05 novembro, 2014

DRAGÕES PERDEM EM BILBAU NA UEFA YOUTH LEAGUE

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

Athletic Club-FC PORTO, 3-1

UEFA Youth League (Grupo H), 4ª jornada
5 de Novembro de 2014
Campo de Futebol de Lasesarre, em Barakaldo, Bilbau


Árbitro: Thoroddur Hjaltalin (Islândia).
Assistentes: Áskell Thór Gíslason e Johann Gudmundsson (Islândia).
Quarto árbitro: Ricardo De Burgos (Espanha).

ATHLETIC CLUB: Oleaga; Nuñez, Alonso, Ozerinjaureg e López; Garai, Baque e Guruzeta; Jurgi (cap.), Córdoba e Villalibre.
Substituições: Guruzeta por Vicente (58m), López por Arego (69m) e Córdoba por Azpiazu (78m).
Não utilizados: Areitio, Sillero, Larrayoz e Fernández.
Treinador: Gonzalo Suances.

FC PORTO: Raul Gudiño; Fernando, Malthe, Verdasca e Lumor; Fidelis, João Cardoso e Élvis; Sérgio Ribeiro (cap.), Ruben Macedo e Leonardo.
Substituições: Fidelis por Rui Pedro (61m), Sérgio Ribeiro por Luís Mata (74m) e João Cardoso por Bruno Costa (75m).
Não utilizados: João Costa, Jorge, Rui Silva e Clever.
Treinador: António Folha.

Ao intervalo: 0-1.
Marcadores: Leonardo (g.p., 21m), Villalibre (57m), Vicente (68m, pen., e 70m).
Disciplina: cartão amarelo a Ozerinjauregi (20m), Fidelis (26m), Lumor (42m), Malthe (66m), Azpiazu (90m) e Alonso (90m+2).

​A equipa Sub-19 do FC Porto perdeu esta quarta-feira diante do Athletic Club (1-3), em Barakaldo, arredores de Bilbau, em jogo referente à quarta jornada do Grupo H da UEFA Youth League. Com esta derrota, os azuis e brancos mantêm a segunda posição, com sete pontos, enquanto os bascos são terceiros classificados, com seis.

Depois da vitória por 2-0, no Olival, os Dragões sentiram algumas dificuldades na etapa inicial do jogo que promoveu o reencontro com o Athletic Club e que acabou por saldar-se na primeira derrota portista na competição. Ainda assim, foi o FC Porto a inaugurar o marcador, da marca de grande penalidade, com Leonardo a apontar o terceiro golo na prova (21m). Depois de sacudirem a pressão inicial dos bascos, os azuis e brancos equilibraram a partida, dominando-a até durante largos períodos, e recolheram aos balneários em vantagem, com Ruben Macedo a ficar perto do 2-0, com um remate ao poste.

O segundo tempo foi de domínio anfitrião e o empate chegou por Villalibre (57m), num lance confuso em que a equipa de arbitragem entendeu que a bola ultrapassou a linha da baliza à guarda de Raúl Gudiño, que voltou a estar em excelente plano. Apesar da boa exibição, o guarda-redes mexicano nada pôde fazer para travar o bis de Vicente num par de minutos: o primeiro golo do avançado espanhol surgiu de grande penalidade (68m) e, instantes depois, voltou a balançar as redes na recarga a um remate defendido pelo guardião portista (70m).

Mantendo legítimas aspirações por um lugar na fase seguinte, o FC Porto desloca-se à Bielorrússia na quinta jornada para defrontar o BATE Borisov, em jogo marcado para 25 de Novembro, às 13h00 de Portugal Continental, no Gorodskoi Stadion, em Borisov.

fonte: fcporto.pt



RESUMO DO JOGO

-----

0 comentários:

Publicar um comentário