13 setembro, 2008

99, é o Baía...

Número 1: Vítor Baía estreou-se com a camisola do FC Porto há 20 anos

“Desde que comecei a minha carreira como sénior, aos 18 anos, quis sempre estar entre os melhores do Mundo e demonstrei-o, não de letra, mas em campo, conquistando títulos importantes e sendo considerado pelas maiores entidades ao nível da Europa como o melhor.” São palavras que Vítor Baía proferiu em entrevista ao “Expresso”, quando ainda acrescentava troféus ao mais recheado currículo do futebol internacional. Palavras que se apresentam como o balanço de uma carreira que findou, mas que jamais será apagada. Como não pode ser apagado o dia 11 de Setembro de 1988, data que marcou a sua estreia com a camisola do FC Porto. Cumpriu-se anteontem, precisamente, duas décadas.

Um cenário caricato permitiu que um jovem de 18 anos entrasse no D. Afonso Henriques como titular dos então campeões nacionais. Quinito era o treinador e o polaco Mlynarczyk a primeira opção para a baliza, mas estava lesionado. O malogrado Zé Beto cumpria castigo e sobrava o jovem Baía, lançado às feras no empate a uma bola. Era difícil de prever que esse momento marcava o início de um percurso verdadeiramente notável e que não se esgota num palmarés ímpar: Baía detém também o recorde de imbatibilidade na Liga portuguesa (1.192 minutos sem sofrer golos), é um dos 10 jogadores que conquistaram todos os títulos europeus (Champions, Taça das Taças e UEFA) e cotou-se como o guarda-redes mais caro do futebol internacional aquando da sua transferência para Barcelona.

O afastamento precoce da Selecção gerou desavenças com Scolari e Ricardo e constituiu o ponto baixo de um percurso que também engloba uma relação impossível com Van Gaal, que lhe fechou as portas do Barça. Não cedeu, ainda aguentou quatro operações e, enquanto competiu, nunca perdeu de vista a missão que sempre o moveu: ganhar, ganhar, ganhar.

16 comentários:

  1. Nesta segunda-feira, tropecei no programa "Dia Seguinte" da Sic Notícias. Resolvi então assistir com atenção ao que diziam.

    Moderador (M): Vamos abordar os castigos resultantes do Benfica-Porto.

    Guilherme Aguiar (GA): O adepto chegou lá, apertou o gasganete ao árbitro assistente. Aqui não há coacção nenhuma.

    Fernando Seara (FS): Você ainda está com essa da coacção?

    GA: Eu estou. Quando eu fui director executivo da liga...

    FS: Não há coacção nenhuma. Porventura, terá havido coração a mais. Bem diferente. Coacção, jamais!!!

    GA: Mas no meu tempo de director da liga...

    FS: Disse alguma coisa errada? Porventura, este adepto de Gaia não será portista? Já me garantiram que o homem pertence à claque dos Superdragões. Isto foi mais uma macacada para prejudicar o Benfica. Por amor de Deus, têm de acreditar em mim. Sei de fonte segura.

    GA: Quando eu fui director executivo da liga...

    M: Falemos do sumaríssimo aplicado ao Luisão.

    FS: Porventura, alguém viu o Luisão agredir alguém?

    GA: Toda a gente viu.

    FS: Não viu nada. Nem tocou no Sapunaru. Está certo ou não?

    GA: Não está. No meu tempo de director da liga...

    FS: E o princípio de igualdade de tratamento? E as 28 câmaras?

    GA: Quando eu fui... 28 câmaras? Não lhe chega a câmara de Sintra?

    FS: Porventura, disse alguma coisa errada?

    M: Dias Ferreira, que comentário lhe oferece dizer sobre estes castigos ao Benfica?

    Dias Ferreira (DF): Que comentário quer lhe diga? O Sporting é sempre roubado. É sempre a mesma coisa. Os árbitros prejudicam deliberadamente o Sporting. Em Portugal os árbitros não prestam. Já todos o sabemos.

    FS: Não estamos a falar do Sporting.

    DF: Desculpe!!! Não é você que me vai calar! O Sporting é sempre prejudicado.


    Acabei por mudar de canal...

    ResponderEliminar
  2. Vítor Baía é e sempre foi ENORME!!!

    Quanto ao 'comment' do hurakatai, simplesmente um must àquilo que eu e milhares de portistas já enojam, salvo o devido respeito pela 'pessoa humana', como soi dizer-se: Não há portistas que defendam o GRANDE FCPORTO???!!!

    A frase, aqui modelo, mas que podia ser outra e noutros programas, onde os 'portistas' continuam mansos (atacados por um qualquer 'geno-provinciano'), como dizia a frase naquele contexto de 'diálogo burlesco' diz tudo: 'Quando eu fui director executivo da liga...' ou seja, não diz nem deixa/se importa que diga nada.

    Aliás, 'e ao FCPORTO disse nada'!!!

    ResponderEliminar
  3. Sempre admirei Baía. O melhor de todos os tempos.

    ResponderEliminar
  4. Visite-nos

    Muito Porto e música da boa

    www.maisfcporto.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Um senhor!Futuro presidente do F.C.Porto. É um palpite...
    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. irriducibili8713 setembro, 2008

    o melhor do mundo...

    ResponderEliminar
  7. Lembram-se que , com BAÍA na baliza , era quase sempre uma tranquilidade ?

    Que outro guarda-redes
    (do Porto ou da Selecção ) foi capaz de nos transmitir tanta tranquilidade e segurança ?

    Do Porto não conheci nenhum.
    Da Selecção , a excepção ,
    foi o Damas .

    ResponderEliminar
  8. Eu, contrariamente a mt gente, acho q o Helton dá tranquilidade. Sim, dá frangos e está longe do BAÍA qd estava no seu esplendor (89-2005)

    ResponderEliminar
  9. (cont...)

    Mas Helton é um bom guarda redes, acho q estamos bem servidos.

    Agora como o BAIA não há mais nenhum.

    ResponderEliminar
  10. Hurakatai,aqui há uns tempos encontrei o Dr.Guilherme Aguiar,vinha ele a sair e eu a entrar no Metro,junto à estação de S.Bento.Aproveitei para lhe dizer: "doutor,porque permite que o F.Seara e o D. Ferreira estejam sempre a interrompê-lo quando está a falar?!"
    Ele limitou-se a sorrir e a dizer é uma questão de feitio.
    Agora eu afirmo:o que se verifica no procedimento desses sujeitinhos, é a falta da mais elementar educação e de respeito pelo próximo.
    No lugar do Dr.Guilherme Aguiar já tinha imposto regras,ou deixavam de interromper-me ou então abandonava o programa.

    Abraço

    ResponderEliminar
  11. Informação de última hora:

    ANDEBOL: FCPORTO IMPARÁVEL.

    ACABOU O JOGO DA 3ª RONDA:

    A.SANTAS-19-FCPORTO-32

    Em juniores (futebol) tb já acabou:
    FCP-0-V.GUIMARAES-0

    ResponderEliminar
  12. Viva !

    Ainda bem ! Mais uma vitória mais uma alegria.

    Eu gostava mesmo de poder ver um jogo de andebol do Porto ! Para ter uma ideia da equipa. Não apareceu lá em cima na agenda. ( Sei que não se pode ter tudo )

    Mas ,caraças, porque é que a sporttv não dá direitos à rtpi ?

    A sporttv não é mais que um Mostrengo que prejudica a imagem de Portugal !

    Aqui é uma modalidade que está a crescer muito. Parece que a Federação Francesa de Andebol está em luta com os canais privados, pedindo que os jogos sejam difundidos pelos canais públicos.

    Fala-se de ruptura de contratos, etc.

    Quanto a Vítor Baía : Deu-me alegrias e tristezas. Voltarei a comentar. O que é certo é que foi um grande guarda redes.

    Acho bem e justo que seja o Símbolo do Porto !

    E Viva o Porto !

    ResponderEliminar
  13. o jogo de andebol não deu em nenhuma tv

    ResponderEliminar
  14. O Vítor foi um enorme guarda--redes, ele seguiu os passos do Mlinarckzic que para mim voltou a incutir-nos confiança nos nossos GRs...Nunca mais esqueço um jogo na Luz -nem sei se foi o primeiro do Mli- em que ele defendeu um Penaltie decisivo e isso deu-me desde logo a convicção que a partir daí tudo seria diferente...Ele e Madjer devolveram-me a confiança de podermos ganhar sempre.Tínhamos ficado abalados com Tibi's, Borota's e Cª...Mais para trás ficara Américo ou Fonseca! Baía ficará com Mli, no tal patamar de honra do Clube!...Tinham a tal elegância e classe que encontro em Lucho...E isso da postura em campo é importante, dá-nos a noção do que é diferente dentro do que é bom, do excepcional!

    ResponderEliminar
  15. Baía, será eterno... e um digno sucessor da poltrona da Presidência no FC Porto... assim eu espero.

    Desportivamente, dizer apenas que é o recordista mundial de troféus... só um FDP d'um brasileiro é que assim não o achou!

    Azar o desse «veado»... se calhar, quem sabe, a esta hora, poderia ter na sua algibeira um ou mais troféus europeus a nível de selecções se tivesse o mítico «Nr 1» na guarda da baliza nacional... assim, ficou com 1º lugar... dos últimos!!!

    ResponderEliminar
  16. O MELHOR DOS MELHORES!!!

    Parabéns, grande Baía!!!

    FCP 4EVER!!!

    Pedro Sousa, de Braga

    ResponderEliminar