23 setembro, 2008

Entrevista com um dos heróis de Novara 86

A gloriosa década de 80 do hóquei em patins do FC Porto teve sequência nos anos 90 e também agora no novo século mas na verdade a década de 80 é especial por ter marcado o início da nossa total hegemonia na modalidade. Nesse período, ao lado da estrela Vítor Hugo, jogava Vítor Bruno e os dois entendiam-se na perfeição causando verdadeiro terror aos defesas adversários.

Víctor Bruno, agora retirado da modalidade, é o habitual comentador na RTP2 dos jogos de hóquei em patins que a televisão pública nos concede de vez em quando. Victor Bruno foi campeão nacional pelo FC Porto por 7 vezes sendo ainda Campeão da Europa pelo nosso clube em 1986 numa final memorável que se decidiu em Novara e ainda em 1990 numa final que se decidiu em Noia. Foi também campeão da Europa e do Mundo pela Selecção Nacional (1987 e 1991).

Foi destaque num capítulo das glórias do passado em 29 de Abril (aqui) e agora é com todo o prazer que publico esta entrevista exclusiva que o Victor nos concedeu na última semana.

ENTREVISTA EXCLUSIVA
Victor Bruno, ex-jogador de hóquei em patins do FC Porto

1. Qual foi o momento mais emocionante que viveste com a camisola do FC Porto?

Felizmente foram muitos pelo que é difícil escolher só um. Vou no entanto indicar dois que, decorridos todos estes anos ainda me estão bem frescos na memória. O 1º campeonato Nacional que ganhamos. Na penúltima jornada jogamos nas Antas contra o Benfica com o pavilhão completamente cheio num final de Julho. O ambiente era espectacular mas o ar irrespirável, pelo calor, n.º de pessoas e porque ainda se podia fumar dentro dos pavilhões. Valeu a pena, no final a festa foi para jamais esquecer. O 2º momento foi a 1ª Taça dos Campeões Europeus que ganhamos em Novara (1986). Relativamente a esta não faço comentários porque a melhor descrição está no vosso blog (aqui).

2. Ainda consegues recordar os momentos vividos nas finais da Taça dos Campeões diante do Novara (1986) e Noia (1990)?

Claro que sim. Foram duas finais completamente diferentes. A de Novara é inesquecível pelo facto de levarmos do Porto uma vantagem de dois golos e ao intervalo em Novara perdíamos por 1-5. Na 2ª parte viramos para 7-5 e o jogo nem terminou porque o árbitro a cerca de 5 minutos do final entendeu não haver condições para o prosseguir. Na final de Noia foi diferente porque levamos das Antas um resultado confortável o que nos permitiu gerir essa vantagem e fazer um grande jogo com mais uma vitória. Foi na véspera de S. João pelo que o festejámos em Barcelona.

3. Qual o campeonato ganho pelo Porto que mais gozo te deu?

De uma forma geral todos eles deram-me um enorme gozo porque cada um teve a sua história, umas vezes com o Benfica outras com o Sporting só mais tarde apareceu o Barcelos.

4. Qual o treinador e jogador que mais te marcou em toda a tua carreira?

De uma forma geral ao longo da minha carreira tive o privilégio de ter tido bons treinadores, no entanto queria realçar dois em especial, quer pela sua qualidade quer pelo que me marcaram a mim e ao hóquei. O António Livramento e o Cristiano. Quanto ao jogador, a nível nacional o Vitor Hugo, a nível internacional o Daniel Martinazo.

5. A dupla Victor Bruno/Vitor Hugo entendia-se praticamente de olhos fechados, era assim?

De certa forma. Foram tantos anos a jogar e treinar juntos que praticamente sabíamos os movimentos e os espaços que cada um ocupava.

6. Foi difícil a decisão de terminar a carreira como jogador? E agora quando e como se consuma o teu regresso à modalidade, apesar de te ouvirmos assiduamente nos comentários na RTP2?

Depois de estar tantos anos ligado ao hóquei, ter feito parte de uma geração de jogadores e de uma equipa que tantos títulos ganhou não foi fácil tomar a decisão. Foi tomada com muita ponderação e hoje não estou arrependido do seu timing. Um dia destes ainda vou regressar !!!

7. Nunca te aconteceu estares a comentar na RTP2 e um golo do Porto quase te deixar fora de controlo?

Já, mas tenho-me conseguido controlar. Como já faço comentários há vários anos a experiência adquirida ajuda-me.

8. Peço-te uma opinião sobre os seguintes nomes, Ilídio Pinto, Franklim Pais, Cristiano Pereira, Tó Neves e Vitor Hugo.

O Sr. Ilídio Pinto é o melhor Dirigente Desportivo do Hóquei Português de todos os tempos. Só conheço um dirigente comparável a ele a nível Nacional e provavelmente a nível mundial, o Presidente Pinto da Costa. Quanto aos outros quatro, são todos símbolos do desporto Português, do Hóquei em Patins em particular, e já agora grandes amigos com quem tive o privilégio de partilhar os melhores momentos da minha vida desportiva e pessoal.

9. Peço-te agora o cinco ideal da história do FC Porto.

- Franklim, Alves, Vale, Cristiano e Vitor Hugo

10. O FC Porto acabou de garantir o hepta. Como viveste mais este título do FC Porto? Até onde chegará esta equipa Portista?

Em Portugal, vai ser difícil a curto prazo o Porto perder a hegemonia. Falta a esta equipa afirmar-se a nível internacional.

11. O que representa para ti o FC Porto e o hóquei em patins?

Eu diria que quase tudo. Passei os melhores anos da minha vida a jogar hóquei ao serviço do FC Porto e com um grupo fantástico de pessoas, desde os Dirigentes até aos colegas de equipa. Foram momentos inesquecíveis.

12. Neste blog damos espaço às modalidades e recordamos também as suas glórias do passado. Qual a tua opinião sobre esta iniciativa? Peço-te uma mensagem final para os nossos leitores.

Acho estas iniciativas fantásticas. Dão a conhecer um pouco das glórias do passado e permitem o avivar de momentos inesquecíveis.

Um grande abraço para todos os leitores com saudações Portistas.
Viva o F.C. Porto.

Victor Bruno.

Andebol: FC Porto vinga-se do «inimigo» da época transacta
(1º FC PORTO - 11 pts/4 jgs; 2º Benfica - 11 pts/4 jgs; 3º Belenenses - 9 pts/4 jgs)

crónica do FC Porto/São Bernardo (34-28)

Uma boa casa na Póvoa de Varzim numa tarde de sábado que se tornou subitamente chuvosa. Nas bancadas do magnífico pavilhão vislumbrei o nosso amigo Dragão Vila Pouca e acomodei-me para 60 minutos de bom andebol. O FC Porto durante a 1ª metade encontrou sempre na juventude do adversário um factor de dificuldade acrescida mas nos últimos 5 minutos da 1ª metade os Dragões aproveitaram algum desnorte defensivo e ofensivo dos Aveirenses e adquiriram uma vantagem de 19-13 ao intervalo. Este São Bernardo que nos eliminou no play-off da época transacta estava, desta vez, a levar com um FC Porto determinado e confiante.


Na 2ª metade Eduardo Filipe continuou certinho e muito eficaz na longa distância mas foi também muito bem acompanhado pelos pontas Sérgio Martins (principalmente na 1ª parte) e Ricardo Moreira. Em bom nível estiveram também Filipe Mota (excelente início de época), Inácio Carmo, Tiago Rocha e Wilson Davyes. Na defesa há pormenores ainda a corrigir mas Manuel Arezes (na foto em cima), Inácio Carmo, Filipe Mota e Eduardo Filipe formam ali um muro de betão que em breve será reforçado pelo Álvaro Rodrigues.

Os Aveirenses ainda chegaram aos 3 golos de diferença mas o Porto soube sempre tomar as melhores decisões no ataque e por isso nunca a vitória esteve em causa. Arbitragem com muitos exageros a nível disciplinar (13 exclusões, 7 para o FC Porto...). Este Porto está mais seguro de si mesmo, mais confiante e o técnico Carlos Resende tem-me surpreendido pela positiva não rodando exageradamente a equipa, apostando em Filipe Mota a central, e acima de tudo tem passado serenidade para dentro do campo. Isto promete!


O FC Porto joga na próxima ronda na Madeira no dia 4 de Outubro (17h). Este fim de semana o Sporting depois de perder na Luz (30-25) voltou a ser derrotado pelo Belenenses (29-32) enquanto o ABC voltou a perder diante do Benfica (26-25), tendo este último subido ao 2º lugar com os mesmos pontos do líder FC Porto.

DRAGÃO DE OURO: Eduardo Filipe

Voltou a brilhar este fim de semana. 11 golos com remates de longa distância mas também outros pormenores excelentes com golos de 2ª linha, organização de jogo, belas assistências para os colegas de equipa, 100% de eficácia nos livres de 7 metros. Enfim, encheu-me as medidas. Realce ainda para os 6 golos de Ricardo Moreira e de Sérgio Martins, jovem ponta esquerda do FC Porto. Grande golo marcou Wilson Davyes num remate do meio da rua.

ps - No hóquei em patins é já no próximo sábado que se iniciam os jogos oficiais com a disputa da supertaça em Ponte de Lima frente ao HC Braga (17h). Este fim de semana os Dragões aproveitaram para adquirir ritmo no torneio de Vigo (5º lugar) conseguindo excelentes exibições como provam as vitórias sobre o Barcelona (7-6) e o Follonica (3-2) tendo os Dragões consentido uma única derrota diante do Liceo (4-3). No basquetebol ganhamos os 2 jogos amigáveis até agora disputados, 78-50 em casa do Sangalhos e 75-67 em casa da Académica. Hoje às 21h em Matosinhos disputa-se o jogo de apresentação (FC Porto-Vigo) aos sócios. Depois no próximo fim de semana disputa-se o trofeu António Pratas enquanto o nóvel campeonato de basquetebol só começa a 4 de Outubro. No bilhar (masculino/carambola) o FC Porto começou a época ganhando a supertaça (3-1 ao Sporting). No futebol só quero dizer que estive em Vila do Conde onde não fomos felizes mas continuo a acreditar muito neste plantel 2008/09.

Saudações Portistas,
Lucho.

21 comentários:

  1. Agora ficam os agradecimentos à simpatia e disponibilidade do Victor Bruno ao aceitar responder ao questionário q elaborei.
    Foi em meados de Junho que me cruzei com ele no intervalo do 2º jogo da final do play-off em Fânzeres e o abordei colocando-lhe esse desafio que de imediato foi aceite.

    Um abraço e muitas felicidades para o Victor Bruno, um dos melhores avançados de sempre da história do hóquei do FC Porto.

    ResponderEliminar
  2. Agora lanço-vos um desafio... Quem é q me consegue encontrar na foto do jogo de andebol que vem anexa a este post? :))

    ResponderEliminar
  3. É pá, Lucho, o tipo que estava ao teu lado amandou-se mesmo para a fotografia...
    Sobre o jogo não vou tecer grandes comentários, porque o S.Bernardo não deu grande réplica.Fica para um jogo mais a sério.

    Sobre o V.Bruno, já disseste tudo e eu limito-me a apoiar.

    ResponderEliminar
  4. És o segundo a contar de baixo, ao lado do corrimão direito.
    Qual é o prémio ? :-)

    ResponderEliminar
  5. E então o teu amigo Ben Reed foi para os rosas?
    Grande contratacção, os da Ovarense é que não devem estar lá muito satisfeitos.

    ResponderEliminar
  6. Estou com o meu cachecol novo (ao pescoço) do blog biboporto:) Acho q já adivinharam...

    Qt ao Reed é verdade, agora é q me vou passar com ele:)

    ResponderEliminar
  7. Lucho...

    Se não fosse o cachecol do "bibó porto carago" passavas "despercebido" rsrsrsrsrs

    Parabéns uma vez mais, pelo teu post... mais um para juntar á minha colecção :P

    ResponderEliminar
  8. JOGOS DA 3ª ELIM. TAÇA PORTUGAL
    (18 OU 19 OUTUBRO)

    V. Setúbal-Ribeirão
    Arouca-Marítimo
    P. Ferreira-Rebordosa
    U. Leiria-Sporting
    Sertanense-F.C.PORTO
    D. Chaves-Sp. Braga
    Esmoriz-Maria da Fonte
    V. Guimarães-U. Lamas
    Sanjoanense-Gondomar
    D. Aves-Gândara
    Benfica-Penafiel
    Torreense-Académica
    Santa Clara-Lusitano/Fiães
    Nacional-Angrense
    Olhanense-Valdevez
    Gil Vicente-Rio Ave
    Fátima-Farense
    Beira Mar-Atlético Monsaraz
    Aliados Lordelo-Trofense
    Paredes-Cinfães
    Amares-Belenenses
    Boavista São Mateus-Naval
    Portimonense-Pinhalnovense
    Leixões-Caniçal
    Sp.Covilhã-Varzim
    Boavista-Lousada
    E. Amadora-Operário Açores
    Santana-Odivelas
    Vizela-Estoril
    U. Madeira-Camacha
    Fabril Barreiro-Ol. Moscavide

    ResponderEliminar
  9. Curioso o sorteio... O FC Porto já o ano passado foi à Sertã e ganhou então por 4-0 (Golos de Tarik Sektioui 7', Farías 35'e 49' e ainda Kazmierczak 45'+2)...

    Foi bom porque a 15 temos jogos de selecções, depois vem este jogo para a taça a 18/10 e depois a 21/10 temos o Din.Kiev para a champions... Ainda bem q não nos calhou um desafio exigente.

    ResponderEliminar
  10. Vitor Bruno fez parte da mais brilhante e gloriosa equipa da história do hóquei em patins do FC Porto e de Portugal.

    Obrigado Lucho por todo este teu empenho na defesa do ecletismo do FC Porto que muitos parecem nem sequer dar importância.

    ResponderEliminar
  11. E sobre o andebol também acredito que este inicio de época vai motivar ainda mais os jogadores e tenho esperança, muita esperança que este ano ganharemos o título.

    ResponderEliminar
  12. Sem qq menosprezo para outros blogs do FC Porto, que os há e muitos e uma boa meia dúzia deles de muita boa qualidade, muita boa mesmo e que fazem parte diária das minhas visitas bloguistas obrigatórias, sem qq dúvida que por cá, além de muitos outros atributos que a nossa excelente equipe de trabalho produz diariamente para todos nós próprios e os visitantes que aqui diariamente nos vêm cuscar, a diferença, o que marca a grande diferença neste blog, é mesmo esta resenha semanal a cada 3ª feira com os posts do nosso Amigo Lucho que só ele, quem mais?, nos mantém viva a memória e a chama das ditas amadoras do nosso FC Porto.

    Todo o mérito deste trabalho é dele próprio, aqui e acolá apimentado por um outro seguidor que se converteu a este Portismo menos visivel, que é o tb nosso Amigo, Estilhaço.

    Sempre fui e durante muitos e bons anos do saudoso Pavilhão Américo de Sá, um frequente e assíduo adepto das várias modalidades... é verdade que muita dessa assiduidade e acompanhamento se perdeu com a demolição do mesmo e consequente deslocalização das modalidades para outras paragens umas mais próximas que outras (Santo Tirso, Matosinhos, Gondomar, Póvoa Varzim), fazendo a partir dali, apenas um acompanhamento mais à distância do que presencialmente.

    O bichinho, esse, nunca morreu e fruto da criação deste blog e das muitas, boas e excelentes amizades que já tive oportunidade de as aqui fazer, mesmo se ainda hoje não acompanho tão assiduamente as ditas, indo apenas aqui e acolá a Fanzeres (hóquei) e Matosinhos (basquetebol) nos jogos de maior relevo, espero bem que a partir da próxima época desportiva, já no novinho em folha, Dragãozinho Caixa, regresse aos bons e velhos hábitos de passar umas boas tardes a frequentar este nosso novo espaço. Assim o espero.

    Depois, saudar e agradecer os 5 minutinhos de atenção que o magnifico Vitor Bruno nos proporcionou para com a sua habitual mestria e destreza, nos dar a conhecer um pouco mais de si próprio, do hóquei e do clube por dentro, onde viveu, celebrou e conquistou muitas glórias de azul e branco vestido. OBRIGADO VITOR!

    Por fim, dizer que o nosso carrasco da época passada no andebol, desta vez, levou com que contar... é que não é domingo todos os dias! não é mesmo!!!

    ResponderEliminar
  13. Pois,

    Mais uma para a colecção das entrevistas do Lucho. Um dia, quando o Bibó Porto tiver o seu canal de TV próprio, este será o esapço das amadoras:)

    Vitor Bruno pertenceu a uma geração de hoquistas brilhante, fazendo uma dupla temível com o outro Vitor. Nessa epopeia que recuperou para a Invicta a hegemonia sobre rodas, destacam-se as proezas internacionais, com esses 2 títulos de campeão da Europa a serem a face mais visível da dimensão que o Porto atingiu...

    Por falar em amadoras, 6ª feira vou aquilatar da real capacidade da equipa de basquetebol do FCP, que virá a Vagos, jogar com o Guimarães. Oportunidade soberana para a Filipa, a feliz proprietária de uma camisola oficial do FCP, comprada com a ajuda inestmável do Blue, ver in loco os seus heróis. Sim, pk apesar dos 6 anos de idade, o sangu azul e branco já a contamina.

    ResponderEliminar
  14. Parece que na inauguração do Pavilhão vai haver 3 jogos contra o Barcelona: andebol, h.patins e basquetebol.
    Como aquilo é pequeno, vai ser o bom e o bonito, para ir.
    Acho melhor meter já uma cunha.

    ResponderEliminar
  15. Viva !

    Que dizer dum semanário que é indispensável ?

    O Porto vai em primeiro e isso é bom.

    Acho bonito a foto em que há o Lucho, mas também e sobretudo (desculpa lá Lucho) porque há uma mãe com um bébé ( com chupeta).

    O andebol é pois ainda um jogo em que se pode ver em família. Aqui igual !

    Tal não poderia ser o caso, por exemplo, no Parc des Princes. O campo oficioso/oficial do Paris St Germain.

    Entrevista, hoje, explosiva de Platini ao Dauphiné Liberé. Insulta a sério A. Wenger ( o que não me desagrada ) a propósito da arbitragem vídeo.

    É já tema de grande debate em toda a blogosfera futebolística Francesa.

    O "L'equipe" (que perde leitores todos os dias) toma, com grandes doses de verniz, a defesa de Wenger.

    Este diário é pro arbitragem vídeo !

    Os insultos são mesmos sérios !

    Adorei a replica de Platini ( não é que goste do homem ) a Wenger quando este diz que não aceitaria que Platini lhe entregue a Taça dos Campeões : Wenger nunca ganhou nada internacionalmente por isso não vai ser amanhã ! Lol !

    De qualquer modo, como já tinha escrito este debate da video arbritagem está a começar.

    Parece-me que o único jornal de futebol a falar a sério sobre o assunto é "Les cahiers du Football" e alguns blogs.

    Caso haja oportunidade e tempo, tentarei voltar com os acréscimos teóricos sobre os textos já publicados aqui.

    O Futebol está mesmo na encruzalhidade dos caminhos !

    E Viva o Porto !

    ResponderEliminar
  16. É como diz o Blue Boy, os posts do Lucho, especialmente estas entrevistas com portistas insuspeitos, são mesmo o ponto forte do blog. Trabalho excepcional Lucho! Continua!

    Sobre o Vitor Bruno, não me lembro de o ver jogar, mas fez parte da melhor equipa de hóquei de todos os tempos do FC Porto. Só isso, fala por si.

    ResponderEliminar
  17. Na apresentação do basket aos sócios o FCPorto ganhou aos Espanhóis do G.Vigo por 81-75.

    ResponderEliminar
  18. O Livramento foi um craque do caraças, ele e Cristiano que vi jogar ainda ele era júnior foram dos melhores que já em Hóquei em Patins. o Hóquei tinha em mim e certamente em muitos -senão na maioria- dos meus coetâneos, muitos e acérrimos apaixonados. Nos célebres Campeonatos do Mundo conquistados no Palácio de Cristal no Porto nas décadas de cinquenta (1952/1956/1958) e de sessenta(1968), a cidade viveu intensa e calorosamente os acontecimentos...Vítor Domingos, Alberto Moreira, Francisco Velasco, Amadeu Bouçós, Jesus Correia, Correia dos Santos, Emídio Pinto, Fernando Adrião, José Vaz Guedes, António Livramento, Júlio Rendeiro...

    ResponderEliminar
  19. Domingos Perdigão, Fernando Cruzeiro...Uma boa parte, parte de leão diga-se, vinham de equipas Moçambicanas e de equipas Nacionais hoje consideradas medianas ou quase extintas, como o Oeiras, Paço de Arcos, Parede, Infante de Sagres, Sintra...

    ResponderEliminar
  20. Meu caro Meireles a minha idade não me permite recordar esses nomes q referiste, eu nasci em 74 e só em meados da década de 80 começei a ter em atenção o fenómeno desportivo e por isso recordo sobratudo a fabulosa equipa de hóquei FC Porto: Franklim, realista, alves, allende, vbruno, vhugo, tneves...

    ResponderEliminar
  21. Eu sei Lucho, a idade tem destes (in)convenientes, à medida que avança dá-nos memórias -riquezas que podemos tratar melhor ou pior-, mas retira-nos a possibilidade de poder imaginar viver as coisas da mesma forma.
    -No entanto, acontecimentos há que parecem-nos sucederam ontem, não há trinta ou quarenta anos, especialmente e curiosamente, acontece mais com os anos mais recuados.
    Há uma penumbra à volta dessas memórias, mas quando as revivemos com intensidade é como se verificassem há poucos dias.
    E depois existem os documentos, as fotografias, as palavras escritas, as provas concretas duma certa existência e aí, perante esses factos incontornáveis, é que acordamos e sentimos como o tempo passa.

    ResponderEliminar