17 setembro, 2008

Só para Dragões… que aqui a música é outra!!!

Ce sont les meilleures équipes,
Es sind die aller besten Mannschaften, the main event,
Die Meister, die Besten, les meilleurs equipes, the champions,
Les grandes et les meilleurs,
Eine grosse stattliche Veranstaltung, the main event,
Theseare the men, Sie sind die Besten, These are the champions,
Die Meister, die Besten, les meilleurs equipes, the champions...
Die Meister, die Besten, les meilleurs equipes, the champions...

É ao som do hino representativo da mais elitista prova de clubes que os Campeões Nacionais abrem as hostilidades na Europa. Noutras latitudes e à mesma hora outros acordes se ouvirão, de premeio ao “…chamem a policia…”, passando pelo êxito “…encosta-te a mim…” ou ainda sob a forma de ringtone “…encosta a tua cabecinha no meu ombro e chora…” num qualquer telemóvel dos animadores de Verão do TAS (leia-se Luís Filipe Vieira/Emílio Macedo). No Dragão a música é outra!!!

Para os mais desatentos, o Fenerbahce é o rival que se atravessa no caminho dos Azuis como primeiro obstáculo à cruzada Europeia, que este ano se anseia e deseja mais vindoura que as pretéritas. Para os menos familiarizados com a língua Turca, “Fener” significa Farol… pois que no anfiteatro Azul e branco a luz do futebol Portista seja guia para a vitória e se acabe a malapata dos sucessivos empates e consequentes arranques em falso na Champions.

Intróitos à parte e delongas no prelúdio cabe-me a mim a antevisão e o alvitrar da táctica e das técnicas, confesso que sou pouco conhecedor do oponente até porque o futebol Turco não encerra em mim grande paixão, ainda assim não custa crer que a equipa de Istambul vai querer dar continuidade ao conto de fadas vivido na anterior edição da Liga Milionária, onde caiu aos pés do milionário Chelsea já nos quartos de final, muito por culpa de um auto-golo consentido em casa. Alicerçados na vontade de repetir façanha, e numa soma avultada de dinheiro, contrataram Luís Aragonês, ex- seleccionador de nuestros hermanos, actual campeão europeu de futebol e como um é pouco trataram de meter no mesmo avião Dani Guiza, finalizador nato e melhor marcador na época transacta em La Liga. Assustados???

Não é motivo para tanto até porque este conjunto apesar de continuar a ser uma excelente equipa não parece ter assimilado ainda a nova concepção de jogo que Aragonês preconiza para o emblema amarelo e negro. Toda a estrutura de jogo assenta em duas premissas, Alex brasileiro que funciona no conjunto turco como uma espécie de ancoradouro de todas as jogadas, é ele o cerne de todo o futebol ofensivo, dotado de uma panóplia de qualidades técnicas joga e faz jogar, está para o Fenerbahce como Lucho está para o Porto.

Depois mas não menos importante que qualquer nome que pontifique no rival otomano, são alguns bem conhecidos, Roberto Carlos, o homem do pontapé canhão (ultimamente pólvora seca), Deivid, velho conhecido que já marcou no Dragão, é na raça, na paixão que emana e inflama o estado motivacional dos jogadores sobretudo os turcos puros, jogadores como Yilmaz, Emre, Kazim Kazim e Semih Senturk são bem o espelho da alma muçulmana que inunda vastas vezes os relvados forasteiros.

O Clube de Istambul chega ao Dragão numa não muito lisonjeira 12ª posição no campeonato turco, contando duas derrotas na liga caseira em outras tantas deslocações a terrenos adversários. O que será motivo de preocupação por si, só se tivermos em linha de conta que para a Champions nos oito últimos jogos longe do seu reduto, o melhor que conseguiram foram dois empates.

É verdade também e entrando no domínio de jogo dos comandados do Prof. Jesualdo é que e apesar dos resultados menos positivos em inicio de época alcançados pelo Fenerbahce, o conjunto turco apresenta neste momento mais minutos de jogo, fruto das três jornada que a liga turca leva já decorridas, mas também muito por culpa do 2º lugar alcançado na época anterior onde ao ficar atrás do rival Galatasaray se viu obrigado a jogar as duas pré-eliminatórias de acesso a fase de grupos.

De facto as três semanas de interregno na Liga Sagres funciona como handicap negativo para os portistas, foi quase como que uma mini pré-época, ainda assim importante na recuperação das maleitas físicas de Tarik e Mariano. Sem dúvida que os dois nomes acrescentados à lista de disponíveis aumenta o leque de desenhos geométricos na zona intermédia, sem Quaresma perde-se o factor surpresa, a magia, ganha-se a meu ver em tempo de posse de bola com Rodriguez, aumenta-se a capacidade colectiva de fechar e pressionar alto sobretudo na zona três de pressão com incidência clara sobre os flancos.

Roberto Carlos é um exemplo de lateral ofensivo, que pode ser explorado pela incidência de jogo à esquerda, obstando-se a subida do mesmo e explorando-se as costas, obriga-se como tal o central a fechar à linha criando espaço para as habituais e perigosas diagonais interiores de Lisandro.

Naturalmente no papel tudo é linear, na prática existe uma equipa do outro lado, na teoria três semanas terão sido fartas em analises técnicas e tácticas do mister, o que por si só será um acautelar de invenções nefastas em cima do joelho. Jesualdo é um bom estratega monta bem as equipas e não raras vezes as incidências do jogo dão-lhe razão, o seu calcanhar de Aquiles é o domínio das contingências e quando a máquina falha só o reset parece solução, pois os upgrades raramente são sinónimo de resolução de problemas.

Quarta-feira será também um tira teimas no que a esquema tácticos diz respeito, são inúmeros os case study de que o sucesso na Liga do Milhões anda umbilicalmente ligado ao 4-4-2, por cá Jesualdo prometeu pincelar o seu 4-3-3, reivindica por homens na posição 6 de porte atlético mas contudo a peça que melhor faz o balanço de jogo e transmite segurança de passe e afinco na recuperação da bola é Meireles. Com o losango em voga, eu sou mais adepto do conceito próprio do pentágono, se objectivarmos que todos os vértices da figura ocupam a zona nevrálgica do relvado. Num rápido e lúdico cerrar de olhos, imaginem estas cinco unidades num qualquer vértice do mesmo, Raul Meireles, Guarin, Lucho, Rodrigues e Hulk, girem o pentágono e vejam o caleidoscópio que são as nuances tácticas que se oferecem ao jogo, sem perda de capacidade física, sem perda de qualidade técnica no ultimo passe ao aríete apontado à baliza de Demirel… óptimo preenchimento de espaços entre linhas e com gente na meia distância capaz de alvejar as redes contrárias.

Não creio contudo que o técnico Azul se configure tão ofensivo surgindo quase de certeza Mariano amarrado aos condicionalismos tácticos do flanco direito onde, apesar de tudo, será uma boa muleta do inexperiente Sapunaru, na esquerda com ausência do uruguaio Fucile, a sorte ditará por certo honras a Benitez (espero que o farol turco não ilumine o Prof. Pardal e surja algum central a jogar na esquerda), sobra a dúvida da continuidade da titularidade para Rolando, sendo que neste jogos a experiência ainda é um posto e por mim o Capitão de tantas guerras tinha lugar no meu Onze.

Este não é um Porto ainda no seu esplendor de outras épocas, ainda que congeminado no mesmo laboratório em que o verbo ganhar se conjuga jogo após jogo, a bitola das transições ofensivas rápidas parece caminhar para o melhor apuro, falta apenas que Licha se reconcilie com o objectivo do jogo e os golos apareçam. Lembrar contudo a Helton que este jogo vale três pontos, e que segundo a regra de apuramento fácil a não sujeição à habitual máquina de calcular para o apuramento configura quatro pontos com o adversário do pote 3, seis pontos com o oponente do pote 4 e os que conseguirmos com o cabeça de serie a decidirem o primeiro lugar do grupo…assim que os Dragões mostrem a sua raça, seguem-se Londres e o Arsenal, como tal ganhar ao turcos não seria nenhum mal.

Em perspectiva, o onze convidado a galvanizar-se sob o bem tratado relvado do Dragão, seria:

Lista de convocados:

Guarda-redes: Helton e Nuno.
Defesas: Benítez, Sapunaru, Lino, Rolando, Pedro Emanuel e Bruno Alves.
Médios: Raul Meireles, Tomás Costa, Fernando, Lucho, Mariano Gonzalez e Cristian Rodriguez.
Avançados: Candeias, Lisandro, Farias e Hulk.


IMPORTANTE: Para os interessados, e visto que o PORTA 29 continua encerrado para férias até Junho (de 2009, certo?!?), provisoriamente, o novo ponto de encontro da malta passará a ser o r/c do Dolce Vita, na «tasca» logo ali ao lado das meninas simpáticas da Vodafone, TMN e não só. Apareçam!!

11 comentários:

  1. Bem vindo à família do Bibó Porto, meu caro...

    Estou em vantagem, pois já te conhecia, e beneficiava desse teu poder de análise técnico-táctico, que é capaz de destrinçar os meandros do sistema portista.

    Pareces um Mister a falar, carago:)

    Hoje é dia grande. Dia de Champions. E dia de matar o borrego de não vencermos à 1ª jornada. Oportunidade soberana, pese o valor dos turcos que, apesar do mau início de temporada interna, têm uma equipa de respeito...

    Uma vitória hoje representa mais do que 3 pontos e dos milhares a tilintarem na conta bancária. Seria o abrir de portas para os oitavos. Eu sei que parece prematuro afirmá-lo, mas os turcos serão um adversário directo e, sendo derrotados, ficarão logo em desvantagem...

    Na equipa que apresentas, parece-me que Jesualdo não te fará a vontade na titularidade de Pedro Emanuel. A boa exibição de Rolando, na Luz, será o bastante para lhe conferir o direito a subr hoje ao relvado. No meio-campo é que se viverá incógnita. Joga Guarin, que esteve afastado perto de 10 dias ao serviço da SElecção? Ou Tomas Costa, que perdeu algum fulgor depois da pálida exibição frente aos encarnados? Ou entra Fernando permitindo que Meireles suba no miolo?

    Logo às 19.45 se saberá. Vamos a eles!

    ResponderEliminar
  2. Caríssimo Bruno Rocha:

    Sejas, então, muito benvindo aqui ao portal dos sonhos dos Dragões, ao nosso, tb teu agora biboporto.

    Foi para mim um prazer intenso devorar as palavras todas q compuseram esta tua excelente antevisão ao jogo. Grande nível nesta tua estreia.

    Esperemos q o Porto nos presenteie com uma bela exibição e uma vitória muito importante frente ao nosso adversário directo.

    Qt à tua equipa escolhida, o Guarin não foi convocado...e eu quase q aposto q joga o fernando a trinco enqt Rolando deverá manter o lugar..

    abraço e q chegue depressa a hora champions...

    As grandes competições para as grandes equipas!

    Por falar em grandes competições há equipas q mesmo sem serem grandes acabam por lá jogar mas invariavelmente naufragam na 1ª tempestade. E o mar da Catalunha até é mt calmo...

    ResponderEliminar
  3. Sobre a equipa e como o Guarin não está convocado, a dúvida coloca-se entre o Fernando eo T.Costa.
    Sobre os turcos, concordo contigo: são equipa forte, bem orientada, e são também orgulhosos, para mais numa fase em que têm 2 derrotas no campeonato e vêm aqui tentar limpar a face.
    Num grupo muito equilibrado, é fundamental ganhar os jogos em cas.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. 'Com o losango em voga, eu sou mais adepto do conceito próprio do pentágono...'
    Bruno, ainda vamos ter o site indexado pelo FBI :-)

    Pois quem assim escreve é Mister, pois claro. O tempo do tudo ao molho e fé em Deus pertence já ao passado.

    Como jogamos em casa aceita-se o 4-3-3 e tb. apostava no Fernando a trinco e talvez no Rolando a central. E digo talvez pois o PE tem mais calo nestas andanças.

    Sería, de qualquer forma, importantissímo, com o devido respeito pelo adversário, afiambrar já os 3 pontos.

    Até logo, à hora e local do costume.

    ResponderEliminar
  5. Fosse quem fosse o adversário de mais logo, o PORTO estará total e exclusivamente virado para uma vitória!
    Depois da decisão do TAS, a confiança da equipa (técnica e jogadores) está ao máximo e não vamos deixar passar em branco a oportunidade de responder em campo áqueles que ousaram achincalhar o nosso nome europa fora.
    Receava há uns tempos atrás, que a nossa imagem saísse "ferida" desta situação.
    Passou :)
    Mais logo, só vai dar Porto. Sortudos vocês que vão lá estar.

    Bem vindo, Bruno Pinto!
    Excelente artigo para estreia :)

    ResponderEliminar
  6. Bruno Rocha, e não Bruno pinto :)

    desculpa, é o que dá escrever à pressa...

    ResponderEliminar
  7. leiam o record que para eles supostamente o caso ainda n ta encerrado, o TAS cometeu uma ilegalidade qualquer... enfim, a boa maneira do record!
    pa logo vai ser o meireles, lucho e tomas costa ja k o guarin n ta convocado!
    vamos come-los pessoal!
    ps: para quem quiser..
    http://www.record.pt/noticia.asp?id=804729&idCanal=17

    ResponderEliminar
  8. Viva !

    Bem Vindo Bruno Rocha !

    Penso que vai ser um jogo muito difícil. Talvez um dos mais difíceis. Para mim.

    Os Turcos já começam a estar rodados e com automatismos. O Porto sai duma paragem importante. Por outro lado, o Fener já tem experiência desta competição.

    Concordo com o argumento da experiência no que diz respeito à escolha de P. Emanuel.

    Quanto ao 4-3-3 estou céptico. Porque não um 4-4-2 ?

    Como ganharemos os 4 jogos (contra o Arsenal e os Russos ) , disso estou convencido, seria bom pensar também em não perder.

    Uma equipa demasiado balanceada para o ataque pode destruir o que é o melhor ataque : A defesa.

    E se neste jogo convem ganhar convem, ainda mais, não perder.

    De qualquer modo faço total confiança no Professor Pardal que, além de ser um herói imensamente positivo do mundo da Banda Desenhada é, igualmente, um génio que já salvou o Porto ( como os seus amigos nas histórias de BD )em inúmeras situações, graças à sua imaginação. Não é qualquer um que ganha o campeonato dos campeonatos com 20 pontos de avanço sobre o segundo classificado.

    Estou confiante !

    E Viva o Porto !

    ResponderEliminar
  9. Quanto à experiência do PE contra-ponho: e quanto à velocidade em que ficamos? É que para aqueles que não saibam,a principal característica do goleador Guiza é a velocidade!
    Para ser franco,tenho algum receio do que o manhoso do Aragonés possa engendrar quanto à estratégia,para nos dificultar a vida.
    Mas...vamos lá ver como a nossa equipa se comporta(?).
    Dado que nesta altura da época a equipa não estará compreensivelmente 100% afinada, prevejo que será preciso muita colaboração entre todos os elementos da equipa para superar esse problema.

    Abraço

    ResponderEliminar
  10. Bruno Rocha:

    Bem, vou-te contar... isto não é uma entrada à Hollywood... é mêmo à Dragôn, carago!!!

    Um tipo como eu que desta «agricultura» das técnicas da táctica ou vice-versa, nada percebe, começa a ler, vai lendo, relendo e voltando a ler... e quando chega ao fim, se não aprendeu nada, ou é burro ou então não sabe ler, só pode!

    Ainda vou ficar mestrado nestas estratégias... mas na hora, quando os nossos guerreiros lá estiverem dentro, com estas ou outras, quero lá saber das pressões altas, baixas, à largura ou na diagonal... eu quero é ver as redes adversárias balançar e o resto é conversa de pa entendido se entreter.

    Bem, bem-vindo a este espaço que a partir de hoje é ainda mais teu do que até hoje era... deixaste de ser um observador/leitor para passar a ser um «residente»... mta BOA SORTE!!!

    aKeLe TRIaBrAçO,

    ps - o lapso do Guarin foi em parte tb meu pq há hora que estive a postar esta tua aula explicativa, já estava a ver mal (pelos vistos, muito mal) e nem me apercebi do detalhe do Guarin nem sequer ter sido convocado... para a próxima, temos de estar mais atentos, senão, esta malta não pára de nos chatear :D

    ResponderEliminar
  11. De facto o lapso guarin..é lapso apenas pork antecipei o post em relaçao a lista de convocados....so por isso..porque a vida profissional nao permite deixar tudo para cima do joelho...

    Obrigado pelos elogios e um bem haja a todos os que fazem deste espaço a sua casa para saber como segue a vida do Dragão...

    É para mim um orgulho poder deixar o meu contributo e impressoes tacticas e tecnicas sobre o desporto que nos une....para alem da paixao ao mesmo emblema e cores...

    Agora para que a entrada em cena seja uma boa estreia so faltam mesmo os 3 pontos...mais nao seja que o espelho da nossa qualidade futebolistica ...ha que provar ao sr.platini que o merito de estar na CL vai ver-se tb dentro do relvado...onde tudo se decide.

    Ate os comemos ..CARAGO!!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar