vou ser um cliente mais, muito mais assíduo... podem apostar!

    ResponderEliminar