13 abril, 2014

“Bês” permitem reviravolta e perdem com a Oliveirense

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

FC PORTO B-OLIVEIRENSE, 1-2

II Liga 2013/2014, 38.ª jornada
13 de Abril de 2014
Estádio de Pedroso, Vila Nova de Gaia


Árbitro: Nuno Almeida (Algarve).
Árbitros assistentes: Pais António e Valter Pereira.
Quarto árbitro: Luís Ramos.

FC PORTO B: Stefanovic; David Bruno, Mikel, Tiago Ferreira e Quiño; Tomás Podstawski, Pedro Moreira (cap.) e Tozé; Kayembe, Ivo e Gonçalo Paciência.
Substituições: Ivo por Leandro Silva (62m), Tomás Podstawski por Frederic (73m) e Kayembe por André Silva (77m).
Não utilizados: Caio, Bruno Silva, Pavlovski e Rúben Neves.
Treinador: José Guilherme.

OLIVEIRENSE: João Pinho; Carela, Sérgio, Ângelo e Califo; Duarte Duarte, Rui Lima (cap.), Laurindo, Hélder Silva e Guima; Yero.
Substituições: Hélder Silva por Carlitos (46m), Laurindo por Renan (58m) e Duarte Duarte por Ely (60m).
Não utilizados: Mamadou, Paulinho, Zé Sousa e Pedro Oliveira.
Treinador: Artur Marques.

Ao intervalo: 1-0.
Marcadores: Tozé (29m, g.p.), Yero (63m) e Guima (68m).
Disciplina: cartão amarelo a Pedro Moreira (22m), Carela (28m), Califo (71m) e Guima (90m).

O FC Porto B perdeu, este domingo, com a Oliveirense, por 1-2, em partida a contar para a 38.ª jornada da Segunda Liga. Ao intervalo, o marcador do Estádio de Pedroso mostrava 1-0 favorável aos portistas, devido ao golo de Tozé (29m, de grande penalidade), mas a Oliveirense deu a volta ao resultado em cinco minutos, com golos de Yero (63m) e Guima (68m).

​Depois de 30 minutos de um jogo lento e sem ocorrências na partida com a equipa 21.ª classificada da competição, Ivo teve uma arrancada que só foi travada em falta, por Carela, dentro da área. Na conversão da respectiva grande penalidade, Tozé enganou João Pinho e inaugurou o marcador (29m), fazendo o seu 16.º golo na competição. O golo deu também origem ao melhor período dos Dragões no jogo, com Gonçalo Paciência (duas grandes oportunidades) e Tomás a não conseguirem aumentar a vantagem – sendo que, até ao intervalo, o resultado não sofreu mais alterações, apesar de o FC Porto B ter terminado este período com 65% de posse de bola.

O FC Porto B, que não pôde contar com Víctor García (convocado para o jogo da equipa principal) e Zé António (a cumprir um jogo de castigo), permitiu que, na segunda metade, o jogo entrasse numa toada "morna", com a Oliveirense a tentar conseguir algo mais do que a derrota na visita a Pedroso e, na cobrança de um livre por Rui Lima, Yero saltou mais alto e empatou a partida (63m). Aproveitando algum desnorte dos Dragões, Guima deu mesmo a volta ao marcador, apenas cinco minutos depois do empate, após um cruzamento rasteiro de Califo.

Até ao final, houve ainda boas oportunidades para Gonçalo Paciência e André Silva, bem como para Frederic, mas os comandados de José Guilherme não conseguiram inverter o resultado. O próximo encontro dos Dragões, que se mantêm a dois pontos do líder Moreirense, é contra o Benfica B e está agendado para sábado, às 16h00, novamente no Estádio de Pedroso.

fonte: fcporto.pt

CLASSIFICAÇÃO II LIGA
1º - Moreirense, 38j, 18v, 15e, 5d, 69pts
3º - FC Porto B, 38j, 20v, 7e, 11d, 67pts



RESUMO DO JOGO

7 comentários:

  1. que anormais, deixaram-se perdr

    ResponderEliminar
  2. Este Ze Guilherme veio estragar a equipa B enfim..

    ResponderEliminar
  3. os nossos treinadores da formação são todos tansos, só o Capucho é que é bom. o resto são favorzinhos

    ResponderEliminar