11 maio, 2013

"Já nos fizeram tantos funerais"

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Vítor Pereira quer um FC Porto a "dominar o jogo", a "pressionar alto" e diz que sabe mas não divulga como vai jogar o Benfica. O treinador antecipa um grande jogo amanhã no Dragão e diz que os “adeptos mereciam” um clássico assim.

O que espera deste clássico?
O campeonato, os nossos adeptos, mereciam que este título fosse discutido até ao final. É um jogo que toda a gente vai querer ver, entre as duas melhores equipas do campeonato. Vai ser um grande jogo.

É uma vantagem jogar em casa?
Já nos fizeram tantos funerais que o facto de chegarmos a esta altura com a possibilidade de vencer… O que a realidade traduz é que neste momento o Benfica é primeiro, depois do jogo vamos ver quem será primeiro, mas o que é fundamental é chegar em primeiro no fim do campeonato. Os jogos não se compram, têm de ser conquistados.

Há uma semana disse que era impossível que o título fosse atribuído por mérito desportivo, agora acha que estão criadas as condições para o título ser atribuído por mérito?
Esta semana fui criticado por ter admitido, ou por a minha comunicação ter sido nesse sentido. O que vos posso dizer e entendam como quiserem, é que a estratégia que adoptei deu-me razão. A interpretação é vossa, digam aquilo que quiserem. Adoptei a estratégia correcta e o resultado do Estoril deu-me razão.

Tendo em conta os últimos resultados, o momento das equipas, tendo em conta que joga em casa, acha que é favorito?
Já nos fizeram o funeral várias vezes nesta época e chegamos a duas jornadas do fim sem qualquer derrota e em condições de discutir o título.

Jorge Jesus disse a meio do campeonato que a equipa que mais cedo saísse das competições europeias tinha vantagem na conquista do título, assina por baixo?
Não tenho de fazer qualquer comentário, perguntem-lhe a ele.

Que lhe pareceu a nomeação de Pedro Proença para arbitrar este jogo?
Espero uma grande arbitragem, com o nível da equipa de arbitragem que foi nomeada, com a qualidade individual e colectiva. Árbitro de nível mundial, que faça um grande jogo, é o que eu espero. Estamos preparados para este grande jogo e aguardamos com muita vontade pela hora do jogo, porque queremos reafirmar a nossa qualidade, queremos ver reafirmada a nossa identidade, da equipa, como clube e a identidade dos nossos adeptos. É isso que quero ver amanhã.

Este é o jogo mais importante da sua carreira?
Já tive vários jogos decisivos. Para mim o jogo mais importante ainda está para vir. Sou novo, a minha carreira ainda está no início e o jogo mais importante ainda está para vir.

Como avalia a sua equipa?
Estamos bem. Estamos motivados, trabalhamos bem durante a semana, preparamos bem o jogo e estamos preparados para discutir o jogo com a nossa identidade.

Acha que tem agora um ascendente psicológico sobre o adversário?
Não sei responder a isso, o que sei é que a minha equipa está bem, está preparada, está motivada. Os nossos adeptos mereciam um jogo destes e queremos proporcionar um grande espectáculo.

O facto de Enzo Perez estar em dúvida pode ser uma vantagem?
O Enzo Perez vai jogar, mas se joga esse ou outro qualquer isso não nos diz respeito, não altera minimamente a nossa identidade, temos provado isso ao longo de toda a época. Nós gostamos de dominar o jogo, gostamos de ter bola, gostamos de impor o nosso jogo com bola, gostamos de ser pressionantes e é a afirmação dessa identidade que quero ver amanhã.

Está mais sorridente e bem-disposto que em outras conferências de imprensa… Este é um momento de afirmação pessoal?
Se estiver aqui dez anos ainda vou ter de estar aqui a provar a minha qualidade. Quem avalia a qualidade do meu trabalho sou eu próprio, nem o clube nem ninguém, sou eu próprio. A questão da afirmação vai-se fazendo com qualidade de trabalho. Só vos quero recordar que estou há dois anos no Porto e sabem quantas derrotas tenho no campeonato?

Já disse que Enzo Perez vai jogar e com quantos pontas-de-lança vai jogar?
O Benfica é uma equipa com qualidade. Eu sei como é que eles vão jogar, mas não vos vou dizer como. A minha equipa vai jogar a querer impor o seu jogo, a minha equipa gosta de ter bola, não gosta de andar a correr atrás dela, gosta de jogar no meio-campo do adversário, gosta de ser pressionante no momento em que a perde e o que eu tenho a certeza é que esta vai ser a identidade da minha equipa. Temos de ser equipa, temos de ser clube e temos de ser adeptos.

fonte: fcporto.pt


LISTA OFICIAL DE CONVOCADOS
Guarda-redes: Helton e Fabiano;
Defesas: Danilo, Alex Sandro, Mangala, Otamendi e Abdoulaye;
Médios: João Moutinho, Lucho González, Castro, Defour e Fernando;
Avançados: Kelvin, James Rodríguez, Jackson Martínez, Liedson, Varela e Sebá

0 comentários:

Publicar um comentário